domingo, 13 de junho de 2021

Amor em Siluetas

 

  EDIÇÃO Nº 447
 
 LEITURA DE DOMINGO
 
O AMOR E SUAS ESTAÇÕES
.
O amor é leve tanto quanto as folhas secas das árvores que caem no Outono, ardente como o calor do sol no Verão, perfeito como o desabrochar de uma flor na Primavera, tão aconchegante quanto uma noite fria de inverno, mas também pode ser tempestuoso, dependendo das emoções. O amor se faz presente em todas as estações.
O sentimento amor é muito intenso para ser inventado, ele cresce a cada dia mais e mais, no silêncio da Paz interior de cada um, impulsionado pela força de vontade dos dois. O amor é um sentimento que desconhece limites, chega suave e vai ultrapassando fronteiras, porque ele preenche todos os espaços d'alma, os pontinhos separados, todos os momentos de desertos, todas as arestas vazias do desamor. O verdadeiro amor, também ultrapassa os limites da emoção e da razão; quase sempre na paciência de uma construção poética, que vem fluindo do âmago, bem devagar, às vezes sem rima e sem métrica, só na liberdade do compor de cada poeta. Que sabe cativar e valorizar nas ações o que é simplesmente amar. O amor é  assim: em um simples olhar, ele acontece! Não só o olhar da visão, mas com o olhar do coração.
O amor intenso sobrevive as grandes e difíceis tribulações da vida, vence o tempo, e brinca de esconde-esconde com a distância e ausência, supera as dores trazidas pela ventania e pelas adversidades. Mas, é no silêncio que ele se encontra; o amor é movido também pela paixão; é a união perfeita dos dois momentos, amor e paixão, por isso ele se torna puramente esplendor.
O amor é assim! Ele não demarca o tempo, voa na companhia do vento, sem pensar no antes e nem depois.
Porque o amor não tem hora para acontecer, vai se instalando bem devagar... como versos construídos em uma melódica canção, porque o amor é um momento poético no coração, como o desabrochar da poesia, o seu sentimento e a sua forte emoção.
O amor se constrói no pensamento, se espalha pelos demais órgãos vitais e se instala no coração.
Afirmo pela minha experiência de quem sabe cantar o amor: "Que o amor é um Rio de emoções que deságua no Mar do coração de quem ama, e forma um oceano de sensações."
Ele é assim, sem muitas  explicações! Simplesmente amor por amor.
"Qualquer forma de amor vale a pena sentir, viver e provar."
Viva o amor!
.
Elisabete Leite
(Para todos os apaixonados)
 

“Caça e Caçadores”

Engraçado!
Sentado num parque a observar,
homens todos apressados,
com suas melhores roupas,
bem perfumados;
procurando encontrar uma presa.

Algumas poucas mulheres
passavam de lá para cá.
E todas embonecadas
pareciam também procurar,
suas presas, suas feras,
que as pudessem domar.

Continuava sentado a observar,
e neste vai e vem,
não sabia quem caçava quem.
Pouco importa. As coisas acontecem.

Os homens e mulheres
caçavam-se mutuamente.
Eram caças e caçadores,
não importam os observadores.

Eles estavam livres e puros
para serem caça e caçador.
E quem sabe,
Após ser caça
Surgisse um grande caso de amor.

E assim acontece...

Jorge Leite, São Paulo 1991.

 

 ENCONTRO DE POETAS

A CONQUISTA DO AMOR

Ah, é impossível não te amar!
O teu olhar me faz estremecer
Agora, vivo só para te enamorar
Grande satisfação te conhecer...

É um deleite sentir tuas mãos,
Que desvendam todo meu corpo
Teu amor habita em meu coração
Sinto teus beijos pelo meu rosto...

Ah, tua voz que diz: eu te amo!
Abrigando-me em teu abraço,
Logo, pelo teu nome eu clamo
Aquecida dentro dos teus braços...

Quero ficar a todo instante contigo
Aquecer-te com meu intenso calor,
Ah, vais dormir e acordar comigo!
Eternizando nossa história de amor.

Elisabete Leite

SUSSURROS DE AMOR

Ah amor, que cruzou meu caminho!
Deixou meu jardim sem espinhos,
Preencheu minha vida com carinho
Coloriu meus dias bem de mansinho...

Colocou esperança em meu coração
Fez meus risos saírem com sensação
Transformou meu inverno em verão
A minh'alma se encheu de emoção...

Amor que o destino trouxe para mim
Que faz a flor desabrochar no Jardim
Quando vai, deixa uma saudade, sem fim
Ah amor, que me faz ser feliz assim!

Fala para mim, eu te amo, todo dia!
Faz parte dos sonhos e das alegrias
Canta para mim diferentes melodias
Retribuo-lhe com afagos e poesias.

Elisabete Leite
 

Bodas de Paixão

O tempo vai passando devagar
E marca bem nossos momentos
Da manhã de sol brilhante
Do arco-íris no céu
Dos tempos e contratempos
Da dúvida do sim
Do não querer dizer não
Vai passando, tudo lentamente
Os momentos de fugas e decepções
Aquelas mensagens de amor
Revelada em seu coração
Marcas no tempo das lágrimas escondidas  
Daquela quase despedida
Lembro das mensagens que não eram suas
Mas que me faziam sofrer
Até pensar em desistir  de amar você
O meu coração plangente
Gritava de dor para desistir do seu amor
Mas você falou,em uma mensagem
Que amenizou minha dor
Só se olhar olhos nos olhos para tudo terminar
O que mal começou,  não pode   assim acabar,
Naquele momento, renasceu em mim
A força  para continuar
Pois o verdadeiro não podia assim desmoronar
Você provou o seu amor
E com muita alegria em
2021 vamos comemorar
 As  nossas Bodas de Paixão
E o nosso amor viverá.

Rita de Cassia Soares
Pirpirituba 31/12/2020

Fitar

Atiraste em mim sem piedade
O teu tiro me estremeceu
O meu corpo ficou sem dono
 Laçado por um amor somente teu

O teu fito com o meu fito
Se comprometeram aquela manhã
Numa cena de Hollywood
Entre a mocinha Jane e o herói Tarzan

Aquele fito retrocede a décadas
Pareceu coisa de criança
O arco- íris foi testemunha à época

O fito trouxe a tona uma lembrança
De um amor guardado no peito
A partir daquele fito formou-se uma aliança.

Emiliano de Melo
Guarabira 09/12/2020
 

Caminhada

Tão longe e tão próximos.
Sentimentos expostos.
Terras longínquas
O que deveria afasta-los
Os une.
Amigos, amantes ou
Almas gêmeas?
Que ignora tempo e distância.
Uma dupla que trilha caminhos
há milhares de anos.
Caminhos desconhecidos
a serem desbravados.
Nesse ritmo estarão a desfrutar das maravilhas prometidas por Deus.
Transbordando em seus corações,
a mais infinita tranquilidade e inquietação jamais sentidas. Na interminável antítese das suas vidas.

Sol&Lu@
Pirpirituba 18/05

Tempo
Vejo o tempo passar
aos meus olhos, como névoas por sobre as águas do mar.
Vejo a vida se esvaindo entre os dedos dos homens maus intencionados;
Vejo o amor se esforçar para mostrar o que há de melhor na terra;
Aí olho e vejo os homens se abstendo de tudo que é bom para viver o mais cruel dos atos.
A descrença em Deus!

Sol&Lu@
Pirpirituba 18/05
 

MAR DE ROSAS 🌹

Se o mar fosse mesmo de rosas, teria as suas bordas rebordadas pelas pétalas das rosas amélias.
Se as rosas formassem um tapete espumante cobrindo o oceano com a sua extensão abundante.
Variava a sua cor, as rosas perfumavam o seu desagradável odor e o aroma ficaria degradante.
Mas, imaginem se o mar predominase a sua cor, a maresia perdesse o seu forte odor e fosse substituído por insenso no ar?
Harmonizaria o denso aroma de suas águas, contemplaria o cheiro maravilhoso das rosas.
E seus segredos misteriosos poderiam compartilhar.
Mas, as rosas não falam, simplismente exalam um perfume revigorante semelhante a um bálsamo secreto, extraído do fundo do mar.
Se o mar fosse bordado por rosas brancas, teria em suas bordas pétalas rejuvenescedoras para conservar a sua plenitude e o planeta embelezar.

               Baltazar Filho
          20 de maio de 2021
 
Contradições Morrem
Luiz Manoel de Freitas

O som do silêncio massageia minha alma,
Como o toque angelical dos dedos teus.
A claridade da escuridão reflete em mim,
Como o brilho do teu olhar que me ilumina.

Alucinado pelo teu cheiro, escuto o trovoar
No silencioso grito de SOS do trovão que ecoa,
Enquanto, o raio corta o firmamento e cai sobre a terra
matando a rosa, que por ventura não é única,
Já que sua semente brota, ao calor do sol gélido,
E aquecida pela chuva.

Floresce, como um novo e sólido sentimento.
Aquele que nos enche de furor. É o amor,
Que de tão verdadeiro flui, transpõe, transpassa,
Porém, tropeça nas contradições que contrariam,
Mas não matam. Morrem.

Pirpirituba- PB 
 

À Minha Saudade
Sheyla Maria

Ao ter saudade de ti, minha saudade,
No jardim dos meus sonhos te encontro,
Rego a lembrança que então me invade,
Com as lágrimas que caem do meu pranto.

Não quero tê-la murcha decaída,
Desbotada, feia e amassada,
Pois és a razão de minha vida,
Dá-me a certeza que fui amada,

Traz-me de volta o mais belo sorriso,
Um olhar terno meigo e profundo,
A paz e o aconchego que preciso,
O beijo mais doce que existe no mundo

Reviver os Momentos
 
Já vivenciei
Muitos casos, fatos e atos da minha vida.
Tive momentos de grande alegria e tristeza.
Momentos de grande presteza,
De admiração e dedicação à natureza,
Momentos cheios de beleza,
Que fizeram me sentir uma alteza.

Em alguns precisei optar, ocultar, negar e renegar,
E até foi necessário me guardar e resguardar.
Em outros apresentei, representei e até detestei,
Mas, amei, vacilei e sonhei.

Momentos que não registrei,
Aqueles que guardei e as noites que te dediquei.
Nos anos que te esperei, um século atravessei
Estrelas contei, nunca terminei,
E nada posso esquecer,
Tenho mais é que reviver.

Dalvanira Freitas
 
 CANTINHO DO CORDEL
 
 COMUNIDADE

Famílias esfaceladas
Dissabores, confusão
Poder Público dita regras
Provoca insatisfação,
Rixas e rivalidades...
Pra fazer comunidade
Não basta só ser cristão.

É o custo da união
A sua sobrevivência
Poder que emana da cúpula
Não traz boas consequências
Nem mesmo a própria igreja
Por esforçada que seja
Promove a sua existência.

Humildade é a essência
Do ideal da igualdade
Só com os dons disponíveis
E Gestos de Humanidade
Nossas ovelhas perdidas
Resgatar-lhes, dar-lhes vida
Fazemos comunidade.

Promover atividades
Num esforço por igual
Desempenhar cada ação
Vendo os outros como tal
Comunidade perdoa
O perdão é coisa boa
É o mais essencial.

Pra o poderoso, é normal
Ver o menor se reduzir
Provoca seu sofrimento
A fim de lhe destruir
Somente em comunidade
Surge a oportunidade
De forças pra resistir.

O cristão deve servir
Está na lei claramente
Só nascem comunidades
Da ação conjuntamente
O Serviço Voluntário...
Não apenas por salário
É um meio eficiente.

Desafio permanente
No seu mundo inibido
De Deus, privilegiado
Pelos outros, esquecido
O humilde, quem mais serve
Sendo ele quem mais deve
Receber e ser servido.

Vida em comum, faz sentido
Quanto à evangelização...
Testemunhar Jesus Cristo
Na pessoa dos irmãos   
Dos testemunhos vividos  
Decerto o mais exigido
Está na fração do pão.

Entre os primeiros cristãos
Tudo era fracionado...
Punham tudo em comum
Surtia bons resultados
Quem possuía riqueza
Dividia com a pobreza
Não tinha necessitados.

O pobre é menosprezado
Não tem reconhecimento
No seu total desconforto
Por faltar-lhe provimento
Mas vive em comunidade
A Cristo, tem lealdade...
E n’Ele encontra alento.

                      Valdemar Guedes
 


 



34 comentários:

  1. A edição do Blog Maçayó de hoje é puro romantismo, é versejar o amor em diferentes olhares e vários sentidos. E para iniciar meu comentário, nada melhor que versos viajantes, que tocam a alma e migram direto ao coração.
    "Procurei-te no céu nas estrelas e no luar, encontrei-te em meus braços, pois o melhor da vida é te amar." Viva o amor!
    Muito emocionada, lisonjeada, agradecida e feliz por mais uma edição publicada aqui, no Cantinho do Saber, deste vez uma homenagem ao dia dos namorados, não só aos que estão juntos, mas para todos que sabem expressar diferentes maneiras de amar. Muita sensibilidade, fortes emoções e leveza nos voos poéticos, que na verdade é um grande encontro de seletos poetas, cada qual com o seu modo de expressar seus sentimentos, o amor em destaque e a poesia romântica em foco. No conjunto, ficou uma belíssima e expressiva página de domingo, é romantismo para dar e vender. As imagens singelas de casais em siluetas, embelezam ainda mais este momento de arte literária. Edição que é o ponta pé inicial das festividades juninas, com o nosso Santo Casamenteiro, Santo Antônio. Na Leitura de Domingo compartilho uma crônica que descreve o amor sentido no coração, sentimento tangível que contamina o corpo, a alma e a mente, gruda feito argamassa no pensamento, com pinceladas de paixão, sem ser vulgar, e sim puro, enquanto existir e durar. Pois, qualquer forma de amor vale a pena! Ainda nessa seção, meu querido irmão e grande Jorge Leite traz um encanto de poema com versos magistrais, CAÇA E CAÇADORES, lindo demais poeta. Parabéns para nós!
    No Encontro de Poetas temos um desfile de lindíssimos poemas, todos sem exceção de nenhum, estão brilhantes e emocionantes. Temos muita sensibilidade à flor da pele, com um grupo de elite, muito romantismo e um toque de reflexão no ar! Quero aproveitar e parabenizar a cada um que carinhosamente compartilharam suas magníficas artes. Irei tecer meus elogios de forma coletiva porque são tantos grandiosos poetas nesse blog que fica até extensivo defini--los. Aos estreantes meus parabéns pelas lindas artes, e sejam bem-vindos!
    Já no Cantinho do Cordel o mestre cordelista Valdemar Guedes brilha feito uma Estrela Cadente, e compartilha um sensacional cordel, com uma temática realista e reflexiva. Parabéns, poeta maior!
    Quero agradecer ao querido poeta Jorge Leite pelo seu sempre carinho na hora de fazer a arte final! O resultado é este... Um sonho poético, um deslumbre de partilha. Bom domingo a todos!
    Parabéns a todos mais uma vez! Muito amor no coração de cada um. Porque nada melhor que amar é se sentir amada.
    SALVE SANTO ANTONIO! SHOW DE BLOG!!!
    Até o próximo domingo e edição!

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Obrigada professor Marciano Dantas pela contribuição em belos comentários.
      Abraços poéticos e bom domingo!

      Excluir
    2. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:45

      Obrigada professor Marciano Dantas.

      Excluir
  3. Bom dia, poetas! mais um domingo cheio de emoção a flor da pele. Essa edição está magnífica. parabéns a todos e obrigada pela pela arte expressa em cada verso. 👏👏👏🌷🌷🌷

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga pela adoráveis palavras de incentivo aos poetas deste Cantinho do Saber. Gratidão pelo atenção!
      Saudações e bom domingo!

      Excluir
    2. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:43

      Realmente hoje o bolg exalou o mais puro perfume *AMOR*.

      Excluir
  4. Bom domingo para todo mundo! Cheguei para prestigiar o Blog de hoje que está muito lindo e romântico. Eu que sou admirador da pó da poesia r da arte em geral, tiro o meu chapéu para todos os participantes do Blog, com seus poemas lindos, em especial a poetisa Elisabete Leite. Sua crônica Elisabete esta perfeita e fez uma definição coerente do amor, em todas as estações. Parabéns aos poetas e poetisas!
    Do amigo Paulo Henrique,
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo Paulo Henrique pela ilustre visita e gentil comentário, nós que fazemos o Blog Maçayó agradecemos a sua preferência da boa poesia, que é a essência da arte. E aqui neste Recanto temos magníficos poetas e amantes da arte em geral.
      Abraços poéticos!
      Volte sempre!

      Excluir
  5. Ah, que linda e emocionante Crônica! Bem atual, um tema muito apropriado ao dia dos namorados. Estou aqui encantada, fico esperando o domingo para ler as belíssimas histórias da amiga poetisa Elisabete Leite e os magníficos poemas dos poetas. As imagens são meigas, singelas e sensíveis, assim como a escritora, bem pertinentes ao tema do Blog. O poeta Jorge Leite é perfeito em tudo que faz. A página toda tem bastante Cultura e muita Tradição neste blog. Parabéns para todos vocês com as suas maravilhosas artes. Amei o cordel do poeta Valdemar, como também todas as poesias!
    Saudades...
    Feliz Dia de Santo Antônio!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga querida Betânia pelo seu sensível e maravilhoso comentário. Nós que fazemos o Blog ficamos felizes e agradecidos por todo seu carinho ao comentar.
      Beijos em seu coração.
      Feliz e abençoado domingo!

      Excluir
    2. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:41

      Obrigada Betânia você sempre assídua ao blog, isso me deixa feliz.

      Excluir
  6. Superando na sensibilidade poética Elizabete nos presenteia e abre com um texto pra lá de romântico. E a partir deste desfilam poemas cheios de sentimentos sutis explícitos. Suspiram palavras que transpiram e respiram amor. Amor...sem raça, sem cor. Sexo ou religião. Parabéns.

    Luiz Manoel de Freitas
    Superintendente Técnico do Projeto Reviver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada poeta Luiz Manoel de Freitas pelas palavras recheadas de sensibilidade e reconhecimento poético. Fico lisonjeada e feliz pela sua maravilhosa contribuição e belíssimo comentário.
      Saudações poéticas.

      Excluir
    2. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:39

      Muito grata poeta Luiz Manoel de Freitas, pelo comentário de elogios este espaço tão rico de poesias.

      Excluir
  7. Belos poemas. Parabéns a todos, o amor é o tema por excelência.
    Um grade e amoroso abraço a todos os poetas do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:37

      Gratidão pelo seu reconhecimento.

      Excluir
  8. Um abraço minha querida Rita. Lindos poemas e valorosos poetas. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:36

      Mesmo não tendo a identificação, agradeço de coração, pelo comentário e pela visita ao blog.

      Excluir
  9. Olá amigos! Começo desejando uma boa tarde pra todos do Macayo.Falo para vocês que " O AMOR EM SUAS ESTAÇÕES" da renomada poeta e contista Elisabete Leite já abre o blog nós dando a maior cobertura literária que precisamos em todos os momentos. Caça e Caçadores do nobre e intelectual poeta Jorge Leite, deixa um gostinho de ser a presa a espera do seu caçador. No Encontro dos poetas: O encontro do amor e sussuros de amor de Elisabete Leite. Bodas de paixão de Rita de Cássia. Fitar de Emiliano Melo. Caminhada e Tempo de Sol&Lua. Mar de Rosas de minha autoria. Contradições Morrem de Luiz Manoel. A minha Saudade de Sheyla Maria. Reviver os Momentos de Dalvanira Freitas. O cordel " COMUNIDADE" é fantástico! Aplaudo de pé o grande poeta e cordelista Waldemar. Em fim hoje os artistas que agregaram este espaço, vieram mesmo inspirados para colorir os nossos olhos e transbordar de emoções os nossos corações com tanta intelectualidade.
    Parabéns a todos os poetas do Macayo e aos comentaristas que muito nos honram com seus comentários carinhosos. Um grande abraço.
    BALTAZAR FILHO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:34

      Meu amigo poeta Baltazar Filho seu comentário sempre enaltecendo-nos. Muito obrigada por todas palavras relevantes a nós poetas. Hoje o blog acendeu a chama do amor.

      Excluir
  10. Feliz fim de tarde para todos e parabéns pelos belos encontro de amor descritos no blog de hoje como sempre nos trazem a magia e o encanto da poesia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:31

      Gratidão poetisa Rizonete pelo magnífico comentário.

      Excluir
  11. Josenilson Rodrigues13 de junho de 2021 17:48

    Excelentes poemas, muito lindo. Parabéns.

    Josenilson Rodrigues
    Pirpirituba Paraíba

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:29

      Meu grande amigo Josenilson Rodrigues, obrigada pela visita ao nosso blog.
      Seu comentário é de suma importância para todos nós.
      Deus lhe proteja.

      Excluir
  12. Rita de Cassia Soares13 de junho de 2021 18:28

    Em comemoração ao dia dos namorados, o blog Macayo deixou sua passarela mais romântica, mais acolhedora, salutar para os amantes da mais bela poesia. E eu sempre digo o poeta eterniza seus poemas, extravazando tudo o que o seu coração fala o amor direto e indireto, aquele amor escondido, sofrido mais correspondido,assim somos nós um pedaço de cada cor que o universo traduz.
    O amor que é amor exala a essência da vida e faz o coração delirar, a nossa poetisa contista Elisabete Leite transborda todo romantismo no seu conto e demais poetas, completam de uma forma peculiar a sintonia do AMOR.
    Belas siluetas enriquecem cada poema.
    E o espaço do cordel abrilhanta mais a página com o cordelista Valdemar Guedes.
    Parabéns aos eternos poetas que sabem desfrutar seus sentimentos em forma.
    Um final de semana abençoado para todos nós.
    QUE DEUS ilumine nossas inspirações, para cada vez mais o amor superar as divergências.

    ResponderExcluir
  13. Poemas impecáveis, o amor sempre trazendo o melhor das palavras!! Grandes poesias, parabéns a todos💕💕 - Gabriela Mota

    ResponderExcluir
  14. Olá, boa tarde!
    Venho agradecer pelo compartilhamento do poema: COMUNIDADE, onde tento mostrar que a partilha de dons faz a diferença na vida do cristão. Enaltecer os poetas e poetisas que deram o de melhor em seus poemas e brilharam com BLOG MACAYÓ nesse domingo dedicado aos namorados, em cuja página predominou o amor e transbordou emoções. Fazer ênfase aos poemas “O Amor e Suas Estações”, A Conquista do Amor” “Sussurros de Amor” e “Bodas de Paixão”, por identificarem-se mais estreitamente com a data supracitada. Agradecer de coração a todos os visitantes do blog que brilhantemente teceram seus incentivadores comentários, contribuindo assim para um brilho maior do nosso Cantinho do Saber, de modo particular à Elizabete Leite, Rita de Cássia, Betânia e Baltazar, sem esquecer jamais do nobre poeta Jorge Leite com seu deslumbrante Toque Final abrilhantador.
    Fiquem todos com Deus e até o próximo domingo se Deus quiser!

    Concluindo:
    De amor à torto, à direita
    O blog está recheado
    No Dia dos Namorados
    Deu “Amor em Silhuetas”.

    Amor nas Quatro Estações
    É leve, ardente no peito...
    Aconchegante, perfeito
    Movido pelas paixões.

    Mulheres embonecadas
    São caças pra caçador
    Que, da caça que caçou,
    Tornam-se presas caçadas

    Na “Conquista do Amor”
    Impossível não te amar
    Dormir contigo e acordar
    Aquecer-te em meu calor.

    “Sussurros de Amor”, enfim
    Enche a alma de emoção
    Dar esperança ao coração
    Deixa saudades sem fim.

    Lágrimas, decepção...
    Forças pra continuar
    E o nosso amor viverá
    Nossas “Bodas de Paixão”.

    Fui “Fitar” no fito teu
    Ficamos comprometidos
    Fui laçado e envolvido
    Num amor somente teu.

    “Caminhada” interminável
    Tranquilidade infinita
    Beleza, das mais bonitas
    Cruzam trilhas, intocáveis.

    O “Tempo” não vai parar
    Há homens cruéis na terra
    O amor não faz a guerra...
    Basta em Deus acreditar.

    Rosas para perfumar
    Colorir todo oceano...
    “Mar de Rosas” traz o plano
    De o planeta embelezar.

    Sentimentos de furor
    Do amor que flui, contagia
    “Contradições, contrariam
    Morrem” e não matam o amor

    A lembrança que me invade
    Pranto e lágrimas choradas
    Ao sentir que fui amada...
    Dedico “À Minha Saudade”.

    Ao “Reviver os Momentos”
    Sem de nenhum esquecer
    Tenho mais é que viver...
    São apenas sentimentos.

    Valdemar Guedes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita de Cassia Soares16 de junho de 2021 12:16

      Obrigada nobre poeta amigo Valdemar Guedes. Seu comentário de uma forma poética enaltece nossa inspiração, pois sei que suas palavras saem de dentro do seu coração, sabe versejar com rimas ricas, um sábio poeta que tanto admiro e respeito.
      Que Deus ilumine seus caminhos sempre.

      Excluir
  15. Sábio Valdemar, poeta maior, que contribui com nosso Blog de todas as maneiras; com rimas de mestre em seu cordel encantado, ou com seu show de comentário improvisado, ele é cordelista brilhante e sabe com perfeição passar o seu recado. Pois quem sabe faz ao vivo, não espera acontecer. Um magnífico momento de arte que retrata a grandiosidade dos poetas que somam por aqui. Um poeta iluminado e sempre gentil com todos.
    Quero agradecer pelas palavras que voam e encantam. O seu comentário embeleza ainda mais este Recanto de arte que é o Blog Maçayó, de amigos para amigos.
    Parabéns pelo Cordel e pelo majestoso comentário. Muito emocionada e feliz.
    Abraços poéticos!!!

    ResponderExcluir
  16. Ah! nobres poetisas: Rita de Cássia e Elizabete Leite! Minha gratidão sincera pela acolhida e a lealdade para comigo! Boa noite!

    ResponderExcluir