domingo, 9 de maio de 2021

MATER - MAMA - MOM - MAMAN - MAMÁ - PANJO - ママ- 媽媽 - μαμά - დედა - MÃE

 EDIÇÃO Nº 442

 
  ENCONTRO DE POETAS
 
MÃE Argila

Como abelha em busca do néctar da flor o meu se formou,
Resplandece as flores nas árvores para a primavera ter mais cor,
Ser mãe é ser argila na mão do Criador.

Seu corpo carrega o dom da criação e da vida,
De um amor incondicional transborda por sua cria,
Uma linda sintonia se faz a mãe com argila.

MÃE assim se define
Na palavra há poder,
Parece frágil não se engane
Vira fera se mexer,
Saúdo todas nesses versos
Muito Amada É você.

Rizonete Alves
 
     Rizonete Alves de Souza, poeta e professora, 
    é natural do Estado da Paraíba, Sua vocação 
    como educadora, formada e graduada,
    a levou ao encontro da poesia.
 
 
 
 Salve o SUS!

Cuidando bem da mulher,
Do homem desde a infância
Fazendo a vigilância
Trabalhando um bom viver
Em muito vem atender:
Prevenção ou cirurgia,
Socorro em rodovia
SAMU pega a dianteira
O SUS é nossa bandeira
É saúde todo dia

Em toda comunidade
Se encontra àquele agente
Uma pessoa contente
Ponte pra integralidade
Trabalham com qualidade
Na saúde e na endemia
Com médico a parceria
Idem dentista e enfermeira
O SUS é nossa bandeira
É saúde todo dia

Há o Brasil Sorridente
Com sua complexidade
Há hospitais na cidade
Para atender o doente
Há um bocado de gente
Que desse SUS se auxilia
Um Pai-Nosso e Ave-Maria
Com aval da benzedeira
O SUS é nossa bandeira
É Saúde todo dia

Educação popular
Como uma boa investida
É vida mais assistida
Com harmonia no ar
É canção pra se levar
Deixando mente sadia
É muito mais que magia
É cura pra vida inteira
O SUS é nossa bandeira
É saúde todo dia

Até no supermercado
Alguém vê a validade
Verifica a sujidade
O que deve ser limpado,
Produto ultrapassado
Que nos prejudicaria
É SUS pra dar garantia
Pra não comermos besteira
O SUS é nossa bandeira
É saúde todo dia

É quem cuida da vacina
Que faz imunização
Que põe corona no chão
Que alerta pra Cloroquina
É Fiocruz que ensina
Pesquisa que renderia
Que põe mote e poesia
Faz gente subir ladeira
O SUS é nossa bandeira
É saúde todo dia

Práticas Integrativas
É detalhe importante
É SUS que segue adiante
Com ações mais expressivas
É ver pessoas mais vivas
Com auriculoterapia
Uma massoterapia
Aliviando a canseira
O SUS é nossa bandeira
É saúde todo dia

Sangue e hemoderivados
Tem no SUS um endereço
Por isso é que lhe ofereço
Uns versos metrificados
Meus apelos embalados
Por sua filosofia
Contemplo com alegria
Com poesia faceira
O SUS é nossa bandeira
É saúde todo dia


Cristine Nobre Leite
29/04/2021
 
 Cristine Nobre Leite, casada, natural de Fortaleza Ceará, filha de José Leite da Silva e Maria Coeli Nobre da Silva. Radicada na Paraíba. Graduada em Odontologia pela UFPB (1995) . Especialista em Odontologia para Pacientes Especiais (2006) e Odontologia em Saúde Coletiva e da Família (2012). Foi Conselheira Municipal de Saúde, Membro da Comissão de Comunicação do CFO (Conselho Federal de Odontologia), delegada sindical SINDODONTO-PB. Atualmente trabalha como Odontóloga do Programa de Saúde da Família em Pirpirituba-PB e no CEO de Belém-PB atendendo Pessoas com Deficiência . Professora Colégio Parthenoon (2011-2013), Tutora UNA-SUS (2013-2014) e Facilitadora Cefor-RH-PB (2015). Poeta cordelista. Delegada Sindical do SINSERTA Membro da Academia do Vale do Paraíba de Cordel. Diretora Sócio Cultural da PREPOP ( Movimento Guarabirense da Poética Popular). Conselheira consultiva da CNTU.
 

 NEM TUDO É FESTA

As festas são alegria
São momentos de prazer
Embelezam a nossa vida
Animam o nosso viver.
Na luta do dia a dia
Gastamos muita energia
Precisamos reaver.
.....
É assim que tem de ser:
Povo unido e animado.
Sem as festas viveremos
Como que amofinados
E, neste viver vazio
Torna-se o tempo sombrio
Perde o significado.
.....
O povo já está cansado
Procurando uma saída
Ao festejar, nossa lida
Fica mais descontraída
Festa traz felicidade
Constitui vitalidade
E plenitude de vida.
.....
Festa é a contrapartida
Do trabalho pra valer
É o tempo de consumo
Do que se pôde colher
Tempo de satisfação
De fazer reunião
Pra comer e pra beber.
.....
Festa é descanso, é lazer
Não é um tempo perdido
A droga, a embriaguez
Não são pontos preferidos
Pra comer e pra beber
Sem sequer saber por quê
A festa não faz sentido.
.....
Festa é o tempo escolhido
Pra com os irmãos partilhar
Os testemunhos vividos
Ou, contra testemunhar
Viver diferentemente
Festejar alegremente
A mente desopilar.
.....
A festa em particular
Deve ser acolhimento
Tá no EU de cada um
Por isso é discernimento
Compromisso e lealdade
É responsabilidade
Não apenas movimento.
.....
Na dor e no sofrimento
Se envolver com o irmão
Comungar os sentimentos
Ouvindo a voz da razão
Ter, como comunidade:
O dom da espontaneidade
Na fração do próprio pão.

Valdemar Guedes
Poeta Cordelista
 

 MÃE

Bendita seja você, mulher
Que em seu ventre gerou
Um filho amado e querido
Que Jesus Cristo amou.

Bendita mulher, pura flor
Que no peito transbordou
Toda candura e amor
Que o universo salvou.

Bendita seja você, mamãe
Que seu filho abraçou
Que na hora do choro
Em seus braços calou.

Bendita, sempre bendita
Essa mulher guerreira
Sofre sendo solteira
Pobre, feia ou bonita.

Benditas todas as mães
Negras, brancas e pardas
Índias, cablocas, morenas
Mães de todas as raças

Peço ao Pai que abençoe
Nossas queridas genitoras
Para que todas elas do filho
Sejam sempre protetoras.

Rita de Cassia Soares
Pirpirituba 25/04/2021
 
 
MAMÃE, MINHA RAINHA!
Por Baltazar Filho

Mamãe! A nossa Rainha de soberana grandeza.
Uma mulher batalhadora, honesta, uma mãezona, leal e guerreira.
És o pedestal de nossas vidas, educou os seus filhos com determinação.
Sofreu dissabores, mas não se curvou e honrou os seus princípios.
A senhora foi o nosso alicerce, a nossa fortaleza, esposa fiel, uma mãe espetacular.
Posicionava-se em relação aos seus filhos com firmeza, uma exímia dona do lar.
Mulher de fibra, que costurava e na feira livre ia comercializar.
És para nós a flor mais perfumada do jardim celestial
Te amamos incondicionalmente, certos que um dia iremos nos encontrar.
Partiste em um dia luminoso, nos deixando sem chão e fragilizados.
E ainda, hoje, a sua ausência perdura em nós, uma incurável dor.
O que nos conforta é a certeza que descansa na glória do Pai com louvor.
Numa casinha branca no infinito do céu, amparada por Deus, na companhia do seu grande amor.
 
 FLOR PERFEITA

Flor de perfume rico
Aroma suave e refrescante
Cheirosa um amor bendito
Bela,simples e cativante

Mamãe, a minha mãe
A mãe dos meus filhos
Mãe do meu coração
Também de consideração

Sagrado é o teu nome
Mãe é mesmo imortal
Só mesmo ela é insubstituível
Nunca existirá outra igual.
       
              Baltazar Filho
       01 de maio de 202
 
 
 Nós, Sebastiana.

Falar de ti Sebastiana Francisca de Lima
É sim,  a maior de todas as inspirações
Em todo universo não consigo imaginar
Alguém pequenina alcançar gigantescas proporções

Na vida fomos nós dois sempre
Guiando-me pelos caminhos com luz ao fim
Tua imagem maravilhosa  está na mente
Sei que me acompanharás até o fim

Na tua escola fui um aluno aplicado
Único, recebi 100% do teu carinho,
A todo momento sinto-me ao teu lado

A saudade tua, Sebastiana é infinita
Pensar em ti é viver um filme real
Para sempre viverás na minha vida.

Emiliano de Melo
Guarabira, 05/05/2021
 

 LEITURA DE DOMINGO
 

Quando Deus Criou as Mães

Diz uma lenda que o dia em que o bom Deus criou as mães, um mensageiro se acercou Dele e Lhe perguntou o porquê de tanto zelo com aquela criação.

Em quê, afinal de contas, ela era tão especial?

O bondoso e paciente Pai de todos nós lhe explicou que aquela mulher teria o papel de mãe, pelo que merecia especial cuidado.

Ela deveria ter um beijo que tivesse o dom de curar qualquer coisa, desde leves machucados até namoro terminado.

Deveria ser dotada de mãos hábeis e ligeiras que agissem depressa preparando o lanche do filho, enquanto mexesse nas panelas para que o almoço não queimasse.

Que tivesse noções básicas de enfermagem e fosse catedrática em medicina da alma. Que aplicasse curativos nos ferimentos do corpo e colocasse bálsamo nas chagas da alma ferida e magoada.

Mãos que soubessem acarinhar, mas que fossem firmes para transmitir segurança ao filho de passos vacilantes. Mãos que soubessem transformar um pedaço de tecido, quase insignificante, numa roupa especial para a festinha da escola.

Por ser mãe deveria ser dotada de muitos pares de olhos. Um par para ver através de portas fechadas, para aqueles momentos em que se perguntasse o que é que as crianças estão tramando no quarto fechado.

Outro para ver o que não deveria, mas precisa saber e, naturalmente, olhos normais para fitar com doçura uma criança em apuros e lhe dizer: Eu te compreendo. Não tenhas medo. Eu te amo, mesmo sem dizer nenhuma palavra.

O modelo de mãe deveria ser dotado ainda da capacidade de convencer uma criança de nove anos a tomar banho, uma de cinco a escovar os dentes e dormir, quando está na hora.

Um modelo delicado, com certeza, mas resistente, capaz de resistir ao vendaval da adversidade e proteger os filhos.

De superar a própria enfermidade em benefício dos seus amados e de alimentar uma família com o pão do amor.

Uma mulher com capacidade de pensar e fazer acordos com as mais diversas faixas de idade.

Uma mulher com capacidade de derramar lágrimas de saudade e de dor mas, ainda assim, insistir para que o filho parta em busca do que lhe constitua a felicidade ou signifique seu progresso maior.

Uma mulher com lágrimas especiais para os dias da alegria e os da tristeza, para as horas de desapontamento e de solidão.

Uma mulher de lábios ternos, que soubesse cantar canções de ninar para os bebês e tivesse sempre as palavras certas para o filho arrependido pelas tolices feitas.

Lábios que soubessem falar de Deus, do Universo e do amor. Que cantassem poemas de exaltação à beleza da paisagem e aos encantos da vida.

Uma mulher. Uma mãe.

* * *

 Ser mãe é missão de graves responsabilidades e de subida honra. É gozar do privilégio de receber nos braços Espíritos do Senhor e conduzi-los ao bem.

Enquanto haja mães na Terra, Deus estará abençoando o homem com a oportunidade de alcançar a meta da perfeição que lhe cabe, porque a mãe é a mão que conduz, o anjo que vela, a mulher que ora, na esperança de que os seus filhos alcancem felicidade e paz.

 

Redação do Momento Espírita.
Disponível no cd Momento Espírita, v. 5 e no livro Momento Espírita v. 1,  ed. Fep.
Em 19.10.2011.
 
 
 
 CANTINHO DA TIA BETA
 
Sra. Lourinete Gomes da Silva Leite
  CONTIGO MUITO APRENDI


Contigo aprendi a gostar das flores
Identificar o suave aroma da vida
Diferenciar nuances, tons e cores
Tirar lições das batalhas perdidas...

Contigo aprendi a cuidar de mim,
Sentia-me salva ao tocar tua mão
Ah, teu perfume era puro jasmim!
Meu Amor morava em teu coração.

Aprendi a praticar as boas ações,
Ser grata por viver em teu jardim
A rezar e pedir a Deus em oração...

Contido tudo era bom e nada ruim
Agora tua Luz reluz na imensidão,
Mamãe, meu Amor nunca terá fim!

Elisabete Leite
(Homenagem para minha mãe, meu anjo de candura, que brilha no céu.)
 

MÃES
(Tautograma)

Mãe mensurável, mulher Maravilha!
Mito, magnificência mútua milenar
Magia, meiguice, modesta mantilha
Mestra modelo, ministra modular...

Mediadora, mantém meta, missão!
Memorável mãe, moradia milagrosa
Mantenedora, maior multiplicação
Magnífica, monumental, maravilhosa...

Mãe, mamãe, mãezinha, mãezona
Moralmente maior, melhor mundial
Matriarca mística, marca mandona
Melodia moderna, mulher maternal.

Elisabete Leite
 
 

  IMAGENS: PIXABAY 
 
 
 

 

35 comentários:

  1. Hoje, o Blog faz uma magistral homenagem a todas as mães do mundo. A minha, a sua, a nossa e nós que somos rainhas por natureza, mulheres iluminadas que vivem a encantar o jardim da vida.
    O Cantinho do Saber tem o prazer de apresentar mais duas estreantes as ilustres RIZONETE ALVES DE SOUZA e CRISTINE NOBRE LEITE, elas que vieram abrilhantar ainda mais o nosso Blog Maçayó com seus belíssimos e bem inspirados poemas. A poeta Rizonete tem uma doçura peculiar, sua alma é leve e escreve o que sente, traz para nós um lindíssimo poema em homenagem às mães. Seja bem-vinda amiga Rizonete e parabéns pela sua maravilhosa arte. Já a poeta Cristine chega encantando com seus belíssimos e bem inspirados versos que falam sobre o SUS. Seja bem-vinda amiga Cristine e parabéns pela sua notável arte.
    Ainda no Encontro de Poetas temos a presença do ilustre cordelista Valdemar Guedes com seu magnífico Cordel NEM TUDO É FESTA, uma temática muito criativa e original. Sou suspeita para falar de Cordel porque a Literatura de Cordel é uma das minhas paixões. Parabéns, Grande cordelista Valdemar!
    A querida poeta Rita de Cássia chega flutuando com sua maravilhosa homenagem ao ícone Mãe, versos brilhantes que muito emocionam. Parabéns amiga Rita!
    O grande poeta Baltazar filho abre o peito e joga para fora seus belíssimos e emocionantes versos. Parabéns Baltazar! E fechando o Encontro de Poetas o querido poeta Emiliano de Melo faz uma homenagem magnífica e também emocionante a sua mãe. Parabéns Emiliano.
    Na Leitura de do mundo uma tocante e linda mensagem sobre QUANDO DEUS CRIOU AS MÃES. Tudo perfeito nesse show de domingo dedicado a todos nós.
    No CANTINHO DA TIA BETA eu deixo meu recado para minha através de uma homenagem poética. Espero que vocês gostem.
    As ilustrações estão adoráveis que representam o jardim do coração. Parabéns querido irmão Jorge Leite pela sensacional arte final.
    Um bom domingo a todos!
    FELIZ DIA DAS MÃES!
    Um afago na alma de cada um ❤️!
    Obrigada a todos os poetas, familiares, amigos e leitores.
    Até o próximo domingo.
    Um Soneto ao amor de Mãe!
    .
    AMOR DE MÃE PARA FILHO
    .
    És o despertar da flor na Primavera!
    O brilho e nuances do sol no Verão
    Um sonho possível e não quimeras
    O deslumbre de cada nova estação...
    .
    Amanhecer e anoitecer de cada dia
    Entre melodias, a mais bela canção
    Os versos da bem inspirada poesia
    O sentimento e diferentes emoções...
    .
    Tu és o som agradável na melodia
    E a partitura da mais linda canção
    Ah, na música és interação e sintonia!
    .
    Natureza da vida e a pura perfeição
    A meiguice da criança e sua magia
    Amor de mãe para filho é no coração.
    .
    Elisabete Leite








    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada querida Elizabete Leite pela acolhida neste blog e me sinto lisonjeada em está em meio a tantos talentos e poder interagir de forma livre e espontânea o sentimento em forma de poema.
      Parabéns para todos os poetas,a equipe formadora do blog tudo muito lindo.

      Excluir
    2. Rita de Cassia Soares9 de maio de 2021 18:01

      Poetisa amiga Elisabete Leite seu comentário de abertura do blog deixa-me cheia de felicidade, creio que todos os poetas que fazem parte do mesmo.
      Tens um carinho todo especial de acolhimento, já com que os poetas sintam-se em casa.
      Obrigada pelo carinho e quero dizer que muito mim honra em fazer parte desta família.
      A família do blog Macayo.
      Gratidão sempre falo expressa meu coração.
      Feliz DIA DIA DAS MÃES.
      Deus seja ilumine seus caminhos sempre.

      Excluir
    3. Maria Laurine Mendes Mauricio18 de maio de 2021 00:07

      Lindos todos os poemas, parabéns a todos pelas belíssimas obras, em especial ao meu pai Baltazar que exerce com maestria o papel de poeta, lindas homenagens.

      Excluir
  2. Bom dia, pessoal! Um Feliz Dia das Mães!
    Mais um show de domingo do nosso Blog Maçayó. Muita emoção em interagir com este Catinho de Amigos para Amigos. Fico sempre muito emotiva ao fazer a leitura de tantos belíssimos poemas e textos. No blog encontramos acolhimento e verdadeiras amizades, aqui eu já sorri e chorei, mas acima de tudo, fui muito feliz, laços de amizade que foram se fortalecendo ao longo do tempo.
    Hoje vou comentar no geral porque às mães estão em evidências. Todos os poemas estão lindos, emocionantes e criativos. Amei o texto QUANDO DEUS CRIOU AS MÃES. todas as homenagens estão dignas de aplausos.
    Parabéns aos poetas e ao ilustrador da arte final, o amigo poeta Jorge Leite.
    Até a próxima edição!
    Abração e saudades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares9 de maio de 2021 18:06

      Obrigada Betânia você já faz desta família. Sempre assídua sou grata pelo seus comentários.

      Excluir
  3. O blog é sensacional e muito me honra está participando dele. Parabéns às mães .Parabéns aos envolvidos na construção desse blogm

    ResponderExcluir
  4. Mais um domingo de emocionantes posias.
    Parabéns a todos

    ResponderExcluir
  5. Carlos Gutemberg Junior9 de maio de 2021 13:06

    O blog hoje está transbordando de amor. Do amor mais puro e incondicional que existe.
    Parabéns a todos(as)!
    Ah! Sejam bem vindas Risonete Alves e Cristiane Nobre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada carlos e realmente este dia estar mais que especial um show de pureza nesses poemas belíssimos parabéns para todos e Feliz dia das mães.

      Excluir
  6. Emiliano de Melo9 de maio de 2021 13:10

    Hoje fiz homenagem a Sebastiana Francisca de Lima, minha mãe.
    A pessoa mais importante para mim, ela é a minha referência antes e atualmente.
    Ela é a energia que faço ponte para homenagear as demais mães de mundo.
    Beijos e abraços a elas geradoras de vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares9 de maio de 2021 14:17

      Belíssima homenagem poeta amigo,Emiliano de Melo , você deixou fluir do seu coração toda essência, seu sentimento,o mais puro Amor.
      Parabéns!

      Excluir
  7. Muito gratificante se deparar com pessoas que ainda prezam pelas coisas simples da vida como os poemas e histórias contadas aqui.Que exaltam diversos sentimentos que por vezes encontram-se adormecidos dentro de nós!!!Parabéns a todos!!!

    ResponderExcluir
  8. Que homenagem esplêndida! Parabéns aos autores, mãe é sinônimo de poesia! Feliz dia das mães para todos.🌷🌷🌷🌷🌷

    ResponderExcluir
  9. Acalma minha alma e deslumbra o meu ser tamanha belezas ao ver cada poema aqui descritos ternura e leveza cada um expõe.Muito feliz e lisonjeada por estar compartilhando com todos um pouco do meu trabalho como poeta.
    Beijos e abraços a todos em especial as mamães.

    ResponderExcluir
  10. Josenilson Rodrigues9 de maio de 2021 14:02

    Que poesias lindas de hoje. Parabéns! Feliz dia das Mães para todas.

    Josenilson Rodrigues

    Pirpirituba Paraíba

    ResponderExcluir
  11. Rita de Cassia Soares9 de maio de 2021 14:12

    Todos os dias é dia das mães,mas tem aquele dia mais especial o segundo domingo do mês de Maio,mês Mariano, é neste mês que na tradição católica dedicamos o nosso amor, o nosso carinho ,afeto aquela que gerou Jesus, Maria de Nazaré, mulher pura mulher de fé e abençoada.
    E hoje o blog Macayo abre um leque recheado de lindas poesias, onde o leitor pode sentir os sabores dos versos aqui apresentados.
    A poesia popular desabrochar cada vez mostrando a capacidade dos cordelistas que fazem parte deste blog as estreantes Dra. Cristine e Rizonete e o poeta também cordelista Valdemar Guedes ambos enriquecem este cantinho tão amado por todos. Depois vem a veterana e nobre poetisa Elisabete Leite, Baltazar Filho e Emiliano de Melo com suas poesias que deixam nossos corações emocionados com a maneira de dedicar seus versos aquela mulher que simplesmente a chamamos de Mãe.Tudo muito perfeito nas ilustrações, criação do então poeta Dr. Jorge Leite simbolizando mãe jardim, mãe flores, mãe, aquela que exala o perfume da vida que é seu filho, seus filhos.
    Parabéns a todas às todas mães deste universo.
    Um domingo de alegria, de paz, de amor para todos nós.
    Deus no comando sempre de nossas vidas.

    ResponderExcluir
  12. Hoje é o dia mais importante da minha vida, das nossas vidas, é um dia por Deus. E abençoado por Cristo!
    Hoje é o dia da minha mãe Elvira, a mãe dos meus irmãos, o amor da minha vida, das nossas vidas. Também é o dia da mãe dos meus filhos, o grande amor da minha vida, a minha esposa Edileuza, também é o dia da mãe dos meus netos, Ana Luiza, Arthur Levy e Ana Lívia, a minha negra linda, o grande amor da minha vida Laurine. E também o dia da mãe dos meus amados sobrinho a minha segunda mãe, a minha irmã Ivone, também meu grande amor. É também o dia da mamãe mais novinha das mamães da minha vida, a minha nora e filha amada, mãe do meu netinho, Tito Matteo, Sarinha. Ainda tem as minhas amadas cunhadas, meus amores, mãe dos meus amados sobrinhos, Dinha e Cristina, minhas cunhadas do coração, amo as duas . Também é o dia das minhas cunhadas amadas do meu coração, Rejane, Betinha, Eliane, Rosário e Leninha, as mães dos nossos sobrinhos. E da minha concunhada amada Gilvana, mãe dos meus amados sobrinhos.
    Quero através desse significante texto que abraça a todas as mães da minha vida, parabenizar as mães poetas deste renomado blog, aos mães comentaristas e em especial a mamãe Elizabete Leite, figura exemplar que em seu nome parabenizo a todas as mamães presentes nesse plano e ausente deste plano.

    Um grande beijo em todas, esse dia é sagrado e consagrado por Deus.

    Que maravilha, a existência do Macayo nesse planeta


    Beijão, feliz dia das mamães pra todos e todas!



    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
  13. Parabéns meu irmão por essa inspiração. Nossas mães tem que serem lembradas o tempo inteiro. Perdi a minha a oito anos atrás, exatamente em um domingo da mães. Muitas saudades e lembranças ótimas. Apoio vc sempre pq reconheço o seu talento.

    ResponderExcluir
  14. Obrigado meu irmão e grande amigo. Du Moscove, você faz parte da minha história.


    Feliz pelo seu comentário.

    ResponderExcluir
  15. Tio Bal como sempre sabe as palavras perfeitas ao descrever o amor materno da nossa saudosa vovó Elvira, que a emoçao continue sendo derramada em cada palavra sua. Um xero do seu sobrinho
    Luan Roney - Lisboa Portugal

    ResponderExcluir
  16. Que belo poema meu querido amigo e irmão Baltazar! Sábias palavras para homenagear as mães.

    ResponderExcluir
  17. Que blog lindo! Poesias maravilhosas parabéns poetas.
    Prima Rita amei sua poesia.
    Todas estão lindas. Muito rico este blog.
    Sou Ana Paula
    Caiçara PB.

    ResponderExcluir
  18. Voltando aqui para agradecer a cada um, pelo carinho de todos vocês, interagindo comentando e partilhando tanta arte. Gratidão pelas ilustres visitas e tantos sábios comentários, que também são genuínas artes. Fico lisonjeada em ter a honra de desfilar com tantos seletos poetas, fazedores da arte e construtores de pensamentos, pela força da sua natural inspiração, esse dom de escrever e tecer poesia. Aplausos! O Blog está de parabéns pela belíssima homenagem às MÃES.
    Um afago na alma de cada um. Bom Dia e uma excelente senana!
    Até o próximo domingo, com mais emoções e belas poesias!
    ❤️🍀🍂🍃🌼🌞

    ResponderExcluir
  19. Parabéns Baltazar filho!
    Um Poema belíssimo, que expressa um amor verdadeiro, que é o amor de mãe.

    ResponderExcluir
  20. Tantos poemas lindos e que com certeza trás para nós o grande significado das mães. Todo dia é dia das mães, mas nesse dia estamos prestigiando com ilustre amor pelas nossas mães, uma das formas de mostrarmos o nosso amor é com a arte, pelos poemas que prestigiamos tanto. Parabéns a todas as mães e a todos os poetas, poemas maravilhosos🥰💗 - Gabriela Mota

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares9 de maio de 2021 21:11

      MUITO obrigada prima e poetisa Gabriela Mota. Lindo seu comentário e verdadeiro. Deus lhe abençoe querida.

      Excluir
  21. Olá, boa noite!
    Após ler e apreciar cada poema desta edição tão especial; preparada para este dia tão especial; dedicado a uma figura tão especial, ilustre, magnífica, majestosa, sublime e digna de tantos outros adjetivos, que é a nossa MÃE, é hora de agradecer ao blog por mais uma honrada participação, bem como parabenizar pelo belo e excelente trabalho por ele realizado, o que faço como sempre através de Jorge e Elizabete Leite.
    Dar as boas vindas às estreantes: Rizonete Alves e Cristine Nobre Leite, que abrilhantaram o Encontro de Poetas com os belos poemas: “Mãe Argila” lembrando que mãe é dádiva do Criador, e “Salve o SUS” lembrando que o sistema é a bandeira representativa da saúde brasileira.
    Parabéns Rizonete! Parabéns Cristine!
    Enfatizar que as sétimas: “Nem Tudo é Festa”, mostram que nem toda Farra Mundana deve ser considerada como festa.
    No mais, parabenizar a poetisa Rita de Cássia com o poema: “Mãe”, o poeta Baltazar Filho com: “Mamãe Minha Rainha” e “Flor Perfeita”, o poeta Emiliano de melo com: “Nós Sebastiana”, a poetisa e contista Elizabete Leite com: “Contigo Muito Aprendi” e “Mães”, e ainda tirar o chapéu para o texto lenda “Quando Deus Criou as Mães”, pois, cada um com a sua finalidade, todos se referem àquela que por si, já nasceu grandiosa, poderosa, bonita, alegre, meiga, mandona, preocupada, princesa, rainha, majestosa, dependendo da circunstância vivida a cada situação. Parabéns poetas e poetisas iluminados!
    Por fim, agradecer de coração aos que comentaram no blog, de modo particular às poetisas Elizabete Leite e Rita de Cássia.
    Uma feliz noite de dia das mães para todos!

    Valdemar Guedes
    Poeta Cordelista

    ResponderExcluir
  22. Obrigado por visitarem o Macayo, Luan e Ruth, fiquei muito feliz com os comentários de vocês, minha querida irmã Ruthnea e meu querido sobrinho Luan Ronhey.

    Um grande abraço de todos que fazem o Macayo.

    ResponderExcluir
  23. Olá
    Parabéns baltazar!! Gostei muito dos seus poemas!����

    ResponderExcluir
  24. Olá
    Parabéns baltazar!! Gostei muito dos seus poemas!����

    ResponderExcluir
  25. Baltazar Filho sempre nos encantado com suas poesias de puro sentimento. Mamãe, minha rainha! E flor perfeita. Pura emoção. Parabéns!

    ResponderExcluir