sábado, 10 de março de 2018

Alzheimer - Encantos e Desencantos




Socorro Paiva retorna para ocupar seu lugar  definitivamente. Um lindo poema sobre um dos mais tristes males da Humanidade. Muito sentimento, muita coragem nas palavras que tocam,  profundamente, não somente o coração, mas também a alma.
Poema para lê e reler muitas vezes, poema para refletir. Parabéns Socorro Paiva.






ENCANTOS DO DESENCANTO



Vai-se mansinho mais uma lembrança!

Confusão banal de encontros e desencontros,

certezas e dúvidas, presente e passado, aos páreos!

Tagarelice e silêncios repetidos.

Esboços do riso e do olhar lançados ao infinito!

Não há recíproca, não há recuo, não há estorvo.



Mais um café, mais um sabor, mais um prazer

da pele lisa, do peito aberto pelo ardor,

rumo ao trajeto sem ponto certo.

Longe do amparo que o sonho traz,

dorme a esperança do porvir,

no árduo reino dos mortais.



Na civilização de Pasárgada por certo se encaixará,

o ser mais puro que só seduz e que sempre há.

Cadê os cérebros para afagar e o amor colher?

Só pernas e patas a miscigenar.

Os sóis passam, o frio contrai.

Longe de quem nunca sentiu, se faz feliz.



A sensatez regrada por preconceitos,

a luta pela ideologia do ter para ter,

Somem-se há anos luz

Tudo vai bem, tudo é sem tempo.

Na imensidão do possível a paz floresce.

Eis o encanto do desencanto do Alzheimer.



Socorro Paiva

2/10/2017



Todas as fotos são do Google Imagens.

7 comentários:

  1. Belíssimo poema! Uau, deslumbrada com a maturidade de seu versejar. Profundo e colocações pertinentes à temática abordada. Socorro você cresceu muito como poeta. É gratificante ler-te, encantada com a perfeição gramatical. Minha prima, agora é o seu momento de expor sua arte. Não deixe sua imaginação só. Viaje no Universo da sua poesia. Aplausos e parabéns poetisa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigada, Betinha, o que mais lhe engrandece é a sua humildade e generosidade,

      Excluir
    2. Obrigada digo eu, pelo deslumbre da sua construção poética, para o nosso deleite. Beijos e Parabéns!

      Excluir
  2. Lindíssimo poema, nobre poetisa Socorro Paiva, uma temática difícil de ser tecida, mas que foi muito bem trabalhada no contexto. O texto ficou suave e gostoso de ser lido. Parabéns e sucessos sempre! Parabéns ao poeta Jorge, pela sensibilidade de quem entebde do assunto. Bravo...

    ResponderExcluir
  3. Uma maravilha de momento poético, um poema realista que foi construido com arte, foi suavizado pelos versos marcantes da poetisa Socorro Paiva. Ilustrações pertinentes e bem escolhidas pelo poeta Jorge. Parabéns a ambos! Abraços

    ResponderExcluir
  4. Jorge, as imagens ficaram fantásticas, parabéns pela escolha. Tocam na alma, falam por si,

    ResponderExcluir
  5. Belo e sensível poema, um tema bem trabalhado, suave no contexto poético. Parabéns Socorro Paiva por trabalhar tao bem a temática. Lindas imagens!

    ResponderExcluir