domingo, 24 de outubro de 2021

A ESSÊNCIA DA ALMA

EDIÇÃO Nº 467

 "Na essência somos iguais, nas diferenças nos respeitamos."

(Santo Agostinho)


 LEITURA DE DOMINGO

 O PACIENTE DOUTOR 

           Já era Primavera, mas o clima, naqueles tempos, parecia pardacento, as roseiras viviam desfolhadas e sem espinhos, e os jardins sem o colorido da estação. Já os olores da vida estavam sem essências qual andorinhas sem verão.

          JS era um médico brilhante, um sábio viajante, que vestia o seu jaleco para voar pelos corredores dos hospitais sombrios, levando a luz do bem aos pacientes, não só através das suas habilidades médicas, mas pelo dom da cura, por meio da força do amor. Muito cedo ele conheceu o sabor da vitória, garoto franzino por fora, porém grandioso por dentro, sempre foi conhecido como o chorão da família, mas inteligente por natureza. Ele ainda adolescente, conseguiu ser aprovado em seu primeiro vestibular para Medicina na Universidade Federal de Alagoas, um nordestino com louvor. "Sua mãe vivia dizendo que toda a sua prole seria doutor". 

          Mas, JS era também muito bom sonhador, conseguia viajar dando asas à imaginação e o seu ofício de ilustre poeta vinha do âmago do coração... Certo dia, o doutor ficou acometido por uma doença misteriosa, e assim se transformou em um paciente doutor; ele foi realizar uma grande viagem em um renomado hospital. Entrou como paciente e foi acolhido por anjos vestidos de jalecos brancos e JS sentiu na própria pele o sabor da bondade.

 Entrou pela porta de emergência, a sua mente não estava na referida instituição, mas viajando sem rumo certo, operando milagres, cumprindo uma nova missão. Encontrou pelos caminhos, entes queridos que já tinham mudado de plano; pacientes que navegavam por outros mares. Foi uma viagem difícil porque as estradas se cruzavam, e os devaneios, de mestre escritor, estavam presentes em sua memória. O paciente doutor presenciou cenas doloridas, viu pessoas negativas, momentos de solidão e tristeza, sentiu sua alma completamente vazia, que procurava o sentido do amor, a essência da vida. JS consegui sair do estágio crítico, passou a receber visitas e em um certo momento se encontrou com outra irmã viajante. 

A caçula Beta, como era chamada por ele, entrou triste naquele grande corredor do hospital, porque sentia muita a falta do irmão, necessitava urgentemente da saúde dele para continuar suas viagens, alçando seus voos pela imensidão. 

          Ela adentrou no quarto devagar e JS estava em um leito branco, cercado por anjos, se aproximou, e quebrou o silêncio:

           - Olá, querido irmão! Como tem passado? Quem sou eu?

            O paciente doutor olhou fixamente para sua irmã, e respondeu-lhe quase chorando: 

           - Claro, é Beta! Minha irmã, passei por momentos difíceis, tive alucinações terríveis, fui machucado e machuquei quem não merecia! Estou muito triste!

          Sua irmã olhou com muito carinho para ele, e disse-lhe:

           - Querido, somos viajantes! Estamos poetas e ultrapassamos todos os nossos desafios. Você fez uma longa viagem, mas já retornou. Teve a chance de conhecer o outro lado da vida, porém Deus mandou você de volta, para concluir a sua missão, neste plano físico. Irmão, esse momento não é de tristeza e sim de gratidão e alegria. Os seus amigos estão esperando por você. Permite-se florescer, que já é Primavera! Ela acariciou a longa barba do irmão e saiu em seguida.

           A sonhadora Beta deixou o hospital pensativa. Falando baixinho consigo mesma: "meu Deus, meu irmão teve uma experiência fantástica! Parecia uma outra pessoa, com semblante cálido, sem marcas de tempo e sorriso brilhante. A viagem foi positiva para ele. Na verdade, ela se sentia um pouco aliviada depois que falou com irmão.

          JS permaneceu por mais um tempo no hospital, aguardando o resultado dos últimos exames. Ele estava descansando da longa viagem que fizera...

           O tempo passou... JS se recuperou, mas jamais se esqueceu da sua dolorida experiência de ser um paciente doutor.

Elisabete Leite 

A ESSÊNCIA DA POESIA

Nem tão longe, nem tão perto
O corpo, alma e emoção.
A mão que descreve o verso
Desperta um genuíno sentimento,
Faz transbordar o coração...
A leveza em cada palavra
O olhar em várias direções
A sinestesia, nuances e cores
Ah, tudo causa sensação!
Cheiros e múltiplos perfumes
Misturam-se ao olhar da criação
Tons, brilhos, inspiração e olores
Na alma da poesia em construção.
O valsar e entrelaçar das letras,
Que vão tomando corpo e formação
A sua musicalidade e harmonia.
E o poeta dando asas à imaginação
vai versejando a essência da poesia.

Elisabete Leite


A ESSÊNCIA DA ALMA

Ah, é bela a natureza da minh'alma!
Minha essência resplandece todo dia
Inebria o meu Ser e me deixa calma
Faz aflorar todas as minha energias...

O sangue circula fácil pelo coração,
Logo desperta a magia na minha vida
Faz fluir, do âmago, grandes emoções
E traz de volta a felicidade perdida...

Que reluzente é o brilho de meu olhar
A luminosidade ofusca a minha visão
E faz renascer minha vontade de amar...

Assim, o amor brota de várias sensações
Incandescendo até no cintilar do luar
Envolvendo-me em salutares vibrações.

Elisabete Leite 


ENCONTRO DE POETAS 
DOCE AMIZADE 

Muita coisa há de supérfluo  nesta vida
Tanta coisa que se ama sem dar valor
Sorrisos encontrados em cada esquina
Sem o prazer de sentir o mesmo amor.

Mas, há coisas perfeitas neste mundo
Os lagos, os rios, os campos, os mares
Os jardins, e o perfume das rosas...
Ainda que dores pelo caminho encontrares
A vida ainda assim é maravilhosa!

Nem sabe porque lhe digo essas coisas
Nem imagina o quê de que mais me orgulho 
Muito mais ainda por existir neste mundo 
A criatura que sabe o valor disso tudo.

A grandeza da amizade, a dor da saudade 
De todos os valores, o maior  bem-querer 
Que encontramos no mais longínquo coração 
É sua amizade por mim, e a minha por você!

Socorro Almeida 
Recife, 29/05/2021

A INCOERÊNCIA DO POETA

Se o poeta finge uma dor que não tem
Como explicar uma lágrima descontente
Que lhe cai do rosto tão suavemente
E diz que não é por nada nem por ninguém.

Se o poeta finge ser o que não é
Como explicar essa coisa tão bonita
Que lhe sufoca a alma embevecida
Pela divina imagem de uma mulher!

É nos versos que lhe cabe toda a dor
Quando ele ama, ele ama intensamente
E quando odeia, diz que é pela arte...

Só se sabe que o poeta é um sonhador
Suas dores são sentidas só internamente
Mas seu amor é sentido por toda a parte!

Socorro Almeida 

Recife, dez/2020

         
PING PONG

Uma ação do tempo...
Indefinido!
Um amor...
Proibido!
Sentimentos 
Possibilidades!
Mente sã...
Vida lúcida!
Uma cor...
A mais bonita!
Uma flor...
A mais bela!
Amizade...
Verdadeira!
Maldade...
Sedutora!
Críticas...
Destemida!
Paixão...
Desilusão!
Esperanças
Solução!

Baltazar Filho 
06 de agosto de 2021

BRAVO ROMANCE!

É de tirar o chapéu
O que outrora aconteceu
Sobre os comentários ao léu
Do romance, "Julieta e Romeu".

Na ficção uma inverdade
Talvez uma mera invenção
Um folhetim sem maldades
Cruel realidade, dura ilusão.

Trágico suspense
Um ingrato destino
Um amor descrente
Preso ao infiel destino.

Destinos castigados
Dias angustiantes
Corações estraçalhados
Paixões crusciantes.

Baltazar Filho
05 de agosto de 2021


RECORDANDO POESIAS
Minha Alma

Minha alma embriagada sente sede
Sente medo de sair da escuridão
Fica triste ao pensar que já foi lúcida
E se pergunta pra que serviu tanta razão.

Minha alma embriagada quer dar saltos
Não para a vida que lhe norte a incerteza
No silêncio se transforma em sobressaltos
De uma palidez pútrida em sua baixeza

Minha alma embriagada curva-se a Deusa 
Na Incerteza do amor de uma paixão
Se desespera pela falta de pureza
Sofre perdas, dores, convulsão.

Embriagada minha alma sofre insultos
Com palavras, com gestos inoportunos
Ajoelha, reza, implora indultos
Como um velho inspetor de alunos.

Minha alma adormece em tuas dores
Tenta crer que já foi santa e impura
Suas lembranças é um circo de horrores
Em lençóis sujos de vermelho-púrpura.
 
Jorge Leite
19 de junho de 2021
 

FOI ASSIM

Meus olhos quando te viram, se apaixonaram
Minha mente foi te desenhando
Minha boca quis te contar que nosso encontro
Estava marcado pelo destino.
Estava nascendo entre nós
Uma linda história de amor.
Naquele momento, eu senti
Vontade de te dar um beijo
Minhas mãos quiseram te tocar
Meus braços queriam te dar um abraço
Meu caminhar queria ir em tua direção.
Meu coração quis te pedir
Que te alojasses dentro dele
E ali ficasses eternamente.
Foi então que pedi
Um conselho pra mente e pro coração
Os dois responderam numa só voz:
O amor é divino. Ame e seja feliz!
 
Cândida Nunes
LÁGRIMAS DE MULHER

Essas lágrimas em teu rosto, mulher
Lavam a dor da indagação.
Fale, fale tudo o que quiser
Para tudo tem uma solução.

Não é fácil ser tudo que ela quer
Quando surge aquela interrogação...
Fazendo um julgo qualquer
Seguindo a sua razão.

Não tentes julgar o meu enigma
Pois dentro de mim tem o estigma
Um grande mistério que se cifra....

E digo, Deus tem a conclusão
Por isso, não deve sofrer contestação!
Mulher, meu coração  ninguém decifra!

Rita de Cássia Soares
Pirpirituba 07/03/2021

DE TOLA QUE EU SOU  (AAL)

Falei contigo dos antigos amores
Ficaste, então, com um olhar de temor
Falei de todos que eu deixei para trás
Pensando talvez de matar de ciúmes
Chorei sem querer... de tola que eu sou

Falei da saudade dos antigos valores
Dos salões de festas e das serenatas
Da esteira em que meu peito pulsou
Por um amor cruel que quase me infarta
Chorei sem querer... de tola que eu sou

Falei das canções cantadas ao vento
Dos boleros e rumbas, valsas e blues
Dos encantos que vêm seguidos de dor
Das gotas de orvalho nos lagos azuis
Chorei sem querer... de tola que eu sou

Como pude zombar do teu coração?
Dos olhos castanhos tão cheios de amor
Do afago, a mão que em meu corpo tocou
Do abraço envolvente, dos teus beijos ardentes?
Que agora perdi... de tola que eu sou!

 Socorro Almeida
"Poema que faz parte de seu livro "Mulher de Todas as Rimas & Outras Poesias".
 



FELICITAÇÕES E HOMENAGENS 
Ser Poeta

Ser Poeta, é ser sensível 
À  vida e aos elementos 
Captando a sua essência 
O valor dos sentimentos...

É  chorar de alegria 
Sentindo,  profundamente,
O Amor escorrendo em lágrimas 
Do fundo d'alma da gente...

E a tristeza sentida
É  extravasada em versos 
Escoando a nostalgia 
Desse nosso universo...

É  viver em plenitude
Num limbo de provação 
Que se transforma, somente,
Em nuvens no coração...

A alegria de viver,
Desespero, luto e dor
Fazem a vida de um poeta
Resplandecer de Amor...

Amor por tudo e por todos,
Pela vida e pela morte...
Se você for um poeta,
Você teve muita sorte!!!

           ❤️Tásia Maria


"Somos poetas de todas as rimas
Nos versos cantados de nossas canções
Seja nas almas cheias de saudade
Seja no pulsar de nossos corações!"

Socorro Almeida

Imagens Diversas: Pixabay



30 comentários:

  1. O Blog Maçayó, o nosso Cantinho do Saber, está suspirando de emoção, principalmente porque traz para o deleite de todos a Essência da Alma, o brilho do nosso interior, as sinestésicas sensações de cada poeta sonhador. O nosso Blog de Amigos para Amigos abre a edição de hoje com a Leitura de Domingo com um Conto emocionante da minha autoria, onde a realidade e ficção se misturam, que é uma narrativa envolvente e reflexiva. Muito temos para agradecer.
    Na seção Encontro de Poetas temos a honra de mostrar um grande desfile de seletos
    poetas. Muita sensibilidade à flor da pele, com poemas belíssimos e expressivos. Um verdadeiro show de página tanto em riqueza poética quanto em detalhamento e organização, com imagens que denotam um visual moderno e inovador. Como também a Poesia expressada de várias formas. Que na verdade, é um grande encontro de brilhantes amigos românticos e também realistas, são poetas que sabem expressar diferentes temáticas, e que vivenciam na íntegra tudo que escrevem.
    Quero começar falando e destacando todos os maravilhosos poemas sem exceção de nenhum. Parabéns aos poetas pelas suas excelentes artes poéticas aqui compartilhadas.Tudo hoje respira pura POESIA da mais alta qualidade.
    Hoje, temos uma seção especial Recordando Poesias com lindíssimos e bem inspirados poemas. Como recordar e viver! Temos o prazer de reler o melhor da poesia. Parabéns poetas!
    As ilustrações estão impecáveis e bem pertinentes aos temas abordados. Finalizando e fechando o domingo no blog temos uma maravilhosa homenagem ao Dia do Poeta. A magnífica arte final, de hoje, está digna de aplausos, foi especialmente revisada pelo grande poeta Jorge Leite. Parabéns, poeta Jorge pela seu retorno e participação!
    Parabéns ao Blog e aos poetas que estão desfilando por aqui.
    Obrigada pelo carinho de todos, como também dos visitantes e leitores.
    Um ótimo domingo para vocês, com muito amor no coração! Gratidão!
    Até a próxima Edição!
    🤗❤️💙🌸🌷🌹🌻💐☀️🕊.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, poetisa BETY-LEITE, o blog está um arraso, pura essência da alma, belíssimo trabalho de imagens e
    Textos, com primorosa edição!
    Parabéns para todos os poetas!
    Aplaudindo em pé!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão ilustre poeta pela atenção, carinho, contribuições poéticas e gentis comentários.
      Um excelente domingo e uma semana cheia de grandes inspirações.
      Parabéns e saudações poéticas!

      Excluir
  3. A essência dos domingos passa a ser o Blog Maçayó, uma página rica em sentimentos descritos por poetas e poetisas que não se importam de mostrar e desnudar suas almas.
    Mais um belíssimo número do blog editado por Elisabete Leite. Parabéns a todos os poetas que escreveram essa pagina.
    Boa leitura e um domingo abençoado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão querido irmão por tecer tão belíssimo comentário. Um domingo abençoado para você é família. Beijos em seu coração!

      Excluir
  4. Uma lindeza de edição. Parabéns pra todos os poetas pela passagem do seu dia 20 de outubro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida poeta Cristine pela sua grandiosa contribuição. Parabéns para nós poetas.
      Bom dia!😘❤️🌹

      Excluir
  5. Bom Dia, amigos e amigas!
    Hoje o Blog está magnifico mesmo. Uma riqueza poética de imagens e conteúdos.
    Um espetáculo de conto, li e reli chorando de emoção. Muito amor presente em cada palavra neste primoroso enredo de fazer chorar. Os belíssimos e sentidos poemas estão em sintonia tanto de sentimento quanto de inspiração. Lindas citações que desperta e fazendo refletir e pensar nossas ações. Parabéns para todos os poetas.
    Amei a seção Recordando Poesias e quero parabenizar as temáticas abordadas. A essência do poeta é iluminada.
    Show de imagens e seleção dos conteúdos.
    Aplausos.
    Até breve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Betânia pelas palavras de carinho e sincera amizade. Também observei isto, os poemas parecem que foram escritos para este sensacional desfile de domingo.
      Abraços e bom domingo!

      Excluir
  6. Como é maravilhoso deleitar no leite dos leites do Macayo.
    Bom dia a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querido amigo poeta pelo seu carinho e verdadeira amizade. Gratidão pela contribuição e saudades.
      Abraços poéticos!

      Excluir
  7. Josenilson Rodrigues24 de outubro de 2021 11:52

    Belíssimos poemas. Parabéns para TODOS.

    Josenilson Rodrigues

    Pirpirituba Paraíba

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo Josenilson pela sua presença constante e com gentis comentários. Saudações.

      Excluir
  8. Boa tarde à todos!
    Como é linda a essência da alma! Sem máscaras, sem véus, nua...
    Tão bem demonstrada, no blog de hoje, através dos belos poemas e um conto, transcendental, maravilhoso...
    Gostaria de parabenizar a todos os Poetas pelo seu dia( 20 de Outubro) e dizer da minha felicidade em participar do Blog Maçayó, procurando extrair, da essência da minha alma, inspirações para meus poemas...sempre!
    ❤️Tásia Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida poeta Tásia Maria pelas belíssimas contribuições poéticas e sua amizade verdadeira. Gratidão sempre.
      Abraços

      Excluir
  9. Maravilhosos poemas de magníficos poemas. Parabéns a todos. Ao conto de Bete ficamos sem palavras... uma merecida homenagem ao seu irmão Jorge Leite. Que bom que ele já está de volta ao lar, graças a Deus.
    Bjos pra todos os portas e obrigada por mais um domingo de emoções!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo:..
      de magníficos poetas

      Excluir
    2. Obrigada minha querida e grande poeta Socorro Almeida pelas lindíssimas contribuições e sincera amizade.
      Beijinhos em seu coração ❤️

      Excluir
  10. Gente, que domingo maravilhoso! Poemas lindos e um conto emocionante! Se me permitem, o poema de Jorge é tudo de bom.
    Parabéns a todos!!
    Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha querida amiga pelo seu carinho e atenção. Muito bom seu a ilustre presença e gentil comentário.
      Saudações ❤️🌹

      Excluir
  11. Amigos me desculpem pela demora em comentar. A edição de hoje está de tirar o fôlego, muitas emoções. O conto é perfeito, reflexões a toda prova, uma narrativa emocionante de fazer chorar. Lindos e criativos poemas, todos os poetas estão de parabéns.
    Uma edição de grande beleza com imagens que falam o conteúdo dos poetas.
    Aplausos para o Blog de domingo.
    Boa noite a todos!
    Até logo mais .
    Henrique

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo Pedro Henrique pela atenção e gentil comentário, o Blog agradece pela sua presença constante.
      Boa noite e volte sempre!

      Excluir
  12. Estou retornando ao nosso Cantinho do Saber para agradecer pelas contribuições, interações e preciosos comentários ao longo de todo dia. Gratidão aos ilustres poetas por tudo. Nós que fazemos o Blog temos a honra de compartilhar o brilho da arte poética e literária de cada um de vocês.
    Sem a participação de todos nada faria sentido.
    Gratidão aos leitores, visitantes e demais poetas.
    Abraços poéticos!🤗

    ResponderExcluir
  13. Rita de Cassia Soares24 de outubro de 2021 22:07

    O blog Macayo acordou com o mais puro sentimento, o amor transbordou de uma forma ímpar, no Conto da poetisa amiga Elisabete Leite, que bela homenagem direcionada ao seu irmão poeta Dr. Jorge Leite, a emoção trava no peito e vaga na direção do coração de cada leitor, o nobre poeta Dr. Jorge Leite merece, pois sabemos o quanto ele foi um médico dedicado a sua profissão, ele fez história e continua fazendo com seus dons poéticos.
    Aqui é um cantinho, onde as poesias e os contos revelam a força do amor, do carinho, da atenção e assim conquistamos corações.
    Parabéns poetas que Deus ilumine nossas inspirações.
    Obrigada aos visitantes pelos comentários minha gratidão.
    Um final de domingo abençoado por Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão minha querida amiga poeta Rita pelas duas maravilhosas contribuições, pelo seu carinho e verdadeira amizade.
      Beijinhos em seu coração.😘❤️🌹

      Excluir
  14. Se o poeta finge uma dor que não tem
    Como explicar uma lágrima descontente
    Que lhe cai do rosto tão suavemente
    E diz que não é por nada nem por ninguém.
    Assim, o amor brota de várias sensações
    Incandescendo até no cintilar do luar
    Envolvendo-me em salutares vibrações.
    É que a minha alma adormece em tuas dores
    Tenta crer que já foi santa e impura
    Suas lembranças é um circo de horrores.
    Minhas mãos quiseram te tocar
    Meus braços queriam te dar um abraço
    Meu caminhar queria ir em tua direção.
    Meu coração quis te pedir.
    Ser Poeta, é ser sensível
    À vida e aos elementos
    Captando a sua essência
    O valor dos sentimentos...
    Não tentes julgar o meu enigma
    Pois dentro de mim tem o estigma
    Um grande mistério que se cifra....
    Amor por tudo e por todos,
    Pela vida e pela morte...
    Se você for um poeta,
    Você teve muita sorte!!!
    Na ficção uma inverdade
    Talvez uma mera invenção
    Um folhetim sem maldades
    Cruel realidade, dura ilusão
    Nem tão longe, nem tão perto
    O corpo, alma e emoção.
    A mão que descreve o verso
    Desperta um genuíno sentimento,
    Faz transbordar o coração...
    São versos sábios de artistas que respira do fundo da sua alma, as mais emocionantes rimas de amor. Parabéns ícone da literatura brasileira, Elisabete Leite minha querida irmã, seus contos sempre superando a todas as inspirações. Parabéns meu irmão Jorge pelo definidisdimo poema e pelas belezas das ilustrações.
    Gratidão aos comentaristas pelos relevantes comentários. Já dizia o sábio" SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO!
    Um nós corações! Baltazar Filho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, amigo e irmão! Baltazar, Estamos lisonjeados pelo seu maravilhoso comentário poético. O nosso Cantinho do Saber agradece suas contribuições poéticas e amizade de sempre.
      Feliz semana e saudações para você é família.

      Excluir
  15. Um beijão nós corações! Baltazar Filho.
    ( corrigindo)☝️

    ResponderExcluir
  16. Olá, boa noite! Passando, mesmo que com atraso, para parabenizar o Blog Maçayó pela deslumbrante página exibida neste domingo, bem como aplaudir e enaltecer os poetas e poetisas com seus respectivos poemas, que brilharam e proporcionaram o brilho maior do blog. Parabéns a todos! Não pretendo entrar no mérito dos poemas, mas apenas fazer certa ressalva ao conto da Poetisa Elizabete, por tratar-se de uma estória da Vida Real cheio de emoções e sentimentos. Magnífico conto! Parabéns Poetisa! Aplausos também aos leitores e visitantes do blog por demonstrarem interesse pela Cultura Literária e ou poetica, tecendo assim seus incentivadores comentários. Parabéns a todos! Até a próxima edição se Deus quiser!

    Valdemar Guedes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Valdemar, poeta maior, pelo seu brilhante comentário. Estou lisonjeada que tenha gostado da página e do Conto. Gratidão pelas sua maravilhosas contribuições.
      O Blog agradece seu empenho e carinho de sempre.
      Abraços!!!

      Excluir