sábado, 16 de dezembro de 2017

Máscaras

Máscaras - O Alfa e o Ômega - II




"Quando você era criança... comprometeram você - você vendeu o seu ser para nada. O que você ganhou é simplesmente nada, apenas lixo. Por pequenas coisas, você perdeu a sua alma. Você concordou em ser outra pessoa diferente de si mesmo, é onde você perdeu seu caminho.
Sua mãe queria que você se tornasse alguém, o seu pai queria que você se tornasse alguém, a sociedade queria que você se tornasse alguém. E você concordou. Aos poucos, decidiu não ser você mesmo. E desde então, tem estado fingindo ser outra pessoa.
...Você não pode amadurecer... Se usar uma máscara, a máscara não pode amadurecer. Ela é morta... Por trás da máscara -esconderijo- você não está crescendo. Você pode crescer somente se você aceita que você está seguindo para ser você mesmo e mais ninguém.
...A maior calamidade é aceitar ser outra pessoa: você nunca pode amadurecer.
Você nunca pode amadurecer como outra pessoa. Você só pode amadurecer como você mesmo. O "dever" tem que ser descartado. E você tem que abandonar toda preocupação sobre o que as pessoas dizem: Qual é a sua opinião ? Quem são elas?
Você está aqui para ser você mesmo - você não está aqui para cumprir as expectativas de outra pessoa. E todo mundo está tentando isso. Seu pai pode estar morto, e você ainda está tentando cumprir a promessa que fez a ele. E ele estava tentando cumprir a promessa de seu próprio pai, e assim por diante e assim por diante. A loucura está muito atrás, lá no começo.
Tente entender e ter coragem - e tome a sua vida em suas próprias mãos. De repente, você vai ver uma onda de energia. No momento em que você decidir - "Eu vou ser eu mesmo e mais ninguém, qualquer que seja o custo, vou ser eu mesmo". Naquele exato momento, você verá uma grande mudança. Você vai se sentir vitalizado. Você vai sentir a energia fluindo em você, pulsando".
Osho - O Alfa e o Ômega

2 comentários: