quarta-feira, 14 de março de 2018

Nosso Quarto de Amor - Flor de Lis

Frinéia 1909 - Antônio Parreiras
O Nascimento de Venus, por Alexandre Cabanel, 1863
Danae, por Tiziano Veccellio (1553) – Museo del Prado, Madrid.
NOSSO QUARTO DE AMOR



Em nosso quarto me sinto uma mulher

Amada e amando sem restrições e limites

Entregando-me por inteira, com deleite,

Aos intensos beijos e abraços infinitos

Ao meu desejo constante pelo teu corpo nu.

No cantinho do amor, eu te aguardo todo dia

Recebendo sempre seus carinhos sem pudor

Tu és meu dono e amante de corpo inteiro,

Meu companheiro das noitadas de amor...

Nossos corpos ardentes em combustão pelo gozo

Descobrindo-nos nesse jogo de sedução a dois

O espelho refletindo nossas silhuetas em chamas

Nesse instante de pura orgia e intenso calor

Somos dois em um único corpo sedutor

Deleito-me no mistério teu...

Na busca infinita do nosso prazer total

Envolvendo-me com a pureza desse ato de amor.

Na entrega sem demarcação de limites

Sentindo intensos e sucessivos orgasmos

Tua boca na minha gruta úmida, fazendo-me gemer...

Deliciando-me de seu gozo sênior,

Experimentando o aroma de seu sêmen peculiar

São nossas noites nesse quarto, na busca pelo prazer,

Amando-se de todas as maneiras, sem fim

Sem restrições das carícias escolhidas

Nem preocupação pelo antes nem depois

Na intenção dos nossos infinitos desejos

Nesse quarto, o cantinho do amor.


Flor de Lis

Maceió\2017

A Noite com os gênios do Estudo e do Amor, 1883, Museu Nacional de Belas Artes - Pedro Américo




7 comentários:

  1. Encantadora página... muito bom sentir meu poema ilustrando o blog, fico orgulhosa em todos os sentidos. O poeta Jorge se superou nas escolhas das imagens fez o contraste do puro com o sensual, deixando suave o tema abordado. Eita, tenho que agradecer. Sou assim... parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Uma maravilha de poema, muita sensualidade em versos marcantes, uma temática forte, que foi suavizada pelas imagens precisas e lindíssimas, que foram bem escolhidas pelo Jorge. Viajei no seu poetizar amiga. Parabéns pela coragem de versejar um tema universal. Um poema de muito bom gosto.

    ResponderExcluir
  3. Uau, muita sensualidade em versos envolventes, muita beleza nesse poema incrível da amiga poetisa. As imagens ficaram realmente maravilhosas amigo Jorge e deixaram a página suave e expressiva. Show em tudo! Parabéns a ambos.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero parabenizar a todos os poetas e poetisas pelo DIA DA POESIA (14 de março)..."A poesia enche de doçura a alma e voa alto na imaginaçáo." PARABÉNS!

      Excluir
  5. Eita, poetisa dos versos sensuais. Uma poesia maravilhosa e expressiva, que eu viajei nesse universo inebriante. Parabéns ao poeta Jorge nas escolhas das excelentes imagens que suavisaram o tema e embelezaram a página. Abracos e aplausos Lis!

    ResponderExcluir
  6. Belo e expressivo poema amiga Lis, imagens que embelezam e suavizam o tema. Tudo lindo! Parabéns a ambos!

    ResponderExcluir