segunda-feira, 30 de abril de 2018

E... SOBRE FAMÍLIA...

 VIOLEIRO MINEIRO CAPIAU

E... SOBRE FAMÍLIA...
E... o Universo tece... a cada um... o que merece...

Às pressas, sai-se sem nada... comodismo estraga almofada... o “querer” não é poder... e ainda pode-se querer... pois há sempre uma coisa nova... a nos colocar à prova... em termo pejorativo... tudo no mundo é relativo... e quem pensa positivo... vê beleza até no feio... pois que existe o Caminho do Meio... nos diz, em magna carta... o, de Luz ,cheio... Sidarta... então... por que não me contento... com meu próprio merecimento??? se não amo os meus irmãos... a minha mãe, o meu pai... por que choro por quem se vai... e me rio com quem fica??? todo o Cosmos exemplifica... nos legando a convivência... com ou sem nossa anuência... temos sempre a presença... daqueles que precisamos... para estar naquele momento... e lugar que estejamos... mesmo não sendo a nosso contento... mesmo que não sejam o que sonhamos... ou se com eles não concordamos... como se dentro de um baralho... nunca que estamos sozinhos.. há, também, nossos vizinhos... os colegas de trabalho... seu Manoel, da padaria... seu João, do mercadinho... a cozinheira Maria... a dona da lavanderia... o caixa do supermercado... o motora do buzão... o vendedor de balão... a vendedora de salgados... os professores da escola... os colegas da faculdade... o prefeito da cidade... o que nos pede esmola... o motoboy, entregador... os palestrantes da “igreja”... a turma da sexta, da cerveja... o síndico, o vereador... o zelador, o porteiro... o policial, o bombeiro... o carteiro, o leiturista... o garçom, o copeiro... o farmacêutico, o balconista... o médico, o laboratorista... o atendente, o enfermeiro... o gari, o lixeiro... o pedreiro, o pintor... todos nos são importantes... mas, quanto maior a proximidade... quanto maior intimidade... maior é a responsabilidade... que temos com o semelhante... sendo trigo ou sendo abrolho... do irmão temos que cuidar... como das pupila de nosso olho... pois em um tempo, não distante... estaremos no Armagedom... e pra ser eleito como Bom... e pra outro Céu passar... cada um irá contar... com quem na Terra conviveu... que nos irá apresentar... como somos, diante de Deus..

VIOLEIRO MINEIRO CAPIAU
EM 24/04/2018... no aguardo...


Onde está o Céu de Deus?


Armageddon

6 comentários:

  1. Belíssimo texto nobre poeta Capiau! Mensagens edificantes e reflexivas presentes na sua perfeita arte. O valor dos laços de família, dos amigos e o Amor sublime. As imagens ilustrativas complementam a temática abordada. Tudo lindo e construtivo. Parabéns a ambos pelo texto e página! Amei!

    ResponderExcluir
  2. Um notável texto, que fala do reconhecimento familiar, da ajuda mútua, de sermos todos unidos, solidários, de tratar bem ao próximo. Liçóes de vida. Um texto reflexivo onde muito ensina, nos faz repensar sobre nosso papel aqui. Cedo ou mais tarde teremos de prestar conta a Deus. Uma maravilha de imagens ilustrativas. Aplausos poeta Jorge. Parabéns Violeiro. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo seu texto amigo Violeiro... ensinamentos edificantes e reflexivos. Muito importante este tema, pois sabemos que nem todos valorizam o Ser Humano no tocante a igualdade. Somos todos iguais perante Deus, tratar bem ao próximo é um dever. As imagens ilustrativas escolhidas pelo grande poeta e amigo, Jorge Leite, muito dizem. Parabéns a ambos e boa noite a todos!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom seu texto poeta Violeiro, mensagens de Luz, grandes ensinamentos. Valores reflexivos, que devem ser seguidos. As imagens ficaram maravilhosas e complementam o tema. Amei a página! Parabéns e abraços a todos. Feliz feriado!

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da crônica e das lições contidas na mesma. Um lindo momento de arte literária. Parabéns Violeiro pelo seu texto belo e reflexivo. Muito se aprende com ele. As imagens ficaram expressivas e complementaram o tema abordado. Tudo lindo! Abraços

    ResponderExcluir
  6. ...E... com vocês... vamos tecendo esses elos, que um dia foram perdidos; mas que, agora, estão achados: os Elos da amizade e da Boa convivência, os Elos do Respeito e da Moral... Nada se achará, no Cosmos, que seja igual... ao Carinho fraternal, implícito e explícito na Consciência, de cada um de vocês, meus amigos, que aqui fizeram presença... Muito agradecido! Violeiro Mineiro Capiau (ao vosso dispor)...

    ResponderExcluir