quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Geometria Sagrada




MATEMATICANDO

Envolvida pelas fases da Lua e sua magia
E pelas Estrelas que no Céu ficam a brilhar
Vou viajando pelos versos da minha poesia
Dando asas à imaginação, ao meu sonhar...
Assim embarco pela geometria da vida
Elevando todos os cadetes ao quadrado
Não ficando nenhuma fórmula esquecida
Avisto a pirâmide, não deixo o cone de lado...
Vejo a similitude entre o cubo e paralelepípedo
Até observo com calma a esfera, cilindro e cone
Associando-os aos objetos existentes, sinto medo
Vou separando todas as formas nome por nome...
Reconheço a pirâmide no Museu do Louvre, na França
Também a esfera no Epcot Center, em Orlando
Fico até assustada com tantas semelhanças
Entre monumentos, objetos e formas, eu sigo viajando...
Vou estudando as faces, vértices e arestas
Matematicando com as formas geométricas espaciais
Jogo bola, dado, toco triângulo e até faço seresta
Observando nos objetos tantas formas especiais...
Logo sigo somando as faces de cada quadrado
Obtendo resultados diferentes a cada lançamento
Comparando os triângulos e círculos analisados
Vão surgindo novos resultados a todo momento...
Entre o sonhar e o aprender, vou subtraindo e somando
E assim tecendo meus versos e rimas, sigo versejando.

Elisabete Leite – 27/06/2017 - (Poema construído para uma aula de Artes, sobre o conteúdo Formas Geométricas Espaciais)

A GEOMETRIA ESPACIAL
A geometria espacial é o estudo da geometria no espaço, na qual as figuras que possuem mais de duas dimensões, recebem o nome de sólidos geométricos ou figuras geométricas espaciais.
Estas figuras são conhecidas como: prisma (cubo, paralelepípedo), pirâmides, cone, cilindro, esfera.


Essas figuras ocupam um lugar no espaço, então a geometria espacial é responsável pelo cálculo do volume (medida do espaço ocupada por um sólido) dessas figuras e o estudo das estruturas das figuras espaciais.