domingo, 4 de fevereiro de 2018

Último Regresso




“Último Regresso”
[Getúlio Cavalcanti]



Segundo filho de Aluísio Holanda Cavalcanti e Marina Matias de Souza, Getúlio de Souza Cavalcanti nasceu na cidade de Camutanga, na Zona da Mata Norte, Estado de Pernambuco, no dia 10 de fevereiro de 1942 Em sua cidade natal, cursou as primeiras quatro séries do ensino fundamental nas escolas Típica Rural e Manoel Guedes, sendo transferido, depois, para o Ginásio Timbaubense, onde permaneceu interno para poder concluir o curso ginasial. Em 1957, ele veio morar no Recife, onde cursou o ensino médio no então Colégio Padre Félix, no bairro da Boa Vista.

 Ainda adolescente, Getúlio participaria de muitas serenatas e serestas sob o luar de Camutanga, que marcaram substancialmente toda a sua obra poético-musical. Ao iniciar as suas atividades laborais no Recife, o compositor ajudaria o pai em seu estabelecimento comercial e, depois, exerceria a função de encarregado de depósito no Diário de Pernambuco.

 Compor, cantar e interpretar músicas representa um hobby que Getúlio possui desde a adolescência. Porém, como artista propriamente dito, iniciou no ano de 1962, cantando na extinta Rádio Clube de Pernambuco.  Nesse mesmo ano, ele criaria o frevo-canção Você gostou de mim, que a fábrica Rozemblit gravou em forma de LP, no mesmo ano

 Ele compôs ainda em outros gêneros musicais, tais como baiões, baladas, marchas-rancho, sambas, maracatus, sambas-canção, toadas, rocks e boleros.

 São da autoria de Getúlio as nove músicas que compõem, hoje, o repertório do Bloco da Saudade: Último regressoO bom SebastiãoCantigas de rodaChora BatutasRelembrando MoysésOs blocos estão voltandoTributo a BajadoAdeus saudade Salve, salve Emiliano.

Cabe ressaltar que um livro do compositor, intitulado “Por quem os blocos cantam?”, uma espécie de autobiografia que ele escreveu durante 20 anos, foi lançado recentemente em São Paulo, pela Editora Vitale.

 Um dos maiores sucessos musicais de Getúlio é o frevo-de-bloco Último regresso, cuja letra é apresentada a seguir.



Falam tanto que meu bloco está

Dando adeus prá nunca mais sair

E depois que ele desfilar

Do seu povo vai se despedir

No regresso de não mais voltar

Suas pastoras vão pedir

Não deixem não

Que um bloco campeão

Guarde no peito a dor de não cantar

Um bloco a mais

É o sonho que se faz

Nos pastoris da vida singular

É lindo ver o dia amanhecer

Com violões e pastorinhas mil

Dizendo bem

Que o Recife tem

O carnaval melhor do meu Brasil.



Getúlio Cavalcante
http://mirespelhomagico.blogspot.com.br/2011/02/frevo-pernanbucano.html

6 comentários:

  1. Olá, Bom Dia. De início agradeço a todos pelas visitas e comentários. Repito o que já disse anteriormente, minha resposta a seus comentários é continuar fazendo um Blog de bom nível. Acho que estou conseguindo com a ajuda de todos.
    Essa semana começa minha maratona, carnaval, plantão, carnaval, plantão. Como hoje; pela manhã Bloco Jacaré da Beira Rio, aqui na Torre - Madalena, e à noite plantão na Emergência Clínica da Policlínica Barros Lima, Casa Amarela. Vou diminuir meu ritmo no Blog para acompanhar os ritmos das ruas e das noites na emergência.
    Espero vê vocês nas ruas frevando com o povo pernambucano,não quero ver vocês nas emergências, jamais. Um Bom Carnaval.
    Um grande abraço fraterno a todos.

    ResponderExcluir
  2. Como sempre impecável página. Uma pesquisa de mestre. Antigos e saudosos Carnavais. Imagens deslumbrantes, criatividade e bom gosto e resposta para esse sucesso. Amei o show de freio no compasso do samba. Também vou participar do bloco Jacaré da Beira Rio. Parabéns sempre!

    ResponderExcluir
  3. Sensacionais as imagens, que falam com alegria, colorido e poesia. Antigos carnavais. Muito linda a letra e a música. Parabéns Jorge pela página e blog.

    ResponderExcluir
  4. Ficaram belíssima essas fotos, uma página colorida e expressiva pertinente aos antigos carnavais. Jorge, você cada dia se supera. Uma partilha digna de aplausos. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Ficou muito linda a página, imagens coloridas transformam o ambiente alegre ... homenagem bela e contagiante. Parabéns poeta Jorge pelo blog!

    ResponderExcluir
  6. Que linda página, que sinto vontade de cair na folia. Imagens deslumbrantes e coloridas embelezam a partilha. Show de pesquisa. Parabéns!

    ResponderExcluir