sexta-feira, 1 de junho de 2018

QUEM ME DERA


Elisabete Leite


QUEM ME DERA


Quem me dera ser um mágico
Colorir o negro da vida, o trágico
e do Bem fazer auspiciosa elegia
Transformando as Tristezas em alegrias
Brotando nos corações, muito Amor
Fazer as pessoas enxergarem a Verdade
Colocar a Paz, entre a Humanidade
Dissipar com as guerras, esse terror
Trocar as lágrimas pelos sorrisos
Descer os Céus, se for preciso
Plantar a semente da Humanidade
Que brota dos galhos da Reciprocidade...



Quem me dera poder o mundo transformar
E o avesso do hoje poder enxergar
Reconstruir passo a passo, tudo novamente
A cada cova, plantar uma nova semente
De maneira simples, sem vaidade
Florindo os espaços com Justiça e Igualdade
Criar um modelo novo, com Liberdade
Que minimize o sofrimento do povo
E que tenha a Paz por sobrenome
Sem luta, sem frio, sem sede e sem fome
Espalhando Solidariedade, sendo irmãos...

Retirando o ódio de dentro do coração
Colocando sentimentos de Fraternidade
Levando ao povo Esperança, União
Quem me dera poder trocar de situação
Viajar confiante para outra dimensão
Descobrir ao vivo, que a luta não foi em vão
Que Deus é a fonte da plena Sabedoria
Que todo conhecimento que eu adquiria
Moldava o caminho para minha Evolução.

Elisabete Leite – 23/11/2015






Aprendendo a rimar...

Sem ter ficado aflita
A beleza corre nua
Minha vida continua
Que a luz seja bendita

As horas sejam malditas
E os sonhos sejam meus
Teus sonhos serão teus
Bem feitos nas palafitas

A vida também dormia 
Sem querer saber o porque
Via tanta agonia

Não espera acontecer
O amor não existia
E nos deixou adormecer

21/05/2018
Jorge leite
(Brincando de Fazer Poesia)



NOTAS DE RODAPÉ

Altura ajuda

Quando estava em São Paulo, nos anos 70/80 trabalhava no MS no PAM Várzea do Carmo. Ainda é o maior ambulatório do País, mais de 600 profissionais. Eu era Médico-chefe do SPA. Certa tarde estava em minha sala, sentado em minha mesa, conversando com alguns colegas, quando um outro médico entra na sala e joga sobre a mesa um atestado. E diz:
 - assine para mim!
Peguei o atestado e li, era dele mesmo, licença de 15 dias.
Aí começou tal diálogo, na presença dos demais colegas:
-          Qual o motivo do afastamento?
-          Não precisa saber, é só você assinar.
-          Sem saber o motivo não assino.
-          Vocês nordestinos são todos incompetentes, assine e pronto
-          Não vou assinar!
O médico arrancou o atestado de minha mão e aos berros, com o dedo em riste, falou:
-          Com você eu falo de cima para baixo.
Imediatamente fiquei em pé, já que eu continuava sentado desde a sua entrada na sala e disse sem alterar a voz ou levantar o dedo:
-          Agora não fala mais!
Os demais colegas da sala riram.
Eu tenho +/- 1,74m e o colega bravo era de estatura menor. Jamais nos falamos, ele me evitava e seus olhos eram de raiva, para não dizer ódio.
O médico nordestino incompetente ficou na Várzea do Carmo de 1977 a 1991, ocupou todos os cargos administrativos. Entre seus trabalhos modernizou o SADT (Serviços Auxiliares de Diagnóstico e Terapia), criou a Associação de Funcionários da Várzea do Carmo, fez o Regimento Interno dos Funcionários e a Comissão de Ética Médica.
Não foi o primeiro nem o único ataque de preconceito, foram tantos e diversos, mas adoro São Paulo, o povo é maravilhoso, humano, lindo. Preconceito existe, existiu e existirá enquanto não mudarmos nós mesmos.

Jorge Leite,31/05/2018
 

https://pixabay.com/


11 comentários:

  1. Sensacional monento no blog! Dois belíssimos poemas, de um lado a nossa querida poetisa Elisabete Leite com seu lindíssimo grito de mudança "QUEM ME DERA PODER MUDAR O MUNDO"; do outro lado o poeta Jorge falou muito bonito em seus versos rimados. E fechou a página com chave de ouro com seu texto reflexivo, de fatos reais, dando continuidade o tema PRECONCEITO. A página é a cara da amiga Bete. Imagens coloridas da natureza em foco. Parabéns a ambos. Foi eu e Maciel que pedimos para ser compartilhado novamente esta obra prima que é este poema de Elisabete. Muito adequada ao momento que passa o Brasil. É hora de tirarmos o chapéu e reverenciarmos os poetas. Aplausos.

    ResponderExcluir
  2. Uma notável página, do jeito que gosto; riquíssima em conteúdo e mensagens! Um lindo poema rimado do querido poeta Jorge Leite e seu excelente texto, que ainda retrata, de maneira fenomenal, o tema da semana "Preconceito". Eu como sonhadora acredito em mudanças e, que este meu grito seja ouvido e espalhado por todo universo. Quero agradecer as palavras carinhosas do querido amigo Paulo e ao Jorge muita obrigada por partilhar este meu poema e ilustrar tao bem. Gostaria de pedir licença aos amigos e leitores para fazer uma pequena homenagem a minha amada Mae que completaria, hoje, 92 anos de legado e muito Amor. Em um comentário abaixo. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Amada Lourinete, Parabéns!
    Quem Me Dera, Mamãe, poder te abraçar, ficar contigo mais uma vez, para minimizar esta dor da saudade que arde em meu coração, que dilacera a minh'alma e rouba minha calma. É difícil ficar sem teus ensinamentos, sem nossas conversas construtivas sobre a vida, sem tua acolhida, me envolvendo de carinho. Gratidão pelo seu Amor... FELIZ ANIVERSÁRIO, MAMÃE! SEUS FILHOS E FILHAS TE AMAM! Tu és Luz e brilha no céu.

    ResponderExcluir
  4. Dois lindíssimos poemas dos amigos poetas... Jorge chega rimando muito bonito e Elisabete pede licença para gritar bem alto que queria ser um mágico para mudar este mundo tão sofrido. O texto contido nas Notas de Rodapé é impecável. O poeta Jorge descreve que precisamos mudar nosso interior; a temática é forte, mas se faz necessário abrirmos uma reflexão, de como podemos enfrentar os preconceitos, sem traumas. Parabéns a ambos! Boa tarde a todos!

    ResponderExcluir
  5. QUEM ME DERA.... Magestoso, magnânimo, magnífico!!!! Eu não saberia criar um texto tão lindo! Parabéns, minha rainha!! Quem não gostaria de ter esse poder, de transformar o mundo! Mas você transforma nossas mais profundas emoções, nessas viagens de "quem me dera" .... "se eu pudesse". Adorei! Parabéns.
    Nosso rei também sabe mexer com nossas emoções, nas suas singelas palavras há um dinamismo de amor e ternura. Parabéns a ambos. Abraços

    ResponderExcluir
  6. Meu rei, nessa sua narrativa, ainda sob o tema PRECONCEITO, fico triste em saber que você passou por esses momentos... e feliz em saber que eu não fui a única. Você sempre perfeito nas palavras. Poeta é assim... sabe adocicar as palavras! Bjos. Até bteve

    ResponderExcluir
  7. Sensacional momento de arte, caros amigos poetas. A poetisa Elisabete Leite grita alto, um grito majestoso de Paz e Amor... Quem Me Dera poder o Mundo Transformar... o poeta Jorge rima com mestria e tece um lindo soneto. Seu texto que aborda o Preconceito é perfeito. Você é grande no tamanho e na essência. As imagens ilustrativas deram um show. Abraço e boa tarde! PARABÉNS A AMBOS!

    ResponderExcluir
  8. Que coisa mais linda ficou esta página! Dois belíssimos poemas, muito colorido e grandiosidade nas mensagens... versos e rimas viajam por toda página. Um lindo grito de alerta reflexivo da amiga poetisa Elisabete Leite e outro lindo poema rimado do amigo poeta Jorge Leite. Adorável texto sobre o tema "Preconceito", realmente ensinamentos a parte. Parabéns a ambos!

    ResponderExcluir
  9. Realmente é uma página muito linda e expressiva. Poemas extraídos da alma, mensagens perfeitas e um texto emocionante, que aborda o tema Preconceito de maneira evoluida. Parabéns aos poetas Elisabete Leite e Jorge Leite. Encantada com as imagens ilustrativas. Sim, é o perfil de Bete. Abraços

    ResponderExcluir
  10. Dois poemas lindos e expressivos, que denontam sensibilidade de esperança. A poetisa almejam seus desejos, com uma edificante mensagem; reconstruir o mundo "QUEM ME DERA". Já o poeta rima com maestria e tece um belo poema e, trabalha o tema Preconceito, sem preconceito, alertando que o problema existirá sempre, portanto devemos mudar nós mesmos. As imagens é natureza pura. Parabéns ao Jorge Leite e Elisabete Leite. Gostaria de fazer um pedido: que no próximo tema seja trabalhado a Natureza: imagens, harmonia, poemas, textos entre outros. Beijos direto do Chile.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, chegando agora de Timbaúba, após um dia de trabalho e um desjejum rápido, vejo-me frente a tanto carinho ao ler essa mensagens dos amigos.Todas maravilhosas, o que vem demonstrar que estamos no caminho certo. Quero destacar uma frase da Flor de Lis, que trabalhei o tema Preconceito sem Preconceito. Acho que é o melhor caminho de curarmos todas as cicatrizes deixadas por esse comportamento do Ser que se diz humano. Como diz Elisabete Leite, vamos colorir a vida com alegria, carinho, respeito,amor ao próximo apesar das dificuldades e obstáculos que devem servir de degraus para nosso aperfeiçoamento, nosso crescimento como centelhas do Criador.
    Um bom final de semana.

    ResponderExcluir