quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Quarta Poética com Socorro Almeida

Ano II - Edição Nº 370 - Poesias
Tema das Imagens - Mulheres Flores
Margarida

MARIA DA PENHA

Ainda sou uma pequena flor em teu jardim
Minhas raízes sentem a dor do crescimento
Preciso de ti pra dar força ao sentimento
Pela imensa dor que deixaram em mim.

Meu perfume por acaso te corrompeu?
Não és responsável por cair as minhas folhas?
Aquele amor imenso que um dia foi teu...
Não trocaste pelos erros de tuas escolhas??

Meu nome finalmente será lembrado
Para banir a dor de uma mulher
Não satisfazer loucuras do homem amado
Que se volta contra ela à hora que bem quer

Por todas as Marias, sou Maria da Penha
Para correr o mundo pela nossa fé
Da minha dor, por favor, não se abstenha
Pelo meu, pelo teu direito de ser MULHER!

Socorro Almeida
Recife, 03/10/2019

Íris
INTRANSIGÊNCIA

Eu sei que sou teimosa e intransigente
Já fui dócil, sensível e maleável
Os anseios que guardei em minha mente
São resquícios de um caráter irrefutável!

Só o elo entre a Alma e a Razão
É permissível nesse jogo singular
Se a Razão me impede de sonhar
Minha'Alma vence a dor do Coração.

Não me permito mais me iludir
Ilusões são brincadeiras de criança
Mergulhei na intransigência da velhice
Para dar uma nova força à esperança

Socorro Almeida
Recife, 03/10/2019

Dália
JAMPA

Não quero chorar por ti!
Se tiver que ser assim
a gente para aqui.
Quero te amar com leveza, gratidão e bem-querer
Quero sentir saudade
E ao ouvir o celular
Só me desapontar
Se não for você.
Qualquer hora vou ouvir
Essa voz disfarçada
de Sampa e Paraíba
num sotaque somente teu...
E o poeta te convida
A juntar o verde dos seus olhos
Ao verde dos olhos teus
E tomar um cafezinho,
Que nem tu, bem docinho
No aconchego do teu ninho!

Socorro Almeida
Recife, 07/10/2019
Jasmim
TER OU NÃO TER, É A QUESTÃO

Quando me mandaste embora, eu fui
Obediente como um cão de estimação
Por tudo que passei meu Coração conclui
Fui tola em não dar crédito à Razão!

A saudade não é tanta pra merecer
Que eu ponha em xeque minha Dignidade
Nem a paixão é tanta para enfraquecer
Meu tão sofrido sonho de Liberdade!

Livre pra conservar em alta meu Orgulho
Ignorar as dores do meu Coração
Juntar os cacos, retirar os entulhos
E adequar novos sonhos à Razão!

Socorro Almeida

Hortência
 
Pixabay - Flores 




Violeta

 Google - Flores


Angélica
 


11 comentários:

  1. Magnífica quarta-feira poética, com nossa querida amiga Socorro Almeida. Poesias com muita sensibilidade à flor da pele. Estou encantada com o poema de abertura "MARIA DA PENHA" que para mim é uma verdadeira obra de arte, uma temática polêmica, que ficou mais leve com as rosas do cenário. Os demais poemas bem estruturados, lindos e sentidos. A amiga poetisa está de parabéns pela arte e pela coragem de compartilhar o tema. As ilustrações estão belíssimas e perfumadas. A natureza agradece por essa paisagem aromatizada de hoje.
    Aplausos mil pelo conjunto.
    P.S. Peço desculpas pela demora no comentário, pois que estava sem internet e somente agora normalizou. Finalmente, consegui compartilhar à página com os amigos.
    Boa tarde a todos! Abraços...

    ResponderExcluir
  2. Estou me antecipando para agradecer aos amigos poetas, Elisabete e Jorge Leite, mais uma publicação dos meus poemas nesta Quarta-feira Poética, enquanto aguardo os comentários dos amigos.

    ResponderExcluir
  3. Não poderia deixar de comentar uma página tão maravilhosas do Blog Maçayó,
    A amiga poetisa Socorro Almeida veio com tudo, trouxe na bagagem versos profundos, românticos e sofridos. Eu concordo com a amiga Bete, pois o poema "MARIA DA PENHA" É UM SHOW DE ARTE, muita sensibilidade em versos tocantes. Os demais poemas também são todos lindos! Amei a iniciativa das ilustrações serem flores, na verdade suavizou o ambiente poético. As quartas com Socorro toca a alma da gente.
    Parabéns a poetisa e ao poeta Jorge pela arte final. Tudo lindo demais! Boa tarde! Abraços para todos!

    ResponderExcluir
  4. Olha que interessante! Socorro Almeida começa com um "grito de alerta" às mulheres que sofrem de maus-tratos do seu companheiro, nesse magnífico poema MARIA DA PENHA. Nota-se no poema TER OU NÃO TER, É A QUESTÃO, sua maravilhosa capacidade de resgatar sua dignidade, seu amor-próprio. Por isso, gosto tanto de ler seus poemas, sua forma poética de mostrar sua essência em cada gênero poético. Parabéns a todos do blog a quem agradeço por mais essa maravilha!

    ResponderExcluir
  5. Uau meus amigos, uma página de quarta poética sensacional no Blog Maçayó! Estou sentindo até o perfume das rosas, em especial, dos jasmins. Sabe pessoal, a poetisa Socorro Almeida emociona até as flores, porque seus poemas são puro romantismo, e as flores são românticas por natureza. Achei lindo e de super bom gosto a poesia reflexiva "MARIA DA PENHA", porém todos as artes da amiga poetisa são lindas. As ilustrações como sempre belíssimas, e elas deixaram bem leve o ambiente. Parabéns para Socorro pela sua bela arte e ao poeta Jorge Leite pelo conjunto da página. Abraços companheiros do Blog e até a próxima.

    ResponderExcluir
  6. Venho aqui prestigiar a nossa amiga e grande poetisa Socorro Almeida que compartilha versos de puro romantismo. Gostei demais do poema MARIA DA PENHA que é uma chamada de reflexão em alto e bom tom. Gosto dos poemas de temáticas diversificadas pois nos fazem viajar nos diferentes sentimentos. Eu particularmente gostei de todos os belíssimos poemas da amiga. As imagens ilustrativas estão deslumbrantes, como sempre, e hoje também estão perfumadas. Parabéns aos poetas e saudades do Recife. Eu e Maciel já estamos de malas prontas, pirque na próxima segunda-feira voltarenos para Santiago.
    Feliz tarde para todos!

    ResponderExcluir
  7. Isso mesmo...mais uma quarta-feira poética de muito bom gosto. Pelos poemas, pelas flores, pelo recado bem oportuno a todas as mulheres que sofrem, eternizado aqui nesse cantinho de emoções e de grandes reflexões.
    Parabéns ao blog por mais uma vez nos presentear com lindos poemas de Socorro Almeida.
    Parabéns também pelas flores. Amo!

    ResponderExcluir
  8. Que bacana a quarta-feira poética de hoje, aqui, no Blog Maçayó! A amiga poetisa desfila com muito brilho, em seu grito de alerta, muitíssimo importante falar da Lei que minimiza e acolhe as dores e sofrimentos das mulheres, onde alguns companheiros dizem ser donos dessas mulheres. Todos os poemas são lindos e sentimentais, um belíssimo momento de arte. As ilustrações estão lindas e perfumadas. O Blog está realmente de parabéns!
    Gostaria de parabenizar também a poetisa pelos seus poemas e ao poeta Jorge Leite pela arte final. Um grande abraço a todos e feliz tarde!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Socorro!!!

    Teus dons e talentos são um esmero!
    Parabéns pela expressão em cada ato sincero!!!

    Com tudo o que nos faz refletir,
    Observamos da vida realidades e esperança no porvir!!!

    Apesar de muitas coisas parecerem não ter jeito,
    A poesia renova o âmago de muito daquilo que pareça imperfeito...

    O talento em se comunicar , Continua sendo o melhor modo de muitas coisas encarar!!!

    Tenha certeza que toda a tua expressão, faz um carinho na alma e faz melhor o coração!!!

    Sem contar que o ato de poetizar,ainda é a melhor maneira de expressar o dom mais precioso que é AMAR!!!

    Felicidades sempre!!!
    Luciana Lins


    ResponderExcluir