domingo, 20 de junho de 2021

Um Olhar Além do Horizonte

 EDIÇÃO Nº 448
 
  Cantinho da Tia Beta
 
   UM OLHAR ALÉM DO HORIZONTE
.
         
Maria da Luz é uma boa menina que vive a sonhar. Ela mora, com os pais, em uma simples casinha no vilarejo. A garota é uma criança iluminada, muito alegre, de bem com a vida e seus raios de bondade brilham por todos os lugares. Mesmo sendo muito humilde, ela consegue ver beleza ao seu redor. Ela é prestativa e gosta de ajudar todo mundo. Quando Maria da Luz passa por alguém seu brilho reluz no coração das pessoas, que logo, ficam iluminadas também. O seu pai, José da Luz, é um ajudante de carpinteiro que ganha o pão de cada dia fabricando pequenos objetos com sobras de madeira e depois os vendem na feira livre. Já sua mãe, Maria Anunciada, é a lavadeira de toda vizinhança, uma trouxa de roupa aqui e outra ali e, vai ganhando trocados para ajudar nas despesas. A menininha vive soltando suspiros de felicidade pelos quatro cantos da casa. Ela varre o quintal, canta suaves melodias, toca e rega as flores que, logo, desabrocham para o mundo.
          Certa tarde, Maria da Luz vai ao quintal, como de costume, e fica sentada embaixo da velha bananeira revivendo sonhos que sonhamos acordados, e lá fica meditando e se questionando o que pode existir por detrás do arco-íris, além do horizonte. É nesse momento de meditação que ela adormece... De repente, ela é transportada para outro lugar; um cenário de cores, onde margaridas valsam ao som do vento e, o manto verdejante que cobre o campo tem aroma de jasmim. Logo, ela veste-se de flores e fica andando pela relva exalando pura essência do campo. O silêncio é quebrado pela voz doce de um garoto, que diz:
          - Olá menina, você mora por aqui? Eu me chamo Raio de Luz e você?
          A menina olha admirada para o garoto e percebe que ele é encoberto por um brilho incandescente composto por sete cores (vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta), ele parece até o próprio arco-íris em forma de gente. Ela se aproxima dele, e fala:
         - Uau Raio de Luz, você parece que tem um arco-íris ao seu redor! Aqui tudo é tão lindo! Chamo-me Maria da Luz.
         - Sabe Maria da Luz, por aqui, as cores se fundem e tudo fica colorido! Mas você também é iluminada.  
O garoto olha fixamente para o rosto da menina, e continua falando:          
        -Vejo uma Luz brilhante a sua volta! É a Luz da bondade.  Somente pessoas especiais conseguem enxergar por detrás do arco-íris. Aqui, o coração é o olhar das pessoas. Venha comigo, quero te mostrar além do horizonte.
          Os dois saem colorindo e iluminando tudo. Os bons sentimentos estão presentes em  cada pedacinho de chão. A garotinha, logo, pôs-se a pensar: “Meu Deus, aqui é o Paraíso!”. Eles seguem até um local que é trespassado por raios argênteos do sol, que formam faixas douradas, na relva macia e salpicada de flores. A garota olha para o menino e diz:
  - Raio de Luz, aqui é o Paraíso? Tudo é calmaria e a Paz habita em meu coração!
          - O que é fantasia para alguns, pode ser paraíso para outros. O importante é saber separar o que é sonho do que é realidade. Maria da Luz, você deve continuar iluminando tudo por onde passar, enquanto eu vou continuar colorindo o seu dia a dia. O Amor é o sentimento mais puro existente na natureza das pessoas. Seja sempre Luz e permita que os bons sentimentos toquem seu coração. Agora, feche os seus olhos. Disse-lhe o garoto.
          Quando Maria da Luz desperta, já é noite, as estrelas brilham com intensidade e brincam de esconde-esconde por entre nuvens no céu. Um deslumbrante luar ilumina o quintal da casa da garota... Sua mãe se aproxima dela, e pergunta-lhe:
          - Querida, você ficou dormindo por tanto tempo! Por onde você esteve? Fez falta por aqui!
         - Agora, estou aqui mamãe! Isso é o que importa! Estive sonhando acordada, e fui além do horizonte; lá por trás do arco-íris, fui recarregar minha Luz de Amor e deixar minha essência colorida. Posso ajudá-la?
        A mãe da garota olha para ela, beija-lhe o rosto, e diz:
         - Maria da Luz, eu já lavei e passei toda roupa; você pode  entregar na casa de dona Filó?
          - Sim, vou fazer isso agora! Mamãe, eu amo muito a minha família! Disse-lhe a garota.
          - Filha, nós também amamos você! Exclamou sua mãe emocionada.
          O tempo passou... A menina cresceu rápido, mas continua iluminando as pessoas por onde passa. Ela se veste de cores e vai pintando o cenário ao seu redor.
          Que a Luz da bondade toque o coração de cada um.
          Uma história com final feliz! Acredita quem tem Fé.
.
Elisabete Leite
 
 EU AINDA CRIANÇA

Cabelos dourados e com tranças
Um bonito laço vermelho do lado
Tinha sorriso angelical de criança
Meus sonhos eram rosas e alados...

Minha vida de encantos e fantasias
Uma caixinha com belas surpresas
Meu Universo de Contos e Poesias
Era repleto de cores e muita beleza...

A criança viajou em sua inspiração
Cruzou fronteiras, novos horizontes
Cresceu no tamanho e imaginação
Voou alto, olhou os verdes montes...

Meu mundo ainda é doce e colorido
A minh'alma permanece de criança
Meu interior tem um jardim florido,
e todo dia, me encho de esperança.

Elisabete Leite
 

 ENCONTRO DE POETAS
 
 Deusa proibida

Seus olhos são as janelas da alma
Seu sorriso algo incomum de tão belo
Sua boca verdadeiramente deliciosa
Seu cabelo curto vermelho é muito lindo

Aos poucos viajo na vibe de teu corpo delicioso e quente.

Aos poucos você me leva mais ao ápice do prazer.

Seu cheiro me deixa louco por mais e mais.

Quando nossos corpos se encontram perco totalmente na noção.

Estou completamente perdido em seu encanto deusa proibida.

José Neto
Pirpirituba PB.
 
 QUADRILHANDO NO SÃO JOÃO

Boa noite a todos, na nossa chegada!
Vamos quadrilhando sem rumo na estrada.
Junina animada numa noite enluarada.

Em noite de São João, de grandes festejos.
Caminhar na roça e subir no pau de cebo.
O bom do arrasta pé é na luz do candeeiro.

Se a quadrilha se enrolar ou errar o passo

Boa noite a todos, vamos dançar no mato!

              Baltazar Filho
               24 de junho de 1998
 
  Fértil interior        
      Luiz Manoel de Freitas

Revolto como a terra arada
Fértil como o humo orgânico
Errado como ser humano
Perdão ao Senhor eu clamo.

Forte, sob Tua proteção, me sinto
Aguço o meu clamor e chamo
Oh Deus perdoas os meus desenganos
E livra-me de qualquer ato insano

Liberta-me da insanidade,
Como água molhas o solo fértil
Do meu coração, que não está deserto,

Pois, ocupas cada  espaço e plano,
No interior ativas o  meu ânimo
E por Ti…  eu perdoo, como ser humano
 
  Dores Abaixo da Pele

Nem sempre nossas vestes nos esquentam
Nem sempre nossa alma nos reveste
O sangue está debaixo da pele
Mas é ele que nos alerta que algo está errado
Em nossos corpos celestes
- Casacos também sentem frio

Gabriela Mota, 22/01/2020, João Pessoa
 

 Conselho

Sabe mulher
Você é cheia de predicados.
Inteligente
Capaz
Virtuosa
Tudo que faz
Tem valor inestimável
Inspira
E se inspira.
E essa inspiração
Vinda de dentro
sem filtro, sem demagogia,
sem falsidade e sem desdém.
Assim acontece quando se entrega ao sentimento de amor a vida e ao próximo.

Sol&Lua@
28/05 às 19:06
 
 Minha Alma
Minha alma embriagada sente sede
Sente medo de sair da escuridão
Fica triste ao pensar que já foi lúcida
E se pergunta pra que serviu tanta razão.

Minha alma embriagada quer dar saltos
Não para a vida que lhe norte a incerteza
No silêncio se transforma em sobressaltos
De uma palidez pútrida em sua baixeza

Minha alma embriagada curva-se a Deusa 
Na Incerteza do amor de uma paixão
Se desespera pela falta de pureza
Sofre perdas, dores, convulsão.

Embriagada minha alma sofre insultos
Com palavras, com gestos inoportunos
Ajoelha, reza, implora indultos
Como um velho inspetor de alunos.

Minha alma adormece em tuas dores
Tenta crer que já foi santa e impura
Suas lembranças é um circo de horrores
Em lençóis sujos de vermelho-púrpura.
 
Jorge Leite
19 de junho de 2021
 

 
 

22 comentários:

  1. O Blog Maçayó, o nosso Recanto do Saber, está suspirando de emoção, principalmente porque traz a magia da criança, o mundo encantado e o doce olhar dos pequeninos. Eu vesti a minha alma de criança e fui buscar inspiração além do horizonte, por traz das sete cores do arco-íris. Apanhei uma porção de bons sentimentos, mais uma porção da Luz do Bem e misturei com o colorido da criança e assim, encontrei a fórmula perfeita do Amor puro fraternal. O Cantinho da Tia Beta tem a honra de homenagear os meus pequenos alunos e os leitores mirins, e hoje, estou compartilhando um conto solicitado pela minha eterna aluna Laurinha. Como também meu poema EU AINDA CRIANÇA. Que o nosso público se encha de magia e volte a ser criança também.
    No Encontro de Poetas temos um desfile de seletos escritores, poetas que abrem o peito para um transbordar de diferentes sentimentos. Muita sensibilidade à flor da pele, com poemas elegantes e expressivos. Um verdadeiro show de página tanto em riqueza poética quanto em detalhamento e organização do nosso mentor, meu querido irmão Jorge Leite, com suas imagens que são poesias dentro das paisagens, e ainda um visual moderno, inovador com vários olhares e temáticas.
    Quero destacar todos os brilhantes poemas, sem exceção de nenhum, que foram compartilhados pelos poetas aqui presentes. O desfile começa pela harmonia do menino poeta José Neto com seu lindo e criativo poema; em seguida o grande poeta e amigo Baltazar Filho traz um poema maravilhoso, alegre e com tradição junina; continuando o desfile o mestre poeta Luiz Manoel de Freitas traz um lindíssimo poema de temática impecável e com versos tecidos com muita maestria; em seguida a jovialidade da menina poeta Gabriela Mota com seu encantador poema, pura sensibilidade; já Sol&Lu@ com seu lindo e expressivo poema que respira emoção, e fechando o desfile de domingo o ilustre poeta Jorge Leite compartilha um poema profundo, sentido e belíssimo aos extremos, versos de pura nobreza. Quero também agradecer a colaboração de vocês poetas que nos emocionam com tanta arte.
    Parabéns para cada um. Porque todos vocês são merecedores de aplausos pelas suas magníficas artes poéticas e suas relevâncias, contribuindo brilhantemente com nossa literatura. Tudo hoje respira pura POESIA da mais alta qualidade.
    As ilustrações estão notáveis e bem pertinentes aos temas abordados. Quero também parabenizar ao nobre poeta Jorge Leite pela sua arte final.
    Parabéns ao Blog e Aplausos mil pela sensacional partilha 👏👏👏👏👏.
    Obrigada pelo carinho de todos, como também dos visitantes e leitores.
    Um ótimo domingo para vocês, com muito amor no coração!
    Até as próximas emoções! Provavelmente em nosso São João do Blog.
    🤗❤️💙🌸🌷🌹🌻💐☀️🕊.

    ResponderExcluir
  2. Fenomenal a página de hoje, aqui, no Blog Maçayó. Mensagens edificantes de Amor e Paz, em um momento educativo que é puro encantamento. Notável olhar além dos montes. O Conto é brilhante, como tudo que nossa amiga poetisa Elisabete Leite faz e escreve. Amei o enredo de hoje, cheio de Luz. Belíssimos todos os poemas compartilhados, a harmonia presente na página é notória. O poeta e amigo Jorge Leite complementou a beleza do cenário e com as magníficas ilustrações educativas, é um excelente momento, com leitura para todas as idades... De pais para filhos. O colorido e riqueza de conteúdo da página é comovente e muito emocionante. Adorei cada detalhe. Aplausos e parabéns aos poetas. Os personagens do Conto são iluminados tanto quanto a autora Elisabete Leite. Obrigada por esse momento edificante. Beijos e bom domingo!
    Saudades!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Betânia pelo carinho de sempre e maravilhoso comentário. Estou lisonjeada e feliz porque, realmente, este Conto é mesmo iluminado. É tema do meu livro ALÉM DO HORIZONTE EM CONTOS. Beijos em seu coração.
      Saudades e bom domingo!

      Excluir
  3. Tia Beta aqui é sua sapeca aluna Laurinha. Estou aqui no terraço com vários amiguinhos fazendo a leitura do Conto. Sabe tia que eu adoro seu conto e acho lindo muito, meus amigos estão gostando. Mamãe e papai tão aqui e falou para nós só ler o Cantinho da Tia Beta e eu vou atender por causa dos amigos. Gostei das fotos do tio Jorge. Chorei viu tia! Beijo de luz.
    Amo tu!
    Da Laura e amigos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que lindo comentário querida Laurinha! Estou muito feliz princesa pela audiência do meu público infantil.
      Agradeça seus pais por mim e o Cantinho da Tia Beta é seu e da criança da presente.
      Um beijo de professora no coração de cada um❤️❤️❤️❤️❤️!
      Bom domingo! Saudades!!!

      Excluir
  4. "Leituara obrigatória", apenas como reforço, pois a nada somos obrigados, especialmente a delicia da leitura desde blog aos domingos, mas pode ler durante a semana, o importante é desfrutar deste momento prazeiroso, não por obrigação mas pela satisfação de abrandar as ânsias do corpo e harmonisar a alma, funções da boa leitura, em especial da poesia. Parabéns Elisabete Leite sua capacidade transborda além do que escreve. O blog está esticamente especial, o bom gosto da escolha dos texto dos escritores presentes jovens e experientes( abstraindo o meu) e por isso agradeço por coloca-lo entre tantos trabalhos bons. Estamos orgulhosos de contar com sua disponibilidade como Colaboradora Cultural do Projeto Reviver. Abraço Poético. Luiz Manoel de Freitas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão, mestre poeta Luiz Manoel de Freitas, pela adorável contribuição poética, como também maravilhoso comentário. Eu estou lisonjeada em integrar o Projeto Reviver, quero somar com minha arte. O Blog agradece pela sua contribuição.
      Saudações e abraços poéticos!👏👏👏👏👏🤗🤗

      Excluir
  5. Bom dia amigos! Sou Paulo Henrique e estou aqui mais uma vez. Uma lindíssima página de domingo publicada, hoje, no Blog Maçayó, com um Conto belíssimo e bastante educativo, lições para pais e filhos; um momento para todas as idades. As imagens ilustrativas escolhidas pelo amigo poeta Jorge Leite são belas e coerentes. Excelentes poemas de todos os poetas. O enredo do Conto está perfeito. Parabéns poetas por mais uma linda e edificante página. Gostei muito de tudo que li. Boa domingo e abraços para todos!
    Até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo pela leitura, ilustre visita e gentil comentário. Eu é o Blog Maçayó agradecemos pela sua interação e mútuo compromisso. Um bom domingo e volte sempre!
      Os demais poetas também agradecem.
      Saudações!!!

      Excluir
  6. Bom dia a todos, passando aqui rapidinho pra desejar sucesso nos trabalhos de hoje, prometo lê com calma assim que parar, mas já parabenizo os nobres colegas que desfilam neste domingo com poemas virtuosos e emocionantes. Elisabete Leite, Luiz Manoel, Gabriela Mota, Sol e Lua, José Neto e Jorge. Um grande abraço em todos. Um forte abraço aos comentaristas.
    Elisabete prometo lê com calma o seu conto " Um Olhar Além do Horizonte" com calma logo mais. Mas já antecipo a certeza de ser mais um precioso tesouro de inspiração própria da potência Elisabete.
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela contribuição e carinho amigo/irmão poeta. Suas interações são preciosas. E o Blog agradece sua linda arte e seus salutares comentários.
      Bom domingo para você é família.
      Abraços poéticos!

      Excluir
  7. Bom dia, meus queridos poetas!
    Passando para mais uma vez me alimentar de arte através de versos, tão cheios de encanto. Me surpreendi em encontrar meu menino poeta José Neto, fico toda boba quando se trata dele.
    Aos demais poetas sem palavras. Parabéns, vocês são espetacures pois sua arte encanta e transborda emoção.
    Elisabete como sempre é uma explosão de inspiração quando abre essas sessões dominicais. Obrigada a todos! ������������������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga pela e contribuições, seu jovem filho é um sábio poeta.
      Gratidão pelo carinho é um prazer tê-la conosco.
      Forte abraço em seu coração.
      Bom domingo!

      Excluir
  8. Reflexivo e suave deleita se com este conto além do horizonte da nobre poetisa Elizabete Leite,uma família comum que representa tantas com seu olhar de esperança e amor. De passagem rápida não consegui ler toda publicação,mas tenho a certeza que estar maravilhosa como sempre. Um abraço a todos e um ótimo início de semana 🥰🙏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela atenção amiga poeta Rizonete Alves, e também pelo gentil comentário. O Blog agradece a sua contribuição, compartilhando sua sensível e bela arte.
      Forte abraço e boa noite!

      Excluir
  9. Parabéns a todos os poetas, gosteu de todos😊

    - José Neto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada poeta José Neto pela atenção e contribuições com as suas lindas artes. Parabéns!!!
      Saudações poéticas!
      Boa noite! 🎇

      Excluir
  10. Olá bom dia!
    Como de costume, parabenizar o Blog Maçayó por mais uma página repleta de emoções e bons sentimentos, destacando o Cantinho da Tia Beta com seu lindo conto: “Um Olhar Além do Horizonte” e o poema “Eu Ainda Criança”, despertando e fazendo reviver a felicidade, os sonhos e a ingenuidade da criança que há dentro de nós. Parabéns Majestosa Escritora! Aplaudir o Encontro de Poetas com “Deusa Proibida”, mostrando o Fruto Proibido como sendo mais desejável e saboroso; “Quadrilhando no São João”, fazendo-me lembrar o verso de uma Música Brega que diz: Velhos tempos que não voltam nunca mais, nunca mais... (relíquias do Poeta Baltazar); “Fértil Interior” Destacando a importância da fé e a confiança num Deus Supremo que socorre na fraqueza; “Dores Abaixo da Pele” com ênfase ao sangue como fonte de vida e que Deus dá o frio conforme a roupa; “Conselho”, exaltando os valores Morais e intelectuais da mulher, bem assim a sua Grandeza Interior, e a capacidade de se doar por amor à vida e ao próximo; “Minha Alma”, que grifa a ânsia por mudança progressiva (regeneração), sofre desolações, se humilha e sofre desolações por falta de confiança própria. Parabéns a vocês nobres poetas e poetisas que desfilaram com esses belos poemas na página do blog desse domingo, brilhando e contribuindo para o brilho maior do Blog Maçayó. Até a próxima, se Deus quiser! Fiquem com Deus!

    Valdemar Guedes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, poeta maior, mestre Valdemar! Seu brilhante comentário é muito mais que uma arte, vai muito além das sete maravilhas do mundo, que hoje são infinitas maravilhas. Minha gratidão pelas ilustres palavras de admiração e apreço pela minha arte. O Blog Maçayó também agradecer-lhe pelas sensacionais contribuições em estilo Cordel. Fico encantada com o Cantinho do Cordel. Bom Dia e uma excelente semana. Fique com Deus!
      Abraços poéticos!!!

      Excluir
  11. Só corrigindo: Sobrou um "sofre desolações". desculpem. Valdemar Guedes

    ResponderExcluir
  12. Queridos poetas, parabéns a todos! Todos os poemas com significados diferentes mas tão lindos em cada palavra, muitas referências a alma, cuidado e alegria. E isso que tentamos buscar a cada dia, entender a nós mesmos, e viver bem! Parabéns a palavra de todos, encantador e com uma nostalgia, aquela vontade de ver tudo voltando ao normal! Abraços💗💗 - Gabriela Mota

    ResponderExcluir
  13. Josenilson Rodrigues22 de junho de 2021 08:23

    Parabéns aos poetas. Poemas muito lindo...

    ResponderExcluir