quarta-feira, 20 de março de 2019

Socorro Almeida - Novos Poemas

Ano II - Edição 295 - Tema Adulto 
Tema das imagens - As Mulheres de Eugene de Blass


NÃO ME NEGUES
De: Socorro Almeida

Não me negues do teu corpo provar
É no teu abraço que minha dor se acalma
Se zombei de uma carícia tua fora de lugar
É que às vezes eu mesmo nego minha própria alma.

Quando a tua é a essência de tudo que é belo
E em nosso leito se dá, se faz e acontece
O mais profundo amor em todo nosso anseio
Nessa briga desvairada do sobe e desce.

Não me negues a ternura do teu beijo
Tua mão macia a invadir os meus segredos
É o momento que ser mulher é tudo que sou
E é o que quero ser, sem pudor e sem medo!

Recife, 14/03/2019

QUE AMOR É ESSE
De: Socorro Almeida

Que vontade de sentir teu corpo
Qualquer que seja a cor da tua pele
Por mais que em teu suor escorregue
Que me embriague e voe de tão leve

Estranho...Não te conheço e te desejo
Não te encontro e sinto teu perfume
Me inquieto quando te penso em outros braços
E nem devo sentir tanto ciúme!

Vou por aí buscando tua presença
Quem sabe te encontre naquela esquina
Ainda que eu volte, enfim, desiludida
A vontade permanece e me domina!

DOCE DESEJO  
De: Socorro Almeida

Todos os dias ao acordar
te desejo baixinho:
Bom dia, meu amor. Que Deus te proteja!
Enquanto as horas passam intermináveis
Dúvidas me consomem, muito mal me lembro
Dos teus olhos negros e tão amáveis!

O sol ao perder seu brilho se entristece
E quando a tarde avisa que a noite vem
Te desejo outra vez e bem baixinho
Que Deus te livre de todo o mal, meu bem!

Eu que julguei ser a noite minha rival
Não sabia que a mesma dúvida ela teria
E tão triste e solitária quanto eu
Foi chegando e me pedindo companhia!

Hoje que a noite é minha companheira
Estou feliz por essa paz que ela me traz
Teu sorriso, tua imagem bela e faceira
Meu desejo, minha saudade, nada mais!

Recife, 28/10/2018

APENAS EU
De: Socorro Almeida

Como se eu soubesse falar de amor como falam os poetas tão sabiamente
Como se eu soubesse que a felicidade nos cabe na palma da mão
O coração dá sentido a tudo e justifica tudo
Segundo meus preceitos não devo falar mal do amor
É minha maior riqueza, meu ganho, minha virtude
Quem ousar pensar diferente, me desafie e me vença
E se vencida já estou, vulnerável a ele sigo meu caminho...
Ilusoriamente feliz!
Para quem disse "só sei que nada sei"....
Apenas EU sei de mim... apenas EU!

Recife, 10/03/2019

IMAGENS


Eugene de Blaas
Eugene de Blaas, também conhecido como Eugene von Blaas ou Eugenio Blaas (Albano, 4 de julho de 1843 - 10 de fevereiro de 1932) foi um pintor italiano do chamado cademicismo.

Seus pais eram austríacos. Seu pai, Karl von Blaas (também pintor) foi seu professor. A família se mudou para Veneza, onde Karl foi lecionar na Academia de Veneza. Eugene frequentemente pintava paisagens de Veneza, mas também retratos e pinturas sacras

Entre seus trabalhos estão La forma nuziale in sacrestia; La tombola in Campielo a Venezia; Una scena di burattini in un educanciatu; and La Ninetta. O crítico de arte Luigi Chirtani, quando as pinturas foram expostas, descreveu as como “Maravilhosas, lisonjeira, linda, acariciada, limpa, polida, lavadeira em uma pintura do Sr. Blaas, o retrato favorito dos grandes aristocratas venezianos, vestidas de cetim de gala, joias brilhantes, penteados dos ricos."

Seus quadros coloridos e bastante teatrais da sociedade de Veneza, On the Balcony (1877; coleção privada), são um pouco diferentes comparados aos pastéis delicados e gravuras dos pátios, varandas e canais da Veneza moderna.

As pinturas de Eugene são expostas na Academia Real, Fine Art Society, New Gallery e galeria Arthur Tooth & Sons em Londres, não esquecendo do museu Walker Art Gallery em Liverpool.

 




EU SOU O QUE NÃO QUERO SER
De: Socorro Almeida

Eu sou a vítima dos cruéis e desvalidos
Do texto desumano dos direitos humanos
Da ausência da paternidade, da falta de amor
Eu sou a nudez desavergonhada
A insensatez, a zombaria ao Criador.
Não tenho limites e esfregam em minha cara
Que meu horizonte não tem linha de chegada
Valha-me Deus, que piedade já não se espalha
Nem aquela que em seu ventre gerou o amor
Tem mais o direito de ser respeitada.
Quero morrer pra nascer de novo, sim
Testemunhar a volta de Cristo, o Redentor
Correr entre as flores do Éden, o meu Jardim.!
Não quero provar da maçã do meu pecado
Nem da pedra que lançaram à Madalena
Quero viver no mundo que Ele criou pra mim
Só assim eu serei feliz... só assim!

Recife, 14/03/2019




18 comentários:

  1. Uma belíssima página de quarta-feira, com nossa grande poetisa Socorro Almeida e seus versos emocionantes e românticos e que deixam qualquer leitor leve e feliz. Mais uma vez o Blog Maçayó, nosso Cantinho do Saber, compartilha o novo acervo da querida amiga que não economizou em suas lindíssimas poesias para nos emocionar. Pois hoje é o Dia Internacional da Felicidade e se é para nascer rugas que seja sorrindo. A pesquisa e informativa e está excelente e as imagens completam perfeitamente o cenário romântico. Todos os poemas estão dignos de aplausos, mas achei maravilhoso "EU SOU O QUE NÃO QUERO SER" atualíssimo e com um toque de criticidade. Amei tudo por aqui! Parabéns a poetisa e ao poeta Jorge pelo conjunto. Abraços e que a felicidade reine no âmago da alma de cada um e que nossa face seja marcada pelos sorrisos. Bom dia a todos!

    ResponderExcluir
  2. Uma quarta-feira romântica e com maravilhosos poemas da amigo poetisa Socorro Almeida que hoje compartilha lindos e sentidos versos de pura leveza aqui no Blog Maçayó. As imagens são obras de arte desse renomado pintor Italiano e sua arte inovadora, Eugenio Blaas. Aplausos para tanta criatividade. Achei a pesquisa excelente e bem informativa. Parabéns para a amiga e seus poemas e para o poeta Jorge Leite e sua arte final. Bom dia a todos e felicidades sempre, sem rugas e com sorrisos no rosto. Abraços...

    ResponderExcluir
  3. Ufa pessoal! É sim um maravilhosa página de quarta-feira no Blog Maçayó, com belíssimos poemas da nossa amiga poétisa Socorro Almeida e seus versos sensuais e românticos. Como sempre as ilustrações estão deslumbrantes, que são obras de arte desse renomado pintor Eugene Blaas, gostei da arte dele! Também achei excelente a pesquisa sobre o mesmo. O Cantinho do Saber está de parabéns sempre pelos lindos momentos para o nosso deleite. Aos poetas aplausos... Abraços e ótimo dia a todos! Show!

    ResponderExcluir
  4. Pois é! Essa minha reflexão em EU SOU O QUE NÃO QUERO SER, deixo bem claro a tristeza, com um pouco de revolta, a atual situação social do país. Dá mesmo vontade de voltar no tempo, dada a necessidade do amor que Cristo plantou na terra. A fraternidade, o respeito, o amor ao próximo! Nem precisaria ir tão longe. Nossos tempos de criança havia mais respeito, mais amor em família. Deus tenha misericórdia da criançada de hoje.
    Gente, amei está página. As ilustrações e a pesquisa de hoje é um grande ensinamento. Obrigada a todos pelo carinho. Por enquanto é só. Depois eu volto. Bjos

    ResponderExcluir
  5. Eu também me identifiquei com esse poema EU SOU O QUE NÃO QUERO SER. É belíssimo, um tema bem atual, escrito em versos magníficos. Parabéns, Socorro Almeida, e aplausos também pelo conjunto da página, pelas ilustrações e pela pesquisa sobre Eugênio Blass.
    Faz gosto a gente ler tantas maravilhas. Poemas lindos!

    ResponderExcluir
  6. Minha amiga Socorro Almeida, a cada publicação, nos surpreende. Está evoluindo a cada dia, nos emocionando com belos poemas. Esse poema que abrange o tema atual realmente está muito bonito.
    Eu gostei muito de APENAS EU.
    PARABÉNS A TODOS!

    ResponderExcluir
  7. Olha, que Socorro Almeida arrasou com essa reflexão linda que ela faz. Adorei. Não me surpreendo com sua capacidade criativa. Sou sua fã. O blog está de parabéns.
    Mais uma aquisição maravilhosa.
    Amei. Tudo perfeito.
    Até breve

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário partiu de Cândida Nunes, que se enganou e usou meu nome. Ela pede desculpas, mas enganos acontecem. Aproveito para agradecer a ela pelo carinho.
      Abraço, Cândida!

      Excluir
  8. Ah! Eu já ouvi falar desse pintor, Eugene Blass. Fiquei curiosa pra conhecer suas obras. Com certeza consigo ver no Google.
    Mas a estrela do blog é Socorro com seus lindos versos, que emocionam até às lágrimas! Pra ser sincera, não sei qual é o mais bonito. Mas esse poema "EU não sou o que quero ser" tem tudo a ver com a conjectura atual. Parece uma súplica, na verdade!
    Ampliei meus conhecimentos ao ler sobre Eugene Blass. Obrigada a todos.

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde amigos, hoje, venho comentar também pela Flor de Lis que está ausente a trabalho pela Universidade. Uma maravilhosa página romântica de quarta-feira com belíssimos poemas da nossa amiga poetisa Socorro Almeida, compartilhados aqui no Blog Macayó, que é uma nova seleção de muito bom gosto e versos leves, sensíveis e sentimentais. As ilustrações estão belas e completam muito bem a temática. Achei excelente a pesquisa. Tudo está um show! Parabéns a todos e saudades...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Maciel, obrigada pelo carinho e dê um abraço em Flor de Lis por mim. Encantada com seu comentário. Abraços

      Excluir
  10. Aqui quem vos fala é uma potiguar, de Natal, que visita esta página pela primeira vez. Finalmente, a amiga lembrou de me enviar este link para eu conhecer a beleza que são seus poemas. Realmente são lindos. É um blog deslumbrante, que emociona, pelos poemas, pela página que é um conjunto de emoções.
    Desejo a todos muito sucesso. Repassarei para meus amigos, pra que eles conheçam e se encantem também. PARABÉNS A TODOS.
    Parabéns, amiga Socorro. Gostei demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida amiga Lúcia Paz, como está a minha terra querida? Obrigada por nos visitar.
      Contamos com você...doravante. bjos

      Excluir
  11. Olá. Meu marido e eu somos amigos da Lúcia Paz. Somos de Parnamirim/RN. Estamos deslumbrados com o conteúdo desta página, trazendo lindos poemas da poetisa Socorro Almeida. Não a conhecemos pessoalmente. Só nos cabe, por enquanto, dos deliciar com essas poesias belas e emocionantes. Parabéns e aplausos pelo belo trabalho. Um grande abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ao casal pela gentileza e quem sabe um dia venham os a nos conhecer. Amigos da minha amiga são meus amigos também. Agradeço novamente e abraços

      Excluir
  12. Viva! Emoção! Deslumbramento! Romantismo! Poemas belos. Biografia maravilhosa do pintor italiano Eugene de Blaas...tudo numa só página! Bacana! Gostei imensamente.

    ResponderExcluir