quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Quarta Poética com José Waldeck e Socorro Almeida

Ano II - Edição Nº 268 - Poesias
Tema das imagens - Borboletas
 VIA FÉRREA

Pare
um instante
e reflita
sobre a empolgação reinante,
a motivação, o caminho.

Olhe
nas linhas,
fique atento
ao implícito nas entrelinhas
de um texto em desalinho.

Escute
os sinais
oriundos
de almas calmas, racionais.
Se esquive do redemoinho.

José Waldeck, 31/12/2018
Escritos & Escrotos
BEM-TE-VI

Perto do nascer do sol,
quando finda a madrugada,
o teu canto é o beijo
que desperta
a bela, semi-adormecida, cidade.

Bem-te-vi,
bem-te-vi,
bem-te-vi.

Tua singela melodia é
um flash sonoro
a iluminar o remanescente silêncio noturno que,
aos poucos,
se dissipa num mar de gradativo barulho
que inunda as artérias urbanas
e colore nosso cotidiano.

Bem-te-vi,
bem-te-vi,
bem-te-vi.

A tua canção,
maviosa e fugaz,
despretensiosamente,
se impõe dentre todas as outras que se entoam
no emplumado coral crepuscular que,
dia a dia,
se exibe no meu quintal.

Bem-te-vi,
bem-te-vi,
bem-te-vi.

Antes do pôr-do-sol,
quando os sons citadinos arrefecem,
quando as nuvens, no céu vespertino,
ganham certos tons
plúmbeos, rubros, róseos e dourados,
tu retornas ao teu ninho e,
de novo,
o teu canto sonoriza a paisagem
e perfuma a brisa.

Bem-te-vi,
bem-te-vi,
bem-te-vi.

Apesar de
assaz deslumbrado e grato
por teu canto e
teu encanto,
me intriga o fato de não saber
aonde vais,
o que fazes,
por onde voas e cantas,
entrementes,
entre o alvorecer e o ocaso.

Bem-te-vi,
bem-te-vi,
bem-te-vi.

José Waldeck, 29/12/2018

Escritos & Escrotos


TOLAS SOMOS NÓS
Socorro Almeida

Tolas são as flores que embelezam campos e jardins,
que enfeitam teus cabelos
e fazem de ti a mulher mais linda desse mundo.
Tolas são as estrelas que iluminam o céu
e sorriem ao te ver passar.
Assim como a lua que perdeu sua metade
por zombar de tua beleza, reaparece inteira
e deslumbrante só pra te pedir perdão!

Não sou a lua, não sou as flores, nem as estrelas.
Não sou campo, nem jardins
Tampouco o sol que aquece
os corações que te amam.
Eu sou a noite que tudo emudece
O soluço do pranto que não escutas
O silêncio de minhas noites de saudade
Por ti deixei de ser tudo
que um dia te deu prazer
Pra ser apenas mais uma tola...
a chorar por ti!

Recife, 22/12/2018

PRA VOCÊ

Desejo que a rosa desabroche em tuas mãos
Que perfume teus cabelos, tua face, teu sorriso
Que as estrelas iluminem os teus caminhos
Te indiquem a direção do amor sem guisos!

Que tua lágrima de hoje seja a alegria de amanhã
Tuas noites cheias de sonhos e felicidade
Hora nenhuma teu pranto tenha sido em vão
Tua vida sempre coroada de prosperidade

Tenhas sempre esse sorriso em tua face
É ele que te faz bonita e maravilhosa
Essa amiga querida que sempre serás
Por desabrochar em todas as rosas!

Socorro Almeida

MEU PATUÁ
Socorro Almeida

Eu tô aqui muito arretada da vida
Fiz um verso lindo pra te impressionar
Tu me olhou como se quisesse falar
"Tô nem aí, nem chegando, minha querida!"

Eu fico pra morrer com esse teu jeito
Se achando melhor que a dóia aqui
Se tu pensa assim, arregala o peito
E me espera que eu chego já aí

Vou te mostrar que te ganho pela boca
Quando provares do gosto do meu munguzá
Mulheres como eu, meu nego, são poucas
E ainda te prendo bem no fundo do meu patuá!

Imagens; Pixabay - Borboletas







8 comentários:

  1. Um espetacular momento de poesia, uma quarta-feira criativa, inovadora, com versos belíssimos e suave, tão suaves quanto o esvoaçar das borboletas no jardim, que bailam sobre da flor em seu desabrochar matinal. O mestre José Waldeck traz dois lindíssimos poemas onde a natureza se faz presente nos versos encantadores do nosso amigo poeta alagoano. Já Socorro Almeida com seus maravilhosos poemas românticos manda seu recado com perfeição. As ilustrações, como sempre, estão dando o seu show à parte e completam muito bem a temática abordada. Parabéns aos poetas que brilham no início de uma nova temporada. Aplausos sempre e abraços poéticos. Bravíssimo amigos! Encantada com a arte final do poeta Jorge Leite.

    ResponderExcluir
  2. Uma belíssima página de quarta-feira, sendo a primeira de 2019. Hoje o Blog compartilha maravilhosos e expressivos poemas dos amigos poetas José Waldeck e Socorro Almeida, pois ambos voam pelo blog espalhando muita sabedoria e conhecimentos, versos que flutuam no ar. Parabéns aos poetas pelas suas artes e aplausos pelas lindas e leves ilustrações compartilhadas pelo amigo poeta Jorge Leite. Abraços... tudo lindo!

    ResponderExcluir
  3. Uau, é mesmo uma magnífica página de quarta-feira! Belíssimos e criativos poemas, escritos com leveza, harmonia, sensibilidade em versos recheados de muita sabedoria. Os amigos poetas José Waldeck e Socorro Almeida mandaram muito bem, a magia personificada nas entrelinhas dos versos. A ilustrações estão notáveis e definem perfeitamente o tema. A arte final do poeta Jorge Leite ficou show! Parabéns aos poetas pelas excelentes partilhas. Um bom dia a todos e aproveitem as férias. Abraços...

    ResponderExcluir
  4. Uma belíssima e criativa página de quarta-feira, são lindos e expressivos poemas dos meus amigos poetas José Waldeck e Socorro Almeida, que hoje estão dando um show de sabedoria e belas mensagens. As ilustrações estão perfeitas, uma página digna de aplausos. Parabéns aos poetas pela maravilhosa partilha. Abraços e excelente ferias a todos! Show e show

    ResponderExcluir
  5. Sensacional momento poético de quarta-feira, um grande encontro de dois mestres poetas José Waldeck e Socorro Almeida e suas belíssimas poesias. Muita criatividade e inovação em uma temática colossal. As ilustrações estão pura leveza. Parabéns aos poetas pelas suas artes e aplausos para o poeta Jorge pela arte final. Abraços a todos a saudades...

    ResponderExcluir
  6. À página está mesmo deslumbrante! Obrigada aos amigos pelos comentários gentis.
    Parabéns a José Waldeck pelo poema Bem-te-vi. Ao Jorge Leite pelo trabalho magnífico. Bjos

    ResponderExcluir