terça-feira, 12 de outubro de 2021

A MAGIA DA CRIANÇA

EDIÇÃO Nº 465

"A criança consegue enxergar muito além do horizonte, por trás do arco-íris, ela se sente dentro das narrativas, se envolve como se fosse o próprio personagem do enredo". (Elisabete Leite)

CANTINHO DA TIA BETA 

 DOCE INOCÊNCIA

Entre a realidade e a fantasia
A criança viaja pelo seu mundo
O Universo de sonhos e magia
É agradável, colorido e fecundo...

Doce inocência que tinge a vida
Onde imaginação voa no tempo
Escolhendo a sua cor preferida,
Vai colorindo o seu passatempo...

Letras se juntam e formam Amor
Uma palavra doada por gratidão
O branco se une ao colorido da flor
E a pureza fica dentro do coração...

Criança acredita em lendas e fadas
Até no palhaço que sorrir de alegria
A criança quer ser feliz, bem amada
Na simplicidade ela enxerga Poesia.

Elisabete Leite



BOITATÁ E OS PROTETORES DAS MATAS 

           Era uma deslumbrante noite primaveril, a estação mais florida e colorida do ano, mas naquela noite o vento soprava tão quente que parecia até que já era verão. O luar resplandecia dourado por entre as folhas verdejantes das palmeiras, que balançavam sem parar, e as estrelas reluziam com tanta intensidade, como se quisessem narrar algum segredo. Logo, a dama da noite resplandeceu no céu  com seu dourado véu deixando o cenário novelesco...
          Os inseparáveis primos, Pedrinho e Salomé, corriam pelo caminho de Pedra em direção a um pequeno riacho na intenção de se refrescarem com um agradável banho noturno; eles estavam passando um final de semana no campo, na casa dos tios. Um local lindo, em uma casinha simples, dentro da Fazenda Olho D'água. Local onde o irmão da mãe de Pedrinho era o cuidador de cavalos.
           A Fazenda era uma propriedade belíssima, tinha área verde por toda sua extensão, pois o que não faltava por lá era muita diversão para os primos aventureiros. Pedrinho e Salomé viviam cavalgando pela relva sem rumo certo, tomavam banho de bica, se molhavam no lamaçal, corriam atrás das cabras leiteiras e  bebiam o leite quentinho direto nas tetas... Porém, naquela noite os primos estavam pressentindo um clima diferente, principalmente Pedrinho, e pouco demoraram no banho. Pedrinho falou para Salomé que algo iria acontecer:
           - Prima Salomé, eu estou sentindo um clima pesado, e o tempo escureceu repentinamente, acho que alguma coisa vai acontecer.
           Salomé fez uma cara de espanto, e respondeu-lhe:
          - Pedrinho, deixe de besteira! O que pode acontecer por aqui, tudo parece tão calmo. Eu bem que gostaria que algo acontecesse, para sairmos dessa mesmice. Eu também me sinto diferente, mas você sabe muito bem, que não vivemos sem uma boa aventura. Quem sabe se um lendário do folclore vai aparecer em nosso caminho!
            Pedrinho olhou para Salomé, e continuou falando :
           - Prima, olhe para o céu e veja como as estrelas estão num pisca-pisca constante, a lua fica acenando para a gente, como fosse se comunicar, ela até se escondeu por trás das nuvens. Deixe aflorar a sua sensibilidade e sinta o universo, ele está diferente! Eu tenho certeza que alguma coisa irá acontecer, Salomé! Vou apanhar o livro de aventura que ficou guardado dentro da mala; só assim a gente poderá se prevenir do que vem pela frente.
           Salomé olhou para o céu, e disse-lhe:
           - Não vejo nada Pedrinho, deixe de imaginar coisas! Pode ser um temporal que está se formando! Vamos para casa que é  melhor. 
           Salomé também estava sentindo algo diferente, porém não queria assustar o primo. Os dois seguiram pelo caminho de volta, bem devagar... De repente, eles avistaram algo brilhando por entre as folhas das palmeiras; o objeto reluzia tanto que parecia até uma bolo de fogo. Pedrinho ficou perplexo, completamente mudo, somente aguardando o inesperado visitante. O fogo foi aumentando de intensidade, e se aproximando deles. O fogaréu aumentava sem parar, enquanto os dois primos não paravam de tremer. Logo, Pedrinho olhou para Salomé, sem entender nada, e disse-lhe baixinho:
           Prima Salomé, eu estou temeroso pelos acontecimentos que virão! Acredito que estamos sonhando, mas se não for sonho. O lendário do Boitatá veio nos visitar, porém resta saber o real motivo dessa inesperada visita.
           Salomé olhou firmemente para Pedrinho, e respondeu-lhe:
           - Primo, eu estou com muito medo! Vamos procurar se comunicar com ele?
           - Sim prima, vamos tentar! Respondeu-lhe Pedrinho.


           Subitamente, uma grande cobra verde, de cabeça de fogo com vários olhos incandescentes por dentro, que se agrupavam e até parecia uma tocha olímpica, pulou na frente deles. Logo, o suspense foi quebrado, e ela começou a falar em línguas estranhas e cuspindo fogo para todo lado. Os primos que ainda continuavam com calafrios de tanto medo, permaneceram parados. 
          O visitante parou de cuspir fogo e começou a falar normalmente, e disse-lhes:
           - Desculpe se assustei vocês, é que estou precisando de ajuda. O danado do Curupira falou para mim que vocês são amigos da Natureza, que vivem protegendo o meio-ambiente, a Flora e a Fauna. Preciso urgente voltar à floresta, mas por algum motivo estou me sentindo confuso e não reconheço o caminho de volta. Uma parte da floresta está queimando, um incêndio de grande proporção. Eu vivo no coração da floresta e protejo as matas contra incêndios. Disse-lhe o lendário Boitatá.
           Pedrinho olhou para o Lendário, e disse-lhe:
          - Cobra Lendária, vamos ajudá-lo! Você vai precisar se esconder enquanto resolvemos tudo; aproveite para descansar e recuperar suas energias.
          E assim, Salomé continuou falando:
          Já conhecemos muitos outros Lendários e passamos por grandes aventuras com eles. Seja forte que você é um exímio protetor das matas. Seja bem-vindo!
          Assim, os três se dirigiram ao celeiro, local onde o Boitatá ficaria escondido para descansar, enquanto os primos providenciariam alguns mantimentos e mapas para devolverem o Lendário em segurança ao seu local de origem.

           Pouco tempo depois foram acordar o Boitatá para seguirem  viagem... Pedrinho e Salomé, com folhas de palmeira, saíram apagando os focos de incêndio de um lado, enquanto o Lendário com seu encantamento apagava do outro lado. Subitamente, o Boitatá parou, e disse-lhes:
            - Amigos, o incêndio está controlado e eu já me localizei. Vocês ajudaram bastante e o que eu precisava mesmo era de um bom descanso. Quero agradecer-lhes pela hospitalidade e ajuda de vocês. A União faz a força! O Curupira não mentiu em nada. Vocês não são lendários do folclore, mas são os verdadeiros Protetores das Matas. Agora descobri o significado da palavra amizade! Vocês são grandes aventureiros e meus amigos.
           Pedrinho olhou com admiração para o Lendário Boitatá, e respondeu-lhe:
           - Siga em Paz, lendário protetor das matas! Você agora é nosso amigo e sempre será, quando precisar, é só chamar.
           Assim, num passe de mágica  a cobra de fogo desapareceu e os primos voltaram correndo para a casa da Fazenda...
         Já em casa, o garoto Pedrinho  retirou o livro de dentro da mala e leu o título: Boitatá e os Protetores das Matas. O garoto fechou o livro, o colocou na estante e foi descansar na casa da árvore. Pedrinho estava muito feliz em haver descoberto o verdadeiro sentido das suas aventuras: a Valorização da Cultura,  a Preservação da Natureza, o significado das lendas e seus diferentes olhares dentro do folclore.
          O tempo passou... Pedrinho e Salomé cresceram e cada um seguiu seu destino, porém eles jamais irão se esquecer das lendas, dos personagens das estórias e dos momentos inesquecíveis das suas aventuras.
          Viva o dia da criança!

Elisabete Leite

AMOR & RESPEITO

A criança quer ter Amor e Carinho
Não sofrer abuso e nem pancada
A doce inocência do seu rostinho
Ah, deverá ser sempre preservada!

Criança precisa se sentir acolhida
Ter o seu coração cheio de alegria
Viver uma infância livre e protegida
é o seu sonho colorido de todo dia.

A criança merece ser bastante feliz
Cantar, brincar e dançar lindamente
Até ganhar beijos na ponta do nariz
O seu universo dever ser atraente...

Criança tem que ter um lar e nome
Muita segurança em seu caminhar
Saúde, educação, não passar fome
Seus direitos temos que respeitar.

Elisabete Leite


 

ENCONTRO DE POETAS 

Inocência de Criança 

Que lindo de se olhar
A Inocência das crianças...
Na pureza de suas almas,
Que a maldade não alcança.

As atitudes e gestos
Com um dom angelical,
Sempre falando verdades
Nunca desejando o mal...

Ajudando aos precisados
Com um Amor diferente...
E tanto desprendimento,
Que emocionante a gente...

Ah! Se os adultos lembrassem
Que foram crianças assim...
Jamais seriam egoístas 
E teriam esse Amor sem fim...

Às vezes fico pensando,
Porque nós mudamos tanto!
Pra nos defender do mundo
Vamos perdendo o encanto...

Vestimos uma couraça 
Pra nos proteger do mal...
Perdemos a nossa essência 
E a Inocência, afinal!

         ❤️Tásia Maria
 


COMO DEIXAR DE SER CRIANÇA!

Ser menino ou ser menina 
Que importa quando se é criança?
Sou menina tão pequenina
Bem reservada, pois é assim
Que a mamãe me quer!
Ainda não estou no tempo
De sonhar como mulher!

Ela me disse muitas vezes:
Filha, seja ainda essa menina 
Vai chegar o dia que sua boneca
Será uma peça pra ornamentar
A cabeceira de sua cama...
Não vai mais sonhar como criança 
E nesse dia vai perceber 
O que é amar de verdade
Ao ter nos braços outro ser
Pra lhe mostrar que a felicidade
É ser primeiro uma criança 
Pra finalmente ser mulher!

Socorro Almeida 
Recife, 12/10/2021
 

 
DOCE LEMBRANÇA 

Ah! O que eu não daria pra voltar no tempo
Pés descalços, correndo o risco de me machucar
Inventava coisas que até Papai do céu duvida
Ignorando apelos da mamãe a me chamar...

Brincar de bola, mesmo sem chutes a gol
Isso não era o mais importante pra mim
Bem melhor era a alegria de dar um show 
E impressionar a "mina" de beleza sem fim...

Amarelinha não era a brincadeira preferida 
Da meninada que comigo brincava
Com a intenção inocente de uma criança 
-"Vamos brincar de esconde-esconde, garotada!"
Pra que num cantinho bem reservado
Roubasse um beijo daquela menina
O mais doce beijo da minha infância!

Socorro Almeida 
Recife, 12/10/2019

 
PEDRINHAS DE BRILHANTES

Uma canção inesquecível, ó maninha!
Se minha rua fosse toda de pedrinhas
Eu mandava pavimentar e ladrilhar
Com pedrinhas reluzentes de brilhantes
Só para vê o meu bem querer passear.

Ressonando na magia do sonho eu ouvia
"Se roubei o seu mimoso coração
Levitando num sono leve, chega sorria
É porque te quero bem, uma dócil canção.

Versos solfejados com perfeita entonação
Nessa rua tem um bosque, afável e bonito
Tem um nome lindo chamado de solidão
O templo onde mora um anjo muito querido
O cupido que flechou o meu pobre coração.

               Baltazar Filho
        09 de julho de 2021

SAUDOSA CAPELINHA DE MELÃO!

Memória fantástica, a capelinha de melão!
Uma canção mimosa pra criança dormir
Ninava para adormecer e acordar São João
Uma magia, ele adormecia só em ouvir.

Capelinha de melão é do menino João
Cheira a cravo, exala a rosa, a manjericão
Quanta sutileza no balbuciar da canção!
As brincadeiras tinham muita animação.

As cantigas de rodas, saudosa diversão
As palmas seguiam um ritual com alegria
As meninas versavam com empolgação
Os meninos repetiam o refrão em calmaria.

Capelinha de melão, cheirosa!
É de São João, linda canção!
É de cravo é de rosa, mimosa!
É de manjericão, acorda João!

               Baltazar Filho
          08 de julho de 2021
 


 PÉS PEQUENOS

Procuro-te na infância
Minha boca é testemunha
Mãos alheias incentivam
Caio no primeiro passo
Sorrisos e palmas
Levanto-me, ando e caio
Sorrisos
Ando e ando
Palmas
Ando, corro e caio
Ando, corro e sorrio
Ando, corro, sorrio e não caio
Fico em pé
Ando, corro, sorrio, pulo e não caio
Estou de pé.

Emiliano de Melo
  
 

 
 FILHOS DOS VERSOS

Cada palavra é  escrita com emoção
Alimenta nossa alma e o nosso coração
Cada verso transforma nossa vida
Vira filhos da alegria gerados com exatidão
Toca suave e acalenta os  desejos
São nossos filhos e filhas sem raça e nem cor
São nossas poesias que a nossa inspiração gerou
Um ventre chamado coração
Que o nosso Deus abençoou
E o universo com carinho consagrou.

Rita de Cássia Soares
Pirpirituba 05/ 05/ 2021

 

 
 
RECORDANDO COM INCLUSÃO
 
Recordações

Tantas coisas aprendi,
Tanto tempo já passou,
Parece até que esqueci.
Mas nada disso mudou.
Ficaram todas guardadas
No fundo do coração,
Sonhando com o dia
De poder lhe ensinar.

Tantas coisas aprendi.
Espero poder mostrar
Como se faz uma pipa
Também como empinar
Vendo-a subir no céu,
Nas asas da ventania
Com ela seguem os sonhos
E todas as fantasias.

Nas pequenas bolas de gude
Tão coloridas quanto a vida,
Quero te ensinar as batalhas
Algumas delas perdidas,
Mas tantas foram vencidas
Na base da pontaria
Causando tanta alegria.

Como rodar um pião
Na palma de minha mão
É coisa que aprendi
Com meu amigo Tião
Quantas brigas travamos
Por um pedaço de chão
No qual pudesse rodar
Somente o nosso pião.

Nas noites de São João
Além das adivinhações
Tudo era alegria
Quando se soltava balões.
Quantas guerras travamos
Atrás das bananeiras
Onde as armas, simplesmente,
Eram os temidos rojões.

Somente com valentia
Jacaré a gente aprende
Nas cristas das ondas altas
Nós seguíamos contentes
Mesmo que o prêmio seja
Um corte no nariz da gente.
E não se podia chorar,
Pois quem chora
Não é valente.

Tantas coisas aprendi
E quero tanto mostrar
Como armar alçapão
Passarinho poder pegar.
Calango se caçava
Com tiro de atiradeira
As balas, tão bonitas,
Eram de carrapateira.

Pescar com caniço,
Quanta emoção
As piabas que pescávamos
Devolvíamos para o mar
Pescador que se preza
Piaba não quer levar.

Tantas coisas aprendi
Que choro só em lembrar
Todas guardei bem trancadas
No fundo do coração
Tendo a esperança que um dia
Tudo poder lhe ensinar.

Jorge Leite, São Paulo – Recife, 1970 - 2018
Publicado em 18/08/2018 e 29/12/2018
 
 

 
 
"Que a magia da vida realize sonhos, pois tudo é possível no Universo da Criança". 
(Elisabete Leite)
 
 
Imagens Diversas: Pixabay e Google





25 comentários:

  1. Uma deslumbrante terça-feira infantil, aqui, em nosso Blog Maçayó! O que não falta é encantamento, o universo da criança vestiu-se de cores para homenagear os pequeninos a magia das poesias e do conto, em uma nova aventura com Pedrinho. Quero aproveitar esse espaço para desejar Um FELIZ DIA DAS CRIANÇAS para meus leitores mirins, alunos, como também para todos que acreditam em um mundo de magia, um cenário colorido. Que a criança que existe dentro de nós não morra jamais.
    As ilustrações estão magníficas, coloridas e mágicas. Belíssimas e criativas poesias infantis.
    Estou lisonjeada, agradecida e muito feliz onde a Fé também se faz presente. Que Nossa Senhora Aparecida abençoe todos nós e também as criancinhas.
    Tudo lindo do jeito que gosto!
    Obrigada a todos e beijos no coração de cada um.
    Salve e salve as nossas crianças!
    Agradecemos aos poetas pelas magníficas contribuições poéticas.
    Até domingo com Deus em nosso coração!
    Aplausos mil 👏👏👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  2. Bom poetisa, parabéns pelo belíssimo trabalho, que revigora a criança que existe em cada um, e que essa criança revigore a nossa esperança e fortaleça a nossa fé e a nissa liberdade.
    Parabéns, meu aplauso pela sensível edição!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada poeta Pedro Passamani pela sempre atenção e contribuições, o Blog deseja-lhe um bom feriado em família.
      Parabéns e gratidão sempre!
      Abraços poéticos!

      Excluir
  3. Tudo muito lindo Betinha. Parabéns para todas as crianças que vivem nos corações dos poetas. A página está linda. Um grande viva a Nossa Senhora Aparecida!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom Dia, meu querido irmão! Fiz em nossa homenagem, pois nossas crianças merecem todo acolhimento.
      Muita saúde sempre!
      Viva a Nossa Senhora Aparecida!👐👐👐

      Excluir
  4. Olá tia Bete é Laurinha, que lindo o blog. Amei tudo, as aventuras de Pedrinho, Salomé e o boitatá. Os poemas tão lindos e as gravuras Também. O tio Jorge ta melhor! O visitará é bonzinho.
    Mamãe e papai estão comigo lendo tudinho, hoje posso né tia. Eles mandam lembranças. Parabéns para vocês do Blog.
    Beijocas da sua aluna Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom Dia, princesa Laurinha! Que bom que vocês gostaram, fico feliz que seus pais estão junto contigo neste dia especial da criança. Espero que tenha ganho lindos presentes.
      Beijos de professora para todos. E lembranças para seus familiares.
      Tio Jorge está bem melhor e também manda lembranças.
      Saudades🥇 minha aluna. 🎊🎉 💝🎂💜💛💚💙❤️💖❣️💗💜💛💚💙❤️

      Excluir
  5. Tudo maravilhoso! Os poemas, o conto, as ilustrações e tudo o mais. Todo poeta tem dentro de si uma criança cheia de sonhos e ternura. O Cantinho do Saber tem essa essência, essa sublimidade.
    Feliz Dia das Crianças!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha grande amiga e poeta Socorro Almeida, o Blog agradece pela sua colaboração de sempre com seus belíssimos poemas.
      Feliz dia das crianças!
      Beijinhos em seu coração!💖

      Excluir
  6. Brilhante página infantil de terça-feira, em homenagem a nossa criançada, compartilhada no nosso Blog Maçayó para nos encantar. Todos os poemas estão maravilhosos, os poetas estão de parabéns. Pedrinho mais um vez encanta a todos nós; agora, ele vem acompanhado da sua divertida prima Salomé que trouxe lá do interior das Alagoas toda a magia das lendas. Deslumbrantes ilustrações, sempre fui apaixonada pelo colorido da criança. A forma de reformular uma história se chama Cultura. Estou agradecida por tanta riqueza cultural. Gente, eu confesso-lhes que este enredo é apaixonante. Para mim é o melhor entre todas as Aventuras de Pedrinho, principalmente pelas lições contidas na narrativa. Forte abraço e excelentes leituras. Show de Blog Maçayó! Parabéns pela espetacular partilha de hoje.
    Feliz dia das crianças para vocês!
    Viva Nossa Senhora Aparecida!
    Saudades...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Betânia pelo seu precioso comentário que muito está contribuindo para engrandecimento do nosso Blog.
      Também gostei do último conto das aventuras de Pedrinho, que faltou ser publicado na época dos sábados infantis do Blog. Por algum motivo, perdi a primeira versão e ontem escrevi toda história com os flashes que ficaram em minha memória.
      Um beijo em seu coração!
      Saudades...

      Excluir
  7. Josenilson Rodrigues12 de outubro de 2021 10:56

    Belos poemas. Amei. Parabéns a todos.
    Feliz Dia das Crianças.

    Josenilson Rodrigues

    Pirpirituba Paraíba

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo pela sua atenção de sempre, os poemas estão realmente encantadores.
      Gratidão pela sua presença!
      Abraços poéticos!

      Excluir
  8. Magnífica página infantil especial de terça-feira no Blog Maçayó! Com muita cultura, tradição folclórica em um enredo recheado de emocionante aventura. Uma homenagem ao dia da criança em grande estilo. Um conto lindo, bem colorido, onde o cenário ficou perfeito. Sensacionais poemas infantis compartilhados por aqui. Gostei demais de tudo! Parabéns aos poetas pela expressiva página de hoje. Tudo muito lindo! Abraços calorosos para os amigos e leitores... Lindo dia para todos e aproveitem o feriadão mesmo com pandemia. Feliz dia das crianças!
    Até a próxima Edição!
    Do amigo, Pedro Henrique.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo Pedro pelo seu carinho e gentil comentário. A página de hoje está deslumbrante.
      Abraços poéticos!

      Excluir
  9. Boa tarde à todos!
    O Blog Maçayó de hoje, está como uma criança: colorido, alegre, feliz, irradiando luz, com seus lindos poemas e belo conto.
    Parabéns à todos, pela linda homenagem à aqueles que serão o futuro do nosso Brasil e do mundo!
    E VIVA NOSSA CRIANÇA INTERIOR!!!
    ❤️Tásia Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga poeta pelo seu carinho e gentil comentário. Ser criança é ser sol que ilumina as pessoas por onde passar.
      Beijinhos de gratidão 😘❤️

      Excluir
  10. Linda página infantil de terca-feira em homenagem às crianças em seu dia. Um lindo e edificante conto infantil, com lindíssimos poemas e maravilhosas ilustrações. Parabéns para todos os poetas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida irmã Fátima Leite pelo seu carinhoso comentário e toda atenção com o nosso Blog. Beijinhos 😘❤️

      Excluir
  11. Rita de Cassia Soares12 de outubro de 2021 18:27

    O dia é uma criança e para festejar este todas as crianças do mundo inteiro o blog veio com contos, poesias e muita emoção fazendo com que cada um de nós pudéssemos sentir as cores no ar.
    Tudo tão lindo e perfeito uma harmonia que faz o coração delirar.
    Parabéns aos idealizadores deste blog Macayo os poetas que que eu estima consideração Dr.Jorge Leite e sua irmã professora,poetisa, contista Elisabete Leite e a nós poetas e os nobres visitantes que muito nos honra, com seus comentários, enaltecendo na alma de poeta.
    Um final de tarde abençoado para todos nós. Feliz DIA das Crianças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Rita de Cássia pela contribuição com poemas belíssimos e amizade de sempre. Fico feliz pelo sucesso da página de hoje.
      Beijinhos 😘❤️

      Excluir
  12. Olá, boa noite! Gratidão nobre Poetisa Elizabete Leite! Mais uma belíssima página exibida pelo Blog Maçayó! Linda homenagem ao dia dedicado às crianças e a Nossa Senhora Aparecida! Parabéns pelo ótimo trabalho! Que nossa Mãe Santíssima interceda sempre a Deus pela vida e o bem estar de nossas crianças, e que seu filho Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo os abençoe, proteja e ilumine continuamente! Uma feliz e abençoada noite do dia das crianças para todos! Deus seja louvado pela melhora de saúde do poeta Jorge Leite! Aplausos aos poetas e poetisas que brilharam e proporcionaram o brilho do blog na página de hoje! Parabéns a todos! Belos poemas e bela homenagem! Brilhe sempre a luz de cada um! Abraços a todos! Até a próxima! Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão, poeta maior, pelo seu precioso comentário e maravilhosa contribuição que muito enriquece o nosso Blog Maçayó, um Recanto de Amigos para Amigos.
      Abraços poéticos!
      Boa noite 🎇

      Excluir
  13. Que lindo! Uma perfeição, me emocionei lendo todas, quanto brilho, beleza, encanto, emoção. Um verdadeiro espetáculo de grandes inspirações infantis! Voltamos todos no tempo, o nosso mundo de criança chega radiante neste turno do tempo. Parabéns a todos, bete que conto brilhante. Aplausos Imperatriz das grandes histórias. Um grau abraço a todos que desfilam neste riquíssimo encanto infantil. Gratidão aos comentaristas .
    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
  14. Gratidão meu irmão e amigo poeta, Baltazar Filho, pelas contribuições com sua belíssima arte poética que enriquecem ainda mais nosso Cantinho do Saber. Parabéns!
    Forte abraço!

    ResponderExcluir