terça-feira, 15 de maio de 2018

TU E EU...O QUE SOU



Socorro Almeida



O QUE FUI E O QUE SOU
De: Socorro Almeida

Ela é como o sol, não se deve olhar por muito tempo
Também é a lua que embriaga e mata devagarinho
Eu sou apenas o desvairado e tolo vento
Que traz tempestade e desordem pelo caminho

Já fui o rei de todas as terras, de todos os mares
Fui o canto e o encanto de todos os mantras
A canção de ninar de todas as crianças
O travo das bebidas de todos os bares

Fui a sensação de sua pele, de sua carne
Os gemidos de suas noites de vaidade
Hoje sou apenas um estranho que parte
Levando no peito a dor da saudade.

Socorro Almeida.





TU E EU
De: Socorro Almeida

Estou acordada, amor, a velar teu sono
Ainda que te pareça ser medonho
Um sonho mau que venha te afligir
Eu pedi ao tempo para o tempo silenciar
Para que eu possa te fazer dormir
E transferi para mim todo o teu pesar

O tempo é tudo o que nós temos
Hoje, amanhã ou um pouco mais
O amanhã virá para nos fazer sorrir
É confiar e não olhar para trás!

Queres que eu seja a estrela guia
Do teu horizonte que escureceu?
Queres que eu seja a luz do teu dia
Para existir apenas TU e EU?!

Socorro Almeida. 





 


10 comentários:

  1. Dois poemas lindos da poetisa Socorro Almeida, muita sensibilidade em versos encantadores. As excelentes imagens complementam a temática. Ótima partilha! Boa noite a todos! Parabéns...

    ResponderExcluir
  2. Uau! Excelente poemas da amiga poetisa Socorro Almeida. Sentimentalismo, romantismos retratados em belos versos. Uma página com imagens expressivas de muito bom gosto, que complementam os versos. Parabéns e abraços!

    ResponderExcluir
  3. Que lindos poemas amiga poetisa Socorro Almeida, ficou realmente expressivos, uma mensagem tocante no confronto do "DO QUE FUI e DO QUE SOU". Amei a página, um show de imagens. Parabéns! Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  4. Dois lindos e expressivos poemas da amiga poetisa Socorro Almeida, que tece nas entrelinhas dos versos mensagens de puro sentimentalismo. A página foi ilustrada seguindo a mesma proporção, um sentimento em vários olhares. Muito bela e criativa ficou a página. Parabéns à autora dos poemas, Socorro Almeida e o ilustrador da página Jorge Leite. Um abraço e feliz dia a todos!

    ResponderExcluir
  5. Dois excelentes poemas, uma temática envolvente e um estilo criativo. Gostei muito poetisa amiga Socorro Almeida. As imagens ilustrativas escolhidas ficaram inovadoras. Meus parabéns pela ótima partilha. Abraços e bom dia a todos!

    ResponderExcluir
  6. Agradeço sensibilizada os gentis comentários dos amigos poetas aos meus poemas. Isso muito me envaidece, massageia meu ego e me acende mais a vontade de poetisar pra todos vocês. Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
  7. As ilustrações lindíssimas como sempre. Parabéns ao Jorge

    ResponderExcluir
  8. Belo poema. Você sempre tocando no fundo da nossa alma.

    ResponderExcluir
  9. Conheço bem a poetisa, compositora e musicista Socorro Almeida. Ela tem o dom de atingir a alma e o coração de quem ama com sua maneira simples de escrever. Essa é a característica dos seus poemas. Não há gênero, nem rosto, nem nomes. Ela fala para. A figura da musa é irrelevante no momento da inspiração. Acredito ser assim o verdadeiro poeta. Vocês que são sabem disso. Parabéns a todos. Nelson

    ResponderExcluir
  10. Socorro Almeida me encanta desde criança com seus belos e magníficos poemas. Sou orgulhosa da amiga que eu tenho. Parabéns é pouco para reverenciar uma poetisa desse nível. Dacy Campos

    ResponderExcluir