domingo, 20 de janeiro de 2019

Um Ensaio Fotográfico

Ano II - Edição Nº 276 - Ensaio Fotográfico
Tema das Imagens - Ilha de Itamaracá
Itamaracá em Nove Clicks - Ensaio Fotográfico






Eclipse Total da Lua - Superlua
O primeiro eclipse total da Lua de 2019 será também o último visível da Terra até 2021, segundo dados da Nasa, a agência espacial americana. Entre a noite deste domingo, dia 20 de janeiro, e a madrugada de segunda, dia 21, a Lua será encoberta pela sombra da Terra, que estará alinhada entre o astro e o Sol, e o eclipse será visível em todo o Brasil. Na madrugada do dia seguinte um pouco antes do nascer do sol outro espetáculo acontece, a conjunção planetária entre Vênus e Júpiter. Essa raríssima e majestosa conjunção planetária poderá ser visível do final da madrugada até o amanhecer à Leste, sentido onde o Sol nasce… imperdível
Durante o fenômeno, os raios de sol não chegam na Lua diretamente, apenas algumas faixas de frequência da luz solar conseguem passar pela atmosfera do nosso planeta e, com a refração, atingir o astro, segundo o Observatório Nacional.
Isso faz com que nós possamos vê-lo mesmo quando ele está totalmente mergulhado na sombra da Terra e deixa nosso satélite natural com uma cor avermelhada – o que é popularmente conhecido como “lua de sangue”.
O fenômeno astronômico será ainda mais interessante neste domingo porque vai acontecer bem na época em que a Lua está mais perto da Terra e, por isso, aparenta estar maior no céu – o que é conhecido como “superlua”.

Como ver o eclipse lunar
Quem quiser observar a “superlua de sangue” só precisa localizar o astro no céu entre 1h34 e 4h51 (horário de Brasília) da madrugada de domingo para segunda, quando o astro estará alinhado com a Terra e o Sol – não é preciso nenhum aparelho especial para ver o eclipse.
No entanto, aparelhos como telescópios e binóculos podem ser usados para observar os detalhes da superfície lunar durante o fenômeno, que deve começar pelo lado esquerdo do observador.
Vale a pena também checar se o céu não estará nublado na sua região do país – o que pode dificultar a observação.  Às 2h41 começa o eclipse total, quando a sombra Terra escurece a superfície visível da Lua como um todo.
O fenômeno causará um efeito alaranjado sobre o astro, assim como acontece no crepúsculo matutino e vespertino, que estamos acostumados a ver antes de o nascer e após o pôr do Sol.

No Brasil
A lua cheia estará na sombra da Terra entre 01h34 e 04h51 no horário de Brasília da madrugada do dia 21 (de domingo para segunda). Durante a primeira hora, ela será lentamente “comida” pelo lado esquerdo. O eclipse será total por uma hora a partir das 02h41 de Brasília, de acordo com os horários fornecidos pela Nasa.Durante o eclipse total, o satélite natural da Terra não será completamente invisível, mas aparecerá vermelho.
Isso ocorre porque os raios do sol não o alcançarão diretamente e, em vez disso, uma pequena parte dos raios vermelhos se filtrará através da atmosfera da Terra e se refratará sobre a Lua. “É a última chance, por um bom tempo, de ver um eclipse total da Lua desde o Brasil”, disse à AFP Bruce Betts, cientista da Planetary Society, uma organização norte-americana de astronomia. O próximo eclipse total será em maio de 2021.







10 comentários:

  1. Magnífico Ensaio Fotográfico em nove clicks, belíssimas imagens ilustrativas, é a natureza da Ilha de Itamaracá em foco, que são poemas extraídos do deslumbrante cenário. Ilustrações de muito bom gosto. Uma página de domingo de muito sol, luz, câmara, ação e intenso calor, o mar brilha que até um arco-íris resplandece no meio da imensidão... realmente uma dádiva de Deus. O artigo está fenomenal sobre a superlua, são informações relevantes para o mundo que vive interligado. Parabéns pela página poeta Jorge Leite. Um grande show de domingo! Abracos a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Betinha, seus elogios são tão revigorantes quanto uma dose da cachaça "Carvalheira", a melhor cachaça brasileira. Uma dose à sua saúde. Beijos.

      Excluir
    2. Obrigada queridíssimo irmão poeta... valeu!!!👏👏👏🤗💙

      Excluir
  2. Hoje a página estar simples, um ensaio fotográfico e um artigo sobre o eclipse de logo mais. Estou tirando uns dias de descanso, postei a página para não ficar em branco. As fotos foram tiradas com uma câmera Canon EOS Rebel T51. Um abraço em todos e tenham um bom domingo. Obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Jorge Leite, grande poeta e amigo, como sempre nos alegrando com suas ilustrações,como essas da praia de Itamaracá. Muito grata pelas informações sobre o eclipse lunar. Sempre gratificantes os artigos postados aqui, que apliam nosso conhecimento. Maravilho. Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Eita amigo poeta Jorge Leite, que fabuloso Ensaio Fotográfico sobre a nossa linda Ilha de Itamaracá. Achei maravilhosas as imagens, em especial a do barco vermelho com amarelho apoiado em um pedaço de tronco de coqueiro, um verdadeiro cartão postal de Pernambuco. Excelente artigo sobre o Eclipese Lunar, são ótimas informações que abrem nossos horizontes para as belezas do Nordeste do Brasil. Tudo lindo na página. Aproveite seu descanso com sua família. Abraços a todos! show...

    ResponderExcluir
  5. Pois é Paulo, um lindíssimo Ensaio Fotográfico que o nosso amigo Jorge Leite que é um poeta até na hora fotografar, também gostei das nove ilustrações, mas essa do barco solitário na imensidão do mar está fascinante. Amei o artigo sobre a superlua está perfeito, grandes informações. Bom descanso em família! Parabéns e abraços a todos. Bom domingo!

    ResponderExcluir
  6. Belíssimo Ensaio Fotográfico, com adoráveis ilustrações da Ilha de Itamaracá, onde já passei muitos carnavais, com esse sol que ilumina o mar deixando-o mais azul celeste. Gostei muito de rever à ilha mesmo que seja por fotografias. Excelente artigo sobre o Eclipse Lunar e os mistérios do Universo. Parabéns poeta amigo Jorge Leite pela arte final da página. Saudades e abraços... um bom domingo a todos!

    ResponderExcluir
  7. Um maravilho Ensaio Fotográfico, com imagens lindas e expressiva da natureza, do cenário da Ilha de Itamaracá e seus encantos. Um excelente e informativo artigo que o poeta Jorge Leite compartilhou. Achei fascinante conhecer mais sobre a superlua... parabéns pela incrível página de domingo. Abraços a todos e ótima leitura.

    ResponderExcluir