domingo, 1 de agosto de 2021

Poesias

 EDIÇÃO Nº 454
 

 ENCONTRO DE POETAS
 
CARMIM

Me pinta com cores
Que não costumo usar
Me chama por nomes
Que desconheço sinônimos.

Me fazem mentir
Fingindo desejos
É parte de mim
O que desrespeita.

A minha fraqueza
É seu porto seguro
Pisando em meu ego
Pouco lhe importa minha dor.

O físico resiste
Mas a alma reclama
É dor em carmim
Em corpo mundano.

Outra noite de engano
E a vida em disputa.
E a rotina não muda
Porque a sina persiste.

Luiz Menezes de Miranda
Extraído do Livro Cabaré.

SEDE DE POESIA

Nós dois, ali juntinhos.
Mas o vazio permanecia
inanição e inquietude
A falta era presente

A tua necessidade
Atraia a minha
Frente a frente
Eu e você
Com sede de poesia

Eu fui sua inspiração
Você o meu silêncio
De um nada surgimos
Com asas inquietas
Loucos para voar

Luiz Menezes de Miranda
Extraído do Livro Cabaré.
 
 Um abraço
                          Para Lua

Sinta- se abraçada, neste dia frio e melancólico,
Sinta o calor de um sentimento único e verdadeiro.
Sinta todo conforto, abrigo, segurança
contido num simples e amável abraço.
Dentro desse abraço cabe o nosso
universo.
O calor solto pelos nossos corpos,
transborda o sentimento do cuidar,
do viver, do estar próximo, se espelha
por nós dois.
Sentimento ímpar e imenso, que ocuparia
um tão grande espaço,
Resumido em um abraço.
Sinta-se abraçada minha querida!

Sol&Lua
Pirpirituba, 04/07/21

Teu abraço
                 Para Sol


Ah! Teu abraço!
Me envolveu a alma.
Me aqueceu a pele.
Me encheu de amor.
Me abrigou do frio.
Fizemos festa a dois
Embalados pelos acordes de nossos corações.
Sua proximidade me deu força, para suportar o peso da vida.
Nessa troca de energia me sinto em paz.
Nesse abraço quero ficar para sempre.
Apenas fique em meus braços e me faça relaxar, através  da plenitude, dessa conexão que se revela quase  universal.
Ah! O teu abraço...

Sol&Lua
Pirpirituba  05/07/21
 
Natureza e Cumplicidade

Um peixinho pintadinho
Nadando bem isolado
Sem sentir-se ameaçado
Comigo ao seu ladinho
Nadou ali coladinho
E eu a lhe observar
Correspondeu meu olhar
Parecia está bem calmo
Mal cabia no meu palmo
Não arrisquei lhe pegar

Cristine Leite
 
 

Homenagem a Tereza de Benguela

Ficava no Mato Grosso
O quilombo da Tereza
Uma negra de firmeza
Coragem e muito esforço
Se armou até o pescoço
Com gente, com liderança
Mulher com luta que alcança
O esperançar feminino
Fêmea de punho latino
Cujo nome ainda se lança

Cristine Nobre Leite
25/07/2021
 
 
 NOSSAS CARTAS

EM NOSSAS CARTAS...
Há palavras de ordem, palavras de vida.
As folhas significam:
__ A mão que se estende.
O coração em busca do coração.
Um pedido de amor.
A vontade de comunicação.
NOSSAS CARTAS...
Não devem ser tocadas.
Devem viver
E morrer no segredo.
Minhas cartas:
__ Derramadas, amigas, sensíveis.
Tuas cartas:
__ Sinceras, contidas, discretas.
NOSSAS CARTAS...
Provas escritas   de um grande amor.
Devem ser lidas,
nas entrelinhas.
Mais diz - quando mais esconde.
Mais vale - quando mais sugere.
O temor de ofender...
A vontade de dizer tudo.
O pudor, o medo,
as reticências.
NOSSAS CARTAS...
Parecem pedaços de vida.
Fecho os olhos e imagino;
O que vai na tua mente.
As cartas que me escrevesse. E as cartas que recebeste:
__ Promessas, esperas, quimeras.
A leve mancha da alegria.
E o coração lacerado,
Pelas flechas de cupido.
Tuas cartas são:
__Pontos de chegada na minha vida!

Marizete Santos
 
 O TEMPO E O VENTO

O tempo é o velocímetro das edificações
O vento materializa os incríveis vendavais
O tempo constrói e desconstrói furações
O vento é quem destrói com os temporais.

O vulcão é aquecido e jorrado pelo tempo
E com o vento destroem a paisagem ambiental
O tempo é o cronômetro controlador do vento
Todavia é o vento que camufla o aquecimento global.

O vento acelera provocando o redemoinho
O tempo mantém-se no controle e atento
O vento por sua vez assopra devagarinho
O tempo lidera o seu espaço e não dá asas ao vento.

               Baltazar Filho
          10 de julho de 2021
 
ÁGUA CRISTALINA

Água que sacia a minha sede,
Que alivia e nutre meu paladar
Sinto um frescor ao te absorver
Farta leveza para te saborear.

Ao lubrificar a minha garganta,
Ah, sinto a pureza do teu cristal!
Revigorante que a dor abranda
Energizante para a corda vocal.

Benéfica para cuidar da saúde
Para matar a sede é essencial,
Fonte que nutre a vida com amiúde
Para o ser humano é primordial.

                Baltazar Filho
          25 de abril de 1982
 
 Quando me sinto amada

Quando me sinto amada...
Fico em Estado de Graça,
Plena, cheia de Vida...
Com os vazios do corpo e alma,
De Amor preenchidos...

Quando me sinto amada...
Fecho os olhos e sonho...
Com paraísos perdidos
Onde há estrelas ofuscantes,
Que me encantam os sentidos...

Quando me sinto amada...
Penso num seio materno
E sorvo Vida...
Numa aura comum, luminosa,
Com várias luzes coloridas...

Enfim, quando me sinto amada...
Fico "Una com o Todo"...
Alegre, Radiante, Feliz...
Com o pulsar do mundo no peito,
Explodindo em eterno gozo!!!

            ❤️Tásia Maria
 
 NÃO SE ESCONDA DE MIM

Que o amor das minhas velhas memórias
Nos pingos das chuvas bem longe, secados
Em asfaltos que seguimos  em nossas histórias  
Me venha revelar nossos antigos pecados.

Cruel esse amor que nos meus desacertos
Nos sonhos perdidos dos meus pesadelos
Só sente prazer quando é do seu jeito
Fazendo questão de ignorar meus apelos

Quem sabe um dia, por esse sonho real
Que o destino entenda o quanto preciso
Valer-me da fé que esse amor seja o riso
Ainda que eu morra nesse encontro fatal.

Que venha em bálsamos que minh'alma precisa
Que se esconda apenas do meu tosco viver
Que me envolva em abraços que tanto pedi
Nesta hora que estou a rogar por você!

Socorro Almeida
Recife, 11/04/2021
 

AMOR BANDIDO

Às vezes me deparo na dor por não ver-te
Nas longas noites inúteis, a te procurar
Assola-me o frio, martírio de não ter-te
E me ponho compulsivamente a chorar.

Que amor é esse que não  sabe o que sou
E o quanto te amei ainda que distante
Ao risco de perder-te seja pra quem for
Sem me preocupar se sou melhor amante?

Se tu te importas com os afagos deprimentes...
Vindos de leitos vulgares e encardidos...
Dos espasmos que se tem ao sol nascente...
Eu prefiro resguardar-me desse amor bandido.

Fui ingênua a ponto de não conter-me
Mas, ao ouvir o que meu lar sempre me diz
Que não preciso bater a porta ao ver-te
Basta que me importe mais em ser feliz!

Socorro Almeida
Recife, maio/2021
 
 LEITURA DE DOMINGO
 
 
 MABEL, SEUS AMIGOS E O LOBO
.
        
  Era uma vez, uma adorável menina chamada Mabel, que gostava de passear pela floresta nas tardes de Primavera, ela vivia cantando com os pássaros e colhendo diferentes tipos de flores para presentear sua mãe. Era uma criança esperta, tinha cabelos negros, bem encaracolados e olhos brilhantes.
          Certa tarde, a menina resolveu caminhar em uma floresta mais distante, pois queria conhecer novos tipos de flores, ela foi caminhando e não percebeu que já estava muito afastada de casa. Mabel olhou para um lado e para o outro e não reconheceu nada ao seu redor; o cenário era diferente, foi quando compreendeu que estava perdida, completamente só em uma floresta desconhecida e assim, começou a sentir medo. De repente, o tempo escureceu totalmente, o sol se escondeu do olhar de Mabel que ficou assustada  e pôs-se a chorar. Logo, um filhote de coelho se aproximou dela, e puxou conversa:
          - Olá, menina bonita! O que você faz tão distante de casa?
          - Oh, pequenino coelho! Eu estou perdida e com muito medo. Você pode me ajudar a encontrar o caminho de casa? Mabel falou e permaneceu tremendo de frio.
          - Menina linda, eu também estou perdido! Meu nome é Óscar. Posso ficar com você? Disse-lhe o coelhinho.
          - Uau, você está perdido?! Que tristeza Óscar! Eu sou Mabel, claro que você pode ficar comigo. Respondeu-lhe a menina.
          Os dois permaneceram juntinhos, um aquecendo o outro, em um gesto de amizade e, caíram em um sono profundo... O sol já brilhava radiante, por entre as folhas das palmeiras, quando Mabel e Óscar despertaram, ambos com fome e sede; assim, os dois resolveram procurar comida, água e um lugar mais seguro, bem distante da floresta aberta. Logo depois, eles encontraram um filhote de corço (pequeno veado) caído com uma patinha machucada. Mabel se aproximou dele para ajudá-lo, e perguntou-lhe:
          - Olá, você precisa de ajuda? Eu sou Mabel e aquele é Óscar
          - Olá, estou com um dodói na minha patinha direita e não posso andar rápido. O meu nome é Vermelho.
          Mabel continuou explicando ao novo amiguinho que eles estavam perdidos e precisavam se alimentar. O Vermelho juntou-se aos outros novos amigos, que o ajudaram a caminhar melhor... De repente, eles escutaram um grito estridente, que na verdade, era um pedido de socorro: "- Socorro, alguém me ajude!" Assim, os três amigos foram à procura de quem estava pedindo socorro. Eles levaram um susto tremendo quando avistaram um lobo preso em uma armadilha. O lobo olhou para Mabel e seus amigos e ficou implorando para que eles o ajudassem:
          - Menina, por favor! Vocês podem me ajudar? Estou aqui preso sem poder sair.
         - Lobo, como posso ter a certeza de que o senhor não vai nos devorar? Estamos perdidos, longe de casa, e somos presas fáceis. Respondeu-lhe Mabel.
         - Menina, se você me socorrer, eu prometo que ajudo vocês. Sou muito veloz e conheço tudo por aqui, cada pedaço desse chão. Respondeu-lhe o lobo.
Mabel olhou para os seus amigos, que tremiam de medo, pois eles tinham certeza que o tal do lobo, quando estivesse solto, iria devorá-los. Mas, a menina precisava encontrar uma saída para aquele
impasse, ela não podia deixar o lobo morrer à míngua.Então, Mabel olhou fixamente para Óscar e Vermelho, e tomou a decisão mais difícil da vida dela. Ela apanhou um graveto, se aproximou do lobo e afastou com o graveto as alças da armadilha, deixando o lobo completamente livre. Os três amigos ficaram inertes, só esperando o lobo pular em cima deles. Mas, não foi como eles pensavam, o lobo se aproximou deles e agradeceu-lhes pela ajuda. E falou de maneira bem calma:
          - Sua decisão foi sábia, menina! Agora, eu irei ajudá-los. Serei grato pelo resto da minha vida e jamais esquecerei uma atitude tão nobre quanto a sua. Disse-lhe o senhor lobo.
         - Senhor lobo, eu não podia ficar em cima do muro, enquanto o senhor agonizava de dor e sofrimento. Agora, a consciência é sua, se vai nos devorar ou não. Eu fiz a minha parte! Disse-lhe Mabel. Sendo assim, nós agradecemos pela sua ajuda!
         Assim, o lobo com a sua perspicácia indicou o melhor caminho para eles chegarem com segurança em casa.
         Os tempos passaram e Mabel aprendeu a lição, nunca mais ela foi passear longe de casa, porém de uma coisa ela tinha certeza, a decisão que tomara, em soltar o lobo daquela armadilha, tinha sido precisa, ela escutou a voz do coração.
         Os quatro se tornaram grandes amigos. Mabel, o Lobo, Óscar e Vermelho, sempre que possível, se reencontravam e se confraternizavam.
.        
Elisabete Leite
 
 CAMINHO DA VIDA

Escolho sempre o caminho do coração
Que me leva por lugares agradáveis
Sigo firme sem orgulho e nem ambição
Aguardo os ventos ficarem favoráveis...

Ando devagar para bem longe chegar
Contemplo o cenário, aproveito o momento
Procuro equilibrar o peso, até poder voar
Ando leve, sem perder nenhum movimento...

Assim, que o sapato começa a apertar
Paro um pouco, alivio a dolorida sensação
Ando descalça para melhor caminhar
Cabeça erguida e muita determinação...

Procuro não passar por cima de ninguém
Às vezes o sol esquenta e faz calor
Abro um sorriso quando cruzo com alguém
Eu ando movida pela força do Amor.

Elisabete Leite
 
 
Imagem de Ricardo Benevides
BELEZA SECULAR

As ruas de pedras do Recife Antigo
Mostram os primórdios da história e Tradição
As bravas lutas e segredos embutidos
Revelados na arte em fotografia e visitação...

A Flora embeleza cada ponto turístico
Jogando o verde por toda a sua extensão
O cenário se torna colossal e místico
Um balé de árvores, em forma de veneração...

Os antigos prédios e assombrados casarões
Apresentam uma arquitetura secular
Folhas formam um tapete dourado pelo chão
Intensificado sua original Cultura milenar...

E luminárias são projeções de lampiões
A paisagem se veste de nuances e cores
É fonte de inspiração para versos e canções
Recife, Veneza Brasileira, do frevo e amores.

Elisabete Leite
 
 

27 comentários:

  1. Bom dia, pessoal! Domingou aqui no Blog Maçayó, que como sempre, respira muita poesia, tanto nos textos poéticos quanto nos textos literários, e traz para o deleite de todos, um pouco de tudo, uma mistura da arte genuína nesse início de agosto de Deus. Mais um mês que começa e as esperanças são renovadas, um novo motivo para sorrir. Será um domingo diferente com muita riqueza de expressão, em seus diferentes olhares. Uma página elegante, de leveza peculiar com grandes reflexões e uma pincelada da inocência, do faz de conta, ou do era uma vez... Hoje o público infantil também está sendo contemplado na temática do Conto.
    O adorável Encontro de Poetas está belíssimo e emocionante, principalmente porque apresenta uma mistura de várias temáticas e um desfile de esplêndidos e seletos poetas, os fazedores de arte. Vou procurar fazer um comentário coletivo porque todos os poemas compartilhados nesse desfile poético, deste domingo, estão fenomenais. Quero parabenizar a cada um de vocês, pelas artes partilhadas em nosso Cantinho do Saber. Parabéns a todos!
    Na Leitura de Domingo eu compartilho um Conto apropriado para o universo infantil, mas também ideal para qualquer faixa etária, pois que traz mensagens construtivas e lições de vida.
    Quero destacar, que a página de hoje, traz um poema meu que faz a leitura detalhada da imagem do grande mestre em fotografia, meu amigo Ricardo Benevides. Imagem que foi escolhida para esta finalidade. Quero destacar as lindíssimas e várias temáticas de ilustrações que muito versejam, são poesias dentro de cada imagem.
    O meu irmão, grande poeta Jorge Leite, encanta o domingo no Blog com sua arte final. Parabéns, querido Jorge!
    Enfim, tudo muito lindo por aqui! Estou orgulhosa, lisonjeada e muito agradecida por esse momento de pura arte.
    Parabéns ao Blog pelo sucesso de sempre.👏👏👏👏👏
    Quero agradecer aos poetas colaboradores, os leitores e visitantes pelo carinho de sempre.
    Beijos no coração cada um ❤️💙.
    Bom domingo, com inspiração e boas leituras!📚📑🔖
    Até a próxima Edição!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Poetas!
    Parabéns a todos pelo belíssimo trabalho, e obrigado Bety, por enaltecer a minha arte com o seu lindo poema.
    Um domingo abençoado para todos!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Boa leitura do domingo
    Mais um domingo que se iniciamos com a leitura de maravilhosos textos poéticos. Um desfile bem selecionado de artistas da arte literária. Um presente dominical. Parabéns a todos que criam a poesia em verso ou em prosa e participam deste belo trabalho.

    ResponderExcluir
  6. É indescritível o prazer que tenho em participar do Blog Maçayó, onde cheguei há pouco tempo e já me sinto dm casa....
    Fazer parte dessa "E grégora" de Amor e luz faz meu espírito transcender, tempo, vida, épocas e viver um presente mágico inconfundível....
    Gostaria de finalizar meu comentário, com um pequeno poema que "tenta" definir o que é ser poeta, na minha concepção:
    Ah! Como é bom ser poeta!
    Podemos fugir da vida, viajar nas nuvens,
    Embrisgar-nos de sonhos,
    E chegar às estrelas,
    Completamente bêbados de Amor...
    E lá chegando, colocar em versos,
    Esse amor, reprimido vida a fora,
    Livres das amarras que o fez sofredor...
    Ser poeta, é sublimar a dor,
    Vivendo em estado de AMOR!!!....

    Tásia Maria

    ResponderExcluir
  7. Poesia é emoção! O orgulho dos poetas não passa de defesa; a dúvida atormenta até mesmo os melhores; eles necessitam de nosso testemunho para não desesperar em.

    ResponderExcluir
  8. "O tempo e o vento"... Quanta sensatez! Parabéns Baltazar Filho, como sempre nos presenteando com seus belos poemas.

    Guarabira-PB

    ResponderExcluir
  9. Oi tia Beta é Laurinha, sua aluna sapeca, to muito feliz. Amei o conto de hoje porque Mabel e boa e o lobo é bonzinho. Gostei das fotos do tio Jorge e dos poemas. Mamãe tá comigo e gostou de tudo. Saudade da senhora. Tu é fofa tia. Beijos da Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, princesa Laurinha! Estou muito feliz que tenha gostado do conto , como também do Blog de hoje. Fico agradecida pelas suas palavras e o carinho da sua mãe e de toda sua família. Sei o quanto você gosta das narrativas com personagens animais e com final feliz.
      Beijo em seu coração e lembranças para toda a sua família.
      Da professora que te ama tia Beta.🤗❤️🌹

      Excluir
  10. ..."Que não preciso bater a porta ao ver-te
    Basta que me importe mais em ser feliz!"
    Há sempre um final impactante nos versos de Socorro Almeida. Parabéns! Gosto muito.
    Parabéns a todos.

    ResponderExcluir
  11. EITA GENTE PRA CAUSAR EMOÇÃO!
    PARABÉNS: Luiz Menezes, Sol&Lua, Cristine, Marizete, Baltazar, Tásia, Socorro e Elisabete. E tbm pelas lindas ilustrações.
    Bom domingo a todos.

    ResponderExcluir
  12. Bal meu irmão. Vc conta em suas poesias dois fatores essenciais pra nossas vidas. No tempo e o vento a valorização do nosso clima e Água cristalina como dependemos dela e infelizmente estão deixando esse bem precioso acabar. Parabens meu irmão você é simplesmente SHOWWW.

    ResponderExcluir
  13. É mesmo amigos, uma belíssima página!
    Com maravilhosos poemas e grandes temas, a emoção transbordou.
    Um conto para ser lido e relido sempre, pois contém muitos ensinamentos, graça, magia, em uma narrativa fascinante. As ilustrações estão lindas e expressivas, como também toda sensibilidade do momento. Estou sempre revendo lições diárias no Cantinho da Tia Beta, que hoje é Leitura de Domingo. As imagens ficaram um verdadeiro show, o poeta Jorge é muito bom em tudo. Parabéns poetisa amiga Elisabete pela nova conquista, a publicação do seu Conto mais uma vez. Quero parabenizar os poetas pelos belíssimos poemas que fazem parte do ENCONTRO DE POETAS.
    O Blog está um sucesso. Parabéns!!!
    Abraços
    Saudades...

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, pessoal! Passando para visitar o Blog e me encantar com tantas poesias lindas e belíssimas imagens, fico sempre emocionado quando visito este local de tanta arte. Parabéns aos poetas!
    Quero falar um pouco do lindo conto da poetisa Elisabete Leite e seus personagens que transmitem um mensagem de amizade. Gostei demais do poema que mostra a imagem de um ponto turístico desse cidade linda que é Recife.
    Parabéns para o poeta Jorge Leite, estive no perfil no instagram do macayoblogliterario e gostei de todos os poemas dele. Parabéns amigo Jorge! Parabéns amiga Bety!
    Tudo sempre bonito por aqui.
    Abraços
    Aplausos para o Blog.
    Do amigo Pedro Henrique

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde queridos poetas!
    Mais um domingo cheio de emoção e de uma beleza literária...
    Parabéns a todos 👏👏👏👏👏
    Um abraço caloroso 🌻🌻🌷🌷

    ResponderExcluir
  16. Caríssima amiga
    Elisabete Leite.

    Hoje, no pináculo de sua inteligência, você me deixou muito feliz .
    Minha emoção foi grande ao ver meu trabalho publicado em seu Blog, na edição de número 454.Encontro de Poetas. Foi através dele que tive a oportunidade de
    mostrar um de meus poemas- que eu mais gosto:
    Nossas Cartas.
    Você é uma escritora que merece ocupar o pináculo da sabedoria.
    Quero apenas salientar o ótimo trabalho desse Blog, mesmo porque:
    O mundo está em constante mudança...
    Mas é preciso que não se deixe morrer o dom dos poetas e das pessoas que ainda têm sensibilidade.
    E você minha amiga, está dando uma parcela memorável de contribuição para que o dom se perpetue.

    Marizete Santos.
    01/ 08 / 2021.

    ResponderExcluir
  17. Os domingos são sempre assim, recheados de emoções. Sem me referir a apenas um, porque todos têm profundo valor literário. Parabéns a TODOS!!!

    ResponderExcluir
  18. Feliz com os comentários de todos, em especial aí meu irmão Eduardo (Du) e a minha irmã Verbena, um grande abraço meus queridos! O Macayo agrade tão honradas visitas.
    👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽
    Verbena é furacões sim! Foi na digitação saiu furações...

    ResponderExcluir
  19. Esse blog está cada dia mais lindo. Poesias que nos fazem levitar

    ResponderExcluir
  20. Passando para agradecer aos amigos, poetas ou não, pelos gentis comentários dirigidos aos meus poemas.
    Gratidão especial a Jorge Leite e Elisabete por mais um domingo de emoções!
    Abraços e até breve!

    ResponderExcluir
  21. Bom Dia e feliz semana, amigos! Voltando ao blog para agradecer pela participação e presença de todos. A página está um deslumbre e os comentários enriquecedores. Gratidão pelos belíssimos poemas e o carinho de cada um. Nós que fazemos o Blog estamos sempre trocando aprendizagens e procurando mostrar o melhor da arte poética e literária.
    Saudações poéticas e um grande abraço para vocês poetas, leitores e visitantes.
    O Blog agradece toda atenção!
    Até a próxima Edição!❤️

    ResponderExcluir
  22. POESIAS! Isso mesmo! Belas poesias! É o que nos oferece a página do Blog Maçayó desse domingo. Parabéns poetas e poetisas que contribuíram para mais um sucesso do blog com essa grandiosa apresentação! Parabéns Poeta Jorge Leite pelo extraordinário toque final, dando cores e vida aos poemas!
    Homenagem a todos:

    Um pote ou caldeirão
    Alho, para temperar
    Um Cobertor de Algodão
    Para algo bom recordar
    Candeeiro, ou lampião
    Cenário da ilustração
    De Jorge, pra iniciar.
    .....
    Minha rotina é assim
    Sofrer, faz parte de mim
    Nem pintada de CARMIM!
    Farei a sorte mudar.
    .....
    Com SEDE DE POESIA
    O vazio permanecia...
    Na inquietude crescia
    A loucura pra voar.
    .....
    Na triste melancolia
    A minha luz irradia
    E o meu calor contagia
    A LUA vou ABRAÇAR.
    .....
    TEU ABRAÇO me deu paz
    Me envolveu, me satisfaz
    Tem gosto de quero mais
    Nele pretendo ficar.
    .....
    CUMPLICIDADE e beleza
    Expostas na NATUREZA
    Observei na nobreza...
    De um peixinho a nadar.
    .....
    Em HOMENAGEM A TEREZA
    Deu pra sentir a grandeza
    Daquela que, com certeza
    Deixou um nome a zelar.
    .....
    NOSSAS CARTAS são de amor
    Segredos, medo, temor...
    Sinceridade e pudor
    E ninguém deve tocar.
    .....
    Debaixo do firmamento
    Vi com O TEMPO E O VENTO
    Que o tempo lidera o vento
    Não dar asas pra voar.
    .....
    Eis que: ÁGUA CRISTALINA
    É uma Dádiva Divina...
    Recomenda a medicina:
    Não esquecer de tomar.
    .....
    QUANDO ME SINTO AMADA
    Sou feliz, realizada...
    Sonho, fico alucinada
    Explodindo pra gozar.
    .....
    NÃO SE ESCONDA DE MIM
    Não me cause pesadelos
    Ignore meus apelos...
    Mas rogo: vem me abraçar.
    .....
    Pelo martírio sofrido
    Leito Vulgar e Encardido
    Eis que, desse Amor Bandido
    Prefiro me resguardar.
    .....
    MABEL e SEUS dois AMIGOS
    Pela floresta perdidos...
    Correram grande perigo
    Do LOBO lhes devorar.
    .....
    Pelos CAMINHOS DA VIDA
    Nem toda estrada é florida
    Mas, ao ficar dolorida
    O amor pode aliviar.
    .....
    Recife, Terra de Amores
    Frevos, tradições e flores
    Traz estampada em cores:
    A BELEZA SECULAR.

    Valdemar Guedes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um espetáculo de momento de arte poética em forma de cordel. Um comentário digno de mestre cordelista.
      Parabéns, poeta maior! Gratidão pela contribuição e participação sempre.
      Bravo! Você é show!

      Excluir
  23. Bom dia nobres poetas e comentaristas do Macayo! Chegando um pouquinho atrasado, mas aqui estou eu. Hilário com o desfile desse domingo, como sempre nosso desfile literário cresce a cada edição. Nossa mestra da literatura Elisabete sempre nos supreendendo com o seu talento intenso de uma grandiosidade própria, seus poemas é de uma preciosidade ímpar. Seus contos vão além do horizonte. Jorge suas ilustrações fantásticas e seu grande potencial literário, é sempre um colírio potente para os nossos olhos.
    Meu caloroso abraço aos espetaculares poetas: Luz Menezes, Cristine Leite,Marizete Santos, Sol& Lua, Tasia Maria, Socorro Almeida. Nós presenteando com seus nobres talentos.
    Gratidão aos amigos visitantes que nos incentivam e enaltecem com seus comentários carinhosos.

    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
  24. Esplêndido cordelista Valdemar. Aplausos!👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽 Seus enredos são nobres de um cordelista fera.
    Um grande abraço, Baltazar Filho

    ResponderExcluir