domingo, 1 de maio de 2022

Lendas Urbanas

 
 
 Blog  Maçayó

Edição   Nº   487

Tema das Imagens - Lendas Urbanas
  LEITURA   DE   DOMINGO
 

VISITA INESPERADA DA COMADRE FULOZINHA
     
    (História Que Mamãe Contava)

          Era verão no nordeste de Pernambuco, precisamente na zona da mata, por lá o calor era intenso, sol escaldante e noites frias e penumbrosas  Diante deste cenário fascinante e misterioso tudo poderia acontecer. A surpreendente Matilde vivia à procura de aventuras, sempre com um caderno de anotações dentro da bolsa para não perder nada. Assim, ela saía registrando tudo que acontecia em seu cotidiano de vida, para depois criar historinhas e repassar para seus alunos. Mas o que a garota não esperava era receber uma visita inesperada em seu universo particular...
          Matilde parecia até uma índia, tinha cabelos negros, longos e escorridos até abaixo do quadril, olhos brilhantes e uma imaginação que surpreendia até ela mesma. Morava com sua avó materna em uma pequena propriedade no coração da mata virgem; ensinava o Ensino Fundamental I, para os pequeninos, e era a única professora alfabetizadora da localidade. A garota, como qualquer boa nordestina, era admiradora compulsiva das Lendas Urbanas. Sabe-se que: "As lendas são parte importante das tradições folclóricas, e cada região brasileira possui histórias ou versões diferentes".
          Certo dia, a jovem Matilde foi escovar a crisma negra de seu cavalo, Negritude, e tomou um susto danado quando percebeu que o coitado do animal estava com sua longa crisma cheia de nós. Logo ficou pensativa: quem poderia ter feito uma tamanha maldade! Cuidadosamente, para minimizar o sofrimento do animal, ela foi tirando os nós e deixando-os livres e esvoaçantes ao vento. Diante deste contexto, a garota resolveu adentrar um pouco mais na mata, mas parou repentinamente quando se deparou com uma cena inesperada; várias panelinhas de barro, vazias, impediam a sua passagem. Em seguida a garota ouviu um longo assovio que a deixou completamente tonta e logo depois uma voz grave que dizia: quero meu mingau! Estou morrendo de fome! No primeiro instante, a garota não teve medo pois que sendo natural da zona da mata conhecia muito bem as tradições folclóricas da região. Porém suas pernas começaram a tremer quando sentiu uma mão pesada e fria em seu ombro direito e logo depois um puxão forte nos cabelos, que naquele momento ficaram em pé. Assim, Matilde sentiu-se nauseada e desmaiou em seguida. Foi despertada pela voz suave da avó, que dizia-lhe:
            - Matilde, querida netinha, o que aconteceu?
            A garota levantou bem rápido, e respondeu-lhe:
           - Vovó, acho que temos um ser lendário em nosso sítio. E pelas características, acho que é a "Mãe da Mata".
           A avó de Matilde, completamente assustada, falou para sua neta:
           - Minha querida, devemos tomar muito cuidado, você sabe que a Comadre Fulozinha detesta ficar com fome. Segundo a Lenda, "Comadre Fulozinha era uma menina nascida em uma família problemática, ela teria fugido para uma floresta, onde morreu de desnutrição e continuou habitando o local para cuidar da sua maior paixão, que era a natureza".
Vamos providenciar uma saudável alimentação para ela, um delicioso mingau de aveia.
          E as duas foram fazer um tacho cheio de mingau para oferecer à danada da lendária.
           Ao anoitecer, avó e neta encheram todas as panelinhas de barro com um saboroso mingau de aveia e deixaram outros presentes para a surpreendente lendária. Elas ficaram esperando os acontecimentos. Exatamente à meia-noite o inesperado aconteceu: diante dos olhos arregalados de Matilde e sua avó a astuta da lendária, Comadre Fulozinha, apareceu personificada em gente, de carne e osso, para tomar sua papa de aveia e saborear também guloseimas, fumo e mel. A figura da lendária era assustadora, tinha longos cabelos negros, que lhe cobriam todo o corpo. Porém, nada ela fez além de comer tudo, depois soltou um longo assobio, sorriu calmamente e foi embora.
          No outro dia tudo voltou à santa normalidade na propriedade da avó de Matilde.
           O tempo passou... A lendária, Comadre Fulozinha, sempre aparecia para comer sua papa de aveia. Quando vinha, normalmente, deixava de presente para Matilde um lindo buquê de flores silvestres.

Elisabete Leite - 26/04/2022
(Inspirada na Lenda da Comadre Fulozinha)
 

Lenda da Comadre Fulozinha

A Comadre Fulozinha é uma personagem folclórica bastante conhecida no nordeste, principalmente na Região da Mata, que inclui Pernambuco e Paraíba Lá ela é chamada também de "Mãe da Mata".

Segundo conta a lenda, essa figura é uma cabocla de longos cabelos negros que vive pela floresta protegendo as plantas e animais. Por conta disso, pode ser confundida também com outra personagem do folclore, a caipora.

A Comadre Fulozinha pode ser muito amável, mas torna-se bastante maldosa com homens que adentram a mata para caçar ou desmatar. Ela usa seu assovio para deixá-los atordoados e perdidos na floresta.

Além disso, ela gosta de fazer nós nas crinas de cavalos e assustar as pessoas que não levam mingau para ela como oferenda.

Lendas da Região Nordeste
Por: Laura Aidar
https://www.todamateria.com.br/
 
 A CIRANDA DAS LENDAS

Lá vem a Ciranda do nosso Folclore!
Trazendo Cultura e grande animação
Sorria, vibre, cante, dance, comemore
com personagens da nossa Tradição...

O Saci-Pererê pula com gorro vermelho
Lendário famoso do Folclore brasileiro
Ele esconde até a comida dos coelhos!
Deixa também cavalo preso no atoleiro...

Cuca é bruxa com a cara assustadora
Rosto de jacaré e olhos esbugalhados
A visita da lendária nada é acolhedora
Os seus feitiços são feios e enrolados...

O Curupira é um protetor das matas,
Um moleque de cabelos vermelhos
Pés virados para trás, engana piratas
Ficar longe da mata: é meu conselho!

Boitatá também protege as florestas
É lenda contada em diversas regiões
Uma cobra de fogo que não faz festa
Incêndios no campo, ele faz proteção...

Comadre Fulozinha é lenda misteriosa
A Mãe das Matas de cabelos imensos
Gosta de papa de aveia bem cremosa
Guloseimas, fumo natural e incensos.

Elisabete Leite
 

 ENCONTRO DE POETAS
 
 TEU CORPO

Tem a doçura que as abelhas produzem
Num cantinho só seus para assim produzirem
O mel de tua boca que a tantos conduzem
Os mais belos anseios, e sublimes sorrisos.

O despontar de uma vida, no choro do bebê
Quando mal abre os olhos suga teus seios
Tão ávido de ti, e te mordendo sem dor
Sorrindo feliz, pelo encanto que vê!

O teu corpo úbere que só Deus foi capaz
De desenhar do céu a mais linda expressão
Essa energia de amor, num mundo de paz...

Teu corpo Mulher, teu sorriso Menino
O que falta na terra que a humanidade precisa
É somente a paz do Senhor, à luz do Divino!

Socorro Almeida
Recife, 10/04/2022
 
  PALAVRAS

Não esperei de você palavras de amor
Esperei que entendesse minhas necessidades!
Uma palavra amiga, um abraço, um sorriso
Eram suficientes pra amenizar a saudade.

Paciência para ouvir palavras que eu digo
O aperto de mão que fosse  de um amigo
Que não medisse esforços pra me confortar
Quando eu tivesse que sofrer por amar.

Palavras de amor, nunca pedi que dissesse
Como aquelas que eu escutei de você
Aquelas eu consegui guardar, e esquecer
Dentro da alma, nos momentos de prece.

Socorro Almeida
Recife, 28/03/2022
 
 Herança pelos Gametas 
Joseraldo

Filho, um coração de mãe em outro corpo,
O coração do pai na mulher amada.
Um mar de sentimentos, de Tudo um pouco,
Novo despertar de cada madrugada.

A renovação da alma e do espírito
Fazendo tolerar o não tolerável,
Colorindo o mundo, se tornando afável
O ser mais amável, um tanto esquisito.

Do que nos faltava, és o complemento,
De nossa energia, o real suplemento,
Oriundo do ventre das nossas entranhas.

De todo universo já és o meu centro,
Não me és ambíguo, pois a ti concentro
Todo meu amor nessa força estranha.
   Saudade II 
Joseraldo

Meu Deus que saudade  desse teu olhar
E do sorriso encantador que nele nasce,
Que irradia a todos aqueles que o ver
Quando começa escorregar na tua face.

Como a tua falta me faz tanta falta
E a tua ausência me faz o peito doer...
Sofrimento que agora não mais evito.
Por demasias das saudades de você.

Aí que saudade de tudo, tudo em você,
Da cor dos teus cabelos, à tua fala.
Saudade do teu olhar e de te ver,
Da tua pele e do perfume que exalas.

Porque em mim saudade é a tua falta,
E o coração é quem sofre a tua ausência.
De arrebentado em agonia ele vive,
Cobrando assim cada vez mais tua presença.
 
  Escambo Moderno
Carlos Isaac

O presente que um dia eu quis te dar,
Ainda hoje está comigo, eu guardei.
Naquele dia, lembro que muito chorei,
Por não quereres o que eu tinha a te ofertar.

Hoje, em outra, o ontem me fez lembrar,
Alguns sonhos, que ousado, eu sonhei,
Mas as linhas tortuosas em que andei,
Me fizeram perder de ti e me achar.

E eu que um dia quis em ti fazer morada,
Bati asas e resolvi partir em revoada,
Por não deixares habitar em teu coração.

Em outro ninho me aninhei, troquei de pena,
E  o presente, daquela fatídica cena,
Acredite que em outras mãos já estão.
 
 Réptil
Carlos Isaac

Uma semana é apenas o que eu quero,
Pra demonstrar dentro do peito o que trago,
Pra remediar o que em mim se fez estrago.
Em sete dias, essa transformação espero.

Sem esses dias, eu aqui me desespero,
Me rastejando no teu chão, por teus afagos.
Em outras bocas, os beijos me são amargos,
Outros carinhos, sem ser teu, eu não supero.

Troco de pele a cada dia, nesses dias,
Esperando me curar dessas fobias,
Que me perseguem noite e dia sem parar.

Mas no final quero gritar que o amor valeu,
E o mimetismo que um dia nos escondeu,
Hoje é cúmplice na nossa arte de amar.
 
 
Madrugada 
Manoel Firmino
Em:28/04/2022.

O silêncio é a calmaria assusta,
Nas ruas, só bêbados e praças,
Os zumbis noturnos e prostitutas
Olheiras e aproveitadores completam a raça.

O medo toma conta das ruas
As esquinas se tornam esconderijos
Qualquer momento virá o inimigo.

Está é a realidade das ruas
A verdade pura, nua e crua
De quem madruga no relento.

Não é discriminação nem homofobia
É o que acontece no dia a dia
Com a cegueira dos poderes constituídos.

manoelfirmino08@gmail.com
(83)986784726.
 
 Ansiedade  
Manoel Firmino
Em:28/04/2022.

Quanto hei de esperar
Quanto tempo sem você
Quantos dias sem te ver
Quantos dias sem te amar.

Quantas lágrimas vou derramar
Quanto mais te quero perto
Quanto mais és um mar
Mas me sinto num deserto.

Longe estais de mim
Quanto mais te digo sim
Mas recebo de ti não.

Te espero até quando
Existir minha saudade
Vivo de amor, morro de ansiedade.

manoelfirmino08@gmail.com
(83)986784726.
 
 MEU VERSO 
Manoel Firmino
Em, 02/02/2022

Onde nasce meu verso?
No amor mal resolvido
No réu que foi absolvido
Na luta, no retrocesso
No mínimo, no excesso
Na busca pela perfeição
Pelo sim, pelo não
Na luta de nossa gente
Do social ao carente
Nasce em minha imaginação.

manoelfirmino08@gmail.com
(83) 98678.4726
 

 
 PONTO DE VISTA
 
 PONTO DE VISTA – EU - TU – Daí nasce o encontro

O austríaco Martin Mordechai Buber (1878-1965), foi um   teólogo, filósofo, pedagogo, e o criador do conceito EU - TU, partindo da tese de que o sentido da existência é construído a partir do diálogo, aplicando-se igualmente aos objetos, numa  interação.
Daí, EU - TU, significando (relação) e EU - ISSO, (experiência). Dessa interação nasce o diálogo, que nada mais é do que a existência. Sem o encontro, não há vida, não há relações harmoniosas entre as pessoas e os povos.
A base desse conceito está contextualizada em seu livro EU - TU (1923).
Buber, através de suas reflexões filosóficas sobre a vida, dá sentido ao conceito da fenomenologia e da ética humanística, nos ajudando a pensar as relações humanas e a vida em si mesmo.
Pensemos nisso!

Manoel Antonio dos Santos
Guarabira-PB., 29/abril/2022.
 
  Silêncio

Aguardo em silêncio
O florescer da primavera
Entro sem segredos
No coração da paisagem
Me encanta os mistérios
Dos ipês amarelos suspensos
Nas montanhas
Vejo as folhas levadas pelo vento
A tarde pinta o céu de vermelho
Que vai se alaranjando em pinceladas Vangoghanas
Um amarelo dourado delineia as  nuvens multicores
O sol vai se apagando como
Uma fogueira perdendo sua chama
E o universo engole o último raio de luz.

Elias dos Santos.
 
 

 
 


41 comentários:

  1. O nosso Blog Maçayó de hoje está surpreendente, principalmente, porque traz um pouco das crendices, da tradição do nosso folclore nordestino e suas lendas. Na Leitura de Domingo compartilho um Conto inspirado justamente em uma Lenda. Sabe-se que "Lendas são narrativas transmitidas oralmente pelas pessoas com o objetivo de explicar acontecimentos misteriosos ou sobrenaturais. Para isso há uma mistura de fatos reais com imaginários. Misturam a história e a fantasia. As lendas vão sendo contadas ao longo do tempo e modificadas através da imaginação do povo".
    Sabemos que cada região do Brasil é peculiar em aspectos culturais. "A Região Nordeste se destaca nesse quesito. Exuberante e fascinante, a região dispõe de uma cultura única e cheia de detalhes principalmente em questões folclóricas, a qual dispõe de inúmeras lendas criativas e muito conhecidas no Folclore Brasileiro". Todos que acompanham meus Contos sabem que sou fascinada pelas Lendas Urbanas e algumas delas que já compartilhei foram inspiradas nas Histórias que Mamãe Contava. Também compartilho um poema com temáticas afins e um artigo sobre o significado das Lendas. Só espero que gostem!
    Na seção Encontro de Poetas temos um desfile de brilhantes e seletos poetas que chegam emocionando o leitor com suas belíssimas artes, poemas com diferentes temáticas, mas com suas riquezas e particularidade de cada ilustre construtor. Todos os poemas estão lindíssimos e criativos, sem exceção de nenhum, são merecedores de grandes aplausos.
    Parabéns, nobres poetas pela suas magníficas Contribuições! Bravíssimo!
    Na seção Ponto de Vista o amigo poeta Manoel Antônio Dos Santos deixa uma excelente parcela de reflexão. Parabéns, nobre Poeta! Vamos refletir!
    Na mesma seção o mestre artista Elias dos Santos faz poesia descrevendo um magnífico cenário artístico. Parabéns, ilustre poeta!
    As ilustrações estão impecáveis e pertinentes às diferenças de olhares das artes compartilhadas ao longo de toda página sendo o principal foco As Lendas Urbanas. Parabéns querido irmão, Jorge Leite, pela sua sensacional arte final!
    Parabéns a você trabalhador de todo dia!
    "A maior recompensa pelo nosso trabalho não é o que nos pagam por ele, mas aquilo em que ele nos transforma".
    Quero agradecer aos poetas colaboradores, leitores e visitantes pelo carinho de sempre.
    Bom domingo a todos!
    Um abraço poético no coração de cada um ❤️💙.
    Até a próxima Edição!

    ResponderExcluir
  2. A poesia tam o poder de permear em todos os mais diversos temas que nos rodeiam, e nos encantar a magia que só a si é permitida. Hoje, dia do trabalhador, o encanto maior me é apresentado exatamente nesse ecletismo de gêneros literários que acabo de presenciar em leitura. Como não agradecer a esses grandes trabalhadores do intelecto, que fazem com que nossa mente viage por todos os campos e por fim descanse no seu Porto peculiar?
    Parabéns a todos (as) os contribuintes do blog macaco, sem vocês os nossos domingos seriam incompletos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo poeta Carlos Isaac pelas suas maravilhosas contribuições e gentis comentários. Gratidão pela atenção de sempre. Feliz dia!

      Excluir
  3. Surpreendente e maravilhoso a nossa Edição de domingo do Blog Maçayó, principalmente pela rica cultura e vasto conhecimento que o Cantinho do Saber nos proporciona. O Conto da querida Elisabete está fascinante e tradicionalmente cultural. O artigo complementa o enredo da narrativa e o poema nós direciona às diferenças das lendas. Parabéns querida amiga Bete! No Encontro de Poetas estão belíssimos poemas. Parabéns para cada poeta que está desfilando. Já no Ponto de Vista uma ótima reflexão do poeta Manoel Antônio Dos Santos e um fabuloso poema do poeta Elias dos Santos. Parabéns para ambos! Quero parabenizar ao poeta Jorge Leite pela arte das imagens e a nós trabalhadores. Parabéns! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Betânia pelo seu carinhoso comentário e presença constante nas páginas do nosso Cantinho do Saber. Gratidão pela sua amizade sincera e acolhedora. Um beijo no seu lindo coração. Bom dia!

      Excluir
  4. Venho aqui parabenizar a todos os nossos poetas e artistas, que hoje nos enriquecem a todos nós com seus talentos. A Academia Guarabirense de Letras e Artes só tem a se orgulhar. E não poderia deixar de agradecer aos organizadores desse blog, estrumento de grande importância para a cultura do nordeste brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão pelo gentil comentário e reconhecimento da grandiosidade cultural do nosso Blog de amigos para amigos. Tudo por amor à Arte!
      Saudações poéticas!

      Excluir
  5. Parabéns! Sou fã dos escritos que vocês compartilham.
    Abraço cordeliano, poetisa Silvinha França

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão querida cordelista, Silvinha França, pelo seu carinho e fico no aguardo das suas magníficas Contribuições poéticas.
      Beijo em seu lindo coração ❤️

      Excluir
  6. Rita de Cássia Soares1 de maio de 2022 09:20

    É maravilhoso acordar, e poder alimentar seu coração com boas poesias, bons contos, e o blog Maçay ó traz esse recheio especial.
    Ilustrações que nos encantam e poesias diversas que falam ao coração, contos que servem de reflexão. Parabéns nobres poetas Dr.Jorge e Elisabete Leite pela dedicação que tens em prol da arte de cada poeta.
    É uma honra fazer parte deste espaço que só enaltece nossas poesias.
    Um domingo com o brilho intenso sol para aquecer nossa inspiração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão pelo seu carinho querida amiga poeta Rita de Cássia. Estamos esperando pelas suas belíssimas Contribuições poéticas. Obrigada pela sua valorosa amizade.
      Beijo Poético em seu coração ❤️.

      Excluir
  7. Bom dia! Que nunca nos falte a poesia nossa se cada dia. A poesia é o alimento da alma é magia que contagia. Parabéns aos poetas que também são trabalhadores do intelecto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão pela atenção e gentil comentário. Um feliz dia!

      Excluir
  8. Tia Beta é Laurinha, sua eterna aluna. Gostei muito da Lenda da Comadre Fulozinha. Tive medo. Todos mandam lembranças.
    Também gostei dos poemas de hoje e das fotos. Tia explique o que e mito?
    Saudade! Da Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Laurinha! Obrigada pela presença e belo comentário. Lembranças para todos da sua família.
      "Mitos são narrativas utilizadas pelos povos gregos antigos para explicar fatos da realidade e fenômenos da natureza, as origens do mundo e dos seres humanos. Os mitos se utilizam de muita simbologia, personagens sobrenaturais, deuses e heróis. Estes componentes são interligados com fatos reais, características humanas e pessoas que realmente existiram. A mitologia é o estudo do mito, das suas origens e significados. Alguns dos mitos mais conhecidos fazem parte da mitologia grega, que exprime a maneira de pensar, conhecer e falar da cultura grega. Alguns exemplos da mitologia grega são os deuses do Olimpo, os Titãs, e outras figuras mitológicas como minotauros e centauros." Laurinha, eu já trabalhei alguns mitos nas aventuras de Pedrinho e Salomé em meus Contos. Beijos de professora Bete.

      Excluir
  9. Respostas
    1. Gratidão professor Marciano Dantas pela sua atenção e ilustre visita como também seu gentil comentário.
      Bom dia!

      Excluir
  10. O blog está maravilhoso hoje. Vejo novas figuras literárias que enriquecem mais ainda nosso domingo. Parabéns a todos os poetas, e da minha parte, agradeço a todos pelos comentários carinhosos.
    Obrigada a Bete e ao Jorge pela atenção e carinho de sempre.
    Um bom domingo a todos. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga poeta Socorro Almeida pelas suas fabulosas Contribuições poéticas e sua relevante amizade que sempre está presente em minha vida. Agradeço de coração todo seu apoio.
      Um beijo no seu lindo coração ❤️.

      Excluir
  11. Mais uma vez,estou fazendo parte de uma publicação do blog macayo,feliz e agradecido por esta oportunidade em mostrar meus trabalhos poéticos, agradeço a poetisa Elisabete Leite, que tem nos contemplado com publicações maravilhosas.

    Manoel firmino
    Poeta guarabirense

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão poeta amigo Manoel Firmino pelas maravilhosas contribuições poéticas tão relevantes para nosso Blog Maçayó. Agradeço sua atenção de sempre.
      Saudações poéticas!

      Excluir
  12. O conto da poetisa Elisabete Leite, me fez viajar a minha infância quando ouvia algumas conversas dos adultos que diziam:que tinha que um pedaço de pra comadre fulozinha, se não ela atacava noas matas,e eles ficavam perdidos,sem saber o caminho de volta,isso nos causava medo pois sempre gostávamos de caçar, coisas da infância que permanecem vivas em nossa memória.
    Manoel firmino
    Poeta guarabirense

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso poeta amigo Manoel Firmino, são fantásticas às Lendas contadas ao longo do tempo, principalmente as pertencentes a nossa Região Nordeste. Gratidão 🙏

      Excluir
  13. Elias doe Santos 1 de Maio de 2022
    Fico encantado com tantas palavras bonitas
    Textos,criações da verve dos poetas e poetisas que desfilam hoje no blog Maçayó.
    Um conto muito belo da brilhante contista Elizabete Leite, nos brinda com as lendas e as
    as histórias contadas pelo povo sobre o folclore brasileiro.Elizabete Leite,desenha com precisão,no seu conto, os mistérios das nossas lendas. Parabéns a tanto talento e dedicação.
    Jorge Leite,um escudeiro da cultura que dedica um pouco do seu tempo para divulgar a arte de escrever e levar para outros rincões o resultado do nosso trabalho. Parabéns e gratidão.
    Socorro Almeida,parece colocar toda essência de sua alma na sua poesia. Força, beleza e sintonia com o universo. Manoel Antônio,um intelectual conhecedor dos livros e da filosofia .Meus parabéns.Manoel Firmino,Carlos Isaac,joseraldo,que beleza .Cada um com sua maneira de enxergar o mundo,falando de si mesmo.Minha gratidão Elizabete Leite,pela publicação de mais um
    um trabalho meu.

    Desejo a todos muita paz
    E um mundo bem melhor
    Gratidão ,Elizabete
    O nosso Deus é um só
    E parabéns com certeza
    Para o blog Maçayó.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão mestre poeta Elias dos Santos pelas suas brilhantes Contribuições que embelezam ainda mais o nosso Blog Maçayó.
      Bom Dia, com Poesia!

      Excluir
  14. Josenilson Rodrigues1 de maio de 2022 11:15

    Bom dia povo lindo desse blog maravilhoso. Cada poema mais lindo, Deus continue abençoando cada um de vocês.
    Um bom DOMINGO para todos cheio da presença de Deus.

    Josenilson Rodrigues
    Pirpirituba Paraíba

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão sempre pela sua ilustre visita e gentil comentário nas páginas do nosso Blog Maçayó.
      Obrigada e Bom dia!

      Excluir
  15. Cada dia mais fã desse blog um cantinho de pura emoção! Parabéns 👏 👏👏👏👏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marineide, Feliz aniversário, amiga querida! Desejo que seu dia seja especial e que seus sonhos se realizem através de seu esforço diário, talento e vontade de vencer.
      Uma guerreira como você é uma inspiração para todas nós! Continue correndo atrás do que quer e lutando pelo que acredita, eu tenho certeza que o universo tem muitas surpresas maravilhosas reservadas para você!
      Parabéns!!!

      Excluir
  16. Obrigada mestre Elias dos Santos, receber elogio de é a consagração de qualquer artista, és o mestre das artes,inspiração para qualquer pessoa que deseja trilhar pelo mundo das artes,gratidão.

    Manoel firmino
    Poeta guarabirense

    ResponderExcluir
  17. Agradeço a amiga Elisabete pelas publicações em seu Blog Maçayó, de meus trabalhos. São simples, porém, reflexivos.
    Gosto muito de filosofia e sou, literalmente, amante dos livros.
    Não posso entrar numa livraria, fico liso, tamanha a vontade de adquirí-los.
    No próximo domingo - Ponto de Vista - terá como título: MINDSET e a personalidade humana.
    Finalmente, parabenizo a todos pelas narrativas apresentadas no Blog, semanalmente.
    Até lá e um abraço literário a Elisabete, extensivos a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão amigo poeta pelas belíssimas Contribuições de sempre. Nós agradecemos toda sua atenção.
      Saudações poéticas!

      Excluir
  18. O blog Maçayó está de parabéns, sempre nos trazendo artigos literários interessantes. Gosto muito de ler, os livros exercem
    um poder muito forte em minha vida, sempre fui frequentadora assídua de livrarias e bibliotecas. Elisabete, adorei a hist6ria/lenda da Comadre Fulozinha, a qual me fez lembrar dos tempos de criança em que eu gostava de ouvir histórias da Maria do mato, caipora, lobisomem, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço sua ilustre visita, Glória Sobreira, como também seu gentil comentário. Seja bem-vinda ao nosso Recanto Poético de amigos para amigos. Gratidão e abraços.

      Excluir
  19. A comentarista acima de chama Glória Sobreira, Elisabete.

    ResponderExcluir
  20. Boa noite meus amigos! Estive sem o Cel hoje, perdi o meu carregador e só agora consegui carregar um pouco, mas estamos aqui para agradecer e fazer um comentário breve. O conto da comadre Fulozinha nós lembra muito os fabulosas anedotas contadas por nossos avós. Parabéns amiga Elisabete sempre nos honrando com duas fabulosas histórias encantadoras. Aos nobres amigos, Joseraldo, Socorro Almeida, Manoel Ntonio
    Carlos Isac, Manoel Firmino, nossos mais sinceros elogios, pois os trabalhos de todos nós transmite uma cultura grandiosa e nos leva a uma deliciosa leitura.
    Um forte abraço em todos e parabéns!

    Baltazar Filho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão sempre meu amigo e irmão Baltazar Filho pelas brilhantes Contribuições poéticas e verdadeira amizade. Abraços.

      Excluir
  21. Corrigindo: suas fabulosas histórias

    ResponderExcluir
  22. Olá, boa noite! Parabéns nobre poetisa Elizabete Leite, por nos fazer recordar com muita satisfação e alegria, as Estórias Lendárias sobre a Comadre Fulozinha e as demais Figuras descritas no poema “Ciranda das Lendas”! Eram estórias que não só a mamãe contava, mas todo Nordestino Roceiro do passado tinha algo a dizer sobre esses maravilhosos Seres Lendários. - Parabéns Poetisa Socorro Almeida! Depois de me deleitar na doçura do mel produzido em “Teu Corpo”, fico sem “Palavras” para expressar a falta de um afago e um ombro amigo para amenizar minhas saudades. - Parabéns Poeta Joseraldo! ”Herança Pelos Gametas” é um poema muito instrutivo; “Saudade”, é um sentimento bastante forte e muito presente na nossa vida. - Parabéns Poeta Carlos Isac! Emocionantes poemas: “Escambo Moderno” e “Reptil”, deixando transparecer em ambos o sentimento amor, ferramenta fundamental para o poeta. - Parabéns grande Poeta Guarabirense Manoel Firmino! Com seus estilos diversos / verseja na “Madrugada” / na “Ansiedade” danada / de escrever o “Meu Verso”. - Parabéns Poeta Manoel Antônio! Mais uma excelente apresentação no Ponto de Vista, desta vez dando destaque ao “diálogo”, por ser algo fundamental e de suma importância no convívio social. - Parabéns Mestre da Artes Elias dos Santos, cujo poema, pela grandeza e beleza demonstrados, dispensa comentários! - Parabéns ao Poeta Jorge Leite, pelas belíssimas Imagens Ilustrativas embelezando e enriquecendo cada poema! - Parabéns por fim ao Blog Maçayó, por mais uma excelente e brilhante página exibida nesse Dia do Trabalho! - Aplausos e elogios ao blog e aos poetas e poetisas que contribuíram para o sucesso dessa edição publicada. Brilhe sempre a luz de cada um! Até a próxima!

    Valdemar Guedes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Valdemar, Poeta Maior, pelo seu riquíssimo comentário de tamanha importância para o nosso Blog Maçayó. Ficamos lisonjeados pelas sua fabulosas Contribuições e aguardamos seus belíssimos cordéis.
      Saudações poéticas!
      Boa noite!

      Excluir