terça-feira, 17 de abril de 2018

Lembranças... "Só eu sei porque chorei"



Lembranças

Por que lembrar lembranças
Que pensei tê-las esquecido?
Por que lembrar lembranças
Algumas até sem sentido!
Por que lembrar lembranças
De quem ficou distante
Que talvez de mim
Nem queira lembrar

Em nenhum instante


Por que lembrar lembranças
Que nos fazem sofrer?
Por que lembrar lembranças
Tão sentidas? Esquecidas.
Por que lembrar lembranças
Não vividas? Sofridas.
Porque lembrar? 


Por que lembrar lembranças
Que surge não sei de onde?
Talvez do nada,
Que me fustigam,
Que me intrigam.
Que fazem meu coração sangrar. 


Por que lembrar lembranças?
Por que lembrar?
Por quê?

Jorge Leite


 


“Só eu sei porque chorei”

Tanto já chorei,
Talvez até tenhamos chorado juntos,
Mas, só eu sei porque chorei. 


Quando eu chorar,
Não é pelo que deixamos de fazer,
É pelo o que não fiz.
Não será pelo o que não falamos,
Será pelo o que não falei.
Não chorarei pelas coisas que não realizamos,
E sim pelo que não realizei.
Não chorarei pelos sonhos que sonhamos,
E sim pelos sonhos que sonhei.


Se já choramos juntos, não sei.
Só sei que já chorei. 


Quando eu chorar,
Não será pelos castelos que não construímos,
Será pelos castelos que não construí.
Não será pelos afagos que não trocamos,
E sim pelos afagos que não dei.
Não chorarei pelo que não vivemos,
Chorarei pelo que eu vivi.
Jamais chorarei pelo que esquecemos,
Chorarei pelo que esqueci.
E não esquecerei de chorar,
Porque quando chorar
Chorarei por mim.
Não vou esperar que você chore por mim,
Por mim já choro eu.
E se você por mim chorar,
Quem irá chorar por você.

Jorge Leite



8 comentários:

  1. Dois belíssimos poemas, onde os versos inspirados foram extraídos do interior da alma; tecidos com maestria e ganharam vida aqui... "Lembranças que deveriam estar esquecidas" e "por que chorou?." Também chorei. Muita nostalgia e riqueza de detalhes! Um página linda e emocionante. Aplausos mil pelo conjunto poeta Jorge Leite e parabéns pela grandiosidade de seu momento poético. Tudo lindo! Beijos querido.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosos seus poemas, muito sentimanto tecidos em versos de elite. Estou encantada e agradecida pela sua emocionante página, poeta Jorge Leite. As imagens completam os temas abortados. Obrigada por partilhar. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Lindos e expressivos seus poemas amigo Jorge, gostei muito da emocionante e bem inspirada página, temas que prendem o leitor e belas imagens. Parabéns pela excelente partilha. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Expressões bem colocadas, em bem traçados versos... Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Lindíssimos poemas, sensibilidade, melancolia e tristeza, tanto nas lembranças quanto no seu choro que faz tanto bem. Um poetizar bem tecido e emocionante. Uma página bela e expressiva bem ao nosso gosto. Parabéns poeta pelo conjunto. Tudo mui belo!

    ResponderExcluir
  6. Lindo e emocionante versejar! Dois poemas tecidos na alma e no coração, com imagens que complementam os temas abordados pelo amigo poeta Jorge Leite. É gratificante participar e contribuir com essas obras de artes. Parabéns pela excelente partilha. Um verdadeiro show de arte poética. Abraços

    ResponderExcluir
  7. Gostei de tudo que li, duas poesias bem ao estilo do autor. Versos nostalgicos, mas encantadores. Parabéns pela beleza da página e expressividade nas imagens ilustrativas. Abraços a todos e feliz dia...

    ResponderExcluir
  8. Muito lindos e emocionantes seus poemas poeta amigo Jorge Leite. Sentimentos tecidos com maestria. Uma família de poeta e poetisa geniais. Dois monstros em grandiosidade poética. Parabéns pela partilha. Abraços

    ResponderExcluir