sábado, 2 de novembro de 2019

Pedrinho e os Centauros

Ano II - Edição Nº 377 - Mitologia
Tema das Imagens - Centauros



O LIVRO É MAGIA

O livro é uma bela viagem pelo mundo
Onde portas são abertas, as emoções
As mensagens fluem bem lá do fundo
Voam alto na fantasia e na imaginação...

É uma caixa de surpresas constantes
Que podem ser desvendadas pela gente
Fala da vida e de pessoas passantes,
Do passado, do futuro e do presente...

O livro está cheio de sonhos coloridos
Histórias mágicas que são sentimentos
É jardim da alma, que está bem florido
Onde tudo depende do nosso momento...

O livro é um maravilhoso cavalo alado
Vai levando-nos pelas janelas da vida
Viajamos pelo Universo, por todo lado
Vendo paisagens jamais esquecidas...

O livro é um arco-íris de reluzentes tons
Têm luzes que cintilam como um farol,
Melodia que emite vários tipos de sons
É também boa acolhida, o nosso lençol...

Os livros trazem diferentes mensagens
Instantes de alegrias e grande diversão
Bravas lutas, vitórias, e muita coragem
São amigos presentes dentro do coração.

Elisabete Leite



PEDRINHO E OS CENTAUROS

          Mais uma vez aventura...
          Pedrinho saiu de casa correndo, pois já estava atrasado para ir à escola, ele pretendia chegar um pouco mais cedo, para poder entregar alguns livros na biblioteca da instituição escolar e apanhar outros. O garoto é um leitor assíduo de livros de aventura e de mitologia (que é o conjunto de mitos de determinado povo ou cultura). O tempo estava bastante abafado, o sol parecia que queria descer e estacionar na terra, o calor era tanto que a estrada de barro que cortava o milharal do sítio parecia ferver e se Pedrinho descascasse um milho verdinho e o colocasse no chão, provavelmente, o milho assaria ali mesmo. A poeira subia e formava uma cortina de cor ocre, dificultando a visão do menino, que havia tirado o calçado para correr melhor, porém precisava, em vez de correr, pular para não queimar o solado dos pés. E assim, ele saiu saltitando até sua escola...
        
Pedrinho chegou ao seu destino, bufando de tão cansado, olhou para o grande relógio que ficava na parede da entrada das salas de aula, e percebeu que ainda tinha tempo para o toque inicial. Desviou seu caminho, e foi diretamente para a dependência que ele mais gostava de ficar, o cantinho da leitura, entregou os livros para a bibliotecária, e seu olhar começou a percorrer de um canto a outro da estante principal. De repente, algo chamou a sua atenção; se aproximou devagar, e apanhou um livro grande com letras douradas em alto-relevo, que tinha sido esculpido como uma obra de arte plástica. O garoto já sabendo que tudo que tocava se transformava em aventura, foi logo se preparado para os novos acontecimentos. Respirou fundo e leu o título da obra com muito cuidado: Mitologia Grega – Os Centauros. Sentiu-se tonto, sua vista escureceu, e logo depois entre duas estantes de livros abre-se um portal e Pedrinho foi sugado para outra dimensão. Despertou minutos depois em um vale descampado; tudo parecia muito estranho como se ele estivesse em outro século, e pensou contigo mesmo: “Acho que fiz uma viagem no tempo, vou me preparar para alguns bombardeios”. Rapidamente, o garoto viu-se cercado por vários cavalos, mas não cavalos comuns. Levantou seu olhar e percebeu que eram Centauros. Sabe-se que: (Os Centauros eram seres pertencentes à mitologia grega que tinham o corpo metade humano e metade cavalo; eles viviam nas montanhas, na região da Tessália, na Grécia). Pedrinho precisava fazer alguma coisa, e resolveu se comunicar com um deles, o que estava a sua frente. E disse-lhe:
          - Eu me chamo Pedrinho e venho de muito longe! Estou precisando de ajuda. Alguém pode me ajudar?
        Um jovem centauro de cabelos loiros, barba fechada, bigode bem arrumado e segurando um arco e flecha, se aproximou um pouco mais de Pedrinho e respondeu-lhe:
        - Meu jovem, você teve muita sorte, pois possuem centauros, por aqui, que não são amigáveis, são brutos por natureza, porém não é o nosso caso, somos um grupo de centauros bons e sábios. Eu me chamo Quíron, e sou um admirador da boa música e poesia, sou também esportista, cientista e médico. Vamos até a minha casa que te darei abrigo e um prato de comida bastante saudável.
         Pedrinho olhou para o bom centauro e falou sem hesitar:
        - Eu agradeço-lhe pelo abrigo, mas preciso voltar para meu lugar. Parece que passei por um portal e agora não sei voltar.
       O jovem Quíron olhou para Pedrinho, estendeu a mão direita para ajudá-lo a subir depressa em sua carona, e disse-lhe:
       - Meu amigo, alimentado você pensará melhor, pois a única pessoa que tem a chave do portal é um centauro do grupo dos antipáticos, e ele não facilita para ninguém. Breve você vai precisar conhecê-lo!
       Pedrinho subiu na carona e os centauros dispararam, pareciam cavalos selvagens correndo em liberdade pelo vale descampado...
       Já no outro dia, Pedrinho acordou cedo e foi procurar pelo amigo Quíron. Aproximou-se devagar e quebrou o silêncio:
         - Bom dia amigo como faço para conseguir a chave do portal com o centauro antipático?
          Quíron olhou para o garoto, e disse-lhe:
       
  - Pedrinho, você vai precisar vencê-lo no arco e flecha. Com astúcia, determinação e sabedoria ao mesmo tempo.
       O garoto que já tinha enfrentado muitos lendários em suas aventuras, tanto do folclore quanto da mitologia grega, mais uma vez terá que ser preciso, rápido e muito esperto. Pedrinho pediu para o seu amigo do bem marcar a competição com o antipático do centauro, o protetor da chave do portal...
         O grande dia chegou e Pedrinho estava confiante na sua esperteza, pois tinha sido treinado pelo melhor arqueiro do grupo dos centauros bonzinhos. Logo, os antipáticos ocuparam o local da competição. Um centauro robusto, de semblante fechado, se aproximou devagar, e disse-lhe:
          - Eu pensei que iria competir com um homem forte, mas você não passa de um jovenzinho. Merece viver até os últimos dias de vida, aqui, na região da Tessália. 
         Pedrinho olhou firmemente para o tal do centauro e respondeu-lhe:
         - Senhor Centauro, minha mãe sempre repete para mim esse Provérbio Chinês: “Quando as Raízes são profundas não há razão para temer o vento”.
          Pedrinho levantou sua cabeça e encarou o tal centauro que estava bufando de raiva... Um apito grave deu início à competição. O garoto olhou para o chão e pisou firme no rabo do centauro, que deu um coice para trás e o garoto aproveitou para acertar o centro da maçã com seu arco e flecha. O centauro gritou bem alto que era trapaça, mas todos os centauros gritaram em um único coro, que não era trapaça e sim sabedoria. De repente, o cenário escureceu e Pedrinho voltou no tempo e ouviu o toque da campainha anunciando o início do turno. O garoto fechou o livro e colocou-o de volta na estante principal. Ele já estava de saída quando a bibliotecária o chamou:
           - Ei garoto, você não vai levar nenhum livro hoje?!
          - Não, por hoje chega de aventura! Quem sabe em outro dia! Até breve!
         Assim termina mais uma aventura com o esperto Pedrinho. Até a próxima meus amiguinhos!
        Elisabete Leite – 29\10\2019

CANTINHO DA TIA BETA

Olá amiguinhos! Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre “Os Centauros na Mitologia Grega”, que são seres míticos da mitologia grega cujo corpo é formado por parte de um homem - que corresponde ao tronco, braços e cabeça - e o restante do corpo de um cavalo.
Eles representam o instinto animal em junção com a inteligência humana, metáfora das ações dos homens numa situação de perda de controle.
Essas criaturas vivem em florestas e montanhas e se alimentam de carne crua. Apresentam muita energia física e aparecem, geralmente, em bando.
A simbologia dos centauros se opõe, pois tanto podem ser delicados e encantadores como ignorantes e agressivos.

Origem do Centauro

Os centauros se subdividem em duas linhagens, a saber:
  • Os filhos de Ixíon e de uma nuvem, que representavam a força bruta, utilizada inescrupulosamente;
  • Os filhos de Filira e Cronos, dentre os quais o mais notável fora Quíron. Contrariamente aos filhos de Ixíon, estes empregam a força a serviço do bem.
Do grego Kentauros, que significa "matador de touros", esse mito teve origem pelos viajantes que observavam vaqueiros sempre a cavalo na região da Tessália.

Lenda do Centauro

Diz a lenda que Ixíon teria se apaixonado por Hera durante um festim ofertado por Zeus, o qual, ao perceber que seu convidado tentava seduzir sua esposa, resolveu o entreter e moldou a forma de sua divina esposa empregando uma nuvem.
Da união de Ixion com a nuvem em forma de Hera feita pelo deus Olimpo, nasceram os centauros.
Ixíon, ludibriado pelo Deus do Olimpo, teve relações com a Hera feita em cópia, de cuja união teria nascido os centauros.
Quíron, ao nascer foi rejeitado por sua mãe - que era humana - se tornou um médico muito habilidoso, cuja experiência de sofrimento foi utilizada para ajudar seus doentes. Foi tutor de Asclépio, o deus da Medicina.
Quíron - conhecido como o centauro mais civilizado - foi ferido acidentalmente por uma flecha envenenada de Héracles - Hércules, na mitologia romana -, de quem era amigo.
Quíron, que tinha o privilégio da imortalidade, ofereceu essa vantagem a Prometeu, pois desejava morrer para poder descansar.

A Batalha dos Centauros

Esses seres monstruosos se tornaram epicamente conhecidos pela luta que travaram com os humanos, gerada pelo seu intuito de raptar
Hipodâmia no dia do seu casamento com Pirítoo, rei dos Lápitas e também filho de Íxion.
A contenda é, porém, uma metáfora do conflito existente entre as paixões e a razão do ser humano.
Espero que tenham gostado de conhecer sobre os Centauros.

Nossa Pesquisa:
https://www.todamateria.com.br/centauros/




16 comentários:

  1. Bom dia, amigos e leitores! Hoje, quero acompanhar o resplandecer do sol, aproveitar seu brilho e comentar bem cedinho essa fenomenal página de sábado compartilhada em nosso Blog Maçayó. Estou encantada, muito emocionada, lisonjeada, agradecida e muito feliz por mais um Conto que ganha vida. Compartilhei meu poema "O LIVRO É MAGIA" em homenagem ao Dia Nacional do Livro - comemorado em 29/10... Na verdade o Livro nos conduz a diferentes lugares ao mesmo tempo, que é uma viagem de volta ao passado, um voo pelo presente, ou uma imaginação do futuro, tudo em um abrir e fechar de olhos.
    Já o Conto é uma aventura com o personagem Pedrinho mais amadurecido. Eu particularmente, gostei bastante do enredo.
    Deslumbrantes imagens ilustrativas que complementam e dão vida à temática abordada. Um show de sábado infanto-juvenil.
    Quero abrir um pequeno espaço para agradecer ao meu pai, JESSÉ HORÁCIO LEITE, pela minha existência e pelo seu legado, um sábio que iníciou a minha história de vida. Feliz Aniversário Papai! Jamais me esqueço do senhor e da minha mamãe. Vocês são estrelas que iluminam os meus caminhos.
    Obrigada a todos pelo carinho de sempre. Um beijos de agradecimento.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia para todos! Acabei de receber o link da magnífica página infantil de hoje; a nossa amiga Bete pediu para a gente interagir bem cedo, por ser um feriado, e muitos irão visitar seus entes queridos, os presentes e também os ausentes.
    Quero destacar a importâcia da leitura como leque de aprendizagens, pois sabemos que o livro é de grande valor literário, principalmente porque pode ser utilizado como documentação de ensino-aprendizagem. O poema está belíssimo, perfeito e sintetiza muito bem o que é um LIVRO. O conto é brilhante possibilita ao leitor o amadurecimento de Pedrinho em suas aventuras. Gostei muito da pesquisa no Cantinho da Tia Beta, sempre aprendendo no blog Maçayó.
    Belíssimas ilustrações que adornam o tema perfeitamente. Linda e pertinente homenagem ao companheiro diário, o livro. Quero aproveitar e fazer duas perguntas para nossa contista preferida Elisabete Leite.
    1- Bete, em seu novo livro solo, você colocou contos das Aventuras de Pedrinho?
    2- Por que ainda não fez a divulgação do novo livro?
    Obrigada amiga e beijos para todos.
    Parabéns pela lindíssima partilha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, querida amiga Betânia! Beijos nos sobrinhos e lembranças para todos da sua família.
      Primeiramente, quero te agradecer pelo carinho e presença constante em nosso Blog.
      Vou procurar sintetizar as duas perguntas para não cansar nosso leitor que já tem muito conteúdo para ser lido...
      Em meu novo livro solo "ALÉM DO HORIZONTE EM CONTOS" coloquei os contos que passam diferentes mensagens, Valores Humanos, Virtudes e Bons Sentimentos, que às vezes são esquecidos; estão os dez primeiros contos e outros ja compartilhados aqui. As aventuras de Pedrinho não estão presentes, porém um Conto com o Personagem Pedrinho ainda criança sim, "O NATAL SURPRESA DE PEDRINHO", um enredo lindo de Natal. Referente a divulgação do mesmo, ainda não foi realizada, porque o livro físico foi um presente e ainda não chegou em minhas mãos. Na verdade, presente demora não é mesmo?!
      Porém, o E-book do livro já está disponivel à venda na AMAZON.
      É um livro lindo e recheado de muitas ensinamentos e aprendizagens.
      Espero que tenha respondido, como a amiga merece.
      Mais uma vez obrigada por interagir.
      Beijos

      Excluir
  3. Meus Deus, que belíssima página de hoje, do Blog Maçayó! Gente, também estou acordando agora e já comentando. Eu e Geovanna vamos visitar pessoas amigas e depois ficará mais difícil. A estrutura da página e conteúdo estão espetaculares. A nova aventura de Pedrinho faz uma homenagem ao dia do livro, um conto lindo e emocionante, assim como o magnífico poema. Eu sou suspeito para falar, porque acho que tudo que Bete toca e escreve tem perfeição, sou um fã amigo há bastante tempo e cada vez mais cresce a admiração que sinto por ela, que é um Ser Humano para ninguém colocar defeito. Excelente pesquisa no Cantinho da Tia Beta, é que gostei demais do enredo do conto sobre "Os Centauros".
    Pois sim Betinha, gostei da explicação e já compramos seu novo livro solo. Que é extraordinário tanto em ensinamentos quanto em conteúdo. Parabéns para os poetas pelo show de página.
    Abraços para todos e um bom feriado!

    ResponderExcluir
  4. Tia Bete é sua aluna Laurinha que gosta das suas historinhas. Amo as aventuras de Pedrinho e acho bacana a historinha dos centauros, um homem com corpo de gente. Legal tia o poema e as fotos lindas do tio Jorge. Mamãe ajuda eu e manda lembrança. Beijo tia linda. Da Laura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, princesa Laurinha! Estou muito feliz por gostarem da historinha e do Blog. E verdade, as fotos escolhidas pelo querido Jorge estão lindas. Agradeça a sua mãe por mim. E beijos da sua eterna professora.❤🏵👱📚🎁

      Excluir
  5. Professorinha é Gugu seu aluno que gosta de ler historinhas no blog e dos seus lindos contos. Gosto muito das aventuras do Pedrinho e a de hoje é boa demais, o centauro perdeu para Pedrinho, garoto esperto. Lindo o poema e as fotos do tio Jorge. O livro e mesmo mágico que me leva para tanto lugar diferente tia. Papai ajuda eu a escrever sem errar e fica reclamando escreve direito menino kkkkk. Beijos tia sinto saudade. Do aluno Gustavo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, meu aluno Gustavo! Amei o seu comentário de hoje. É verdade o livro possibilita ao leito viajar por diferentes lugares ao mesmo tempo. Fico feliz que vocês gostaram do Blog. Agradeça o seu papai por mim. Lembrança a todos! Saudades de vocês📚📕📩🔟❤

      Excluir
  6. Tia Bete linda é Laynne que gosta dos contos e das aventuras de Pedrinhos e lendas, a mamãe diz que o blog é uma escola. O poema ta lindo e as fotos do tio também. Hoje gosto dos centauros. Mamãe manda beijos. Saudade tia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, princesa Laynne! Muito obrigada pela visita e fico feliz por vocês gostarem do conto e das historinhas do Blog. Agradeça sua mãe por mim. Eu agradeço pelo carinho de sempre.
      Beijo da sua eterna professora👱🎁📚🏵❤

      Excluir
  7. Alô, gurizada! A página de hoje está muito legal. Primeiro uma homenagem ao dia do livro com o poema O LIVRO É MAGIA, em seguida a história PEDRINHO E OS CENTAUROS. Sábado é um dia de adquirir conhecimentos. Vamos aproveitar para conhecer essa figura mitológica, que traz muitas emoções.
    Adorei as ilustrações de hoje. As fotos dos CENTAUROS são lindas, não acham?!
    Parabéns a tia Bete
    Parabéns ao tio Jorge
    Tudo lindo!!!!

    ResponderExcluir
  8. Somente agora entrando para comentar e interagir com essa magnífica página de hoje. O conto da amiga poetisa Elisabete Leite está mesmo lindo e rico em aprendizagens, gosto das aventuras de Pedrinho. O poema belíssimo de abertura é tão mágico quanto o significado de um livro. Adoráveis e expressivas ilustrações, que somente o poeta Jorge Leite sabe escolher. Também gostei da pesquisa, uma aula extra de história. É sempre bom interagir no blog Maçayó. Quero parabenizar os poetas por mais uma linda página. Obrigada Bete por nos proporcionar tanto brilho.
    Abraços e desculpa pelo atraso.
    Bravíssimo!!! Show!

    ResponderExcluir
  9. Boa noite, para os amigos e leitores do Blog Maçayó! Eu e Lis precisamos fazer uma pequena viagem e chegamos tarde. Vou comentar por nós dois e amanhã ela entrará com calma para tecer seu comentário. A página de hoje, como sempre está perfeita; o Conto é magnífico, muito bem narrado e ilustrado. Excelente a pesquisa compartilhada no Cantinho da Tia Beta. Lindo, lindo e muito lindo o poema que faz uma homenagem ao dia do livro.
    A leitura nos contempla com diferentes olhares, o livro é uma viagem para vários lugares, em pequeno espaço de tempo. Tudo perfeitamente mágico. Parabéns poetas por mais um grande sábado infanto-juvenil.
    Saudades e abraços, meu e da Flor de Lis.

    ResponderExcluir
  10. Passando logo cedo para prestigiar a minha amiga querida Elisabete Leite com sua linda página infantil de sábado. Ela compartilha um belíssimo poema com os diferentes olhares que um livro pode proporcionar. Lindíssimo conto infanto-juvenil. Pedrinho mais amaducecido traz um tema envolvente. Ótima e expressiva pesquisa no Cantinho da Tia Beta.
    Já as belas ilustrações marcam presença e se destacam na página do Blog Maçayó.
    Parabéns aos poetas e aplausos para a contista, que sou muito fã.
    Forte abraços para todos e nos encontramos no Almanaque de domingo.
    Até logo mais! Tudo lindooo

    ResponderExcluir
  11. Ontem perdi o desfile dos poetas na página infantil de sábado. Hoje li e reli todo conteúdo, que por sinal está maravilhoso, criativo e emocionante. Mais uma aventura de Pedrinho em grande estilo. A contista Elisabete Leite, minha querida amiga, vai amadurecendo o personagem principal e o enquadrando em um novo contexto. As aventuras ficam mais criativas e com uma linguagem infanto-juvenil. Apaixonante e lindo o poema de abertura sobre o livro e as imagens ilustrativas acompanham os temas abordados perfeitamente. Sempre gosto das pesquisas educativas porque deixam os leitores esclarecidos sobre à tematica. Tudo muito bem escrito. Mais uma vez uma página impecável de sábado. Parabéns para vocês amigos que transformam esse ambiente em um Cantinho do Saber como diz Bete. Bom domingo para vocês e até logo mais.

    ResponderExcluir