domingo, 11 de outubro de 2020

Domingo Criança

 ANO II - EDIÇÃO Nº 411
Tema das Imagens - Dia das Crianças

 

CAMPEÕES DO SUPERAR
Pedro Passamani

Superar mesmo, não só tentar.
Tristeza safada, atrevida,
Tenta se apossar de nossa vida.
Vem, e a gente sabe suportar.
Não adianta querer ficar.
Dor em nós é sempre repelida.
No nosso meio, para dor, não tem guarida.
Meu amor, mora em mim
Somos um do outro e fim.
Nunca estamos sozinhos.
Se sofremos, nos balsamiza o carinho.
Nos completamos em compreensão,
Entendimento, deleite e paixão.
E diferente o nosso amor,
É pleno, é líbio, é chama, é calor.
É amor que jamais vai acabar.
É o perfeito amor do só amar,
Sentimento de ternura e emoção,
Que encanta alma e coração.

ADEUS
Pedro Passamani

Não!
Não é minha vontade.
Depois do seu adeus,
Fiz de você apenas saudade.
Sofri a falta de seu carinho.
Por vaidade, você se foi,
Deixou-me aqui sozinho.
Toda tristeza e dor,
Eu calado, aguentei.
Nos caminhos, íngremes do amor,
Depois de você, nunca mais passei.
A luz da minha vida
Ficou nos olhos seus.
Tentei...
Nunca mais amei.
Me disse adeus.
Doeu, mas calei.
Lágrimas, turvando o olhar,
Felicidades, lhe desejei.
O caminho que vai,
É a estrada que vem,
Se você é o amor que sai,
No adeus deixa vago
Meu coração, para alguém.
Pode o tempo passar,
Jamais eu esquecerei,
Quando entre beijos,
Disse-me adeus.
Preocupada apenas
Com os sonhos seus.
Não sei como pode,
Me dizer adeus.

TEU AMOR
Pedro Passamani

Teu amor sou somente eu.
Amor franco, destemido e forte.
Amor sincero, todinho teu.
Amor eterno, além da morte.
Sou o teu amor,
Que viveu, viveu,
Amando-te com ardor,
Certo de que nada se perdeu.
Amor eternidade em um segundo.
Sou teu amor, que te buscou,
Na busca foi bem fundo.
E agora muito feliz estou.
Me encontro cá no mundo,
Para o qual, voltastes.
Sou o teu amor fecundo,
Pleno como sonhastes.
Sou parte imprescindível,
Do teu ser, sou o complemento;
Isso é inegável, indiscutível.
Nos encaixamos a todo o momento.
Sou o teu amor,
Sou o que a vida te ofertou.
Vivi para teu poema compor.
Da tua alma sou o que faltou.
Sou a rima contigo comprometida,
Que por milênios se extraviou.
Sou partitura esquecida,
Que ao te encontrar o poema musicou
Sou o teu amor,
De tantas vidas,
Sou as bênçãos, do senhor
Sobre nós espargidas,
Sou tua paz, tua alegria;
Sou tua certeza, teu amor,
Seu a tua segurança, tua garantia;
Sou teu legado do Criador.

QUERO-TE
Elisabete Leite

Quero-te, sempre, de corpo e alma
Deleitando-me de todo o teu amor,
Amor que me transmite paz e calma
Sentimento profundo, e avassalador...

Quero-te a cada minuto e segundo
Sem limites, nada a exigir, só liberdade
Sentimento eterno, real e profundo
Amor sincero, com desejos e vontades...

Quero-te nos instantes de felicidade
Criar origens, possuir um amor oriundo
Ficar contigo na dor, tristeza e saudade
Deixar fluir o meu amor, bem lá do fundo...

Quero-te mesmo que seja à distância
Adubando esse sentimento fecundo
Porque te amar já é uma constância
Vou gritar alto, te amo, para o mundo.

COISAS DO CORAÇÃO
Elisabete Leite

Ah, como eu posso te esquecer!
Mandar embora todo o meu amor
É que às vezes prefiro esconder
Esse meu sentimento avassalador
E simplesmente, deixar acontecer...
Acho os nossos instantes bonitos
Sei que não te deixarei nunca mais
Prefiro momentos não esquecidos
Porque negar que te amo, jamais!
Vou realizar os sonhos construídos
Eternizando o que sinto por você
Será a minha importante decisão:
Prefiro só te amar, do que te perder
Vou guardar o que sinto no coração
Desse amor ninguém merece saber
Como ocultar o que é tão aparente!
Se o que sinto é maior que o querer
Como esconder algo tão presente
Se teu sonho é também o meu sonhar
Não se esconde o que já é evidente
O essencial é não deixar o tempo passar
Se amanhã você não estiver mais comigo
Terei reminiscências para recordar
Não se esquece, o que não pode ser esquecido
Assim, viverei eternamente para te amar.

SEMPRE VOU TE AMAR
Elisabete Leite

Eu sempre vou te amar...
Com afinidade e de várias maneiras
Sou regaço quente para te acalentar
Sou o teu porto seguro, o teu celeiro...

Eu sempre vou te amar...
Com a fleuma do desabrochar da flor
Minha vivacidade é que vai te alimentar
Eu sou teu oásis, a água pura do amor...

Eu sempre vou te amar...
Do nascer do sol ao seu lindo se pôr
Pois o meu canto é para te enamorar
A mais forte melodia de meu compor...

Eu sempre vou te amar...
Com reticências... E sem ponto final,
Sem vírgulas para o amor não pausar
Meu sentimento não é nada casual...

Meu amor é intenso, forte e sem fim
Amo-te sem metáforas, só no natural
Não é ilusão nem romance de folhetim
Eu sou o teu mais belo sonho matinal.

EU AINDA CRIANÇA
Elisabete Leite

Cabelos dourados e com tranças
Um bonito laço vermelho do lado
Tinha sorriso angelical de criança
Meus sonhos eram rosas e alados...

Minha vida de encantos e fantasias
Uma caixinha com belas surpresas
Meu Universo de Contos e Poesias
Era repleto de cores e muita beleza...

A criança viajou em sua inspiração
Cruzou fronteiras, novos horizontes
Cresceu no tamanho e imaginação
Voou alto, olhou os verdes montes...

Meu mundo ainda é doce e colorido
A minh'alma permanece de criança
Meu interior tem um jardim florido,
e todo dia me encho de esperança.

COMENTÁRIO DE DOMINGO
Dia das Crianças

O Dia das Crianças é uma data comemorativa celebrada anualmente em homenagem às crianças, cujo dia efetivo varia de acordo com o país. Países como Angola, Portugal e Moçambique adotaram o dia 1 de junho. No Brasil é celebrado em 12 de outubro

Em 1925, foi proclamado em Genebra o Dia Internacional da Criança durante a Conferência Mundial para o Bem-estar da Criança, sendo celebrado desde então em 1 de junho em vários países.

A ONU reconhece o dia 20 de novembro como o Dia Mundial da Criança, por ser a data em que foi aprovada a Declaração Universal dos Direitos da Criança em 1959 e a Convenção dos Direitos da Criança em 1989

Em 1924, o deputado federal Galdino do Valle Filho lançou a ideia do Dia da Criança. Os deputados aprovaram e o dia 12 de outubro foi oficializado pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924.

Em 1940, Getúlio Vargas instituiu um novo decreto, que "fixava as bases da organização da proteção à maternidade, à infância e à adolescência em todo o País", e que criava uma nova data de comemoração, conforme o Artigo 17 do Capítulo VI: "Será comemorado em todo o país, a 25 de março de cada ano, o Dia da Criança. Constituirá objetivo principal dessa comemoração avivar na opinião pública a consciência da necessidade de ser dada a mais vigilante e extensa proteção à maternidade, à infância e à adolescência." Segundo a pesquisadora Ângela de Castro Gomes, o "comemorar", na acepção semântica, poderia ter diversas interpretações, por exemplo, poderia significar "trazer à memória", "fazer recordar" e a estreita ligação com os projetos sociopolíticos, sociais, de educação e saúde do governo Vargas, neste caso em particular, referindo-se às políticas de proteção à infância, maternidade e família.

O fato é que, por alguma razão, a data de 25 de março ficou apenas "no papel". Somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas, é que a data de 12 de outubro passou a integrar o calendário das festas comerciais. Logo depois, outras empresas decidiram criar a Semana da Criança, para aumentar as vendas. No ano seguinte, os fabricantes de brinquedos decidiram escolher um único dia para a promoção, e fizeram ressurgir o antigo decreto de 1924. A estratégia deu certo, pois desde então o dia das crianças é comemorado com muitos presentes

Esta efeméride assinalou-se pela primeira vez em 1950 por iniciativa das Nações Unidas, com o objetivo de chamar a atenção para os problemas que as crianças então enfrentavam. Neste dia, os Estados-membros reconheceram que todas as crianças, independentemente da raça, cor, religião, origem social, país de origem, têm direito a afeto, amor e compreensão, alimentação adequada, cuidados médicos, educação gratuita, proteção contra todas as formas de exploração e a crescer num clima de paz e fraternidade.

Oficialmente, o dia é assinalado pela Organização das Nações Unidas (ONU) a 20 de novembro, data em que no ano de 1959 foram aprovados pela Assembleia-Geral da ONU os Direitos da Criança. Na mesma data (20 de novembro), mas no ano de 1989, foi adotada pela Assembleia-Geral da ONU a Convenção dos Direitos da Criança, que Portugal ratificou em 21 de setembro de 1990. Nos Estados Unidos, o Dia das Crianças é festejado no primeiro domingo de junho, podendo a data variar de estado para estado em nível nacional. O Dia das Crianças e Juventude foi aprovado em 1994, quando o Legislativo do Havaí se tornou o primeiro estado do país a aprovar uma lei para reconhecer o primeiro domingo de outubro como o "Dia da Criança". Nos Estados Unidos, o presidente Bill Clinton proclamou o Dia das Crianças em 8 de outubro de 2000. O "Dia Nacional da Criança" foi proclamado pelo presidente George W. Bush em 3 de junho de 2001.

Dia das Crianças 


 IMAGENS - Pixabay - Crianças


12 comentários:

  1. Hoje, o blog Maçayó veio recheado de muito romantismo com um leve toque de sensualidade no ar. Uma página que apresenta riqueza poética de conteúdo, como também em detalhamento, organização e ilustração final. Compartilhar da mesma página com o grande poeta Pedro Passamani é deixar sangrar a alma do leitor, e extrair das entranhas um sentimento chamado amor que ele sabe definir tão bem. Um genuíno poeta romântico, que canta um amor profundo pela sua musa inspiradora, com muita leveza de expressão em versos brilhantes. Tudo por aqui respira POESIA de alta qualidade.
    Eu me identifiquei bastante com todos os belíssimos poemas dele, e destacar apenas um, seria um pecado, pois todos os poemas são dignos de muitos aplausos.
    Parabéns, poeta Pedro Passamani pela sua excelente arte! O Blog agradece pela sua participação e presença constante.
    As ilustrações estão impecáveis e muito emocionantes, elas fazem uma homenagem ao 12 de Outubro, dia da criança, e porque não dizer: a criança que existe dentro de cada um. Com uma magnífica arte final elaborada pelo grande e sábio poeta meu irmão Jorge Leite.
    Aplausos mil para esse domingo maravilhoso em nosso Cantinho do Saber, em companhia dos meus agradáveis amigos e amigas.
    Minha arte poética fala do amor eterno, um sentimento extraído do âmago da alma e sentido bem dentro do coração. Eu só espero que todos apreciem esse momento de puro romantismo.
    No comentário de domingo uma brilhante reportagem em homenagem as nossas criancinhas. Excelente iniciativa do Blog.
    Meu poema que fecha o blog de hoje, verseja a criança presente dentro da gente, o lado doce da vida, sem tristezas, somente magia.
    Obrigada pelo carinho de todos, como também dos visitantes e leitores. Quero aproveitar e homenagear a nossa criançada pelo seu dia.
    Um ótimo domingo para vocês, com muita Serenidade e Paz!
    Um abraço acolhedor no coração de cada um 🤗❤️💙.
    FELIZ DIA DAS CRIANÇAS! Parabéns, meus pequeninos pelo sorriso autêntico da inocência!

    ResponderExcluir
  2. Uau, que magnífico Blog de domingo! Temos lindos poemas, sensíveis e notáveis inspirações, com poemas românticos e perfumados da querida Elisabete Leite e do poeta amigo Pedro Passamani. Um maravilhoso comentário de domingo em homenagem ao dia 12 de Outubro, dia da criança. Parabéns aos poetas. Parabéns para todas as crianças!
    Adorei e me emocionei com as ilustrações. Parabéns para a arte final do Poeta Jorge Leite, pois todos vocês são merecedores de aplausos.
    Hoje, estou em Recife, vim passar o feriadão com meus amados sobrinhos! Beijos...
    Saudades dos amigos e amigas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga querida Betânia pelo carinho de sempre e gentil comentário. Nós também sentimos saudades!
      Aproveite seu feriado para curtir seus belos sobrinhos.
      Lembranças para seus familiares.
      Beijos em seu lindo coração ❤️💐.

      Excluir
  3. Espetáculo, muito competente o trabalho.
    Poemas belíssimos e imagens tudo a ver com a homenagem ao dia da criança.
    Excelente leitura!
    Aplausos
    Abraços em todos!

    ResponderExcluir
  4. Eis um domingo cheio de graça, de amor, de emoção. Por ser comemorado o Dia da Criança, bem lembrado nas belas fotos postadas aqui. Belíssimo trabalho!
    Nos poemas de Pedro Passamani, em versos de amor e muita emoção.
    Na leveza das poesias de Elisabete Leite, transmitindo tanta ternura.
    O comentário de Domingo, trazendo o tema sobre o Dia das Crianças, bem relevante ao momento.
    Parabéns a todos
    E ate breve, se Deus quiser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida poeta pelo carinho de sempre, seus poemas são mágicos e eu sou sua fã. O Blog e nós agradecemos sua ilustre participação e sua fiel amizade.
      Gratidão sempre!
      Beijos 😘😘❤️💐

      Excluir
  5. Respostas
    1. Obrigada querida prima poeta pelo carinho e atenção de sempre. Beijos em seu coração.😘😘❤️💐

      Excluir
  6. Aproveitando um breve momento de descanso para parabenizar mais um domingo de lindos poemas dos amigos poetas. Parabéns a todos vocês.
    Mais detalhes Socorro explicará.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga pela sua consideração e apreciação, estamos agradecidos pela sua presença. Que Deus ilumine sua vida e te ajude nesse momento tão difícil.
      Forte abraço 🤗👐👐❤️

      Excluir
  7. Passando para agradecer a todos pelo carinho e aproveito para um poema em homenagem a nossa criança. Parabéns!
    .
    DOCE INOCÊNCIA
    .
    Entre a realidade e a fantasia
    A criança viaja pelo seu mundo
    O Universo de sonhos e magia
    É agradável, colorido e fecundo...
    .
    Doce inocência que tinge a vida
    Onde imaginação voa no tempo
    Escolhendo a sua cor preferida,
    Vai colorindo o seu passatempo...
    .
    Letras se juntam e formam Amor
    Uma palavra doada por gratidão
    Branco se une ao colorido da flor
    E a pureza fica dentro do coração...
    .
    Criança acredita em lendas e fadas
    Até no palhaço que sorrir de alegria
    A criança quer ser feliz, bem amada
    Na simplicidade ela enxerga Poesia.
    .
    Elisabete Leite

    ResponderExcluir
  8. Venho aqui tirar o chapéu para os poetas Pedro Passamani e Elisabete Leite pela belíssima homenagem alusivas ao Dia da Criança, a poesia com a diversidade que toca na nossa alma e reflete no coração. Parabéns! Dentro de nós tem um pedacinho do Ser criança que possamos comemorar com altivez. 👏👏👏👏❤❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir