terça-feira, 27 de março de 2018

Fênix do Amor




FÊNIX DO AMOR

Banho-me na seiva dos teus beijos,
No néctar dulcificado da tua saliva
Ah, sou submissa aos teus desejos!
Implexa em teus braços, me sinto viva...

Deleito-me com teus afagos, tuas mãos
Ah, e a flama envolvente da tua alma!
Que faz pulsar o meu sensível coração
É teu carinho, inebriante, que me acalma...

Sou uma Fênix pronta para recriação
Vou aquecer nosso ninho, com meu calor
Ah, nossos corpos, juntos, em combustão!

Vou inebriar-te com um beijo abrasador
Alimentar-te com o fogo da nossa paixão
Vou renascer, das cinzas, do nosso amor.

Elisabete Leite – 17/03/2018


9 comentários:

  1. Elisabete Leite volta com sua magnífica poética. Um soneto bem estruturado que fala da entrega em um ato de amor. Ela aquece nosso blog e põe nossas mentes em combustão. Sua poesia é viciante, lemos, relemos, lemos relemos... parece que não vai ter fim. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Lisonjeada, agradecida e muito feliz, pela partilha de meu soneto. Ficou um verdadeiro show a página do blog, as imagens incendiaram o momento poético. Estou orgulhosa de mim mesma. Parabéns Jorge pela escolha das fotos ilustrativas. Grata pelo carinhoso comentário. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Venho reverenciar a minha amiga poetisa pelo magnífico soneto. Um verdadeiro deleite poético, uma sincronia perfeita entre os tercetos, rimas admiráveis deixam uma sonoridade peculiar. Um poema que fala do ato de amor de maneira incandescente. Viajei no seu incrível versejar. Aplasus. Ao Jorge parabéns pelo show de imagens! Abraços

    ResponderExcluir
  4. Um magistral soneto, uma temática envolvente, avassaladora, mas muito bem tecida. Fiquei encantada com as imagens que esquentam a poesia. É muito bom ler-te amiga poetisa, a sonoridade dos versos é pura magia. Parabéns a ambos. Tudo show!

    ResponderExcluir
  5. Belíssimo momento poético, um soneto muito bem tecido e organizado ao longo das estrofes. A poetisa fala do ato de amor sem vulgarizar a cena. A amiga Elisabete Leite é polida e sabe se expressar com suavidade. Realmente ela é show. As imagens ilustrativas foram escolhidas por outro excelente que entende muito bem o estilo meigo da poetisa. Parabéns a ambos. Uma deslumbrante página. Abraços

    ResponderExcluir
  6. Lindíssimo poetizar amiga Elisabete Leite, um soneto envolvente, recheado de sentimentalismo. Rimas mágicas e sonoras que passa uma harmonia ímpar. Estou encantada com este momento poético. Um show de imagem! Parabéns a ambos. Abraços e Feliz Páscoa a todos!

    ResponderExcluir
  7. Um néctar de poetizar, envolvente, avassalador, sensual, mas acima de tudo lindíssimo. A poetisa verseja de maneira própria, um estilo que só ela tem. Um toque de suavidade. Bete é muito emotiva e meiga, o amor é o tempero para o ato de entrega total. As imagens deslumbrantes complementam o tema. Parabéns a ambos. Honestamente amiga, tu és um DEZ. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Belíssimo e envolvente soneto, muita harmonia e sonoridade nos versos de elite. Amiga poetisa Elisabete Leite parabéns pela obra de arte. As imagens escolhidas sao um verdadeiro show. Abraços

    ResponderExcluir
  9. Obrigada a todos, pelas leituras e gentis comentários. Lisonjeada pelo carinho ao comentar. Abraços

    ResponderExcluir