terça-feira, 10 de julho de 2018

Meu Mundo Colorido...Soneto do Amor Ardente...Sob a Luz Negra...

Socorro Almeida - Elisabete Leite - Jorge Leite

MEU MUNDO COLORIDO

Abre-te para mim como as flores das montanhas
Derrama-te sobre mim como larvas de um vulcão
Sossega-me do martírio que nos inflama
Da doce agonia de nossos beijos, meu tesão!

Delicia-me com teu abraço eloquente
Não me negues a delícia que tu és
Pois aumenta mais ainda meus desejos,
E me entrego enlouquecida aos teus pés

De onde vem esse mundo colorido
O chacoalhar das águas sob as pontes
O sol que se esconde por trás dos montes
E que volta iluminando o nosso abrigo?

De onde vem esse mundo colorido
Onde me abrigo e traço meu horizonte?
O aroma das flores no teu corpo amigo
Teu riso, teus lábios, minha sede, minha fonte?!

Socorro Almeida

Recife, 30/06/2018




SONETO DO AMOR ARDENTE

Embriaguei-me em teu desejo fugaz
Provei do néctar da tua intensa paixão
Enlouqueci em ti, com teu toque voraz
Ah, não esqueço da inebriante sensação!

Foram beijos e abraços incandescentes
Intenso é o sabor da tua aquecida saliva
Meu corpo permanece totalmente quente
Em teus potentes braços me sinto cativa...

Deleito-me com os afagos das tuas mãos
O suor que se mistura ao meu, é reagente
Ah, eu grito bem forte de tanta emoção!

Teus carinhos até me deixam contente
Meu vulcão, rápido, entra em erupção
Em um tórrido clímax de amor ardente.

Elisabete Leite – 09/07/2018





Sob a Luz Negra

Deito-me. Em minhas mãos um livro, começo a ler. A luz negra do quarto ilumina os tecidos brancos tornando-os levemente azulados. Um Abajur, ao meu lado, ilumina o livro. Você se aproxima, oferece uma cerveja.  Aceito. No quarto um silêncio quase absoluto, o som de seus passos e minha respiração são audíveis. Aproximas ainda mais. Começas a esvaziar sobre meu corpo óleo de amêndoas com leve cheiro de alecrim. Espalhas o óleo com movimentos suaves e mãos firmes. Exploras meu corpo como se fosse um mapa, movimentas suas mãos por cada espaço descoberto. Elevas um pouco minha blusa, em movimentos circulares e firmes exploras um pouco mais. As tensões do dia a dia desaparecem, dão lugar há uma nova tensão, mais suave.
Enquanto deslizas por meu corpo, em um explorar contínuo, uma suave corrente elétrica toma conta de minha pele e começa a aprofundar-se em meus tecidos. Relaxo um pouco mais, as tensões de meus músculos começam a esvaziar-se. Suas mãos descem até minhas coxas. Novamente derramas mais óleo. Os movimentos de vai e vem são firmes, não machucam, descem até o tornozelo e sobem suavemente.
Começo a sentir meu corpo mais leve, parece que flutuo no ar. Já não mais sinto a cama, somente suas mãos deslizando em meu corpo. O ritmo é contínuo, em alguns instantes aceleras, em outros diminui, e uma pausa rápida para mudares de posição. O livro continua em minhas mãos, as folhas já não mudam, as letras transformam-se em cores, em lembranças vivas, em sons inaudíveis. Continuas sereno a explorar meu corpo.
Ofereces uma segunda cerveja, não tomas nada. Sua serenidade envolve meu corpo em um palpitar célere e constante. Pedes para eu mudar de posição, viro-me, largo o livro, agora olho para o azul celeste do teto. Espalhas mais óleo por meu corpo, apago a luz do abajur, já não se faz necessária, fecho os olhos e passo apenas a sentir o deslizar de suas mãos. Cada célula minha vibra em ressonância a seu toque, mesmo com as pálpebras cerradas uma explosão de cores é visível.
Já explorastes todo meu corpo. Já não pertenço mais a mim. Lentamente diminui os movimentos de suas mãos. Já não há o que explorar. Levemente enxugas as mãos com uma toalha que a luz ambiente a deixa azulada. Abro os olhos aos poucos e observo seu corpo suado, saindo do quarto por um momento. Voltas, a luz continua acesa iluminando seu corpo , aproximas, e deitas ao meu lado. Viro-me para seu lado. E em um único abraço nos tornamos um.

 Jorge Leite, 09/07/2018







Pequenas Notas

 O SOL E A LUA
Tu és tão perfeito que só imagino essa beleza na mais rara imagem da natureza. És tão perfeito que Deus te criou igual às fases da lua, reaparecendo diferente e misterioso a cada noite. Eu te imagino uma lua cheia, e eu minguando em teus braços, ressurgindo em luas novas, nos mais inquietantes e esplendorosos orgasmos de amor e paixão! Mas, eu temo os teus mistérios, tal uma criança teme a negritude da noite, porque Deus me fez o contrário de ti. Sou a luz do sol que pode te abrasar, ou apenas aquecer tu'alma aflita. Eu sou o dia e tu és a noite. Quem sabe, nos encontraremos lá... nos fins dos tempos!!

Socorro Almeida
Recife, 24/06/2018










16 comentários:

  1. Sensacional e ardente página... romantismo e sensualidade com um toque de erotismo contagiante marcam os diferentes momentos dos poetas, um poema lindo e envolvente da amiga poetisa Socorro Almeida e um texto belíssimo e bem quente do poeta Jorge Leite. Lisonjeada em participar deste espetacular encontro de arte. As imagens avassaladoras completam o sentido da temática da página. A nota de rodapé é excelente e de muito bom gosto. Só me resta parabenizar a todos e aplaudir. Um show que esqueta qualquer leitor adulto. Bravíssimo! Hoje a página é para maiores de dezoito anos. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Três maravilhosos momentos, uma página deslumbrante, com muito romantismo, sensualidade e, erotismo na medida certa. Lindíssimos e ardentes poemas das poetisas amigas Socorro Almeida e Elisabete Leite, mais um texto lindo e enlouquente do nosso amigo poeta Jorge Leite. O blog está pegando fogo de tanta ardência em arte poética. As ilustrações são pura brasa. Já a nota de rodapé traz um deslumbre de texto. Parabéns a todos e aplausos mil. Amei tudo! Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Uau!! Erotismo, sensualidade, sexo, prazer.... Tudo o que necessitamos para um relax total. Adorei. Esta foi uma das páginas mais bonitas que já pude apreciar. Mudou pra melhor. Parabéns a vocês. Tudo lindo e maravilhoso! Tenho que agradecer muito por essa maravilha.
    Bjos a todos. Até breve

    ResponderExcluir
  4. Mais uma maravilha de Socorro Almeida, amiga de infância, que muito admiro. Adoro os poemas dela, e esses dois são belíssimos. Amei o soneto de Elisabete Leite. Parabéns também ao sr. Jorge Leite pelo texto SOB A LUZ NEGRA!
    Tudo lindo!!!!
    Abraços de Dacy Campos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dacy Campos. Obrigado por mais uma visita. Colocar Sr. em frente ao meu nome aumenta a responsabilidade, poderia aliviar o peso chamando-me apenas de Jorge Leite. Fico feliz por o blog ser do seu agrado. Boa noite, volte sempre.

      Excluir
  5. Que magnífica página, do jeito que gosto... Queria ter participado deste encontro de sensualidade na arte poética, um momento ímpar, de grandes poetas e escritores. O blog é somente chamas de fogo a nos envolver. Poemas belíssimos das amigas poetisas Socorro Almeida e Elisabete Leite. Um texto muito lindo e escrito com qualidade, pelo poeta Jorge Leite, que faz o leitor se queimar... arder no fogo do prazer. A nota de rodapé também é bela e quente. Parabéns aos poetas pelo show! Abraços de boa tarde!

    ResponderExcluir
  6. Eita, que página ardente, o blog realmente está pegando fogo... lindíssimos e sensuais poemas das amigas poetisas Socorro Almeida e Elisabete Leite, puro sentimentalismo regado com um toque de erotismo. Um texto lindo e Inflamável do grande amigo poeta Jorge Leite. As imagens ilustrativas completam o tema abrasador. A nota de rodapé também desperta o prazer a dois. Show de sucessos! Parabéns a todos e abraços.

    ResponderExcluir
  7. Rosângela Gonçalves Castelo Branco10 de julho de 2018 15:43

    Nossa!!! Roubaram todas as nossas palavras! Socorro Almeida se superando, nos fazendo imaginar em cada uma delas, nos transportando ao êxtase! Parabéns também aos outros poetas. Só nos resta um grande UAUUUUU!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Rosângela Gonçalves, um UAUUUUUU!!!! também para seu comentário. Agradeço a visita, volte sempre.

      Excluir
  8. Realmente os poetas com seus belíssimos poemas e textos incendiaram o blog. Tudo perfeito nesta página. Os poemas das amigas poetisas Socorro Alneida e Elisabete Leite sao maravilhosos, romantismo, sentimentalismo, sensualidade com um toque de erotismo. O texto do poeta Jorge Leite e excelente, estou envolvida na narrativa até agora. E a nota de rodapé é das alturas. Imagens quentes tanto quanto o tema. Muitos aplausos... Um lindo entardecer a todos. Abraços

    ResponderExcluir
  9. Lígia Magalhães10 de julho de 2018 19:47

    Gostaria de colaborar com este blog, oferecendo meus humildes comentários aos poemas e textos dos poetas e poetisas colaboradores deste maravilhoso recanto poético. Meu nome é Lígia Magalhães e tive o prazer de conhecer alguns poemas da poetisa Socorro Almeida e, através dela, pude me deliciar com poesias maravilhosas de todos vocês. Sou de Boa Vista/RR. Ficarei feliz em ser aceita. No aguardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Noite Lígia Magalhães. Fico feliz com seu comentário e mais ainda com seu desejo de colaborar com o Blog "Maçayó". Você passou a fazer parte de nosso blog no momento que você postou seu comentário. Elisabete Leite, poetisa, escritora, colaboradora do blog entrará em contato com você. Obrigado pela visita, volte sempre.

      Excluir
    2. Boa noite, Lígia Magalhães! Agradecida pela sua ilustre visita e gentil comentário. Para nós que fazemos parte deste encontro de poetas e amigos, neste blog, teremos o maior prazer em tê-la conosco, interagindo e comentando nossos momentos de arte poética. Sua contribuição será valiosíssima. Sinta-se em casa e deleite-se neste cantinho do saber. Lisonjeada e feliz com a vossa presença, o blog agradece sua atenção. Abraços poéticos! Seja bem-vinda!

      Excluir
  10. Obrigada a todos pelo carinho da visita e gentis comentários. O blog agradece a presença dos ilustres amigos e amigas. Boa noite!

    ResponderExcluir
  11. Que não seja tardia minha visita ao blog. A poetisa Socorro Almeida me enviou o link do qual me deliciei com maravilhosas poesias. Eu conheço todos os poemas dela e curto há muito tempo. Hoje me encantei com outras maravilhas. Parabéns a todos vocês por essa encantadora iniciativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito agradecido e feliz por sua visita e comentário. Ory Moura espero continuar tendo o prazer de lê seus comentários nas futuras publicações. Um abraço.

      Excluir