domingo, 30 de maio de 2021

O Menino Que Queria Voar

 EDIÇÃO Nº 445
 

 CANTINHO DA TIA BETA
 
  ADÃO, O MENINO QUE QUERIA VOAR

Adão era um garoto como outro qualquer, nas suas horas vagas, vivia brincando com os coleguinhas na rua e, gostava de jogar bola, de competir no vídeo game, de andar de bicicleta, que era o seu hobby preferido, e de correr ladeira abaixo. O garoto era proveniente de uma família muito humilde, ele morava com os pais no Alto da Luz, em um subúrbio afastado da cidade, seus pais eram Catadores de Lixo, de onde eles tiravam o dinheiro para o sustento da família. Adão tinha um irmãozinho de três anos, o caçulinha do doce lar...
E mal amanhecia Adão já estava de pé, pois seus pais saiam muito cedo para labuta diária e, ele precisava cuidar do irmão menor, o dócil Carlinhos, ainda muito pequenino que até chupava chupeta. O garoto dava banho, alimentava o irmão e levava-o para Creche. Adão, depois dessa exaustiva rotina, ia para à escola, na saída da mesma, ela apanhava o irmão na Creche e seguiam subindo e descendo ladeira, às vezes com Carlinhos no colo, até chegarem em casa... Já em casa, ele começava tudo de novo; dava banho no irmão e almoçavam juntos, depois ficava esperando os amigos para as brincadeiras vespertinas, enquanto Carlinhos dormia. Adão vivia aprontando com seus animais de estimação, ele puxava o rabo do gato Mimi, escondia a comida do cachorro Totó, balançava a gaiola do periquito Arnaldo e, ficava lá dizendo: - Ainda vou te soltar, pois você precisa voar e voar à procura de um ninho! Ele ficava lá olhando para a beleza do passarinho e, nem via o tempo passar. À noitinha, era hora de seus pais voltarem da lida diária, para o garoto poder respirar melhor e realizar as tarefas escolares. Quando seus pais chegavam sempre traziam algo novo; um carrinho para Carlinhos ou outros brinquedos interessantes para Adão, tudo achado no lixão. Seu pai carinhosamente lavava e pintava os achados, deixando-os novinhos, especialmente para os filhos. Adão aos onze anos de idade tinha um sonho, ele queria voar para poder conhecer outros lugares, cruzar novos horizontes e ultrapassar seus limites...
Um certo dia, Adão amanheceu diferente, sentia dores pelo corpo todo, um mal-estar constante, uma pontada na cabeça e febre. Sua mãe vendo o estado do filho falou para o marido que iria ficar em casa. Ela entrou no quarto de Adão e ficou conversando com ele:
- Meu querido filho, o que você tem?
- Não sei mamãe! Estou me sentindo estranho. Eu posso não ir à escola hoje? Perguntou-lhe o garoto.
- Sim querido, você pode ficar descansando, que hoje não vou trabalhar e cuidarei de Carlinhos. Respondeu-lhe sua mãe.
Assim, ele ficou bem quietinho descansando... De repente, ele sentiu como se alguém estivesse olhando para ele, pois Adão já não sabia se era sonho, sintomas da febre ou se tudo era real. Logo, o silêncio foi quebrado por uma voz suave que dizia:
- Menino Adão, você está me vendo? Eu sou o Arcanjo Rafael e vamos voar juntos.
- Eu posso vê-lo, senhor Arcanjo! O que é um Arcanjo? Ah, é verdade que vamos voar?! Perguntou-lhe o garoto.
- Sou Arcanjo da saúde e da cura. Adão, “Arcanjo significa, Anjo Principal, isto é, o mais importante e está na hierarquia divina acima dos Anjos...” Claro que vamos voar, eu quero que você conheça um lugar bonito. Respondeu-lhe o Arcanjo.
- Oba, o meu sonho será realizado, mesmo doente eu vou voar! Disse-lhe o garoto chorando de felicidade.
- Não se preocupe Adão! Segure minha mão com força, feche os seus olhos, que já vamos alçar voo. Disse-lhe o Arcanjo.
Assim, Adão segurou bem firme uma das mãos do Arcanjo Rafael, fechou os seus olhinhos e sentiu a brisa fria beijar-lhe o rosto. Logo, o Arcanjo mandou Adão reabrir os olhos, foi quando ele percebeu que estava voando. O garoto ficou fascinado com a beleza do cenário, ele já não sabia para onde olhar primeiro, pois lá do alto Adão podia contemplar as ondas espumantes que quebravam à beira-mar, podia se balançar nas nuvens, rodopiar e girar no ar, ele podia até voar com um bando de Andorinhas que passeavam voando pelo azul do céu, dando um espetáculo à parte. Porém, o que deixou Abel bem triste, foi quando ele viu crianças abandonadas que dormiam pelos bancos das praças, com frio, com fome e com sede. O Arcanjo percebeu que o garoto estava chorando e perguntou-lhe:
- Por que choras, pequena criança?
- Eu choro com pena das crianças que estão sozinhas, sem família, sem carinho, sem comida, sem escola, sem casa e sem nada. Respondeu-lhe Adão.
- Poupe suas lágrimas, Anjo Menino, porque muito ainda você tem para chorar. Disse-lhe o Arcanjo.Poucos minutos depois, eles chegaram ao local pretendido, um lugar nunca visto antes pelo garoto, o cenário era deslumbrante, com muita relva verde e o colorido das flores, que deixavam o ambiente tranquilo, parecia até um Paraíso. E logo, Adão perguntou:
- Senhor Arcanjo, onde estamos? Tudo aqui parece tão perfeito!
- Adão, análise o que é perfeição para você! Diga-me o que você não pode ver aqui? Perguntou-lhe o Arcanjo.
- Senhor Arcanjo, eu não vejo meus pais, meu irmão, meus amigos, meus brinquedos achados no lixão, minha cama, minha casa, minha escola, não vejo meus animais e nem àqueles que amo. Sabe o que vejo: Minha família chorando por mim. Respondeu-lhe Adão.
- Então, para que voar, Adão! Se tudo que você precisa, você já tem! Saiba que estarei sempre te protegendo. Disse-lhe o Arcanjo.
Como em um passe de mágica, tudo desapareceu e Adão escutou a voz suave da sua mãe:
- Você se sente melhor, meu filho amado? Você estava falando sozinho?
- Oh mamãe querida, estou me sentindo muito melhor! Acho que estava sonhando. Respondeu-lhe o garoto.
Adão se levantou da cama, parou em frente a gaiola, abriu a portinha da mesma e deixou o periquito Arnaldo voar à procura de um ninho...
Os tempos passaram e Adão tornou-se um rapaz inteligente, responsável e honesto, foi trabalhar para o seu sustento e da sua família, ele não queria mais que os seus pais trabalhassem no lixão, pois ele queria que seu irmão terminasse os estudos. Desde aquele dia Adão sempre pede proteção, para ele e para sua família, ao Arcanjo Rafael.
E vocês acreditam em anjos?!

Elisabete Leite
 
 MENINO DO SINAL
De: Pedro Passamani

Faz caretas, malabarismos,
Saltita, faz mil piruetas.
Esse é o seu ardil e sofismo,
Para ganhar algumas gorjetas.
Menino do meio da rua.
Da prole é o caçula,
Tenta a mãe ajudar.
Sorri para um, outro adula.
Tomou a obrigação como sua.
No meio dos carros
Sempre a se arriscar.
Destino incerto, vive sozinho,
tentando a vida ganhar.
Acanhado estende a mão,
e pede uns trocadinhos,
Jogam moeda sem lhe enxergar.
Durante o sono, viaja é feliz.
Sai do submundo, ri um pouquinho.
Espanta a angústia e diz:
Errei tanto, ou o mundo é mesquinho?
É domingo de brisa e sol.
Meninos vão ao estádio,
Com seus pais.
Para ele, não tem futebol.
Domingo no sinal,
Pode ganhar mais.
Ganhar a vida no sinal.
Para o menino é uma festa.
Quer ser honrado, não um marginal.
vai aproveitando do sinal,
Somente o que presta.
Não se importa com o desdém
Está trabalhando,
Trabalho não e humilhação.
Não brincou, amadureceu cedo.
É verdade. menino do sinal,
É desgoverno, é omissão,
Da desumana autoridade.
 
  LEITURA DE DOMINGO
 

IBGE: Brasil tem 4,6% das crianças e adolescentes em trabalho infantil

Dados divulgados são referentes ao ano de 2019

Publicado em 17/12/2020 - 10:11 Por Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Em 2019, o país tinha 38,3 milhões de pessoas com idade entre 5 e 17 anos, das quais 1,8 milhão estavam em situação de trabalho infantil. Houve redução de 16,8% no contingente de crianças e adolescentes em trabalho infantil frente a 2016, quando havia 2,1 milhões de crianças nessa situação. Proporcionalmente, o Brasil tinha 5,3% de suas crianças e adolescentes em trabalho infantil em 2016, percentual que caiu para 4,6% em 2019. 

Os dados constam da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua - Trabalho das Crianças e Adolescentes divulgados hoje (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No ano passado, havia 706 mil crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos de idade ocupadas nas piores formas de trabalho infantil. Em 2016, esse contingente era de 933 mil. Percentualmente, 45,9% das crianças que trabalhavam estavam ocupadas em atividades perigosas em 2019. Em 2016, esse percentual era de 51,2%. Qualquer forma de trabalho é proibida no país para quem tem até 13 anos.

De acordo com a Lista das Piores Formas de Trabalho Infantil, a operação de tratores e máquinas agrícolas, o beneficiamento do fumo, do sisal e da cana-de-açúcar, a extração e corte de madeira, o trabalho em pedreiras, a produção de carvão vegetal, a construção civil, a coleta, seleção e beneficiamento de lixo, o comércio ambulante, o trabalho doméstico e o transporte de cargas são algumas das atividades elencadas.

Segundo a coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Maria Lúcia Vieira, a diminuição do trabalho infantil pode ser explicada, em parte, pelos programas de transferência de renda que tinham como objetivo evitar a evasão escolar.

Entre as crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, 66,4% eram homens e 66,1% eram pretos ou pardos, proporção superior à dos pretos ou pardos no grupo etário dos 5 aos 17 anos de idade (60,8%).

Na população de 5 a 17 anos de idade, 96,6% estavam na escola, mas entre as crianças e adolescentes em trabalho infantil, essa estimativa cai para 86,1%.

Entre as pessoas em situação de trabalho infantil, 53,7% estavam no grupo de 16 e 17 anos de idade; 25% no grupo de 14 e 15 anos e 21,3% no de 5 a 13 anos de idade.

Os grupamentos da agricultura e do comércio e reparação reuniam, respectivamente, 24,2% e 27,4% dessas crianças e adolescentes. Somadas, essas duas atividades reuniam mais da metade (51,6%) da população em situação de trabalho infantil.

O rendimento médio real das pessoas de 5 a 17 anos em situação de trabalho infantil que realizavam atividade econômica foi estimado em R$ 503. Já o rendimento médio da população de cor branca era de R$ 559 enquanto de cor preta ou parda é R$ 467.

Trabalho Infantil no Brasil
 
  LENDÁRIO PAI FRANCISCO
 
Pai Francisco entrou na roda, avante!
É inesquecível, não sai da memória, marcante!
Tão profundo que nos faz voltar no tempo, emocionante!
O menino entrava na roda tocando o seu violão, deslumbrante!
Do outro lado entrava o delegado e o conduzia para prisão, confusão!
Organizava-se uma grande roda, dava-se início a performance, uma perfeição!
Todos empolgados seguiam uma hilária melodia com palmas, vibração!
"Quando ele vem se requebrando, parece um boneco se desmanchando, uma atração!
A gurizada cantava e chorava, a brincadeira parecia ser verdadeira, empolgação!
"Quando ele vem todo desentoado parece um boneco desengonçado, animado!
A representação chegava ao final, abraçavam-se, os olhos lacrimejavam, já com saudades, realizados!
Pai Francisco é um sonho de infância maravilhoso, um conto infantil fabuloso, muito engraçado!

              Baltazar Filho
      12 de outubro de 2012
 
 POETA GERALDINHO

Em um dia sombrio, um amigo partiu, parecia um sonho.
Deixou no coração dos seus amigos, um temporal de saudades
Registrando na história de nossa terra, a partida de um imortal.
O poeta viveu carnaval, dançou frevo, no palco encenou.
Nos livros compôs versos e melodias
Escreveu contos e poesias, com maestria o seu legado consagrou
No caminho da inteligência semeou a sua semente
Marcando eternamente o seu talento de ator
Precocemente foi-se deixando o universo chorando de saudades
Partiu um poeta-ator, foi contracenar no cenário eterno, no palco da eternidade.

              Baltazar Filho
        25 de agosto de 1982
 
 

 ENCONTRO DE POETAS
 
 AQUELE TEU AMOR JOVEM

Tudo que eu poderia
Dizer sobre você
São sentimentos intensos demais
Para serem descritos

São rimas irregulares
Em versos tortos
São lágrimas erradas
Em paixões crescentes.

É você, e é muito maior que a gente.

Gabriela Mota
João Pessoa PB.
 
  REFÉM

Mais uma noite de lua,
Não posso sair.
Sou refém de um mal constante
Que rasga minha pele como navalha afiada
E me queima os olhos como ácido puro.

Mais uma noite de lua,
Não posso sair.
De braços e pernas atados
Sigo minha sina amarga
De tanto pecado já confessado
Não posso mais fugir.

Mais uma noite de lua,
Não posso sair.
Sou refém de uma culpa passada,
De maldição herdada
Que poderia ser evitada
Se tivesse fincado uma bala de prata
Em meu coração sombrio.

Mais uma noite de lua,
Não posso sair.
Sou um caçador sedento,
Refém da licantropia,
Que toma minha consciência e suga minha alma,
Que me faz solitário e me priva o amor.
Sou homem, sou lobo!?
Sou lobo, sou homem!?
Já não sei mais quem sou!

Carlos Gutemberg Jr.
25/05/2021

  SER ESCRITOR

Ser escritor é tecer sonhos, com arte
Transformando-os em realidade viva
É enxergar sentimentos em toda parte
Voar alto pela sua imaginação criativa...

É aquele que faz sorrir e também chorar
Que pode despertar as nossas emoções
Retira d'alma o genuíno sentido de amar
Leva o leitor a deleita-se de toda sensação...

O escritor escreve com leveza e liberdade
Mensagens que fluem de dentro do coração
Encanta a todos com a sua sensibilidade...

Brinca com palavras faz fluir à sua inspiração
Transmitido-nos carisma, paz e suavidade
Pelos escritores, eu tenho grande admiração.

Elisabete Leite
 
  A ESPERAR...

Aqui estou contando as horas
Os segundos e minutos pra lhe ver
Pra beijar a sua boca e sentir
O meu corpo latejando de prazer.

Sua ausência fixada em minha mente
Me enlouquecendo de desejos
Faz um vazio tão plangente
Este vazio de você!...
 
Essa ânsia por lhe ver
Essa saudade de doer
Que quando pulsa no meu peito
Se transforma em agonia
Meu amor, onde está você?

Rita de Cássia Soares
Pirpirituba 27/04/2021
 

LUA

Coisa engraçada!...
Dias atrás Júpiter corria como louco
Totalmente alucinado, procurando por ela
Ontem observei que apenas Júpiter
Se apresentou para nós
Sua encantada não se encontrava
Neste lindo cenário chamado de céu!
Perguntei ao sol onde estava a lua
Que hoje não apareceu? Ele respondeu:
- "Tenha calma! As mulheres são assim mesmo!
Elas demoram pra se arrumar
Mais tarde ela surgirá entre o céu e a terra!"
Entretanto, o tempo estava nublado
Talvez ela não queira molhar
O seu vestido brilhante
Mas pode ter certeza que ela surgirá
Quando o céu estiver bem varrido
Com seu salão livre
À espera de uma linda moça
Símbolo do AMOR, a LUA!

Emiliano de Melo
Guarabira,15/07/2019 

 
 
Todas as Imagens foram editadas com o software Picosmos Tools
 

 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

30 comentários:

  1. O Blog Maçayó, o nosso Recanto de Amigos para Amigos, está suspirando de emoção, com uma temática de fazer chorar e de arrebentar o coração de qualquer um, principalmente porque a criança tem que estar com um sorriso colorido estampado rosto, jamais com ferramentas nas mãos para trabalhar. A criança precisa de muito amor, ser feliz para encantar. O Cantinho da Tia Beta tem o prazer de compartilhar para o deleite de todos um Conto iluminado e um poema do grande poeta, Pedro Passamani, tão reluzente quanto as estrelas do céu. Parabéns, poeta Passamani pela sua belíssima arte poética!
    Já na Leitura de domingo temos um maravilhoso artigo sobre o trabalho infantil, informações precisas e reflexivas. Ainda na mesma seção o amigo e poeta Baltazar Filho chega trazendo dois lindíssimos poemas. Parabéns, poeta Baltazar!
    Já na seção de Encontro de Poetas
    Temos um grupo de seletos poetas, os nossos amigos e adoráveis poetas com as suas belíssimas artes, como: Emiliano de Melo, Rita de Cássia, Gabriela Mota, Carlos Gutemberg e eu. Cada um com seu estilo próprio fazendo a diferença nessa edição de domingo. Muita sensibilidade à flor da pele, com poemas lindos e expressivos. Um verdadeiro show de página que vai oscilando entre o romantismo e a nostalgia do nosso dia a dia; muita riqueza poética de expressão, como também em detalhamento e organização do nosso mentor, querido Jorge Leite, com imagens que denotam um visual tocante e apaixonante. Como também a Poesia expressada de várias formas e diferentes olhares poéticos. Que na verdade, é um grande encontro de notáveis amigos, são poetas que sabem expressar suas inspirações, e que vivenciam na íntegra tudo que escrevem.
    Quero parabenizar a cada um pelo intocável trabalho de equipe. Parabéns poetas pelas excelentes artes poéticas aqui compartilhadas.
    As ilustrações estão impecáveis e bem pertinentes aos temas abordados na arte literária e poética. Quero fechar meu comentário falando da magnífica arte final elaborada pelo grande poeta Jorge Leite. Parabéns meu irmão querido!
    Parabéns ao Blog e aos poetas que estão desfilando por aqui, com as suas brilhantes artes e magníficos comentários.
    Aplausos mil pela sensacional partilha 👏👏👏👏👏.
    Obrigada pelo carinho de todos, como também dos visitantes e leitores.
    Um domingo iluminado para vocês, com muita leitura e amor dentro do coração!
    Que hoje possamos refletir sobre o papel da sociedade em relação ao trabalho infantil e a nossa função enquanto educadores. Que sejamos crianças em prol da felicidade, proteção e qualidade de vida da criança.
    Saudações poéticas e um afago na alma de cada um 🤗❤️💙🌸🌷🌹🌻💐☀️🕊.
    Até o próximo domingo!

    ResponderExcluir
  2. Bom domingo, poetas e amigos!
    Sou Pedro Herique um seguidor da poetisa Elisabete Leite no instagram e venho por meio do link na pagina dela no instagram. Hoje estou emocionado, com a voz embargada é o choro preso na garganta. Tenho grande admiração pelo blog é polos poetas. Que lindo e emocionante conto, como também tidos os poemas e imagens.
    Parabéns para os poetas!
    Forte abraço! Parabéns especial a grande escritora Elisabete Leite. Sucessos para todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo Pedro pela atenção e ilustre visita. Volte sempre! O Blog, em nome dos poetas, fica lisonjeado pelo gentil comentário.
      Forte abraço e bom domingo!

      Excluir
  3. Rita de Cassia Soares30 de maio de 2021 09:54

    Que domingo lindo! Um presente do nosso DEUS! O cantinho da tia *Bete* deixou- me fascinada quando comecei a degustar da história pensei que o menino Adão estivesse em outro plano,mas depois,voltou como eu queria um final feliz, e tudo aquilo foi apenas um sonho com o Anjo Arcanjo. Creio que crianças jovens e adultos vão amar este conto, pois retrata a vida de muitas famílias no mundo, é a triste realidade, mas que também tem um final feliz como foi a do garoto Adão.
    O desfile poético sempre com a voz que expressa nos corações de cada poeta, este dom de ESCREVER que vem de DEUS aproveitamos nossas inspirações para deixá-las eternizadas no coração de cada leitor, é assim a nossa poesia canta a alegria, canta a dor e deixa sorrir o amor. Belos poemas dos nossos eternos poetas Baltazar Filho, Emiliano de Melo, Gabriela Mota e Pedro Passamani, é o brilho da arte de versejar e o blog Macayo amplia esta arte com as ideias magníficas do nobre poeta Dr. Jorge Leite, ilustrações que casam perfeitamente, parabéns por tornar nossas poesias com mais veracidade.
    Desejo à todos um belo domingo recheado de paz e poesias.
    Deus sempre presente em nossa VIDA.

    ResponderExcluir
  4. Oh tia, tudo tão lindo. É sua aluna Laurinha que ama seus contos e poemas. Sabe tia Beta estou chorando aqui em casa e mamãe também. Adão é fofo e bom menino. Quero ser como Adão e poder ajudar mamãe e papai. Estou lendo tudinho, mas mãe só quer que eu leia o Cantinho da senhora. To grande tia e quero ser igual como você. Os poemas tão lindo e as fotos do tio também. Beijo saudade das suas aulas.
    Da Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada princesa Laurinha pelo seu carinho. Eu também chorei quando fiz esse conto. Fico feliz que sua mamãe está perto de você, aproveito para enviar um abraço para vocês.
      Esse conto é iluminado porque o personagem principal é criança, assim como você.
      Um beijo de professora em seu lindo coração.😘❤️🌹🤗
      Tia Bete

      Excluir
  5. Espetacular, os trabalhos de literatura valiosa.
    Grandiosa arte de fotografia.
    Parabéns pelo belo trabalho de edição.
    Parabéns poetas, aplausos! ����������������

    ResponderExcluir
  6. Uma página espetacular, com um conto belíssimo da amiga poetisa Elisabete Leite que traz uma temática de muita Fé, boas virtudes, Amor e União de uma família. O lindo menino Adão é um encanto de bondade, ele executa muito bem sua missão na terra, vai ao paraíso mas retorna para cumprir sua missão no plano terrestre. Fico agradecida pelo oportunidade da leitura, sou muito religiosa e amei o Conto. Aplausos por esse dom, você também é um Ser de Luz amiga Bete. Tudo lindo por aqui no Blog. Já as imagens, os poemas, a pesquisa e as diferentes mensagens. Parabéns aos poetas. Estou orgulhosa em ser sua amiga de todos vocês. Bom domingo para todos e abraços... Criança precisa ser amada e brincar em seu mundo colorido.
    Saudades!!! Tchau! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Betânia pelo seu carinho e atenção e precioso comentário. Fico lisonjeada pelas palavras que enaltecem a Minh'alma. Gratidão pela sua prova de amizade.
      Saudades e beijos em seu coração lindo. Seja sempre bem-vinda.🤗❤️😘🌹

      Excluir
  7. Josenilson Rodrigues30 de maio de 2021 11:47

    Que poemas lindos foram os de hoje. Parabéns para todos.

    Josenilson Rodrigues

    Pirpirituba Paraíba

    ResponderExcluir
  8. Hoje a emoção foi completa tratando temas sobre o trabalho infantil. É importante tocarmos a alma do outro.

    Cristine Nobre Leite
    Pirpirituba/PB

    ResponderExcluir
  9. Lindo domingo, embora muito sensível e muito delicado pra mim por está vivenciando um quadro melindroso. Mas Deus está agindo e reagindo. Obrigado Pai do céu por tudo e por nós proporcionar a luz da vida. O "Senhor" é maior que tudo. Te louvamos e glorificamos pelos talentos que compartilham conosco os seus belíssimos trabalhos. Hoje com poemas lindíssimos extraídos do fundo da alma artística de cada um. Querida amiga e excepcional poeta Elisabete Leite, muito obrigado pela força, minha gratidão por te não tem tamanho. A minha admiração pelo seu talento artístico voce já sabe é mesmo verdadeira. Ao poeta Jorge, Rita e Emiliano os trabalhos de vocês alimenta mesmo a nossa curiosidade com as rimas, viajo no tempo lendo seus poemas. Gutemberg, Gabriela e Pedro, estão feras nas composições, claro Gabriela já é uma fera nos versos, mas Gutemberg e Pedro os dois nós supreendem a cada edição com suas poesias muito bem estruturadas e fortemente marcantes. Aplausos!
    Em fim o Macayo a cada edição cresce, somos gratos a todos os poetas que formam esse belíssimo quadro vivo da literatura humana, a oração e a fé remove montanhas.
    Um grande abraço em todos.

    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares30 de maio de 2021 16:32

      Grande poeta amigo Bal,gratidão pelas palavras verdadeiras, que saem de mansinho do seu coração, fazendo com que todos os poetas viagem nas asas da imaginação.
      Que Deus lhe proteja, e que como poetas, possamos eternizar nossas poesias, aqui no Blog Macayo e nos corações dos leitores, amantes das mais belas poesias. Obrigada!

      Excluir
  10. Carlos Gutemberg Junior30 de maio de 2021 15:30

    Domingo de versos inspiradores, que nos faz refletir sobre a realidade em que vivemos, mas que também nos leva a sonhar e ter esperança. Fiquei fascinado com a história do Menino Adão, que nos ensina que para ser feliz temos apenas que, de vez em quando ver as coisas com os olhos de uma criança e dar mais valor as coisas simples da vida. Quero também agradecer a todos que contribuiram e aos comentários edificantes. Parabéns a todos!

    ResponderExcluir
  11. A tardinha lendo lindos poemas com café é uma bênção que poucos aproveitam,como bem escreveu em ser escritor de nossa querida Elizabete é uma arte tranformada em realidade digo sou refém segundo nosso amigo carlos e só me resta esperar com esse belo poema as horas,minutos para parabenizar pela leitura deleite deste Domingo.
    Um forte abraço e uma semana de luz para todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Esperar o poema da poeta Rita de Cassia ☝️😍lindo.

      Excluir
    2. Rita de Cassia Soares30 de maio de 2021 18:47

      Obrigada poetisa amiga Rizonete Alves.

      Excluir
  12. Voltando aqui para agradecer a cada um, pelo carinho de todos vocês, essa atenção para com o Blog, interagindo comentando e partilhando tanta arte. Gratidão pelas ilustres visitas e tantos sábios comentários, que também são genuínas artes. Fico lisonjeada em ter a honra de desfilar com tantos seletos poetas, fazedores da arte e construtores de pensamentos, pela força da sua natural inspiração, esse dom de escrever e tecer poesia. Aplausos! O Blog está de parabéns pela belíssima partilha de hoje, fique lisonjeada com tantas palavras de acolhimento.
    Um afago na alma de cada um. Uma suave noite e uma excelente senana!
    Até o próximo domingo, com mais emoções e belas poesias!
    ❤️🍀🍂🍃🌼🎇
    Que Deus nos abençoe!👐👐👐🤗🤗🤗

    ResponderExcluir
  13. Obrigado dona Marisa pelo comentário. Um grande beijo 😘

    ResponderExcluir
  14. Olá, boa noite!
    Pelos méritos dos escritores: Jorge e Elizabete Leite, parabéns ao Blog Maçayó por mais uma brilhante edição! Aplausos aos poetas e poetisas que desfilaram com seus emocionantes poemas, fazendo a alegria e satisfação dos que fazem o blog e seus visitantes.
    ESTILO CORDELISTA:

    Parabéns ao Maçayó
    Pela brilhante edição
    Cantinho da Tia Beta
    Recheado de emoção
    Seu conto espetacular
    Nos fez sonhar e voar
    Como o menino Adão.

    Malabarismo, atração,
    Alguns saltos, piruetas,
    O “MENINO DO SINAL”
    Faz para ganhar gorjetas
    Sobre o Trabalho Infantil
    As leis do nosso Brasil
    São de fachada e gaveta.

    Baltazar Filho é porreta
    Deixa o blog mais marcante
    Com: LENDÁRIO PAI FRANCISCO
    Um poema deslumbrante
    Saudade Eterna e carinho
    Traz: POETA GERALDINHO
    Um escritor relevante.

    Versos e rimas errantes
    Paixões e lágrimas também
    Descreve assim, Gabriela
    No Jovem Amor que lhe vem
    Eis que um lobisomem bobo...
    Lobo Homem? Homem Lobo?
    Traz Gutemberg em: REFÉM.

    SER ESCRITOR vai além
    Do voo na imaginação
    Leva a chorar, a sorrir
    Faz fluir a inspiração
    Tem leveza e liberdade
    Carisma e suavidade
    No sensível coração.

    Ausência traz solidão,
    Saudade que faz doer
    “A ESPERAR” conto as horas
    Meu amor cadê você?
    A “LUA” que não brilhou
    Moça Símbolo do Amor
    Breve vai resplandecer.
    RESUMO:
    Já sonhei, pude voar...
    Com Adão e Elizabete
    Requebrei qual marionete
    Ao lado de Baltazar.
    Fui com Pedro saltitar
    Com Gabi, chorei errado
    Com Gutemberg, assustado
    Fui escritor, salvo engano
    Com Rita e Emiliano
    Esperei desesperado.

    Valdemar Guedes
    Poete Cordelista
    Olá, boa noite!
    Pelos méritos dos escritores: Jorge e Elizabete Leite, parabéns ao Blog Maçayó por mais uma brilhante edição! Aplausos aos poetas e poetisas que desfilaram com seus emocionantes poemas, fazendo a alegria e satisfação dos que fazem o blog e seus visitantes.
    ESTILO CORDELISTA:

    Parabéns ao Maçayó
    Pela brilhante edição
    Cantinho da Tia Beta
    Recheado de emoção
    Seu conto espetacular
    Nos fez sonhar e voar
    Como o menino Adão.

    Malabarismo, atração,
    Alguns saltos, piruetas,
    O “MENINO DO SINAL”
    Faz para ganhar gorjetas
    Sobre o Trabalho Infantil
    As leis do nosso Brasil
    São de fachada e gaveta.

    Baltazar Filho é porreta
    Deixa o blog mais marcante
    Com: LENDÁRIO PAI FRANCISCO
    Um poema deslumbrante
    Saudade Eterna e carinho
    Traz: POETA GERALDINHO
    Um escritor relevante.

    Versos e rimas errantes
    Paixões e lágrimas também
    Descreve assim, Gabriela
    No Jovem Amor que lhe vem
    Eis que um lobisomem bobo...
    Lobo Homem? Homem Lobo?
    Traz Gutemberg em: REFÉM.

    SER ESCRITOR vai além
    Do voo na imaginação
    Leva a chorar, a sorrir
    Faz fluir a inspiração
    Tem leveza e liberdade
    Carisma e suavidade
    No sensível coração.

    Ausência traz solidão,
    Saudade que faz doer
    “A ESPERAR” conto as horas
    Meu amor cadê você?
    A “LUA” que não brilhou
    Moça Símbolo do Amor
    Breve vai resplandecer.
    Já sonhei, pude voar...
    Com Adão e Elizabete
    Requebrei qual marionete
    Ao lado de Baltazar.
    Fui com Pedro saltitar
    Com Gabi, chorei errado
    Com Gutemberg, assustado
    Fui escritor, salvo engano
    Com Rita e Emiliano
    Esperei desesperado.

    Valdemar Guedes
    Poete Cordelista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, pois é grande poeta Valdemar, quem sabe faz ao vivo e não espera ninguém chegar!
      Seus comentários são pura emoção, coisa de poeta que faz fluir à inspiração da alma e do coração.
      Um espetáculo de momento poético, brincando com as palavras, nesse show de cordel.
      Gratidão por somar em nosso Blog.
      Parabéns!!!👏👏👏👏👏

      Excluir
  15. Olá, bom dia! Só para me desculpar com o blog, pois, por falta de habilidades com o manuseio do computador ou celular na internet, terminei enviando o comentário em duplicidade. Desculpa por favor! Não foi intencional! Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso foi formidável, pois tive a chance de de lê duas vezes sua obra-prima.
      Show de cordel em comentário.
      Bom dia, com poesia!

      Excluir
  16. Baltazar Filho, você é um verdadeiro poeta e artista que admiro. Parabéns belas poesias retratando os bons tempos de criança, cantigas de rodas. Como também nosso querido Geraldinho que partiu tão jovem, foi ser um poeta das estrelas.

    ResponderExcluir
  17. Obrigado querida amiga Lu, pelo comentário carinhoso. A paz e luz para te!🙏

    ResponderExcluir
  18. Obrigado nobre cordelista Waldemar, encantado com essa sua maravilhosa arte de nos homenagear com esse seu competentíssimo talento.
    O MACAYO agradece o seu carinho.
    Um grande abraço!

    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito Baltazar dos dois poemas principalmente do Poeta Geraldinho.

    ResponderExcluir
  20. Obrigado pelo comentário, agradecemos Gesiley. Um forte abraço do Macayo.

    ResponderExcluir
  21. Parabéns a Baltazar Filho, sempre inspirado, mostrando mais um dos seus talentos! Bravo!!!

    ResponderExcluir