sábado, 26 de janeiro de 2019

O Poeta Colibri

Ano II - Edição Nº 278 - Tema Infantil
Tema das Imagens - Colibris


              A MENINA E O POETA COLIBRI
        Mês de janeiro, período de férias escolares, a linda garotinha Maria Emília, passava essa boa temporada na casa da sua avó, nas montanhas, em um local bem simples, porém muito aconchegante, era uma choupana com chaminé, janelas coloridas e porta protegida e camuflada por parreiras de uva e maracujá, a casa era cercada por um belo jardim com rosas de diferentes tonalidades e, os diversos pássaros visitavam diariamente aquele local. O cenário era encantador, a magia da paisagem, fazia tudo acontecer...
          A rotina de Maria Emília era sempre a mesma: acordava ao alvorecer, quando o sol ainda se despedia da lua, lá por trás dos montes, ela levantava correndo para abrir à janela e poder contemplar os pássaros que gorjeavam felizes pelo jardim... Em certa manhã, Emília ouviu uma melodia diferente que parecia até o som de um violino, de tão suave que era. Logo, ela avistou um magnífico Colibri, que pairava no ar de flor em flor, ele bailava para frente e para trás, de repente, ele posou na janela e ficou lá cantando para a garotinha que olhava para ele totalmente deslumbrada, pois o pássaro queria contar-lhe um segredo, procurava a todo custo se comunicar:
          - Ei, psiu! Eu posso mudar de forma linda menina. Disse-lhe o Colibri, batendo as suas asinhas.
         - Uau, bela ave, você pode falar comigo! Disse-lhe Emília.
         - Você sabe, que eu posso me transformar em um herói, um grande guerreiro e salvar à humanidade da fome. Continuava falando-lhe o pássaro.
          - Poxa, que linda ação! Por favor, continue cantando para mim, pois quero ouvir, novamente, a sua suave canção! Emília falou-lhe.
          Assim, o Colibri pôs-se a cantar uma linda e suave canção:
...Estou aqui de passagem,
Venho cantar essa canção
É meu canto de mensagem
O som migra até o coração... Bis...
          Emília permanecia de olhos fechado para sentir a suavidade do som, mas quando abriu os seus olhinhos, o pássaro não estava mais na janela. A menina ficou muito triste, parou de sorrir, pois queria continuar conversando com o seu novo amiguinho, o lindo Colibri. Mas, a tristeza logo passou, a menina ouviu uma voz bem próxima à porta, era o Colibri que havia se transformado em um jovem guerreiro e, foi logo falando:
          - Não fique triste menina linda, eu sou o guerreiro colibri e preciso continuar voando, germinando a semente do Amor por aí. Vou recitar uma Poesia, um Soneto, para você nunca mais se esquecer de mim. E pôs-se a declamar o Soneto:

SEMENTE DO AMOR

Caminhando pelos jardins da vida,
Contemplando o verde da natureza
Lá encontrei uma semente perdida
Podia ser uma árvore de rara beleza...

Plantei e reguei a semente, toda hora
Na esperança de colher bons frutos!
Protegendo-a do sol, do frio da aurora,
Da chuva forte, até dos ventos brutos...

O broto nasceu e cresceu sem demora
A árvore se tornou um local acolhedor,
Sua sombra cobre tudo que fica por fora...

Sua imagem é um verdadeiro esplendor
A árvore é uma amiga, um abrigo agora
O que encontrei, foi uma semente do Amor. (Elisabete Leite)

      
    -Uau, que linda é a sua poesia!  Você é um verdadeiro herói, um grande Poeta Colibri, pois consegue encantar a todos com seus belos versos e a sua linda voz. Disse-lhe Emília, quase chorando de tanta emoção.
          - Agora, preciso me despedir de você Emília, saiba que não será para sempre, voltarei para te visitar diariamente, minha amiga, estarei a voar por esse jardim. Agora feche os seus olhos, mais uma vez, e acredite em mim. Disse-lhe o guerreiro.
          Logo, Emília fechou os olhos e quando os abriu viu o seu amigo Colibri pairando sobre o botão da flor, bateu as suas asinhas e para bem longe ele voou. A menina fechou a janela e adormeceu tranquilamente, foi despertada horas depois pela voz suave da sua avozinha que dizia:
          - Emília, venha aqui, olhar que linda flor!
          A menina correu para o jardim e ficou a contemplar o esplendor de uma rosa que acabara de desabrochar. E falou para sua avó:
          - Uau vovó, que linda, pois ela era apenas um botão, que por amor, se transformou em uma flor!
          Todos os dias Emília recebia a visita daquele Colibri em seu jardim, ele pairava magnificente no ar e cantava para ela poder dormir. Assim, foi a historinha da Menina e o Poeta Colibri.
          Até a próxima aventura, amiguinhos!

          Elisabete Leite – 21\01\2019 



COLIBRI NA JANELA

O sol resplandece e desperta o dia
Um pássaro pousa em meu jardim
Da janela escuto sua doce melodia
Ele rodopia sobre um lindo jasmim...

A ave paira radiante de flor em flor
Beija as rosas em seu bailado no ar
Voa para trás, para frente, puro amor!
Ah, ela inebria até a luz do meu olhar!

O pássaro é um deslumbrante Colibri,
Também conhecido como o Beija-Flor
Lá da janela aprecio seu dançar a sorrir
Ele canta para mim, em gesto de amor...

O som migra direto até o meu coração
Penetrando no âmago da Minh ‘alma
A presença da ave é pura fascinação
Que ilumina minha vida e me acalma...

O Colibri é a minha suave inspiração
Ele chega com o sol trazendo alegria
Fazendo fluir os instantes de emoção
Oh Colibri, da natureza, tu és poesia!

Elisabete Leite – 21\01\2019



O CANTINHO DA TIA BETA

Olá pessoal! Hoje vamos conhecer melhor uma magnífica ave, o Colibri, o seu conceito e significado do símbolo.
COLIBRI é um gênero de beija-flores que ocorre na América Central e do Sul. O grupo inclui quatro espécies, três das quais existentes no Brasil. Habitam zonas de floresta montanhosa. Os colibris são os únicos pássaros que podem voar para trás e para frente.
Os beija-flores do gênero Colibri têm entre 12 e 14 cm de comprimento e são relativamente grandes para o seu grupo. A sua plumagem é à base de verde brilhante menos o beija-flor-marrom. Todas as espécies do grupo têm uma mancha de cor violeta atrás dos olhos, de penas tufadas. A cauda é larga e arredondada e o bico é retilíneo. As fêmeas distinguem-se pelas manchas violeta de menores dimensões.
O Colibri é um mensageiro dos deuses, símbolo de alegria e energia, o que decorre do fato de bater as suas asinhas de forma bastante veloz.
Também conhecido como beija-flor no Brasil, é um pássaro de pequeno porte que é responsável pelo calor do Sol.
Entre os astecas, dizia-se que eles representavam a alma dos guerreiros mortos nas batalhas, os quais retornavam à terra sob a forma desse passarinho, ou ainda, na forma de borboletas.
Na prática do Xamanismo, o colibri é um animal de poder e, portanto, é invocado na cura do amor verdadeiro.
Significado indígena
Segundo a lenda, numa tribo indígena do Arizona, a dos índios Hopi, o colibri assume a figura de um herói que salva a humanidade da fome. Isso porque eles acreditavam que os mesmos suplicavam ao deus da germinação e do crescimento para que os alimentos retirados da terra fossem bons e abundantes.
Já para uma tribo indígena colombiana, os Tucanos, o passarinho representa o órgão genital masculino, bem como a virilidade, já que para eles os colibris copulam com as flores. Espero que vocês tenham gostado da pesquisa. 

Nossas Pesquisas:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Colibri_(género)





💙💚💛💜💓💙💚💛💜💓💙💚💛💜💓💙💚💛💜💓💙💚💛💜💓💙💚💛💜





19 comentários:

  1. Oh, Poeta Colibri que espetáculo você trouxe para mim! Um página infantil de sábado sensacional, muito carisma, suavidade e leveza no ar. Mais uma vez estou emocionada, agradecida, realizada e muito feliz por mais um Conto publicado em nosso Blog Maçayó, o Cantinho do Saber, que hoje compartilha um Conto que faz uma homenagem especial aos meus amigos poetas, poetisas e ao meu irmão Jorge Leite, que são Colibris e voam nas suas imaginações, em seus versos livres ou de rimas coloridas, espalhando sementes do AMOR por aqui e por aí. Tudo perfeito! Belíssimas ilustrações de diferentes Colibris. Obrigada a todos vocês e beijos no coraçãobde cada um. Show e show, eu amei cada detalhe!

    ResponderExcluir
  2. Uma maravilhosa página infantil de sábado! Que hoje traz um belíssimo Conto infantil da minha amiga professora, poetisa e contista, que é uma narrativa encantadora e que faz uma homenagem aos poetas e poetisas desse Blog Maçayó. Os poemas compartilhados estão divinos com mensagens de Luz, as imagens ilustrativas estão lindíssimas, são vocês que voam na imaginação, deslumbrantes Colobris. A pesquisa do Cantinho da Tia Beta sempre excelente e bastante educativa. Estou encantada com esse sábado de poesias. Show! Também vou trabalhar esse Conto com meus alunos. Bom sábado a todos e forte abraço. Está terminando o nosso descanso, vamos aproveitar a etapa final.

    ResponderExcluir
  3. Tia bete e laurinha sua aluna que ama conto e ama passarinho e uma historinha linda e mamae ajuda eu a escrever. O beija flor e poeta e faz poema lindo igual a fessora. Sabe tia tou com saudade das aulas e da senhora. Gosto do conto e beijos da aluna Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, princesa Laurinha! Estou muito feliz, por você ter gostado do Conto do Poeta Colibri e agradecida porque sua mãe está te ajudando. Aproveite o final das férias e brinque bastante. Lembranças para sua mãe e seus familiares. Um beijo de carinho❤🍨🌹👑

      Excluir
  4. Obrigada, amiga Bete, por me homenagear com o codinome Colibri. Até penso que sou mesmo, assim como todos os poetas, um lindo colibri. Às vezes tristes, às vezes alegres, mas sempre voando nos devaneios dos nossos versos. Nossas poesias são nossa maior riqueza, pois delas extraimos tudo o que é de bonito, e nossa alma poética é inegavelmente a nossa musa!
    Obrigada a você, ao Jorge, por mais um sábado encantador, pra valer o resto da semana! Beijos pros dois.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, criançada. O cantinho da Bete está pra vocês mais lindo que nunca!

    ResponderExcluir
  6. Ah, que lindinha a página infantil de sábado! Quanta ternura nesse Conto fantástico e mágico da minha amiga poetisa Elisabete Leite... um enredo de emocionar, que é essa homenagem aos nossos poetas do Blog Maçayó, que por sinal é bem merecida. Saudações a Flor de Lis, Jorge Leite, Socorro Almeida, Maciel Jr., a nossa rainha Elisabete Leite e tantos outros que por aqui voam nas suas imaginações, parabéns para todos. As ilustrações estão notáveis, como sempre e a pesquisa do Cantinho da Tia Beta bem educativa, muito aprendi. Aplausos pela maravilhosa página! Feliz sábado e abraços...

    ResponderExcluir
  7. Fessorinha e gugu seu aluno que gosta de ler conto sua historia e linda e eu amo passarinho ele sabe cantar bonito e poeta como você. Gosto de tudo. Hoje meu pai ahuda eu. Beijos de Gustavo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, meu aluno Gustavo! Obrigada por gostar do Conto e agradeça ao seu pai pela ajuda, pois fico feliz pela presença de vocês. Abraços para você e sua família💙🍦🙋

      Excluir
  8. Eita, amigos é mesmo uma espetacular página infantil de sábado! A nossa amiga poetisa Elisabete Leite foi perfeita na narração desse Conto, com muita criatividade e competência transformou sua emocionante história em uma merecida homenagem aos nossos poetas e poetisas que reinam por aqui, no Blog Maçayó, que voam na imaginação em versos e prosas. Os nossos autênticos escritores. Um show de ilustrações que são os lindos Colibris. A pesquisa do Cantinho da Tia Beta é uma verdadeira aula de ciências naturais. Vamos parabenizar aos poetas! Ótimo sábado a todos e abraços... show!

    ResponderExcluir
  9. Quero agradecer, pela parte que me toca, a essa belíssima e singela homenagem, que veio voando com os Colibris, nesse bailado da querida amiga poetisa Elisabete Leite em versos, prosa e muita Poesia e que aterrizou aqui nessa página espetacular de sábado. Fico realmente lisonjeado com todo esse carinho da parceria dos irmãos Leite que sabem nos emocionar e, compartilham essas páginas lindas infantis. As ilustrações estão intocáveis, o versejar dos colibris. Já no Cantinho da Tia Beta uma excelente aula extraclasse. Um verdadeiro show de homenagem para nós. Saudade de vocês... parabéns Bete pelo lindo Conto e ao poeta Jorge Leite pela arte final. Abraços

    ResponderExcluir
  10. Fessora e sua aluna laynne que gosta da estorinha de passarinho e lindo o conto de oje tia, ele e poeta como a senhora. Gosto muito, minha irmã grande ajuda eu beijos da sua aluna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, princesa Laynne! Fico feliz por você ter gostado do Conto de hoje. E fico agradecida pois a sua irmã está te ajudando. Obrigada pela presença de vocês. Lembranças para seus familiares e um beijo de carinho para você.💫💟🍨👱

      Excluir
  11. Muito linda e emocionante essa página infantil de hoje. Um Conto belíssimo da minha amiga querida Elisabete Leite, que com a sua doçura faz um narrativa leve e gostosa de ser lida, a sonoridade deu ênfase, um destaque especial a sua construção literária e poética ao mesmo tempo. Amei o modo como ela fez sua homenagem aos nossos poetas e poetisas do blog. As imagens ilustrativas são lindas bem ao gosto do poeta Jorge Leite e a pesquisa do Cantinho da Tia Beta está um arraso. Tudo perfeito por aqui! Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  12. Passando para prestigiar e agradecer a belíssima homenagem em forma de Conto, aos nossos poetas e poetisas do nosso Cantinho do Saber. É uma narrativa suave, lindíssima e mágica com lindas poesias da minha amiga querida e grande poetisa Elisabete Leite em parceria com o amigo poeta Jorge Leite que se superou nas ilustrações de hoje. A pesquisa do Cantinho da Tia Beta está excelente, como diz o amigo Paulo, uma aula extra de ciências naturais. Somente Bete para possuir tanta criatividade. Como sempre a página de sábado infantil está belíssima. Parabéns aos poetas e obrigada pelo carinho de vocês. Saudades de todos e abraços...

    ResponderExcluir
  13. Uma sensacional página de sábado, com um belíssimo Conto infantil da minha amiga Elisabete Leite que hoje compartilha uma história emocionante em homenagem aos poetas e poetisas desse excelente blog Maçayó, lindas poesias e um maravilhoso Colibri Poeta e a encantadora personagem a menina Emília. Lindíssimas ilustrações e uma educativa pesquisa no Cantinho da Tia Beta. Tudo muito lindo! Parabéns aos poetas e abraços

    ResponderExcluir
  14. Uma página brilhante de sábado, um Conto infantil maravilhoso, sublime, leve e delicioso de se ler, com uma temática criativa bem ao estilo natureza, da minha amiga poetisa Elisabete Leite, que viajou alto na imaginação pegou uma carona com o Colibri Poeta e declamou belíssimos poemas. Foi uma grande iniciativa homenagear os amigos poetas e poetisas que aqui compartilham. Somente você Bete para nos presentear assim. As ilustrações são lindas e acompanham o estilo natureza e para fechar com chave de ouro essa excelente pesquisa sobre os Colibris no Cantinho da Tia Beta. Aplausos Mil ao blog pelo sucesso e parabéns aos poetas. Um show de sábado! Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  15. Passando para agradecer o carinho de todos, fico feliz pelas ilustres visitas e gentis comentários, pois o Blog Maçayó fica mais bonito e colorido com as presenças de vocês. Obrigada e excelente dia! Encontramo-nos na edição de domingo. Beijos de amizade.

    ResponderExcluir