domingo, 2 de agosto de 2020

Agosto

Ano III - Edição Nº 401
Tema das Imagens - Mulheres de Agosto

Agosto à Revelia

 Que agosto seja do seu gosto

Em tempo de pandemia

Que tristezas não marquem seu rosto

Que só demonstre empatia

Nem haja motivos pra desgosto

E que seja só simpatia

Que seu coração seja exposto

Sem tanta melancolia

Que o mal seja deposto

Voltando a reinar a alegria.

 

Que os ventos de agosto

Não tragam mais endemias

Que seja exatamente o oposto

Transformando tumultos em calmaria

Nada faça a contragosto

Que faça por cortesia

Que o torne predisposto

A viver sem fantasia

Que tudo aconteça a seu gosto

E que seja só harmonia.

 

Jorge Leite

Madalena,01 de agosto de 2020

INALDO CAETANO FERREIRA, é natural do Rio de Janeiro, reside em São Paulo, no bairro Santo Amaro, Jardim Apuran. É amante da música clássica e MPB dos inesquecíveis anos 60. Sua maior paixão é a arte da poesia, embora não tenha se tornado um poeta, mas aprecia poesias de versos livres. Diz que a melhor forma de mostrar os sentimentos está na liberdade de se expressar poeticamente. Desse modo, nos envia algumas de suas modestas e raras poesias, extraídas dos momentos de êxtase e solidão.

DESAFIOS DO AMOR

Esqueçamos os desafios

Aqui também faz muito frio

Só um cobertor de carne

Pode nos agasalhar e nos dar conforto

Sob o suave canto dos gênios musicais

Velhos companheiros dos dias solitários!

Um abraço e mil palavras sensuais

Beijos ardentes nessa boca maravilhosa 

De uma mulher suave e encantadora!

Não é delírio, é algo bem mais forte

Que nos domina e maltrata

E ao mesmo tempo nos conforta...

Se tantos desafios o amor suporta

Se maltrata pela cruel impossibilidade de tê-lo

Conforta por ser tão correspondido 

Alimentado pela esperança de um dia 

Intensa e infinitamente vivê-lo!

 

Inaldo Caetano Ferreira

São Paulo, 26/07/2020

 

DUAS ALMAS

 Todo início é surpreendente

Até amores virtuais têm seus encantos

Das mensagens e fotos que guardamos

Se eternizam aquelas que mais amamos

E no momento em que tão emocionado

Temeroso e trêmulo eu me declaro

Me reporto aos tempos de criança

Mas não vejo que melhor momento

Eu tenha guardado em minha lembrança.

Hoje me curvo hipnotizado e subserviente

A uma rainha, de encantos tamanhos

Que só deseja ser para mim

A alma gêmea dos meus sonhos!

 

Inaldo Caetano Ferreira

São Paulo, 27/07/2020

OUSADIA

 Por favor, faça silêncio e não ouse interromper meus momentos à sós comigo mesma; quando sou minha própria companhia, sou total solidão. Meu casulo é estreito, mal caibo no canto reservado, que é só meu. Agora que o mundo se cala e a ambição descansa, eu aproveito esse momento para refletir sobre nós dois. Fecho os olhos e vejo a sua imagem, seu rosto, seus lábios, e seu sorriso se esconde, temeroso como o meu, pra não invadir o silêncio dos nossos leitos, tão sagrados quanto o nosso amor. Prefiro assim... tenho total liberdade para romper a libido adormecida há tantos anos. Às vezes, um sentimento de culpa invade meu peito e me distancio um pouco de você,  só pra me recompor e reiniciar essa doce  ousadia tão  reconfortante, essa invasão    de "direitos humanos", pra me deparar com uma verdade irrefutável... Nunca houve momentos iguais a estes, nem jamais haverá, e o tempo que nos resta é para ser vivido, sonhado, sofrido, malvado também,  porque o amor é assim... humano, desumano, mas inconteste, indecifrável e arrebatador.  Estou no céu. E nessa magnitude estás comigo e estarás sempre, meu amor!

Socorro Almeida

Recife, 18/07/2020

PALAVRA QUE FALTOU

Não me atrevo mais em dizer que te quero

Que sinto muito por tudo o que aconteceu

É fatal a tristeza quando a inconsequência

Supera os mandamentos da Lei de Deus!

 

Não te amei como devo amar o próximo

Muitas vezes jurei que te amo, em Seu nome

Quero te convencer sobre a minha lealdade

Verdade que me atormenta e me consome.

 

Nos próximos dias, meses ou anos

Faça uso do que Ele tanto ensinou

Porque se eu ainda tiver o que merecer

Que mereça o teu perdão, palavra que faltou!!

 

Socorro Almeida

Recife, 13/07/2020

DEUS E EU (Diálogo)

 -  Há uma coisa que não aprende.

-  Não nos é ensinado, porque?

-  Há um aliado que não se vê

-  Por caso, Ele tem o segredo?

-  No momento certo Ele dirá

-  Tudo o que eu quisersaber?

-  Só depende de querer!

-  Se eu não quiser aprender?

-  Ele sabe tudo de você!

-  Pois quero amar alguém!

-  O tempo tem!

-  Quero fugir da dor!

-  Indicará outro amor!

-  Por que a saudade dói?

-  Ele vai te aliviar!

-  Vou encontrar esse aliado tão querido?

-  O que acha que faz maissentido

-  O tempo como meu aliado!

-  Ou Eu, como Seu melhoramigo!?


Socorro Almeida

Recife, 09/05/2020

 


Nota: O Blogger mudou seu editor de postagem. Estamos trabalhando com algo um pouco diferente do editor anterior. Pedimos aos nossos visitantes um pouco de paciência até nos adaptarmos ao novo editor. Obrigado pela compreensão.

 

16 comentários:

  1. Hoje o almanaque de domingo traz um pouco de tudo, destacando uma página adorável, e belíssimos poemas, onde os poetas que desfilam, poetizam suas diferentes artes. Quero destacar também as lindíssimas ilustrações que muito versejam.
    O poeta Jorge Leite, meu amado irmão, abre o domingo no Blog, saudando o mês de agosto, com seus maravilhosos versos em um lindíssimo poema. Socorro Almeida é pura suavidade em seus belíssimos e expressivos versos, que apresentam leveza.
    O poeta convidado, Inaldo Caetano Ferreira, que fala do amor com muito sensibilidade, poemas de beleza peculiar, em versos ricos e lindos.
    Enfim, maravilhosas ilustrações que embelezam ainda mais o nosso Blog.
    Parabéns a todos que hoje desfilam por aqui. Tudo está perfeito!
    Quero agradecer aos leitores e visitantes pelo carinho de sempre. Beijos no coração cada um ❤️💙.
    Seja bem-vindo, poeta Inaldo!
    Feliz Domingo a todos!

    ResponderExcluir
  2. Muito grata aos amigos Jorge e Elisabete Leite pela costumeira consideração a minha pessoa.
    O poema de Jorge nos dá força para enfrentarmos esses momentos tão difíceis que estamos passando.
    Elisabete e seus comentários carinhosos me dão a certeza, há muito tempo, de sua grandiosa amizade.
    Hoje temos a grata surpresa de um novo talento que desabrocha para o mundo dos poetas. Este é o cantinho de descoberta, de incentivo e valorização a novos vultos da literatura, para o deleite de todos nós.
    INALDO é essa revelação. Faço votos que nessa iniciação, ele encontre razões para desfrutar de outros talentos que temos aqui.
    As ilustrações estão belíssimas como sempre. Este blog é um sucesso e sempre será!
    Quanto aos meus poemas, deixo em suas mãos para os costumeiros e carinhosos comentários.
    Abraços a todos

    ResponderExcluir
  3. O sempre esperado agosto! Neste poema encontramos verdadeiras esperanças para um novo porvir. Parabéns, dr. Jorge.

    Realmente. Estamos em época de desafios:
    Desafios contra o vírus que nos mata;
    Desafios para uma reflexão no resgate da valorização do amor pela humanidade. Assim como os desafios ao novo amor, na esperança que seja eterno e gratificante.
    Duas almas que se encontram aqui a mercê do destino. Que Deus abençoe às duas almas que se amam.
    Sim. Que melhor ousadia é romper esse silêncio e admitir as necessidades do amor, e enfrentar as adversidades, negativas ou positivas, para o engrandecimento do amor.
    Palavra que faltou ressalta a grandeza da humildade, quando somos capazes de perdoar para a elevação de nossas almas.
    Parabéns a todos que fazem este maravilhoso canto poético!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Amigos, nossa amiga Dacy comentou, por engano, na minha página. Um dia ela aprende. Kkk
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. mais uma página publicada que se soma as outras 400 para tornar seu domingo um pouco mais próximo de um domingo cultural, Além da sempre presente poeta Socorro Almeida, com seus trabalhos criativos e diversificados, trazemos um novo poeta para nosso convívio. O carioca/paulista Inaldo Caetano Ferreira debuta em nosso blog com dois lindos poemas que falam de sua maneira de amar e de como entende o amor. Faça do nosso blog seu cantinho onde imfluenciado pelas musas traga palavras para nosso encanto. Um grande abraço a Elizabete Leite e parabens ao seu comentário edificante. Socorro Almeida já faz parte do blog e a considero também uma administradora do mesmo. Boa parte dos novos poetas foram trazidos pelas mãos de Socorro Almeida. Mil agradecimentos.Aos amigos e visitantes um bom domingo, uma nova semana cheia de realizações e que o medo que tanto hoje assola nosso País seja transformado em esperanças. E esperança é o jeitinho que Deus encontra para nos dizer que tudo vai dar certo. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sabe emocionar a gente com suas palavras de incentivo e carinho. Só depois de conhecer este blog me transformei na poetisa que sou. Ainda tenho muito a percorrer e se o Papai do Céu permitir estarei sempre compartilhando com vocês essas maravilhosas emoções. Não há nada que pague uma grande amizade. Pela parte que me toca, agradeço imensamente.
      Beijos e até breve.

      Excluir
  6. OUSADIA
    É muito gratificante para nós, leitores, lermos algo tão belo. Faz com que nos sintamos dentro do poema. É ótimo ler coisas tão belas.

    PALAVRA QUE FALTOU
    Mais um maravilhoso poema que prende a atenção e nos pensar como seria bom se tivéssemos poetas é escritores com sua capacidade. Parabéns, Socorro!

    Quero me reportar ao poema AGOSTO À REVELIA, do poeta dr.Jorge Leite, que em forma de poesia atinge, com sabedoria, os corações angustiados por esse tempo tão triste.
    Quero agradecer a grande surpresa concedida pelos amigos Jorge, Elisabete e Socorro, a grande honra de me incluir no maravilhoso mundo da poesia.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo:
      ...que nos faz pensar...

      Excluir
  7. Obrigada, amigo e poeta Inaldo. Bem-vindo ao nosso blog. Abs

    ResponderExcluir
  8. Nossa! A página está linda. Belos poemas, cheios de encanto e sensualidade. Mais um poeta que brilha no blog.
    Parabéns, Sr Jorge, por seu poema de aconselhamento, bem pertinente à essa época de angústias que vivemos.
    Nossa amiga volta a brilhar como sempre. Vejo uma figura nova, de igual valor, que junta a tantos mestres da poesia.
    Grata por compartilhar essas maravilhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, amiga. Volte sempre pra nos prestigiar. Bjos

      Excluir
    2. Eu é que agradeço, em meu nome e em nome de todos, pois sem vocês este Cantinho não teria a importância que tem. Obrigada, amiga.

      Excluir
  9. Não tenho esse talento para escrever tanta coisa linda, rica em versos, rica em emoções. Sou fã dos poemas de Socorro há muito tempo. Ela é demais.
    Acompanho sempre que posso, e hoje estou a conhecer o Sr. Inaldo Caetano Ferreira, com seus belos versos.
    Faço menção ao poema Agosto à Revelia, que nos encoraja a enfrentar este novo tempo.
    Obrigada, Socorro, pela oportunidade de visitá-los.

    ResponderExcluir
  10. Faço minhas as palavras de todos: beleza, emoção, suavidade, sensualidade... ditas por amor à arte é uma benção.
    Parabéns a todos

    ResponderExcluir
  11. Sim. Sempre, sempre. Ainda mais gratificante e incentivador é ter amigos que nos incentivam e valorizam nossa arte. Obrigada, Júnior, por sua visita.

    ResponderExcluir