domingo, 22 de agosto de 2021

Em um domingo de agosto

 EDIÇÃO Nº 457
 
  ENCONTRO  DE  POETAS
 
Tema das Imagens: Orquídeas
 
 

 
Jailson, mora na paraíba, é professor de língua portuguesa, formado em Letras, Ciências Contábeis e Tecnologia tem uma grande curiosidade pelo saber.
Escrever é uma prática que sempre lhe encantou desde sempre, construindo versos desconexos com o intuito de traduzir sentimentos no papel.
 
 
 
 
NOSTALGIA

Chegou embarcando, em partidas linhas dissonantes,
No entardecer de sábado, me encontrou delirante,
Sua partida precoce, inconsistente e pensante,
Aos poucos percebi, você tinha ido numa estrada cintilante.

Meu choro foi para ti, como reflexo no espelho,
Em um momento, introspectivo, vários devaneios.
Caladamente, aceitei o que sempre me ensinaram,
Foi tua hora da estrela, que toquei no assoalho.

Nas redes sociais, era só o que falava,
Sorrias e vivias, como na minha memória
E no meu coração, uma dor exaltava.

Musicadamente, me compreendias, rias,
Não nos despedimos, nos despimos, reprimimos,
Deliberadamente, apenas seguimos, e você ria.

08/07/2018
Jailson Pereira, Pirpirituba, PB.
 
 Sem teu amor

Sem teu amor...
Sou como ave que perdeu o rumo,
Por ter quebrado uma de suas asas...
Sou borboleta triste a vagar,
Sem flores, a chorar as mágoas...

Sem teu amor...
Sou beija-flor sem néctar pra sugar,
Das suas rosas quando o sol desmaia...
Sou andorinha sem as companheiras,
De seu bailado, nos jardins da praia...

Sem teu amor...
Sou como órfão triste a mendigar,
Uma família cheia de calor....
Sou vagabundo a perambular,
Sempre esmolando pelo seu amor...

            ❤Tásia Maria
 

 SEE YOU LATER, MEU AMOR

Belo moreno, de sorriso desconfiado
De corpo esguio e tão bem cuidado
Vive à espera de um beijo contido
Como o meu, há tanto tempo guardado.

Trancou o riso, fechou os lábios
Escolheu o tom "so red" do meu carmim
Para dar, num beijo, o melhor de si
Numa ânsia louca e incontrolável.

Eu, que busquei os "kisses" de outras bocas
Identifiquei o seu... incomparável!
Agora que me julgo inconstante e louca
O que fazer desse gesto imperdoável?!

Mas o tempo vai passar, eu sei que vai
Pra controlar seu gênio, ó amor sensato!
Pra me falar depois que estou perdoada
E me dizer "see you later", nunca "goodbye"!

Socorro Almeida
Recife, 16/08/2021
 
POR ESSE BEM MAIOR

Agora vou te desafiar à mesma sorte
Nas mesmas condições que te sonhei um dia
As que não se sabe se é vida ou se é morte...

Já que dizes que o futuro é teu e meu
Último bem que decidi, por amor, viver
Li nos teus olhos que não há o que é melhor
Infinitos ais que busquei sem eu querer
Ao teu querer, por esse bem maior!

Mas alguém disse: "Ao meu amor serei atento..."
Ao que me entrego de vez, sem relutância
Rendo-me ao teu encanto ou ao meu tormento
Quantas vezes for cruel essa distância!
Uma vez mais talvez, ou nunca mais
Eu hei de amar alguém, ou mesmo o quanto
Zele por ele, sem me arrepender jamais!

Socorro Almeida
Recife, 26/06/2021
 
 
 " SONHOS "

SONHE...mas, que seja de olhos abertos.
Todos nós possuímos essa capacidade de sonhar.    
É por isso que a areia nunca muda, e nunca é areduzida a pó, por mais tempo que seja batida pelas ondas do Mar.
Porém, eu prefiro sonhar com os olhos bem abertos; e ver tudo aquilo que nos cercam.
Gosto de observar com entusiasmo um lindo arco-íris.
Uma maravilhosa noite de lua cheia.
Um deslumbrante pôr de sol.
Admirar as nuvens sonolentas e verificar os pássaros à procura de seus ninhos.
O desabrochar das flores ao amanhecer.
A chuva caindo...
Você ja se perguntou o porquê, de uma chuva desabando do infinito e aos pingos caindo no chão?
Oh, Terra!
És maravilhosa demais para que  alguém consiga te decifrar.
Se acaso os seres humanos tivessem consciência da vida, enquanto vivem ...
O misterioso mundo, agradeceria.
Mesmo assim, tento me esforçar para viver conscientemente, a minha vida em todos os sentidos..
E VOCÊ?  
Experimente.
A recompensa será maravilhosa.

Marizete Santos.
 
 AÇÕES DO TEMPO

Eu queria ser a noite
Para te clarear
Eu queria ser a noite
Para te ninar
Eu queria ser a noite
Para no teu colo deitar.

Mas eu sou o dia
Vivo a te fazer calor
Um dia ensolarado
Para bronzear a tua pele
Mesmo um dia quente
Transpirando no teu corpo.

Noite e dia, agitados!
Frio e quente, acolhedores!
Calmo e calórico, calientes!
Escuro e claro, indefinidos!

               Baltazar Filho
         06 de agosto de 2021
 

   Em ti

Cheguei em ti
por vários caminhos,
percorrendo estradas
Litorais, aprendi
a evitar todas as paradas,
todos escaninhos.
Vendavais, apenas vivi
mourejando sol a sol,
todas as amadas.

Achei a ti
em vários pensamentos
afeto e razão
Estivais, atendi
todos chamamentos,
sem peso e proporção.
Carnavais, simples fruir,
brincando em si bemol,
todos divertimentos…

Minha bela encontrada,
por que de tanta demora?
Esperei por ti
somente por um vida,
inteira, não mais será partida,
não haverá partida
de onde te encontrar.

Amor de novo acreditado,
por que não vieste aos meu olhos?
Conheci a ti
na roda de outro tempo,
presente, não serás ausente,
não haverá ausência,
onde a gente for morar.

Igor Grabois
Rio de Janeiro

LIVRO DA VIDA

Sabe escrever?
Não, senhor.
Mas um rapaz tão bacana!
Fui criado na roça
Num lugar bem longe de tudo
Escola era opção de luxo
Trabalhar, uma questão de sobrevivência
Uma enxada era Meu lápis
O meu LIVRO era a palma das mãos
Minha farda foi uma calça
E uma camisa surrada.
Andava léguas descalços
Ao lado da jumenta Mariquinha
Pra buscar água na cacimba do Giriti.
Roupa nova, só no final de ano, no Natal.
Comprar e pagar foram herança do meu avô
Papai herdou e passou pra mim.
Ser cidadão comum é o meu maior tesouro.
Cresci e vivo assim nessa vida Severina!

Emiliano de Melo
Guarabira/2019.


OBSCURO

Pelo ódio que dilacera corações, o mundo vai acabar
O mar deixa de ser mar, os pássaros não gorjeiam mais
As estrelas deixam de brilhar e as nuvens de chorar
O universo pelo homem é destruído, e nós? Tão dispersos...
Nossos caminhos escassos, alheios à própria sorte
A Aids matando multidões, bombas destruindo nações
Os jovens, as drogas dominando sem compaixão
Sabemos, então, que está próximo o fim!
Nosso planeta chora plangente, ainda tão incoerente
E sorrisos nos espelhos se refletem alienados
Corações frustrados, povos esquecidos, abandonados
Ausência dos vultos do passado... metamorfoses somente
Perdidos nos corpos e nas mentes da insana humanidade.
O mundo que Deus criou perfeito ao homem, tornou-se pó
Cultivam-se as drogas ao invés das flores
Dando ao sol um brilho inconsequente!
E as noites sem luar não se refletem nos rios
Que perdem seu percurso, sem bússola, sem direção
Vulcões acordam, lavas se espalham, a se confundir com as chuvas
Só catástrofes e destruição humana...
Mas a humanidade talvez, um dia, entenda
Pela ganância sem limites, obterá a cura de sua alma, no perdão
Na misericórdia divina do Deus da Criação!

Rita de Cássia Soares
Pirpirituba/PB, 15/08/2021


LEITURA   DE  DOMINGO
 UMA LUA SEM MEL
.
Um dia, em uma manhã de inverno fria e penetrante, em uma cidade interiorana da grande São Paulo, o vento soprava com intensidade, raios riscavam o céu de um canto a outro e, o clima congelante não permitia que o jovem Miguel acordasse mais cedo, ele já estava bastante atrasado para sua viagem de Lua de Mel. O rapaz permanecia sentado na cama soltando suspiros de alegria, pois ele tinha certeza que seria feliz ao lado da mulher que tanto amava, a doce e bela Estela.
Miguel era proveniente de uma família de classe alta, único herdeiro de uma indústria automobilística que ele mesmo administrava, porém era uma rapaz honesto e bem-educado. Enquanto Estela era proveniente de uma família de classe média, a garota ainda estava se recuperando de um terrível acidente de carro que a deixou traumatizada, ela teve várias escoriações pelo corpo e um corte profundo na perna direita, porém infelizmente a sua irmã gêmea, a vaidosa Valentina, não teve a mesma sorte que ela, não conseguiu suportar a gravidade dos ferimentos e veio a falecer no mesmo local do trágico acidente. Estela e Valentina eram quase idênticas fisicamente, a única diferença entre as irmãs, era um sinal preto, de nascença, que Valentina tinha atrás da perna direita. Porém, em personalidade, elas eram bem diferentes em tudo: Estela era suave e simples por natureza, enquanto Valentina era amarga e muito vaidosa... Miguel e Estela se conheceram em uma Boate, Clube 21, eles namoraram, noivaram e se casaram em menos de um ano, estavam apaixonados. O casal tinha muitos planos, um futuro promissor.
Miguel se levantou da cama e foi terminar de arrumar suas malas. Logo, Estela entrou no quarto para apressá-lo, e disse-lhe:
         - Bom dia, meu amor! Você dormiu bem? Já estamos atrasados, eu quero chegar depressa ao campo e poder sentir o aroma inebriante de terra molhada.
        - Bom dia, minha vida! Claro que eu dormi bem, pois ao seu lado estarei sempre bem. Mas, eu ouvi você gemendo de dor! O que houve? Levantou-se várias vezes. Querida, você tem certeza que quer passar nossa Lua de Mel em um Hotel Fazenda? Você sempre teve pavor a mosquitos e tem medo de qualquer inseto.
         Miguel falou e ficou admirando a beleza exuberante da sua mulher.
         - Meu amor, você sabe muito bem que o transpasse de Valentina me deixou muito abalada; eu preciso respirar ar puro. Quero viver! Respondeu-lhe Estela.
         Miguel, se aproximou da esposa, fez um afago na face rosada da garota e a beijou suavemente...
         Miguel e Estela viajaram mesmo debaixo de muita chuva... De repente, Miguel parou seu carro em  um Posto de Gasolina, e logo foram surpreendidos por três marginais encapuzados, um deles portava um revólver calibre 38 e os outros espingardas; eles anunciaram o assalto. Os bandidos puxaram Miguel à força, o espancaram e saíram em disparada, levando o carro dele com Estela dentro. Miguel ficou desmaiado por alguns segundos e despertou em seguida. Em poucos minutos, os bandidos responsáveis pelo assalto, fizeram contato com Miguel, pois o celular tinha ficado no bolso da calça dele, os assaltantes pediram um resgate milionário em troca da vida de Estela... Depois de algumas horas, Miguel conseguiu o valor solicitado e resgatou sua esposa, sem ferimentos. Já era noite, a lua brilhava no céu, quando o casal retornou para casa da viagem, só restou uma Lua sem Mel...
         Já em casa, Miguel envolveu Estela em seus braços, e perguntou-lhe:
         - Minha vida, você está bem? Você parece triste.
         - Miguel, eu preciso falar contigo? Eu estou bem, agora! Disse-lhe a jovem.
         Estela se afasta do marido e continua falando:
         - Miguel, eu quero o divórcio! Estou pretendendo deixar o Brasil e esquecer tudo.
         - Amor, o que aconteceu? Não estou entendendo nada! Te amo! Tudo vai passar. Respondeu-lhe.
         Os dois se afastaram e a vida seguiu sem pedir licença.
         O inverno acabou e o tempo passou... Miguel e Estela oficializaram sua separação e foram viver cada um a sua vida. Mas, Miguel não conseguiu esquecer Estela, ele procurou a ex-mulher no dia da assinatura do divórcio; se aproximou dela, na intenção de reconquistá-la, mas sentiu que Estela já não era a mesma, ela parecia outra pessoa. Miguel olhou, fixamente, para a perna direita da ex-mulher e descobriu que tinha sido enganado o tempo todo. Ele deu meia volta e foi embora.
          “A dor é o preço que se paga por confiar em quem não merece.”
.
          Elisabete Leite
 
 SUA AUSÊNCIA

Agosto chega sem brilho e gosto!
Não vejo o sol que é fonte de calor
Com sua ausência, sou só desgosto
Cenário pardacento sem o seu amor...

Sem você, o meu dia é melancólico
O inane dilacera a essência da minh'alma
Meu poema se expressa nostálgico
Uma abstração que rouba a minha calma...

Não posso viver com você ausente!
Se você é a centelha que me alumia
Ah, ainda sinto o seu carinho presente!
Seu rosto é a inspiração para a minha poesia...

O paradoxo da minha alegria é sua ausência
Sinto que nossa história não está esquecida
Mas sua distância é pura divergência
Você é a razão de toda a minha vida.

Elisabete Leite

 
 CORPO

O corpo é o templo da arte...

O corpo dança,
O corpo alcança,
O corpo expressa,
O que sente a alma.

O corpo gesticula,
O corpo fala,
O corpo baila,
Através das palavras.

O corpo define,
O corpo exprime,
Quando a vida,
Se faz palco.

O corpo rola,
O corpo aquece,
O corpo carece,
De outro corpo.

O corpo, não eremita.
O corpo grita,
O corpo necessita,
De uma alma gêmea.

O corpo unido,
O corpo úmido,
O corpo emite,
Energia e suor.

Corpos unidos,
Almas regadas,
Amor floresce,
A vida vira arte.

Luiz Menezes de Miranda
Extraída do livro REVIVER COLETÂNEA LITERÁRIA – 2020.
 
 PARABÉNS, POETA!

O Domingo resplandece sorridente
Repleto de luz, harmonia e esplendor
Luiz Menezes, receba como presente
Um Feliz Aniversário bem acolhedor!

Mais um ano de vida pra agradecer
A sua amizade expressa grandeza
Você, poeta, que vive para florescer
e encher nossa vida de risos e beleza...

Os pássaros gorjeiam de felicidade
Emitem uma harmoniosa melodia,
Em sinal de comunhão ficam a cantar
Brindando com rimas, versos e poesia...

No Blog Maçayó vamos comemorar
O transbordar das nossas emoções
Desejamos sucessos em seu caminhar
Parabéns, amigo poeta, de todo coração!

Elisabete Leite e Amigos
(Um poema para Luiz Menezes de Miranda pela passagem de seu
aniversário. Parabéns!!! Salve 20/08)
 
 

 
 
 

26 comentários:

  1. Bom dia, pessoal! Um domingo de agosto, aqui no Blog Maçayó, que como sempre, respira muita poesia, tanto nos textos poéticos quanto nos textos literários, e traz para o deleite de todos, um pouco de tudo, uma mistura da arte genuína nesse mês de agosto de muito frio. Teremos um domingo diferente com muita riqueza de expressão, em seus diferentes olhares. Uma página elegante, de leveza peculiar com grandes reflexões e uma pincelada de suspense, mistério e comemorações. Hoje teremos mais um estreante, o paraibano Jailson Pereira com sua belíssima arte poética. Parabéns, poeta! E seja muito bem-vindo!
    O adorável Encontro de Poetas está belíssimo e emocionante, principalmente porque apresenta uma mistura de várias temáticas e um desfile de esplêndidos e seletos poetas, os fazedores da arte em versos impecáveis. Vou procurar fazer um comentário coletivo porque todos os poemas compartilhados nesse desfile poético, deste domingo, estão fenomenais. Quero parabenizar a cada um de vocês, pelas artes partilhadas em nosso Cantinho do Saber. Parabéns a todos!
    Na Leitura de Domingo eu compartilho um Conto recheado de muito mistério, com uma boa pintada de suspense, uma temática bem ao estilo do cotidiano de vida. Espero que gostem. É um poema com a mesma nostalgia do mês de agosto.
    Quero destacar, que a página de hoje, traz um poema dedicado ao aniversariante Luiz Menezes de Miranda. Parabéns e Feliz Aniversário poeta Luiz Menezes! Quero destacar as lindíssimas e várias temáticas de ilustrações que muito versejam, são poesias dentro de cada imagem. A exuberância das orquídeas fascinam qualquer um e enriquecem ainda mais a grandiosidade do Blog.
    O meu irmão, grande poeta Jorge Leite, encanta o domingo no Blog com sua arte final. Parabéns, querido Jorge!
    Enfim, tudo muito lindo por aqui! Estou orgulhosa, lisonjeada e muito agradecida por esse momento de pura arte.
    Parabéns ao Blog pelo sucesso de sempre.👏👏👏👏👏
    Quero agradecer aos poetas colaboradores, os leitores e visitantes pelo carinho de sempre.
    Beijos no coração cada um ❤️💙.
    Bom domingo, com inspiração e boas leituras!📚📑🔖
    Até a próxima Edição!

    ResponderExcluir
  2. Poeta Gabriela Mota, Hoje, lembrando de você, lembrei do seu aniversário e percebi que o seu dia já passou (21/08), mas mesmo assim quero desejar a você meus sinceros votos de muitas felicidades e muitos anos de vida.
    Que a esperança e o sucesso sejam suas metas. Que a paz e a alegria sejam suas bandeiras de luta, para que você possa vencer todos os obstáculos do dia a dia. E agora, mesmo com atraso, quero cumprimentar você pelo seu aniversário.
    Durante a correria da vida, às vezes deslizamos em certas coisas que são muito importantes para nós, e você é uma pessoa muito importante para mim.
    E agora, mesmo estando atrasado em cumprimentar você pela passagem do seu dia, quero desejar muitas felicidades e que você seja muito feliz. Parabéns pelo seu aniversário, mesmo atrasado!
    Beijinhos 🎉🎊🎂🥂🍾🌹

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Elisabete!! Fiquei encantada, muito obrigada pelas palavras.💗💗 — Gabriela Mota

      Excluir
  3. Um blog de domingo com o aroma da natureza e as belíssimas imagens mostram encanto e leveza. Um Conto excepcional, cheio de suspense, mistério, mentiras, ação, em um enredo fantástico da amiga escritora Elisabete Leite, parabéns! Lindos e expressivos poemas, com mais um estreante que veio para somar, com seu lindo poema de muita criatividade. As belas ilustrações e belíssimos poemas por toda extensão da página. complementam o temas de hoje. Parabéns aos poetas por mais uma lindíssima página. Tudo lindo neste blog. Seja bem-vindo o estreante poeta, parabéns aos aniversariantes.
    Aplausos para todo o conjunto.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Agora os domingos estão sendo mais floridos.
    Eterna primavera poética
    O blog está de parabéns por tão belas exposições poéticas. Forte abraço

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, poetisa BETY LEITE e poeta Jorge Leite, que lindeza de trabalho, o blog está de encher os olhos e emocionar o coração.
    Lindo e competente trabalho.
    Parabéns!
    ����������������

    ResponderExcluir
  6. Parabéns ao novo colaborador, Jailson Pereira, pelo seu poema Nostalgia.
    Parabéns aos aniversariantes Luiz de Menezes e Gabriela Mota, como tbm pelos seus poemas maravilhosos.
    Bete Leite é mestre na temática de mistérios. Amei!
    Rita de Cássia se superou nessa reflexão... pois é, o mundo está mudando.
    Emiliano de Melo, sempre interessante no modo simples de suas escritas.
    Quanto aos outros poetas, externo minha admiração, minha gratidão por tanta beleza, que faz do blog Maçayó, o sucesso de sempre. Enfim, parabéns a todos.
    Ofereço meus poemas a todos os corações que amam. Bjos pra todos!

    ResponderExcluir
  7. Quando me deparo com o blog Maçayó, eu me lembro dos meus tempos de colegial. Sonhei, amei, me decepcionei, sofri! Tentei escrever minhas dores...escrevi, escrevi...rasguei as páginas, algumas guardei. Voltei aos meus "guardados", reli... Não, amigos! Não chego nem aos pés de vocês! Parabéns! Mil vezes parabéns! Que bom que existem poetas assim! Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Nossa! Falar de cada poema é difícil. Prefiro falar de todos em conjunto. Mas, um chamou minha atenção: a mistura do inglês com o português: See you later, meu amor. Isso porque acabei de dizer Goodbye a alguém. Daí, todos disseram um pouco de mim... sninf!!!

    ResponderExcluir
  9. Gostei, amei, me apaixonei! Por qual?! Tem não, queridos! Tanta beleza assim só no coração de poeta. Valeu por mais um domingo lindo!!

    ResponderExcluir
  10. Francisco da Luz Júnior22 de agosto de 2021 09:48

    Olhem só que flores lindas! Elas combinam com a beleza dos poemas. Umas vermelhas, Paixão. As brancas, a Paz. As azuis, o firmamento! As amarelas, o amor Amigo. As roxas, a tristeza, o Adeus! Elas têm as cores dos poetas que aqui estão, que nos emocionam em lágrimas de alegria e de amor!
    Parabéns, Blog Maçayó!

    ResponderExcluir
  11. Josenilson Rodrigues22 de agosto de 2021 09:51

    O blog está de parabéns. Parabéns para todos poetas. Amo cada poesia, me faz refletir. Sucesso para todos. Abraço e um bom Domingo.

    Josenilson Rodrigues

    Pirpirituba Paraíba

    ResponderExcluir
  12. Não tenho palavras! Apenas um sentimento enorme de gratidão pelo poema POR ESSE BEM MAIOR!
    E o que dizer dos outros!?
    Parabéns a todos os poetas!
    Pelas flores lindas! Um jardim de emoções!

    ResponderExcluir
  13. Parabéns ao blog! Parabéns ao poeta Jailson, que belas palavras.

    ResponderExcluir
  14. Ao amigo Jailson, parabéns pela publicação e pela sua história de sucesso!

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde, amigos!
    Nesse domingo, o Blog Maçayó veio coroado de lindas orquídeas, embelezando, ainda mais, cada poema e conto!
    Estou encantada com tanta beleza e magia, fazendo parte dessa guirlanda de "Flores e poemas"!!!

    ❤️Tásia Maria

    ResponderExcluir
  16. O que foi esse desfile de poemas e ilustrações?!
    Fica difícil eleger esse ou aquele, parabéns a todos. Hoje o blog extrapolou a lindeza de sempre.
    Bjos no ❤️ de cada um.

    ResponderExcluir
  17. Rita de Cassia Soares22 de agosto de 2021 16:46

    Fica difícil citar cada poeta na página ilustrativa de belas orquídeas, pois já sinto o cheiro da poesia exalando aqui no meu coração.
    O estrante poeta amigo Jailson, boas vindas. Aqui digo sempre é um espaço único onde o poeta canta e encanta com sua diversidade.
    Parabéns à todos os poetas pelos versos que tomam a forma de poesia.
    O blog Maçayó é o nosso palco.
    Minha eterna gratidão aos poetas amigos e coordenadores deste espaço Dr.Jorge Leite e sua irmã Elisabete Leite a vocês meu carinho admiração e respeito por este projeto fazendo nossos poetas cada vez mais brilhar no mundo literário.

    ResponderExcluir
  18. Rita de Cassia Soares22 de agosto de 2021 16:48

    Corringindo o poeta estreante Jailson Pereira.

    ResponderExcluir
  19. Retornando ao blog para agradecer a todos, pelas ilustres visitas e gentis comentários, sem o comentário de cada um de vocês, o blog não teria o brilho incandescente que tem, porque vocês são estrelas que reluzem nas páginas desse recanto poético. Aqui os comentários são tão relevantes quanto as artes compartilhadas. Eu quero agradecer em nome do Blog, pelo carinho de sempre.
    Um agradecimento especial ao poeta estreante Jailson Pereira pelo compromisso para conosco e com o nosso blog. Obrigada também a todos os poetas participantes desse desfile poético.
    Quem me conhece muito bem, sabe que não nasci para competir com ninguém, neste plano terrestre sou apenas uma aprendiz.
    Aqui é um Recanto de amigos para amigos e as portas estarão sempre abertas para divulgação de novos e antigos talentos, a arte de modo geral será o fator primordial.
    Um abraço acolhedor no coração de cada um ❤️💙.
    Feliz anoitecer a todos!

    ResponderExcluir
  20. Poesias encantadoras hoje, meus parabéns a todos por tanto talento. E bem vindo Jailson! Meus parabéns ao poeta Luiz Menezes, muitas felicidades e bênçãos em sua vida. A arte é uma forma de nos unir e aqui no blog a poesia é a forma de estarmos conectados, com tanto encanto e talento em suas palavras, por isso também parabenizo a todos!!💗🥰 - Gabriela Mota

    ResponderExcluir
  21. Boa noite poetas! Olha que esse encontro de hoje vem com muita euforia, poemas belíssimos. Quero parabenizar a todos que se sobressaem em cada verso, com seus talentos próprios.
    Temos desfile significante e muito emocionante com poemas fantásticos, usando várias formas de incentivar os leitores no tempo e no espaço com uma leitura simplória porém fortíssima e rica em seus enredos.
    Sempre parabéns aos contos dessa Renomada poeta Elisabete Leite, o seu cofre de criações, é imenso e o segredo de tanto talento, só mesmo ela e Deusa sabem!
    Nobre poeta Jorge Leite sempre arrasando nas ilustrações que por se, já contam o que vem a seguir.
    Somos todos felizardos por participarmos do Macayo. Em fim parabéns a todos que a cada edição enchem os nossos olhos com poemas fantásticos.
    Obrigado aos comentaristas pela dedicação e assiduidade, vocês nos fortalecem e nos faz aumentar a cada edição , a vontade de escrever o que sentimos e extraímos do fundo da nossa alma.
    Um grande abraço,
    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
  22. O mundo é belo e nós que vivemos essa beleza plena, estamos sempre de braços abertos para receber excelentíssimos poetas assim como você Jailson Pereira, seja bem vindo, amei o seu poema parabéns.
    Parabéns ao grande poeta Luiz Menezes, que essa data seja marcada em sua vida com paz e amor. Te admiro, és um poeta intelectual de uma espiritualidade dócil. Artista com o seu potencial, merece destaque nos grandes e sensatos corações.
    Um abraço verdadeiro e sincero.
    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
  23. Olá, boa noite! Em um Domingo de Agosto! A página já inicia trazendo orquídeas para perfumar e embelezar o blog, bem como seus participantes e visitantes! Parabéns Jorge Leite e Elizabete! Aplausos ao Poeta Estreante Jailson Pereira com seu poema “Nostalgia”! Benvindo! Enaltecer e exaltar aos poetas e poetisas e seus respectivos poemas: Tásia Maria, Socorro almeida, Marizete Rodrigues, Baltazar Filho, igor Grabois, Emiliano de melo, Rita de Cássia, a nobre Contista Elizabete leite, bem assim o poeta luiz Meneses de Miranda a quem felicito pelo seu aniversário, cuja felicitação estendo à poetisa Gabriela mota. Parabéns a todos pelos brilhantes poemas apresentados! Parabéns Blog Maçayó! Até o próximo domingo se Deus Quiser!
    Valdemar Guedes.

    ResponderExcluir
  24. A(gosto), foi como experimentei cada verso escrito por vocês nesse domingo, onde revisitei sentimentos e memorias.

    É um prazer inenarrável compartilhar esse espaço com Tásia Maria, Socorro Almeida, Marizete Santos, Baltazar Filho, Igor Grabois, Emiliano de Melo, Rita de Cássia Soares, Elisabete Leite, Luiz Menezes de Miranda!

    Escrever sempre foi uma fuga, um encontro, uma ideia, um desabafo uma descoberta como quem caminha em busca de algo inexprimível. Escrever é mágico!

    Agradeço o carinho e a partilha das palavras.
    Até sempre, estaremos aqui! Cada vez mais!

    Jailson Pereira

    ResponderExcluir