quarta-feira, 31 de julho de 2019

Quarta Poética com Rita de Cassia e Elisabete Leite

Ano II - Edição Nº 344 - Poesias
Tema das Imagens - Gotas de Orvalho


Eu Penso

Viajo no pensamento
Penso e logo dispenso
Grito, sem querer reflito
Falo suave ao relento

Não vejo a luz colorida
Sinto a dor adormecida
Na ilusão envelhecida
Vivo no rumo perdida

Mão alheia incentiva
O paradoxo do amor
Cultiva meu obscuro
Meu silêncio e a dor

Saio súbita dilacerada
E tento fugir do clamor
Adentro nas entranhas
Registro o que passou

Palavra frase e versos
Alimento pro meu ser
Hoje só sinto o reverso
De que vivo com você

Mudança total, o tempo
Hoje chove o frio bate
Eu na estrada penso
Sem o teu acalento.

Rita de Cassia Soares
Pirpirituba
22 de julho de 2019.

  EU


Eu Augusto ser
Eu Augusta no sofrer
Augusto na melancolia
Augusta no padecer
Ser o eu na viras voltas
Simbioses vértebras
Congênitas vias
De um enternecer
Sombrios reflexos
Entre o Eu e você.

Rita de Cassia Soares
Pirpirituba.
22 de julho de 2019


Súplica


Oh! Piedade eu peço
Tens misericórdia
Eu suplico a minha dor
Tens piedade oh! Deus
Ameniza a minha dor
Amargura em meu ser
Piedade meu Pai
Não sei o que fazer
Dai-me luz
No meu caminhar
Dai-me paz
Para o amor encontrar
Piedade meu Pai
Eu peço
Acalenta minha alma
Também meu coração
Guia meus passos
Tira-me desta escuridão
Estou fragmentada
Sozinha na contramão
Preciso da tua luz
Pra alegrar meu coração.

Rita de Cassia Soares
Pirpirituba PB
22 de julho de 2019

CULPA DA LUA

                               
A Lua se vestiu de purpurina e magia
Pouco a pouco invadiu o meu coração
Brotaram da Minh ‘alma rimas e Poesia...

Com brilho prateado trouxe inspiração
Fluíram recordações de um cálido dia
Afável encontro e com fortes emoções...

Ah Lua, tu és puro encanto e fantasia!

São devaneios, dei asas à imaginação.

Elisabete Leite - 27\07\2019
 
 AMO-TE NA PRIMAVERA

Vejo-te nas paisagens da Natureza,
em uma linda manhã de dourado sol
Ah, teu rosto é cenário de rara beleza!
Tão belo quanto uma tarde de arrebol...

Vejo-te nas cores de uma aquarela,
no tom verdejante que mescla o mar
Aprecio o panorama da minha janela
E escuto o gorjear do Colibri a cantar...

Vejo-te avançando em minha direção
De braços abertos para me acalentar
Até sinto-me lá dentro do teu coração...

Teu beijo tem doce sabor de manjar
Vejo-te no outono, inverno e verão
Na primavera viro flor para te amar.

Elisabete Leite -11\07\2019

 ACORDEI EM VOCÊ


Ah, acordei com a florescência do teu ardor!
Teu intenso olhar constante na minha mente           
Que inebria a minha retina com teu jeito sedutor          
Fulgor que desperta desejos em quem sente...

 Acordei com veneta das tuas marés ondulantes
Da ludicidade do nosso sentimento abrasador
A noite contribuiu com a volúpia dos instantes
No enigma decifrado de um labirinto de amor...

No invólucro do timbre da tua voz penetrante
Deleito-me com o tom maior que passa calor
Com teu suave sorriso intensamente brilhante
Sinto-me envolvida nesse ambiente acolhedor...
                                  
Acordei com o tamborilar da chuva na janela
Recordo-me da nossa química, suave sintonia
Até sei que não foram devaneios de telenovela
Tu és inspiração, versos e rimas desta Poesia.

Elisabete Leite – 24\07\2019
(Versos de uma suave noite).   


Pixabay - Gotas de Orvalho

8 comentários:

  1. As gotas de orvalho tocam nas janelas e portas que se abrem para que as belíssimas Poesias, deste brilhante Blog Maçayó, elas penetram na alma do leitor e encantam a todos com a leveza do inverno. Fascinantes poemas da nossa amiga poetisa Rita de Cássia que veio brilhar por aqui hoje. As ilustrações estão fascinantem e trazem um toque especial de acolhida, uma característica do poeta Jorge Leite. Para mim é uma honra compartilhar meus poemas com a jovem poetisa. Quero agradecer a todos pelas ilustres visitas. Pois para mim poesias são flores que pertencem ao jardim da minh'alma. Deslumbrante quarta-feira poética.
    Parabéns aos poetas que encantam!
    Bom dia e forte abraço a todos!

    ResponderExcluir
  2. Gosto bastante desses encontros poéticos aqui no Blog. As quartas sempre nos fascinam, e nesse inverno então, elas aquecem a nossa alma. Os poemas que, hoje desfilam, estão lindíssimos e cativantes; a poetisa amiga Rita de Cássia trouxe lindas e nostálgicas poesias e a querida Elisabete Leite veio romântica a toda prova, e ainda por cima, culpa a Lua pela sua maravilhosa inspiração. Tudo perfeito! Que magníficas ilustrações escolhidas pelo poeta Jorge Leite. Parabéns aos poetas pela excelente página. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Uau, que lindíssimas poesias pessoal! Pois é Geovanna, esses encontros deixam-me muito emocionado. Como é bom acordar com esse momento poético encantador, um grande encontro, onde a nostalgia e o romantismo se completam. Lindas poesias da poetisa Rita de Cássia e da amiga querida Elisabete Leite. Concordo também com Bete, a Lua sempre inspira os poetas a ponto de deixá-los românticos. Maravilhosas ilustrações. Um show de pura arte! Abraços para todos. Bom dia gente!

    ResponderExcluir
  4. Uma linda e sentida quarta-feira poética compartilhada no nosso Blog Maçayó. Maravilhosas poesias brilham por aqui; as amigas poetisas Rita e Elisabete se uniram para arrebetarem os nossos corações, um grande encontro onde as poesias adornam e emocionam com diferentes temáticas. Às vezes amiga Bete, eu sinto falta da nossa Veneza Brasileira com seu luar prateado, que tanto me inspirava, mas hoje o show é de vocês. Excelentes ilustrações do amigo poeta Jorge Leite, que também sabe emocionar. Parabéns aos poetas! Abraços saudosos em cada um.

    ResponderExcluir
  5. Os poetas são assim... Tanto transmitem uma tristeza profunda da alma, como uma alma cheia de otimismo. É o que percebo aqui, nessa diferença de sentimentos. Cabe aos poetas divagar entre um e outro sem deixar de enaltecer a beleza dos poemas. Como eu adoro as diferenças, me encanto e me emociono com cada um. Parabéns a todos os poetas!

    ResponderExcluir
  6. Hoje, o momento poético é regado a grandes emoções! Como disse a nossa amiga poetisa Socorro Almeida, os poemas compartilhados apresentam diferença de sentimentos, porém não perderam o brilho, cada um com a sua beleza e particularidade encantam e emocionam os leitores do Blog. Maravilhoso encontro de Rita de Cássia e Elisabete que estão dando um show nessa quarta poética. Adoráveis imagens ilustrativas, que foram escolhidas com capricho pelo amigo poeta Jorge Leite. Já chorei, já sorri e já me emocionei tanto que me sinto flutuando. Parabéns poetas por esse momento! Abraços da sempre Lis... Saudades...

    ResponderExcluir
  7. Sempre fico emocionada nas quartas poéticas, acho que esses poetas abrem à alma e deixam os versos saírem de dentro. Estilos diferentes de poetas, Versos, Poesias e temas, onde romantismo, nostalgia e sentimentalismo desfilam de braços dados. Gostei demais desse encontro, Rita e Elisabete dão seu show, cada uma à parte, em uma mesma página. Sensacionais ilustrações que deixaram o cenário encantador. Parabéns meus amigos poetas! Abraços...

    ResponderExcluir
  8. Eu venho sempre dizendo para vocês que interagir nesse Blog é muito gratificante. Sentir dentro da gente os mesmos sentimentos que os poetas sentem é viajar pelo universo deles. Vou citar uma frase que a querida poetisa Elisabete Leite costuma dizer: "É o mesmo que voar dando asas à Imaginação". Apaixonantes poemas das amigas poetisas; concordo que são temas diferentes, mas eles estão interligados entre si. A lua inspirou muito bem e Bete teceu poemas lindíssimos, como também Rita que viajou nas lindas emoções. Maravilhosas ilustrações. Parabéns para todos e até logo! Boa tarde!

    ResponderExcluir