domingo, 8 de maio de 2022

Mamãe

 
 Blog  Maçayó

Edição   Nº  488

Tema das Imagens - Mães
 
Maternity - Marc Chagall, 1954.
 
 ENCONTRO DE POETAS
 
 MAMÃE

Assim que nasci eu soube quem é você
Eu não sentia medo, acolhida em sua carne
Bem quentinha, mas do calor dessas paredes
Perdoe, mamãe, eu não quis ter que nascer.

Conheci agora um mundo  diferente
E se puder, por favor, acenda a luz
Pra que eu possa ver que direção tomar
E decidir sobre o que não me seduz.

Tão pequenina, me apoio em suas mãos
Pra me aventurar nos meus primeiros passos
E vou crescendo com muito mais certeza
De querer voltar ao seu pequeno espaço.

Eu não quero esse universo! Há tanta dor!...
Falta carinho, falta amor, falta respeito
Se para os males do mundo não tem jeito
Deixa-me voltar pro seu ventre, por favor!

Socorro Almeida
Recife, 26/04/2021
 
 
 DUAS ALMAS

Eu, ajoelhada aos pés do seu leito
Morrendo de medo de vê-la partir
Chorava sem saber até quando choraria
E vi sua mão erguer-se... a sorrir.

Nada perguntei, de nada adiantaria
Era um momento mágico de se assistir
Da janela, algo maravilhoso parecia
Que lhe indicava a hora suave de partir.

Era o encontro das almas que nesta vida
Conheceram o amor entre perdas e ganhos
Entre risos e lágrimas de dor

De sua voz eu ouvi uma frase contida
Em júbilos, porém, se despedindo da vida
"Afinal, vieste me buscar, meu amor!"
 
Socorro Almeida
 
Mother and Child - Gustav Klint.
 
 De mãe pra filha

Minha filha...
Sinta e aja como pedir seu coração
Não aceite fórmulas, invente as suas...
Você é  dona dessa vida linda,
Cheia de surpresas, pra sua alma nua...

Vista-se, sempre, com a sinceridade
Nunca se sabote, enfrente os desafios...
Melhor sofrer pelo que deu errado,
Que chorar pelos anos perdidos...

Ame e se deixe amar, perdidamente...
O Amor nunca é demais, sempre, de menos
Uma vida sem amor, não vale nada
Fica vazia, sem rumo e nos perdemos...

Esses conselhos não  são  receitas pra vida
Eles contêm,  apenas, sugestões...
De quem soube ser feliz intensamente
Não viveu , somente, de ilusões...

            ❤️Tásia Maria
 
 Mulher sempre Mulher

Que o universo esteja ao teu favor
E que sejas a mulher mais feliz
Que eu permaneça sendo aprendiz
Da criação mais bela que Deus criou,
Cada anjo no céu logo aprovou
Nosso Deus presenteou o paraíso
A natureza embalada em seu sorriso
Encantada pensou ser uma flor
Foi assim que nasceu a primavera
Florindo, enfim, o jardim do amor.

Elias dos Santos

Breakfest in Bed - Mary Cassalt, 1897.

Flores do monturo

Pequeninas flores...
Cores e liberdade
Quase imperceptíveis
Nos canteiros da cidade
Não são rosas perfumadas
Mas, estão pelos caminhos
Com suas cores diversas
Camuflam os passarinhos
Pequeninas flores...
Resistentes, atrevidas
Apenas flores do monturos
Que também enfeitam vidas.

Elias dos Santos.

BENDITA ÉS

Por: Baltazar Filho

A maior das criações
Grandiosidade sagrada
Repousa nos corações
Uma Deusa consagrada.

Mãe, amor puro e real
Atinge o céu e o infinito
És um adorno universal
O maior e mais querido.

Bendita és, de alma imortal
Nossa Senhora, mãe de Deus
Vida eterna, de amor angelical
Luz que conduz os filhos teus.

       Em, 01/05/2022

Camille Monet with Child - Claude Monet, 1875.

Nós, Sebastiana.

Falar de ti Sebastiana Francisca de Lima
É sim,  a maior de todas as inspirações
Em todo universo não consigo imaginar
Alguém pequenina alcançar gigantescas proporções

Na vida fomos nós dois sempre
Guiando-me pelos caminhos com luz ao fim
Tua imagem maravilhosa  está na mente
Sei que me acompanharás até o fim

Na tua escola fui um aluno aplicado
Único, recebi 100% do teu carinho,
A todo momento sinto-me ao teu lado

A saudade tua, Sebastiana é infinita
Pensar em ti é viver um filme real
Para sempre viverás na minha vida.

Emiliano de Melo
Guarabira, 05/05/2021

MÃE

Bendita seja você, mulher
Que em seu ventre gerou
Um filho amado e querido
Que Jesus Cristo amou.

Bendita mulher, pura flor
Que no peito transbordou
Toda candura e amor
Que o universo salvou.

Bendita seja você, mamãe
Que seu filho abraçou
Que na hora do choro
Em seus braços calou.

Bendita, sempre bendita
Essa mulher guerreira
Sofre sendo solteira
Pobre, feia ou bonita.

Benditas todas as mães
Negras, brancas e pardas
Índias, caboclas, morenas
Mães de todas as raças

Peço ao Pai que abençoe
Nossas queridas genitoras
Para que todas elas do filho
Sejam sempre protetoras.

Rita de Cassia Soares
Pirpirituba 25/04/2021


Mãe com Crianças e laranjas - Picasso, 1951.

 LEITURA   DE   DOMINGO
 
 AMOR DE MÃE

           O mundo não parecia mais o mesmo, em relação às virtudes transmitidas de pais para filhos. Mas o esplendor da natureza pedia socorro mostrando à humanidade que o sol sempre há de brilhar todo dia.
           Maria Luiza era uma garota sonhadora vivia suspirando de amor pelos quatro cantos da casa, tinha um namoro confuso com um amigo de infância, mas ela insistia em dizer que Márcio era a coisa mais importante na vida dela. Sua mãe, Dona Estela, questionava as atitudes grosseiras do genro e vivia orientando a filha em uma tomada de decisão. A garota não se preocupava com as orientações da mãe, ao contrário, se dedicava exclusivamente ao namorado.
           O dia amanheceu chuvoso, mas por incrível que pareça, com sol aberto. Luiza estava atrasada para uma consulta médica, já que no dia anterior, ela tivera um desmaio repentino e resolveu ouvir o parecer do médico da família. A jovem desceu quase correndo as escadas e cruzou no corredor com sua mãe, que disse-lhe:
           - Luiza, minha filha, Bom dia! Não esqueça de solicitar ao médico o teste beta HCG (que é uma coleta de sangue capaz de apontar se a mulher está ou não esperando um bebê).
            A garota olhou diretamente nos olhos apreensivos da mãe, e respondeu-lhe:
            - Mamãe, por favor! Eu não estou grávida. E saiu em seguida.
           Já no consultório médico, mesmo contrariando a vontade de Luiza, o ginecologista solicitou uma coleta de sangue para avaliar a real causa do desmaio. E para surpresa da garota, ela estava realmente grávida, em um período de três meses de gestação. Maria Luiza segurou firme o resultado do exame, o apertou contra o peito, e seu coração acelerou de emoção. Foi para casa pensativa, pois tinha dúvidas se Márcio iria aprovar aquela situação. Antes ela passou em uma loja de roupinhas de bebês, comprou um sapatinho branco, já que desconhecia o sexo da esperada criança e pediu para a atendente colocar em uma caixinha para surpreender o namorado. Ao chegar em casa encontrou Márcio lendo o jornal do dia na sala, e disse-lhe:
            - Querido, tenho uma surpresa para você! Amanhã é dia das mães, mas quem  ganhou um presente, fomos nós!
            O rapaz olhou fixamente para a jovem namorada e respondeu-lhe:
            - Luiza, se for algo que eu goste, te darei um longo beijo.
           A garota estendeu a caixinha de presente para o namorado segurar. Márcio segurou o pequeno objeto, desfez o laço e o abriu em seguida, mas quando viu que era um par de sapatinhos branco de tricô, deixou a caixinha cair no chão, e disse-lhe:
           - Maria Luiza, que brincadeira é essa, não gosto dessa sua maneira de contar as coisas!
           A garota fechou o sorriso, e respondeu-lhe:
            - Márcio, vamos ter um bebê! E estou muito feliz por isso. Eu fui muito amada a minha vida toda, eu tenho um amor de mãe, e pretendo dar muito amor para essa criança que hoje habita dentro de mim.
          O rapaz segurou firme o braço de Luiza, e disse-lhe:
           - A criança é sua! Jamais irei estragar meu futuro e atrasar minha vida. Portanto, adeus e nada mais! E saiu sem nem olhar para trás.
           Luiza ficou chorando, pois desconhecia o homem que dizia ser o amor da vida dela. Logo depois, Dona Estela veio trazer conforto e saber o que havia acontecido. A senhora envolveu à filha em seus braços de boa mãe, e disse-lhe:
          - Filha, pelo amor de Deus! Levante sua cabeça, enxugue essas lágrimas e conte-me o que aconteceu?!
          A filha abraçou mais forte ainda sua mãe, e respondeu-lhe:
          - Mamãe, estou realmente grávida e Márcio rejeitou a criança. O que será de mim?
           A mãe enxugou as lágrimas que banhavam o rosto cálido da filha, e respondeu-lhe:
           - Minha filha, que presente maravilhoso que você me deu! Eu serei vovó e mamãe ao mesmo tempo. Amanhã, dia das mães, estaremos unidas em um único propósito: a felicidade dessa criança tão desejada.
           Seis meses depois nascia a pequena Vitória para felicidade daquela família. Maria Luiza deu muito amor para aquela menina abençoada... Vitória cresceu rápido, conseguiu se formar em psicologia e passou a ser toda alegria da casa. Luiza nunca se casou, juntamente com sua mãe Estela se dedicaram exclusivamente ao futuro de Vitória que elas consideravam um presente vindo do céu.
            Certo dia, Maria Luiza recebeu uma ligação de uma enfermeira que trabalhava no Hospital Público da cidade, dizendo que precisava falar com ela. Luiza, Dona Estela e Vitória foram ao hospital para saber do que se tratava. E lá, ficaram sabendo através da enfermeira que Márcio, pai de Vitória, sofreu um AVC de grandes proporções e estava em estado precário. O mesmo teria sido abandonado pela atual esposa e precisava de cuidados especiais para sobreviver. Diante desse contexto, Vitória falou para sua mãe:
           - Mamãe, eu sei que no passado meu pai me rejeitou, mas hoje ele precisa de nós. Por favor, vamos ajudá-lo?! Ele é meu pai!
           Luiza e Dona Estela acataram a solicitação de Vitória, por amor, e Márcio foi morar com elas. Ele recebeu tratamento especial, muito amor, cuidados, carinhos, atenção, dedicação até o seu último suspiro. Antes de morrer, Márcio reconheceu legalmente Vitória como sua filha. E Vitória compreendia, claramente, que Amor de Mãe não tem limite.

Elisabete Leite
 
 AMOR MATERNAL

És o despertar da flor na Primavera!
O brilho e nuances do sol no Verão
Um sonho possível e não quimeras
O deslumbre de cada nova estação...

Amanhecer e anoitecer de cada dia
Entre cântaros, a mais bela canção
Os versos mais inspirados da poesia
O sentimento e diferentes emoções...

Tu és o som agradável da melodia
A partitura da mais afinada canção
Na música, és interação e sintonia...

A Natureza da vida, a pura perfeição!
A meiguice de uma criança e sua magia
Amor de Mãe mora dentro do coração.

Elisabete Leite
 
 
Madonna and Child - Artemísia Gentileschi, 1613

 PONTO DE VISTA
 
 PONTO DE VISTA – MINDSET e a personalidade humana(1)
Por: Manoel Antônio dos Santos

Para os que ainda não conhecem o termo, MINDSET - significa numa tradução livre – configuração da mente.
Trata-se de um livro, cujo título é: MINDSET – A nova psicologia do sucesso - (2017), de Carol S. Dweck, ph.D, professora da Universidade de Stanford, especialista nos campos da psicologia da personalidade humana  e  desenvolvimento social. O livro merece ser lido por todas as pessoas que se preocupam com sua formação profissional, em especial.
Vejamos o que nos relata a autora, no começo de seu livro:
“Eu era obcecada pela ideia de compreender como as pessoas  lidam com fracassos e resolvi estudar esse tema observando como os estudantes lidavam com problemas difíceis. Assim, levei várias crianças, uma de cada vez, a uma sala em sua escola...” Ela esperava, diante dos quebra-cabeças difíceis, diferentes modos de enfrentar as dificuldades pelos participantes, mas, aconteceu algo que jamais imaginara.
Um menino de dez anos esfregou as mãos e assim se expressou: “Adoro um desafio!”. Enquanto isso, outro erguendo os olhos, disse:” Sabe, eu já esperava aprender alguma coisa com isso!”
Indaga a autora:”O que há de errado com eles?” Estava, pois, diante de modelos comportamentais e passar a entender que tipo de  MINDSET seria capaz de transformar fracasso em sucesso, na visão das crianças.
Mas as qualidades humanas são cultivadas ou são imutáveis? Essa é uma questão antiga. Por outro lado, quais são as consequências de imaginarmos que nossa personalidade pode ser desenvolvida?
Pensemos nisso!

Guarabira-PB, 29/abril/2022.
 
 Amor de mãe

Ninguém  tem a menor ideia do que é gerar um ser, num ato de amor, curti-lo por nove meses, acariciando o ventre, conversando com ele, cantando, à  espera do dia da sua chegada.
Só  quem é  mãe...
E quando isso acontece, ao esvaziar o ventre, é  como se nascesse luz em forma de gente, enchendo seus braços e mundo, do ser mais precioso da sua vida!
Só  sabe disso quem é  mãe...
Daí pra frente, é  só  amor, doação e à  medida que isso acontece, o coração  da mãe se retempera, a cada ato, de mais e mais amor, se tornando fonte até a sua morte.
Isso é amor de mãe...
Quem é  mãe,  tem um amor especial pelo filho ( filhos) diferente de todos os amores da sua vida!
E, mesmo depois de adultos e realizados, torcerá por suas vitórias, rezará por suas proteções,  mesmo que já tenham "voado" para o mundo, deixando seu ninho tão  vazio...
Tudo isso e muito mais, é  o amor de uma mãe!...

           ❤️Tásia Maria
 
Mother Feeding Child - Mary Cassat, 1898.
 
 
 
Pietà - Michelangelo,1499.



Eden Rocha, 2003.


19 comentários:

  1. Bom dia! Feliz Dia das Mães! Que a Paz e o Amor façam morada em seus corações, como Elas nos ensinaram. Um excelente domingo e que neste dia nos tornemos um pouco de Mãe. Mãe é a infinita bondade, a eterna lembrança, anjos de Deus. Muita Paz para todos.

    ResponderExcluir
  2. Hoje, o Blog faz uma magistral homenagem a todas as mães do mundo. A minha, a sua, a nossa e a nós que somos rainhas por natureza, mulheres iluminadas que vivem a encantar o jardim da vida e a se doar pela felicidade dos nossos filhos.
    "Mãe é palavra poderosa que toca qualquer um. É sinônimo de amor forte e incondicional. Um amor que não se baseia no sangue que se tem em comum, mas na afeição que se desenvolve no coração."
    O Cantinho do Saber tem a honra de compartilhar mais uma magnífica Edição para o deleite de todos.
    Portanto, tentarei sintetizar o máximo possível meu comentário, porque deixarei para meus amigos poetas, familiares, e leitores registrarem as suas devidas apreciações sobre minha arte literária, poética e dos demais poetas que hoje desfilam por aqui, cada qual com seu estilo próprio, mas com carisma e muita criatividade.
    No Encontro de Poetas temos um desfile mágico com fascinantes poetas que vieram para abrilhantar ainda mais o nosso Recanto Poético com suas magníficas artes. Poesias belíssimas que fazem uma homenagem toda especial às mães. Parabéns, poetas pelo show de arte! Todos os poemas, sem exceção de nenhum, merecem muitos aplausos.
    Na Leitura de Domingo trago um Conto especial que fala do amor de Mãe para filha que é infinito e verdadeiro. Como também um poema com tema suave tanto quanto o olhar de uma mãe para os filhos amados.
    Na seção Ponto de Vista o amigo poeta Manoel Antônio Dos Santos compartilha mais um maravilhoso texto reflexivo. Parabéns, amigo poeta! Ainda nesta seção a querida poeta Tásia Maria traz um lindíssimo e emocionante texto. Parabéns, poeta Tásia Maria!
    Quero falar em poucas palavras sobre o meu amor pela minha mãe Lourinete:
    "Mamãe, ainda recordo seu sorriso encantador, seu abraço apertado, sua mão segurando minha mão e falando de coisas boas, que a vida é linda e merece ser vivida com alegria no coração. Mãe querida, eu ainda sinto seu beijo de boa noite em meu rosto e até das suas broncas, os seus conselhos construtivos sobre a vida. A senhora me faz muita falta e meu amor por ti jamais terá fim.
    Eu te amo! Feliz Dia das Mães! Que sua Luz continue brilhando no céu."
    As ilustrações estão adoráveis e representam o jardim do coração de uma mãe. Parabéns querido irmão, Jorge Leite, pela sensacional arte final.
    Um bom domingo a todos!
    FELIZ DIA DAS MÃES! Que seja tudo especial neste dia.
    Um afago na alma de cada um ❤️!
    Obrigada a todos os poetas, familiares, amigos e leitores e visitantes pela atenção e carinho de sempre.
    Até a próxima Edição!

    ResponderExcluir
  3. Hoje é um dia majestoso, digno de tantos poemas magníficos, saudando a mais nobre da missão; SER MÃE, assim desejo um Feliz dia a todas as mamães que representa este blog que Deus abençoe 🥰💕

    ResponderExcluir
  4. Hoje quero parabenizar todas mães, e também compartilhar da alegria de poder agradecer ese desfile de poesias que tanto nos emociona a cada publicação, obrigado Elisabete Leite, por tudo.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, bom dia!! Mais uma edição de nos encher os olhos e a alma. Parabéns a esses seres de luz, a esse amor maior. Em nome de mainha a minha gratidão aos poetas colaboradores e ao administradores. Parabéns Mamães.

    ResponderExcluir
  6. As imagens são dignas do momento. Homenagear as mães neste dia é pouco dada a importância dessa mulher em nossas vidas. Pra quem ainda a tem, aproveite, faça-lhe companhia, sorria com ela e diga que a ama. Eu não tenho mais esse privilégio e só me resta saudade!
    Parabéns a todos os poetas pelos belos poemas.
    Que Deus nos guarde e nos abençoe.

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde, Poetas!
    O blog Maçayó de hoje veio recheado de Amor!
    Mas, não de um Amor qualquer, e sim de " Amor de Mãe," que é, praticamente, impossivel de mensurar, tal sua magnitude! Só quem é mãe, sabe a imensidão desse Amor...
    Deus me deu essa benção/ graça de ser mãe de 3 filhos ( 1 filha e 2 filhos) maravilhosos, que já me deram 6 netos e de ter minha mãezinha com 93 anos lúcida e saudável.
    Estou muito feliz de ter participado do Blog nesse dia tão especial, e gostaria de encerrar meu comentário com a última estrofe do Poema "Mãe", que fiz ontem para ela:
    " Por isso ela é um ser indefinível...
    E palavras são vulgares para saudá-la!
    Mora, eternamente, no coração dos filhos...
    Que são felizes, apenas, em amá-las!..
    ❤️Tásia Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, cara amiga, considere-se uma criatura abençoada. Que Deus lhe dê mais razões para ser feliz ! Um grande abraço e nos prestigie sempre que puder.

      Excluir
  8. Retornando ao Blog Maçayó para agradecer a todos os colaboradores, visitantes e leitores pela edição esplêndida de hoje. Aplausos mil pela excelente partilha em homenagem ao Dia das Mães. Com o coração transbordando de emoção estou respondendo coletivamente já que meu emocional está abalado. Sendo assim, despeço-me desejando uma boa noite para vocês.
    Gratidão sempre pelo carinho de todos!
    Até a próxima Edição!
    Um afago na alma de cada um.🤗🤗❤️💖

    ResponderExcluir
  9. Elias dos Santos 08 de Maio de 2022.

    Hoje ,o blog Maçayó nós presenteia com tantas palavras bonitas,tantos poetas e poetisas nos falam do amor grandioso que uma mãe é capaz de oferecer para seus filhos
    Fico honrado em participar dessa coletânea .Todas as mães são anjos de Deus em nossas vidas e é atravéz delas que aprendemos entender o mundo.Muita paz para todas as mães.

    ResponderExcluir
  10. Rita de Cássia Soares8 de maio de 2022 22:12

    O Blog Maçayó brinda todas as Mães deste universo , com contos e poesias, imagens e alegria, tudo muito belo e perfeito, falar de mãe ou das Mães é uma responsabilidade grande e principalmente quando é de uma forma poética.
    Estou encantada com tanta beleza por meio da inspiração de cada poeta que hoje estão ocupando este espaço.
    Parabéns, poetas e poetisas pelas rimas ricas de saudar todas as mães.
    Obrigada Dr Jorge Leite e Elisabete Leite grandes poetas que tanto admiro.
    Parabéns a todas as mães deste universo. Feliz nosso dia!

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde família Maçayó, estive um tanto atarefado com outros cuidados e si hoje me veio esse intervalo com as energias cósmicas do universo que está sempre nos proporcionando inspirações e inovações. E eu isso Deus cuidando sempre de tudo com muito zelo e sabedoria. Parabéns a todos que desfilaram neste dia lindo e sagrado, consagrada aí ser mais perfeito e amado por toda existência. Mamãe, mãe das nossas próprias criaturas! O ser divino , coroadas por Deus para sustentar o alicerces e os pilares de uma família. Meu grande amor por minha mãe e por todas as mães desse hemisfério. Parabéns a todos e a todas que fazem o Maçayó. Parabéns mamãe Elisabete Leite, muitas bençãos em sua vida. Um forte abraço em todos .
    Beijos Baltazar Filho

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Idem querida, um forte abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá, boa noite! Ovacionado seja o Blog Maçayó com seus representantes e colaboradores, pela expressiva página publica nesse domingo 08 de maio! Abençoadas e iluminadas sejam sempre as mamães deste mundo afora, nesse dia a elas dedicados e em todos os dias de cada ano! Parabéns e aplausos para o blog e todos os poetas e poetisas que contribuíram para a brilhante e encantadora edição do dia das mães! Gratidão aos nossos visitantes com seus incentivadores comentários! Brilhe a luz de cada um!
    Vejamos:
    Socorro Almeida, exaltar
    Junto com Tásia Maria
    Dignificar Elias...
    Ao lado de Baltazar.
    A Emiliano, elevar
    A Rita, engrandecer.
    Manoel Antônio ascender
    A Elizabete Aplaudir
    Jorge Leite, admitir:
    Devemos enaltecer.

    Valdemar Guedes

    ResponderExcluir