domingo, 3 de janeiro de 2021

Feliz 2021!

 ANO III - EDIÇÃO Nº 423

Tema das Imagens -Tema Livre

 

JANELAS DA VIDA

Pelas janelas da vida, vejo o mundo
A Flora e suas cíclicas transformações
A vastidão do mar, largo e profundo
O tempo que traz cada nova estação...

Vejo o sol gerando energia, fonte de calor
A Fauna se harmonizando no mesmo espaço
O Rouxinol que gorjeia um canto de amor
O bailar das árvores em um forte abraço...

Vejo vida e suas renovações constantes
Um vai e vem que se repete no tempo
Alegrias e tristezas de gente passante
Das emoções trazidas a todo momento...

Vejo diferentes fases, dores e amores
Risos e lágrimas, e outras sensações
O resplandecer do arco-íris e suas cores
Sinto a felicidade brotar em meu coração.

Elisabete Leite
UM DOMINGO SANGRENTO

           Era um domingo de verão, em uma pequena cidade interiorana de Pernambuco, no Nordeste do Brasil, porém o tempo estava pardacento, a chuva caía devagar e raios riscavam o céu de um canto a outro. Alfredo fechou o jornal que estivera lendo e foi até a cozinha tomar uma xícara de café para esquentar um pouco, o clima estava frio é o cenário sombrio que nem parecia ser verão. Logo depois, ele foi até o quarto, espreguiçou-se, bocejou e falou para sua esposa:
          - Querida, você ainda está deitada?
          Marina suspirou, levantou-se e respondeu-lhe:
           - Querido, o clima está penetrante e nossa cama tão aconchegante e macia; sem falar que a confraternização familiar de verão, no sítio da sua mãe, será às dezenove horas, até lá eu desperto.
           Marina foi ao banho, enquanto Alfredo aproveitou para tirar um cochilo...
            A confraternização já havia começado quando o casal, Alfredo e Marina, chegaram ao local da festa. A chuva tinha dado uma trégua, porém o tempo continuava sombrio; Alfredo se afastou de Marina e foi cumprimentar os poucos convidados que estavam presentes, enquanto Marina resolveu passear ao relento... de repente, um barulho estranho despertou Marina dos seus devaneios, e em seguida uma sequência de tiros vindos da casa principal. Marina correu desesperada à procura de Alfredo, e ficou aterrorizada com o cenário que parecia até uma cena do filme de sexta-feira 13; tinha muito sangue espalhado pelo chão e todos os presentes estavam misteriosamente mortos, com exceção dela e de Alfredo que não se encontrava naquela cena aterrorizante... Depois de muito procurar o marido, Marina o encontrou sentado, tranquilo e tomando um drinque, mas quando ele a viu, seu rosto se transformou; pegou o revólver que estava ao seu lado, disparou dois tiros matando Marina na hora, e em seguida se matou.
          Os tempos passaram... porém, nunca ninguém conseguiu descobrir os verdadeiros motivos pelo qual Alfredo havia praticado aquela tamanha chacina. Foi sim, um domingo de verão sangrento, sombrio, misterioso e frio!
São apenas devaneios, qualquer semelhança, não passa de pura ficção.
.
Elisabete Leite
AMOR, VINHO E INVERNO

.
Era uma manhã de inverno fria, silenciosa e penetrante; o vento soprava e o clima congelante não permitia que a bela Helena se levantasse… Ela já estava atrasada, para o primeiro dia em seu novo emprego. O dia estava fleumático e muito chuvoso; Helena levantou-se, afastou devagar as cortinas e estirou seu braço como se quisesse segurar a chuva, queria tocá-la, sentir sua fragrância. Ela virou-se e foi se trocar, não queria perder a primeira condução... Ao chegar ao trabalho, a jovem percebeu um clima pesado, e somente salas vazias. Ela foi ao atendente, e perguntou:
- Bom dia, senhor! Sou a nova digitadora. O que aconteceu?
- Bom dia, jovem! O diretor da empresa faleceu hoje, e não haverá expediente, mas a senhorita pode falar com o diretor adjunto, na sala ao lado. Disse-lhe.
Ela entrou na sala, e não acreditou no que viu. Sentado de cabeça baixa estava alguém que ela conhecia muito bem, um amor do passado, ela quebrou o silêncio:
- Gustavo, é você? Há tanto tempo! Você estava em Londres?
Um jovem de cabelos negros, barba expressa e bem elegante, respondeu-lhe:
- Heleninha, que prazer em revê-la! Estou de passagem. Não soube mais notícias suas!
O rapaz se levantou, a envolveu em um abraço, e a beijou nos lábios. A garota retribuiu o selinho e eles ficaram conversando por horas, que nem notaram o tempo passar...
A chuva persistia e o casal continuava conversando. De repente, Gustavo levantou-se foi até o frigobar, pegou uma garrafa de vinho e duas taças. Aproximou-se de Helena, afastou os seus cabelos, deixando o pescoço dela exposto, segurou-a em seus braços, molhou os seus lábios com vinho, e beijou-a ardentemente. A garota entregou-se por inteira, de corpo, alma e mente. Os gemidos invadiram os corredores vazios daquele ninho de amor, enquanto o vinho molhava a saliva do casal que não parava de se beijar e amar. A noite fria foi aquecida pelas chamas ardentes da paixão e assim, tudo ficou consumado. Gustavo e Helena dormiram em companhia do vinho... Já era quase manhã quando os dois foram ao velório do diretor da empresa, e nunca mais se separaram. Eles jamais se esqueceram daquela noite de amor, vinho e inverno.
.
Elisabete Leite
FELIZ 2021!

É mais um ano que se finda,
e foram intermináveis lições
Porém, faltam tantas, ainda!
Guardo, só, as boas emoções...

Velho ano com vírus presente
Que trouxe perdas irreparáveis
Muita lágrima e risos ausentes
Sofrimento e dores incontáveis...

O velho não deixará saudade,
Dos dias difíceis, sem bonança
O novo poderá trazer felicidade
Ah! Nasce uma nova esperança...

Que o novo traga saúde, Amor,
Paz, Realizações para cada um
Cenário de boa Luz e esplendor...
Um Feliz Dois Mil e Vinte e Um!

Elisabete Leite
 Sei Lá

Ei rapaz! Você viu o poeta Zé  Limeira?
Passou agora mesmo descendo a ladeira
Sentado na ponta do rabo do pavão
Comeu dez tapiocas sem deixar nenhuma beira.

Quando escrevi para o prefeito eleito
Para embossar Zé Limeira presente do Brasil
Maria Raposa gritou fininho
Quem elegeu Zé foi a turma do pastoril .

A mentira tem perna curta e o mentiroso não
 Zé não mentia era genial com suas lorotas
Na Bodega do Sr. Rochinha comia solda preta
Nos pés não, mas nas mãos usava um par de botas.

Elisabete era a sua namorada escondida
A conheceu no cordel do Pavão Misterioso
Libera o Tonho que eu te  dou dez conto
Zé Limeira é um absurdo ele ser famoso.

Emiliano de Melo
Guarabira 15 de dezembro de 2020
Nossos Mares

Navegar ao teu lado menina  me encoraja a enfrentar as tempestades mais violentas que os mares podem causar.
Preciso apenas de um piscar de olhos sinalizando a largada de um porto seguro rumos às tempestades dos oceanos.
Não precisarei de bússola para seguir o rumo desejado apenas o desejo  de ti encontrar do outro lado do mundo.
Aqui está a bússola! O amor que nos une enfrentando às tempestades da vida em qualquer mar.
Que venham as fantasias para alimentar mais ainda os nossos sonhos, nelas não há piratas que possam nos enfrentar.
Não tenhas medo menina, a nossa jangada é feita de sonhos, nunca afundará, estará sempre na crista das ondas, por mais violentas que sejam.
Vamos menina fazer nossa aventura nas profundezas do mar, aonde as sereias  irão nos receber com seus encantos e mistérios.
O que seria de nós? Se não fossem os sonhos?
Aventureiros que nos leva por lugares onde só o amor consegue chegar.

Emiliano de Melo
Guarabira 17 de fevereiro de 2020
 O Sol

O sol queima a minha pele
Enquanto caminho na minha pacata cidade
O vento faz leve afago no meu rosto
E o meu pensamento na sua direção...
Um pouco disperso e as vezes exíguo, 
na geografia que mapeia o meu corpo e o seu
Imploro ao Pai o crepúsculo,
Para que o dia descanse,
E a noite venha rápido,
E em meus sonhos eu encontre
O meu Eu em você.

Rita de Cassia Soares
Pirpirituba 12 de novembro de 2017
NOITE

A noite trouxe teu beijo
Chegou tão suave como a brisa da madrugada
Assim foi o teu beijo
Apressado com o sabor do sal
Do teu precioso suor
Senti o gosto do nosso desejo impregnado
No nosso corpo
Dilacerando cada segundo
Dos batimentos que só o coração sabe fazer
Assim foi o encontro no contratempo
Que saboreamos beijos e mais beijos
Ainda sinto e estou com teu beijo molhado e guardado
E o meu coração aqui calado
Apenas batendo forte
Pelo nosso amor.

Rita de Cassia Soares
Pirpirituba 08 de dezembro de 2016

31 comentários:

  1. Já é novo ano, vida nova, novos caminhos e renovação de esperança. O Blog Maçayó, o nosso Cantinho do Saber, está suspirando de emoção, principalmente pelo início desse novo ano, e com ele vem novos momentos, em nosso Cantinho do Saber. É sempre com grande orgulho que compartilhamos a grandiosidade da arte dos nossos queridos e grandes poetas Emiliano de Melo e Rita de Cássia que, hoje, estão reinando por aqui. Muita sensibilidade à flor da pele, com poemas lindos, criativos e expressivos. Um verdadeiro show de página, tanto em riqueza poética quanto em detalhamento e organização do nosso mentor, querido Jorge Leite, com imagens diversificadas que denotam um visual moderno e inovador. Como também a Poesia expressada de várias formas. Que na verdade, é um grande encontro de brilhantes amigos românticos, os poetas que sabem expressar o amor, e que vivenciam na íntegra tudo que escrevem.
    Quero começar falando e destacando os maravilhosos poemas da querida amiga Rita de Cássia que veio com tudo, distribuindo sorrisos com criatividade, escolhendo a natureza como inspiração para o amor. Sou sua fã amiga! Parabéns querida poeta pela sua excelente arte poética. Quero destacar também o poeta criativo e romântico Emiliano de Melo que traz para nosso deleite o seu olhar poético na descoberta da poesia romântica regionalista que faz uma homenagem ao poeta Zé Limeira. Eu amei participar da cena, ele também descreve os caminhos do mar em lindos versos.
    Parabéns Emiliano pela sua linda arte! Tudo hoje respira pura POESIA.
    As ilustrações estão impecáveis e bem pertinentes aos temas abordados. Finalizando meu comentário de hoje, quero destacar a minha arte, dois poemas e dois contos de minha autoria. O Conto "UM DOMINGO SANGRENTO" é um conto inédito feito especialmente para o Blog. Ele está fazendo muito sucesso, atualmente, pela sua temática fria e polêmica fazendo um contraste com o amor/paixão do outro conto. A magnífica arte final, de hoje, está digna de aplausos, principalmente pela arte mostrada e elaborada pelo grande poeta Jorge Leite. Parabéns poeta Jorge!
    Parabéns ao Blog e aos poetas que estão desfilando por aqui, com as suas brilhantes artes.
    Aplausos mil pela sensacional partilha 👏👏👏👏👏.
    Obrigada pelo carinho de todos, como também dos visitantes e leitores. Um adorável ano para todos!
    Um ótimo domingo para vocês, com muito amor no coração!
    🤗❤️💙🌸🌷🌹🌻💐☀️🕊.

    ResponderExcluir
  2. Bom Domingo para vocês, amigos e leitores! Acabei de receber o link do Blog da amiga Bete e por coincidência estou passando às ferias de Janeiro em Recife. Estou muito emocionada com todas as lindas poesias e contos compartilhados. Estou encantada com esse grande encontro, gostei demais do poema Nossos Mares do poeta Emiliano de Melo e deslumbrada com a riqueza do conto "AMOR, VINHO E INVERNO" sendo romântica que sou, o tema é meu forte. Como o poema NOITE da amiga Rita de Cássia. O suspense e mistério do conto DOMINGO SANGRENTO me deixou sem fôlego. Parabéns aos poetas e parabéns ao Blog por mais uma página de sucesso. Lindas imagens.
    Feliz Ano Novo para todos!
    Forte abraço!
    Até breve, vou sempre entrar em minhas férias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom Domingo, querida amiga! Quantas saudades de vocês. Um Feliz Ano Novo de muita Paz, Saúde e infinitas realizações. Obrigada pelo carinho ao comentar. Ficamos lisonjeados pela sua presença.
      Beijo em seu coração 😘❤️

      Excluir
  3. Muito obrigada querida amiga Betânia pela sua visita e seu comentário que só enaltece nossa página. Feliz Ano Novo repleto paz e saúde para todos nós. �������� Rita de Cassia Soares.

    ResponderExcluir
  4. Excelente forma de iniciar esse novo ano! Parabéns 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻❤️❤️❤️❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida prima pelo carinho de sempre. Estou feliz pelo seu gentil comentário.
      Beijinhos de bom dia!😘❤️

      Excluir
  5. Alfredo enlouqueceu... simples assim! O que o levaria a cometer uma atrocidade dessas?! Bete deixa pra nós a escolha do desfecho. Seus poemas nos permite levitar, por sua leveza e encantamento.
    NOSSOS MAREZ, de Emiliano é simplesmente lindo.
    A sensualidade de Rita no seu poema NOITE... Belo. Amei!
    Parabéns a todos. Que 2021 traga para os poetas mais inspiração, mais amor, saúde, prosperidade e realizações.
    Parabéns ao Jorge e a Elisabete, sem os quais o blog não seria o que é, naravilhosamente emocionante!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh! Estou encantada pelo seu relevante comentário, sempre somando por aqui. Tu és uma maravilhosa poeta, pois sabe versejar como ninguém. Amamos a sua presença constante.
      Beijos em seu inspirado coração.
      😘❤️🌼🍀

      Excluir
    2. Poetisa Socorro Almeida grande amiga, obrigada pelo comentário, sempre deixando-nos felizes. Feliz Ano querida paz e saúde. ������Rita de Cassia Soares

      Excluir
  6. Emiliano, onde você escondeu o Zé Limeira? Quem sabe eu o aviste na Noite, pelas Janelas da Vida?! Sei lá!!!
    Maravilhoso domingo, ao terceiro dia do novo ano.
    Parabéns a todos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida Darcy Ferreira pela sua ilustre visita, constante presença e gentil comentário. Nós agradecemos todo seu carinho e amizade sincera.
      Gratidão sempre e um beijo de boa tarde.😘❤️🍂🍃🍀🌼

      Excluir
    2. Boa noite pessoal, nesta data foi tirado desse universo terreno o meu sobrinho Kerginaldo, vítima da Covid19. 35 anos de idade de muito amor pelos pais, tios e sua esposa grávida de cinco meses.
      Me perdoem por expor o que passo nesse momento.
      O blog é uma passarela de poemas lindos que nos ENCANTAM, nos faz viajar pelo universo do imaginário.
      Dacy, obrigado por procurar Zé Limeira, ele ainda continua sentado no rabo do pavão misterioso descendo a ladeira, a procura da sua amada Elisabete Leite.
      Gostaria de escrever mais um pouco, mas peço a compreensão para a mente de um tio abatido pelas ondas dessa nossa vida Severina.

      Excluir
    3. Meus sentimentos poeta Emiliano, bem conheço a dor da perda de ente querido, Deus o receba no lar celestial. Não está sendo fácil conviver com um vírus tão letal e tão desconhecido, que Deus conforte seus familiares e cuide de todos nós livrando- nos deste mal tão cruel que está afetando o nosso PLANETA.
      Parabéns pelas lindas poesias, que Deus lhe dê inspirações para sempre abrilhantar este Blog que nos recebe de braços e coração abertos.
      Rita de Cassia Soares

      Excluir
    4. De um ente querido (correção)

      Excluir
  7. Um domingo espetacular com poesias e contos, uma doce magia no nosso despertar, é o poeta que sabe verserjar para encantar corações. A poetisa Elisabete Leite abre a janela da vida e deixa fluir seus sentimentos, já nos contos ela faz o nosso coração estremecer " Um Domingo Sangrento " onde tudo acontece, realmente uma chacina no qual não foi revelado o motivo que levou o Alfredo a comenter tão bárbaro crime. Já no segundo conto " Amor Vinho e Inverno" eu me senti protagonista da história, pois me fez lembrar momentos vividos a chuva lá fora e um bom vinho tinto suave, lindo pois fiz uma viagem no interior do meu coração lá em 2016, confesso que fiquei apaixonada pelo seu conto degustando cada aquele reencontro de Helena com o Gustavo e tudo que aconteceu com os dois foi realmente maravilhoso. O poeta Emiliano de Melo no qual tenho vasta admiração pelo seus trabalhos poéticos veio nos mostrar a sua capacidade e escreve com seu dom criando esse romance viajando nas asas do pavão e nossa Elisabete como personagem vivenciando um amor em segredo com o Zé Limeira, parabéns Emiliano ficou impressionada com sua criatividade poética. Vou expressar os meus parabéns ao ilustre poeta amigo Jorge Leite pelas magníficas ilustrações dando vida a cada tema das nossas poesias.
    E a todos poetas, leitores amigos desejo-lhes um Ano Novo de muita fé, paz saúde e que o Divino Mestre nos guie sempre.✍Rita de Cassia Soares

    ResponderExcluir
  8. É bastante gratificante o jeito de escrever de estressar quando pronúncia seus gestos de preoculpacao de saber escrever para todos que chegam a ler seu trabalho fico elogiada de tanta alegria e emoção pois admiro cada passo de suas leitura Rita de Cassia.

    ResponderExcluir
  9. Dizer mais o quê?! Tudo já foi maravilhosame bem dito. Parabéns a todos, pelos contos, pelos poemas e pelos comentários.
    As ilustrações são lindas.
    Parabéns a todos e até breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga pelo carinhoso comentário. Fico engrandecida pela sua presença constante. Obrigada pela sua amizade.
      Boa Tarde e beijos 😘❤️🍂🍃🍀🌼

      Excluir
    2. Nana minha gratidão ao seu comentário. Deus lhe proteja sempre. RITA DE CASSIA SOARES.

      Excluir
  10. Dois poetas que tenho um imenso orgulho de fazer parte dos seu seios de amizades. Rita uma amiga ímpar que só enriquece as nossa ideias com as suas. Emiliano meu querido irmão que além de ser esse poeta fantástico e também um amigo de fé o meu irmão camarada. Parabéns aos por trazer pra nós hoje um encanto de letras traduzidas numa linha imaginária fantástica que palpita a nossa alma com rimas de significado próprio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Blog agradece pela ilustre visita e comentários. Estamos no aguardo dos seus poemas para o próximo domingo.
      Boa noite para o poeta e familiares!

      Excluir
    2. Grande poeta amigo Bal, fico muito feliz e GRATA com suas palavras, amizade sincera de longas datas. Deus ilumine seus caminhos sempre. RITA DE CASSIA SOARES

      Excluir
    3. Obrigado amigo poeta Baltazar por tecer elogiosas palavras para conosco, ficamos lisonjeados e felizes em ter oportunidade de compartilhar nossos momentos com pessoas especiais que absorvem a poesia como forma de alimentos da própria alma.
      EMILIANO DE MELO

      Excluir
  11. Ótimo domingo a todos! Neste domingo abençoado temos a graça de presenciar e ler essas belas poesias, Elisabete Leite com suas poesias incríveis, "Janelas da vida" é um ensinamento e mostra a realidade muito significativa. "Domingo sangrento" é com certeza muito intenso e cheio de significados, muito bem escrito! Elisabete Leite com certeza apresentou muita intensidade em todos os poemas! Emiliano de Melo com muito romance e significado mostrou poemas belos e intensos, esplêndidos nessa tarde de domingo! Rita de Cássia trouxe esses belos poemas com muito amor e significado, Sol e Noite com grande explendor mostrou belas palavras! Parabéns a todos pelos maravilhosos poemas e um ótimo Domingo! - Gabriela Mota

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida Gabriela pelo seu carinho e sábio comentário um menina poeta que sabe brilhar com seus lindos poemas. O Blog agradece sua presença é aguarda seus lindos poemas.
      Beijinhos em seu coração 😘❤️🍀🌼🍃🍂

      Excluir
    2. Minha querida prima Gabriela Mota muito grata pelo seu belíssimo comentário. Beijos que Deus lhe abençoe sempre.
      Rita de Cassia Soares
      ��������������

      Excluir
  12. As janelas da vida abre frechas enormes para uma leitura popular e simplória que enobrece nossas fantasias com riquezas de rimas voltadas para uma sensibilidade criadora. O jogo de versos e as sintonias do poema de melo" Sei Lá" traz a simplicidade popular do poeta realista, ele tem a facilidade de contar verdades que na proeza poderia ser uma mera ficção. Parabéns! Fico feliz em lê coisa boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melo é um poeta espetacular, com uma criatividade incrível. Um dom sopro do Criador.
      Rita de Cassia Soares

      Excluir
  13. Elizabete nos deixa sempre com aquela sede de: "Quero beber mais", contos fantásticos, a poeta tem a nobreza no desenhar do lápis, no capricho com as letras de forma que o enredo torna_se aos olhos dos leitores um colírio fluidificante. O domingo sangrento esbanja porte de talento próprio e único, que só mesmo uma escritora de alto potencial tem essa criatividade. É categórica a forms de contar suas estórias. Me tornei seu fã. Grande cheiro.
    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico lisonjeada e muito agradecida pela atenção, leitura e primoroso comentário. O nobre amigo poeta fez um comentário incentivador que qualquer escritor gostaria de receber. Forte abraço! Feliz dia!

      Excluir