domingo, 12 de maio de 2019

Feliz Dia das Mães

Ano II - Edição Nº 315 - Dia das Mães
Tema das Imagens - Rosas


PRA VOCÊ, MAMÃE
De: José de Menezes Cardoso

Mãe
Palavra simples e pequena
Com um pronúncia fácil
E um significado tão profundo
Sentes na pele a dor de um filho teu
Te alegras com a sua felicidade
Tornando uma beleza ímpar
Este teu pequeno mundo.

Mãe
Este teu filho se orgulha de ter sido teu
Se orgulha, não pelo nome que ostentas
Mas, pelo modo como o honraste
Não pelo fato de ter lhe dado à luz
Mas pelo modo como criaste.

Foste severa quando deveria ser
Foste dócil na hora certa
Foste tu quem diretamente
Traçou a minha reta.

Hoje estou triste, mãe
Por saber que não te posso dar
Tudo o que mereces, enfim
Pois nada que eu faça pode pagar
Tudo o que fizeste por mim.

Perdoa, mãe
Perdoa pelo meu máximo
Ser o mínimo que posso te dar
Se meus olhos não podem te ver
Em minha alma tu vais ficar.

Guarda contigo, mãe
Estas palavras de quem nunca te esqueceu
Desta alma que hoje chora
Este filho que já morreu!


MEU NOME
De: Socorro Almeida

Pequeno é o nome que me deram
Só três letras tem meu nome
Que multiplicadas também por três
Completam os meses que espero.

Sentir todas as dores numa só dor
Pra quando chegares a este mundo
Ninguém além de mim seja capaz
De matar ou morrer por teu amor.

Perpetuar a vida a partir de mim
Espécie que de geração em geração
Por noites intermináveis e insones

Possa dar o colo, te fazer dormir
Para nunca mais ser "dona de si"
Sou tua MÃE! Este é meu nome!

- Tenho amor pra dar a um
muito mais pra dar a cem
Infeliz daquele filho
que amor de mãe não tem!


MAMÃE EU TE AMO!


Lourinete, ainda, te amo!
E tanto tempo já passou...
Nunca esqueci o teu Amor
Lembro-me dos momentos,
De quando, ainda, no ventre
Chorava e sentia a sua falta
Você me acolhia lá dentro,
Falava comigo e acalentava
Ficava dizendo bem baixinho:
A sua vida já foi abençoada...
Até cantava para eu dormir
Uma linda canção de ninar,
Com sua voz suave e bela
Fazia-me sorrir e até chorar
De alegria por ser escolhida,
A sua filha eterna e querida...
Crescia e o Amor aumentava,
Não sabia o quanto te amava...
A senhora partiu para longe
Foi brilhar lá no azul do céu
Aqui, o meu mundo se acabou
E fiquei a chorar desesperada
Sem saber controlar minha dor
Triste, sem Luz e desnorteada...
Foi quando reconheci seu valor
E quanto era forte o teu Amor.

Elisabete Leite – 05\05\2019






 Quando eu for Mãe

Quando eu for mãe
Não quero o avental sujo de ovos,
Nem as mãos brancas de farinha.
Quero minhas unhas bem pintadas,
Minha roupa bem passada
Um colar no pescoço
E ler meus livros, quem sabe
Simplesmente sentada.

Não quero ser a Rainha do Lar,
Nem ganhar presentes
No segundo domingo de maio.
Quero presença todos os domingos
E feriados também.
Como presente se eu merecer
Não quero um novo liquidificador,
Nem uma batedeira mais moderna
Quero apenas uma fita de cabelo
 Bem singela.

Quando eu for Mãe,
Não quero ser pura como Maria,
Quero ser Madalena, sem as pedras,
As pedras já as carrego todos os dias.
Quero ir ao shopping  passear,
Assoviarem quando eu passar.
Balançar minhas ancas
No meu caminhar,
Quero viver a vida
Como se fosse dançar.

Quando eu for Mãe
Se um marido eu tiver
Quero amá-lo bastante,
Não por ser Mãe,
Mas por ser mulher.
Quero esperá-lo bem limpa,
Cheirosa, dengosa,
Como ele me quer.
Quero me deitar abraçada,
Fazer cafuné.

Quando eu for Mãe,
Após tantos jantares em casa
Não quero dizer para um filho
“Nunca me levastes para jantar”.
Não quero brigar com suas mulheres,
Não esqueça que também sou mulher.
E quando eu partir, viva sua vida
Como eu gostaria de ter vivido a minha.
Dizer que Mãe vive a vida dos filhos
Não é viver uma vida.
É meia verdade.
E diga com orgulho
“Minha Mãe, foi uma grande MULHER”.

Para uma grande e maravilhosa mulher.
Que esteja balançando as ancas onde estiver.
Saudades.

Jorge Leite, 09 de maio de 2019



Imagens de Pixabay - Rosas



12 comentários:

  1. Amor de MÃE é maior que o mundo, não cabe só no coração, ele grande, infinito e profundo... Uma magnífica homenagem em versos tocantes, muitos sentimentos e grandes emoções. Amei cada poema, cada verso, cada mensagem compartilhada em nosso Blog Maçayó, as mães merecem e agradecem. Um show de domingo! Belíssimas poesias e ilustrações. Parabéns a todas as mães! Como é grande o meu amor por vocês! Beijos... tudo muito lindo! FELIZ DIA DAS MÃES!❤💖💙💚💛

    ResponderExcluir
  2. Uma belíssima página de domingo em homenagem a todas as mães, geradoras de Amor puro e verdadeiro. Magníficas poesias, os poetas expressam todo sentimento contido no coração, cada com seu estilo próprio, nas o Amor é marcante. Parabéns aos poetas pela linda e inspirada homenagem. Adoráveis ilustrações. Feliz dia das mães! Abraços

    ResponderExcluir
  3. Passando para desejar um Feliz dia das mães a todas vocês! Uma brilhante página de domingo compartilhada aqui no Blog Macayó, com belíssimas poesias em uma emocionante homenagem. As ilustrações como sempre estão dando um show à parte. Amei tudo! Aplausos e parabéns aos poetas. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Momento emocionante, em verso e prosa. Pena que um dia pra homenageá-la seja tão pouco, porque a gente sabe que ela merece ser lembrada todos os dias. E ela é! Aquelas que já partiram pulsam dentro de nós, sempre sentidas na saudade que deixaram. Dedé, o eternizado, como diz Bete Leite, homenageou a sua mesmo depois da morte. Seu poema me emocionou demais.
    Jorge Leite descreveu lindamente de como reagiria se tivesse sido mãe. Eu tbm desejaria assim.
    Bete narrou com maestria sua eterna saudade.
    Qto ao meu poema, não sei...digam vocês. Minha emoção, minha saudade...são iguais. Feliz domingo das mães com tanta saudade...que tá doendo. Bjos

    ResponderExcluir
  5. Eita, que emocionante homenagem para as mães admiráveis desse recanto e todas as demais, nossas mães e amigas de todos os dias. Todos os poemas estão magníficos, são versos de puro amor e admiração. As imagens ilustrativas estão cheirosas e belas, nossas genitoras são merecedoras de todo esse carinho. Parabéns aos poetas por tanta sensibilidade e aplausos pela linda página de hoje. Abraços a todos! FELIZ DIA DAS MÃES!

    ResponderExcluir
  6. Momentos de raro prazer em ler poemas que nos fazem reviver um ente querido. Meu irmão Dedé! Obrigada mais uma vez e aproveito para parabenizá-la por mais um poema seu. Socorro, continue a divulgar as lembranças dele que nos faz tão bem!! Mais uma vez, Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é apenas mérito meu, querida. Bete faz linda homenagem a seu irmão qdo diz que ele é o "eternizado" do grupo. Quanto a mim...obrigada!

      Excluir
  7. Olha que versos perfeitos: "Tenho amor pra dar a UM, muito mais pra dar a CEM. Infeliz daquele filho que amor de mãe não tem" ! Parabéns, Help.
    Obrigada a todos por mais uma maravilha de página.
    Parabéns aos poetas pelo conjunto!

    ResponderExcluir
  8. Quase perdi a festa em homenagem às mães. Tudo fantástico por aqui, em nosso Blog Maçayó, com belíssimos e emocionantes poemas, tantos sentimentos tecidos em cada verso, que fico com vontade de chorar. Um grande encontro de mestres poetas! Lindíssimas ilustrações. Parabéns aos poetas por mais uma maravilhosa página. Feliz dia das mães! Abraços...

    ResponderExcluir
  9. Obrigada a todos pela visita e pelo carinho
    Parabéns aos poetas, Jorge e Bete Leite. Até a próxima

    ResponderExcluir
  10. Emoção e saudade em cada linha, belíssima homenagem! Eternizadas em nossos corações trazemos pra juntinho da gente às mamães que voltaram à Casa do Pai! A minha Rainha, Dedé me trouxe em seus versos...
    Agradecida a todos por esse momento especialmente à Socorro, por mais uma vez generosamente, nos presentear com seus poemas! Linda página!!!

    ResponderExcluir
  11. Uma linda homenagem ao dia das mães, com a apresentação desses poemas maravilhosos, dos poetas que sempre nos encantam. Sem falar das belíssimas ilustrações. Tudo perfeito. E meus agradecimentos a todos os poetas que prestigiaram o poema do meu finado marido. Um abraço e obrigada.!

    ResponderExcluir